Notícias

CASTELO BRANCO QUER A23 SEM PORTAGENS

Escrito por LUSA em 2014-09-24 15:00:45

CASTELO BRANCO QUER A23 SEM PORTAGENS

O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, disse hoje que a região quer voltar a ter a auto-estrada A23 sem portagens, ou, pelo menos, com preços mais reduzidos. "Desejamos voltar à A23 sem portagens. Mas, se esse objectivo não for alcançado, pelo menos há uma exigência da qual não podemos abdicar: não podemos continuar a ter as portagens por quilómetro mais caras do país", afirmou o autarca. Luís Correia, que falava durante a sessão de abertura do seminário "Scutvias - 15 anos", que decorre hoje em Castelo Branco, entende que o interior precisa desta mudança, "para bem de todo o país". Por isso, diz ser "urgente rever a decisão de cobrança de portagens nas antigas scut [vias sem custos para os utilizadores]", nomeadamente nas que servem o interior. O autarca afirmou que está consciente das dificuldades económicas e financeiras que o país atravessou e que ainda vive e acrescentou que não pede impossíveis nem quer fazer política "fácil e populista" com uma questão "tão séria" como esta. Contudo, sublinhou: "Não podemos deixar de alertar para o retrocesso que a cobrança de portagens na A23 representa para o desenvolvimento da região e para a consequente sobrecarga de encargos para as famílias e as empresas". Disse ainda entender que as boas condições de acesso, a rapidez e diminuição de distâncias que poderiam ser garantidas pela existência da auto-estrada "acabam por não se fazer sentir".    

PCP CONSIDERA “DESPROPOSITADO” O FECHO DA ESCOLA DE MONSANTO

Escrito por RCM/ Lusa em 2014-09-22 18:17:58

PCP CONSIDERA “DESPROPOSITADO” O FECHO DA ESCOLA DE MONSANTO

A deputada do PCP Paula Santos afirmou esta segunda-feira que o encerramento da escola de Monsanto, em Idanha-a-Nova, "é completamente despropositado", visto que tinha recebido recentemente investimento público para melhoria das condições de ensino. De visita ao distrito de Castelo Branco, a deputada comunista saudou e valorizou a intervenção da população contra o encerramento da escola, que demonstra que este fecho "está a ser feito contra a vontade das pessoas e das crianças". Segundo a deputada do PCP, os argumentos que estão a ser utilizados pelo Governo para o encerramento de escolas "não têm outro objectivo em cima da mesa que não sejam questões financeiras e economicistas". Paula Santos recordou ainda que o PCP apresentou uma proposta ainda durante o último Governo socialista, na qual propunha que fosse feita uma carta educativa nacional com o objectivo de serem identificadas as necessidades das populações no que diz respeito à educação. "Esta proposta do PCP, à data, foi aprovada pelo PSD e pelo CDS. Mudou tudo, passaram a Governo, esqueceram-se daquilo que aprovaram e agora estão a fazer exactamente aquilo que criticavam na oposição", disse.

IDANHA-A-NOVA: AUTARQUIA LANÇA MAIS UM VOLUME DA COLECÇÃO INFANTIL SOBRE LENDAS DO CONCELHO

Escrito por RCM/ Diário Digital Castelo Branco em 2014-09-17 12:33:15

IDANHA-A-NOVA: AUTARQUIA LANÇA MAIS UM VOLUME DA COLECÇÃO INFANTIL SOBRE LENDAS DO CONCELHO

Foi lançado durante a festa em honra de Nossa Senhora d’Azenha o livro “Terra Encantada: Senhora d’Azenha – Monsanto e Penha Garcia”. Este é o terceiro volume de uma colecção infantil dedicada às lendas do concelho de Idanha-a-Nova, A obra, escrita e ilustrada pela historiadora Joaquina Salgueiro Celestino, foi editada pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. No âmbito desta colecção foram já publicadas as obras “A Lenda de Água Murta”, um olhar sobre as narrativas popularmente associadas à Senhora do Almortão, e “O Mistério da Senhora do Loreto”, que aborda o enigmático culto à padroeira universal da aviação em Alcafozes.

