Notícias

FESTIVAL DO PÃO, BOLOS E TRADIÇÕES REGRESSA A IDANHA-A-VELHA

Escrito por RCM em 2015-10-04 16:48:09

FESTIVAL DO PÃO, BOLOS E TRADIÇÕES REGRESSA A IDANHA-A-VELHA

O Casqueiro regressa no próximo fim-de-semana a Idanha-a-Velha com o melhor pão e muita animação. Uma centena de expositores de pão, artesanato e produtos regionais vão abrilhantar o festival que acontece de Sexta-feira a Domingo na aldeia histórica de Idanha-a-Velha. Os visitantes podem contar com animação de rua, jogos tradicionais, live cooking, oficinas do pão para crianças, restaurantes, tasquinhas, música ao vivo e espectáculos de teatro, entre outras actividades. O afamado e genuíno casqueiro da região é o ingrediente principal de uma ementa diversificada e enriquecida pelo património cultural de Idanha-a-Velha. A inauguração oficial do festival está marcada para as 15 horas de sábado, com provas de pão nos seis fornos a lenha de várias aldeias.  

XVI FESTIVAL DE MÚSICAS ANTIGAS DA EUROPA, NOS DIAS 2 E 3 DE OUTUBRO, EM LUBLIN – POLÓNIA

Escrito por RCM em 2015-09-16 11:17:28

XVI FESTIVAL DE MÚSICAS ANTIGAS DA EUROPA, NOS DIAS 2 E 3 DE OUTUBRO, EM LUBLIN – POLÓNIA

As Adufeiras de Monsanto foram convidadas pelo Centre for Intercultural Creative Initiatives “CROSSROADS” para este importante evento internacional e vão marcar a sua presença em representação de Portugal, sendo acompanhadas pelo prestigiado músico José Barros, responsável do agrupamento musical NAVEGANTE. De salientar e de agradecer o apoio da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, disponibilizando o transporte de Monsanto para Lisboa e vice-versa.

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA DISPONIVEL PARA RECEBER REFUGIADOS

Escrito por RCM / Lusa em 2015-09-14 15:22:32

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA DISPONIVEL PARA RECEBER REFUGIADOS

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, disse hoje à agência Lusa que o executivo está disposto a receber refugiados, decisão que já foi comunicada ao Conselho Português para os Refugiados (CPR). "A Câmara de Idanha-a-Nova entendeu receber pessoas com o estatuto de refugiados, de acordo com a estratégia que for definida pelo Governo", afirmou à Lusa o presidente do município, Armindo Jacinto. O autarca explicou que já entrou em contacto com a direcção do Conselho Português para os Refugiados (CPR), à qual manifestou disponibilidade para receber refugiados no território de Idanha-a-Nova. Armindo Jacinto disse ainda que esta decisão foi tomada na sexta-feira, durante uma reunião privada do executivo, e adiantou que, neste momento, é prematuro falar do número de refugiados que podem vir a ser recebidos neste concelho do distrito de Castelo Branco. A Europa enfrenta a mais grave crise migratória desde a segunda guerra mundial, com mais de 430 mil pessoas a terem entrado no continente este ano, a maioria das quais procurando refúgio da guerra e repressão em países como a Síria.

CINCO INSTITUIÇÕES DE CASTELO BRANCO QUEREM RECEBER REFUGIADOS

Escrito por RCM / Lusa em 2015-09-08 15:34:52

CINCO INSTITUIÇÕES DE CASTELO BRANCO QUEREM RECEBER REFUGIADOS

O Centro Distrital de Segurança Social de Castelo Branco já foi contactado formalmente por quatro câmaras municipais e uma misericórdia do distrito que se mostraram disponíveis para receber refugiados, disse hoje à Lusa fonte da instituição. "Já fomos contactados pelas Câmaras Municipais de Castelo Branco, Penamacor, Vila de Rei e Vila Velha de Ródão e pela Misericórdia da Covilhã. Manifestaram disponibilidade para acolher refugiados", disse o director distrital da Segurança Social de Castelo Branco. Melo Bernardo disse que, neste momento, está a "aguardar orientações superiores" e adiantou "não saber ainda quantos refugiados pode receber o distrito". Contudo, o responsável pela Segurança Social no distrito de Castelo Branco realçou o "espírito solidário" já manifestado pelas instituições. "Neste momento, já não é só a Segurança Social que está preocupada com a situação. São as próprias entidades no distrito a procurar a Segurança Social", sublinhou. Melo Bernardo disse ainda que espera que possa haver uma envolvência maior da sociedade civil em todo este processo. "Estamos empenhados para ajudar um número significativo de refugiados no distrito", concluiu.