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA PAGA PROFESSOR PARA A ESCOLA DE MONSANTO

Escrito por RCM em 2014-09-15 12:50:55

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA PAGA PROFESSOR PARA A ESCOLA DE MONSANTO

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova garante que a autarquia vai contratar um professor para o Complexo Escolar de Monsanto, para que as crianças continuem a ser acompanhadas e não percam as actividades lectivas. A decisão foi tomada no final do protesto contra o encerramento do Complexo Escolar de Monsanto, que decorreu na manhã desta segunda-feira em Monsanto. O presidente da União de Freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha considera toda esta situação constrangedora. Paulo Monteiro diz que houve famílias que viviam fora e decidiram mudar-se para Monsanto com a garantia da autarquia de que tinham todas as condições para viver nesta aldeia. Os pais e os encarregados de educação referem que a decisão de encerrar a escola é injusta e dizem que esta é uma situação difícil para eles e para as crianças. José Adelino estudou em Monsanto, tem um filho de 9 anos que quer continuar na escola que o pai frequentou quando tinha a sua idade. Para José Adelino toda esta situação é muito triste. Emocionado diz que quando o filho, o Ricardo, “soube que a escola ia fechar começou a chorar e disse que ainda é muito cedo para ir sozinho estudar para Idanha-a-Nova”.  

IDANHA-A-NOVA: BAJA TT ARRANCA ESTE FIM-DE-SEMANA

Escrito por RCM em 2014-09-12 13:12:40

IDANHA-A-NOVA: BAJA TT ARRANCA ESTE FIM-DE-SEMANA

Este ano o percurso da prova organizada pela Escuderia Castelo Branco, sofreu alterações profundas, a começar pelo sentido da corrida que foi invertido, para além de serem introduzidos sectores novos, que elevaram a quilometragem total da Baja, para mais de 350 Km. São dois percursos de cerca de 175 Km após uma super-especial com pouco mais de cinco, desta vez com uma paragem obrigatória para assistência de 15m, antes do reagrupamento que antecede a segunda volta pelo mesmo traçado. A prova das motos, quads e buggies será realizada em dois dias com a partida e chegada no largo da Senhora do Almortão.  

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 |

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-17 13:01:43

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA UM TESTEMUNHO DE AFONSO ALMEIDA BRANDÃO     Na sua fase inicial de vida é sabido que ainda chegou a exercer Medicina cerca de um ano. Posteriormente, a sua veia de Escritor falou mais forte e acabaria por escrever vários Livros excepcionais que deixaria a Título Póstumo. Conheci o Fernando Namora nos inícios da Década de 80 Anos, da 2º Metade do Séc. XX.   Ele no Inverno refugiava-se na aldeia do Magoito (localidade a cerca de 10 Km. de Sintra), na Vivenda do dono da Editora das EDIÇÕES 70, para escrever. Chegava a ficar por lá 3 a 4 meses alojado. Vinha à Vila almoçar por volta das 15 horas (sempre no Café Lé) e, à noite, ficava por casa a ver TV, outras vezes a ouvir Música Clássica ou a escrever. Invariavelmente, bebia um Chá acompanhado de uma Torradas. Deitava-se, regra geral, entre as 3 e as 4 horas da madrugada.    Eu e o Eng. Eduardo Silva --- o dono das EDIÇÕES 70, à época --- cedia-lhe a sua Vivenda gratuitamente para ele escrever. Raro era o dia em que nós os três não estávamos juntos. EU vivia no Magoito com a minha ex-Mulher (e que por lá continua) e o Eduardo vinha de Lisboa ao Magoito, todos os dias, e ficava instalado na Residencial Central, do velho Nuro Gulamhussen, um comerciante de nacionalidade indiana, mas naturalizado português há muitos anos.      Estas estadias do Fernando Namora, no Inverno, na Aldeia do Magoito, foram frequentes ao longo de vários anos. A Amizade entre AMBOS (Escritor e Editor) era uma Amizade antiga de tempos de Escola e Meninice). Recordo, com saudade, estes encontros.Já lá vão quase 40 Anos, como o Tempo passa, Meu Deus!   Por vezes EU e o Eduardo íamos visitá-lo à noite. Do Centro da Aldeia e do Café onde estávamos, à casa onde se encontrava o Fernando Namora, eram 600 metros, mais coisa-menos coisa. Aparecíamos de surpresa e ele ficava feliz por nos ver.    Numa certa noite chegou mesmo a desabafar: «Ainda bem que vocês apareceram. Estou sem paciência para escrever, não sai nada de jeito... Vamos comemorar, ouvir música e conversar. A escrita fica para amanhã...». E os três acabávamos, assim, por entrar pela Noite dentro, ao som de música Clássica (na maioria das vezes, com trechos de Chopin), tendo como única companhia uma garrafa de Whisky.Velho -- 12 Anos, um pacote de Bolacha Maria e muita conversa animada e bem disposta.   Ambos já não estão entre nós, infelizmente.Tenho Saudades, imensas Saudades deles e daquele Tempo.  São tempos que não voltam mais... nunca mais... Ficaram "enterrados" no Passado...   Recordo-os, agora e hoje, com os olhos marejados de lágrimas, estes dois bons Amigos Nobres --- e que faziam o favor de me aturar e acolher nos seus convívios e serões inesquecíveis...   Paz à Vossa Alma e até um Dia!   Afonso Almeida Brandão

Ler mais

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-11 10:16:54

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA NO CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO (15 DE ABRIL DE 1919 - 2019)       A Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior promove na sexta-feira, pelas 18 horas, uma homenagem a Fernando Namora.   A apresentação de “A medicina em Fernando Namora como celebração dos valores humanos” está a cargo de António Lourenço Marques Gonçalves da Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior e director dos cadernos de Cultura : Medicina da Beira Interior.   A cerimónia de homenagem do centenário de nascimento de Fernando Namora vai contar também com o testemunho de Joaquim Manuel da Fonseca, amigo de Fernando Namora e director da Rádio Clube de Monsanto.   Vai ainda ser feita uma leitura de textos do escritor por Otília Duarte, Mariana Galeano e Ana Celeste Azevedo.   O Museu de Francisco Tavares Proença Júnior tem no seu acervo, duas telas de Fernando Namora que revelam uma das suas facetas artística mais desconhecida e um raro e original relatório médico da sua passagem pela freguesia de Tinalhas, documento que será editado num dos próximos números da revista da “Materiaes”, órgão da Sociedade dos Amigos do Museu.   O ano de 2019 vai também trazer a reedição das obras de Fernando Namora, como a “A noite e a madrugada”, drama que decorre na fronteira de Penha Garcia.   Fernando Namora nasceu a 15 de Abril de 1919 em Condeixa-a-Nova.   Faleceu em Lisboa em 1989.   Médico de profissão foi autor de uma extensa obra, bastante divulgada e traduzida em várias línguas nas décadas de 70 e 80 do século XX , que tiveram nas paisagens geográficas e humanas da Beira Baixa , principalmente a aldeia de Monsanto os seus cenários literários.  

Ler mais

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-08 13:44:37

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

EM CASTELO BRANCO ASSINALA-SE O CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA,  QUE FOI GRANDE AMIGO DE MONSANTO, ONDE TEVE CASA E A FAMÍLIA AINDA MORA.

Ler mais

MONSANTO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-05 11:51:26

MONSANTO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, voltou a ganhar o Prémio Cinco Estrelas Regiões, que distingue ícones regionais de referência nacional que são reconhecidos pelos portugueses como sendo extraordinários. Monsanto, que já havia sido considerado um destino Cinco Estrelas em 2018, renova o título este ano. O Município de Idanha-a-Nova congratula todos os monsantinos, idanhenses, visitante e turistas que estão na origem desta segunda vitória consecutiva no Prémio Cinco Estrelas. Este galardão é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, na linha de outras distinções como é a eleição frequente para listas de melhores vilas e aldeias do mundo. De acordo com a organização do concurso, o Prémio Cinco Estrelas Regiões “é um sistema de avaliação que identifica o melhor que existe em cada uma das 20 regiões (18 distritos + regiões autónomas) ao nível de recursos naturais, gastronomia, arte e cultura, empresas, património e outros ícones regionais de referência nacional”. Através de uma votação nacional os portugueses identificaram, para cada um dos distritos, o que consideram extraordinário a vários níveis. A cerimónia de entrega dos prémios deste ano terá lugar na cidade de Viseu, no dia 17 de Maio.

Ler mais

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-03-20 13:02:51

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

IADNHA-A-NOVA ACOLHE MAIS UMA EDIÇÃO DA FEIRA RAIANA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line