AGRICULTORES EXIGEM MEDIDAS ADEQUADAS CONTRA A SECA PROLONGADA

Escrito por RCM / Lusa em 2015-08-25 12:38:11

AGRICULTORES EXIGEM MEDIDAS ADEQUADAS CONTRA A SECA PROLONGADA

A Associação Distrital de Agricultores de Castelo Branco (ADACB) anunciou hoje que a seca prolongada "exige urgentemente" a tomada de medidas adequadas e considera "manifestamente insuficientes" as medidas anunciadas pela tutela. Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a associação reforça que "a seca prolongada está a afectar gravemente os agricultores e exige urgentemente medidas adequadas". "As recentes medidas anunciadas pela ministra da Agricultura são manifestamente insuficientes, porque não passam de medidas recorrentes", explica no documento o presidente da associação, Mesquita Milheiro. Este responsável adianta ainda que todos os anos é frequente o pagamento das ajudas da União Europeia (UE) ser antecipado, pelo que "as medidas agora avançadas pelo Governo são incapazes de minimizar os prejuízos sofridos pela seca". Os agricultores reafirmam ainda um conjunto de exigências, como seja a concretização do regadio a sul da Serra da Gardunha, apoios a fundo perdido, isenção temporária da taxa de recursos hídricos e do pagamento das contribuições para a segurança social dos pequenos e médios agricultores.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 |

CONTRA O LÍTIO

Facebook

Escrito por LUSA em 2019-06-01 10:14:07

CONTRA O LÍTIO

Idanha-a-Nova manifesta-se contra pedidos de prospecção mineira no concelho A Câmara de Idanha-a-Nova manifestou-se contra a possibilidade de prospecção e pesquisa de depósitos minerais no concelho por considerar que irá prejudicar a estratégia de desenvolvimento do município.   A nossa posição, nesta fase, foi de estar contra este tipo de acção, apesar de saber que estamos a falar de um fase inicial de prospecção", afirmou hoje à agência Lusa, o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.   Armindo Jacinto explica que a autarquia tomou uma posição que teve em conta as questões técnicas do processo e teve em linha de conta a forma como poderia ser defendida a posição de Idanha-a-Nova.   "Tomámos uma posição pública contra [a prospecção] e tecnicamente defendemos esta nossa posição", sustentou. O autarca entende que, apesar de se falar de prospecção, o processo pode pôr em causa a estratégia de desenvolvimento delineada para o concelho. "O que temos conseguido em Idanha-a-Nova, de valorização do património histórico, cultural e natural, estes processos de prospecção, em tudo vem prejudicar a nossa estratégia de desenvolvimento sustentado e colocar em causa toda a estratégia delineada pelo município", concluiu. A área em causa é a denominada "Carrapeteiro" e abrange os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Fundão e Penamacor, num total de 429,014 quilómetros quadrados. A empresa Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd. requereu direitos de prospecção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, chumbo, zinco, cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos e minerais metálicos associados neste concelho. LUSA

Ler mais

FESTIVAL GIACOMETTI

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-14 15:11:05

FESTIVAL GIACOMETTI

FESTIVAL DE HOMENAGEM A MICHEL GIACOMETTI EM FERREIRA DO ALENTEJO – 30 de Maio a 2 de Junho MÚSICA, GASTRONOMIA, ARTES & OFÍCIOS, DANÇA, ANTROPOLOGIA E CINEMA. Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um espectacular cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora. O incontornável etno-musicólogo da salvaguarda da Cultura Popular Portuguesa, Michel Giacometti, oriundo da Córsega, deixou-nos um manancial de documentos fotográficos, sonoros e escritos, assim como uma extraordinária colecção de instrumentos musicais e objectos etnográficos, uma herança patrimonial determinante para o entendimento do contexto social, político e cultural do mundo português arcaico, infelizmente em desintegração.  Este homem tanto nos inspira e nos estimula na preservação da NOSSA TRADIÇÃO.   ………………………………………………………………   AS GUARDIÃS DA ARTE DE TOCAR ADUFE Dia 1 de Junho em Ferreira do Alentejo   Concerto pelas Adufeiras de Monsanto, numa interligação especial da artista Celina da Piedade, que toca também com dois grupos corais femininos de Ferreira do Alentejo e com o seu convidado especial Tim (vocalista dos Xutos e Pontapés), que invulgarmente vai tocar viola campaniça. O icónico Tim dos Xutos e Pontapés, diz estar encantado de se juntar às Adufeiras de Monsanto, tanto mais que vai ser um momento triunfal pois estarão dois grupos femininos de cante alentejano também em cima do palco.  O grupo das Adufeiras de Monsanto é reconhecido internacionalmente e faz jus às suas raízes nas tradições ancestrais da Aldeia Mais Portuguesa, uma terra rica em lendas ligadas aos rituais da Primavera.  Promovendo o extraordinário património cultural de Monsanto com os seus fatos coloridos, canções e ritmos do adufe, um instrumento feminino por excelência que trespassou contextos religiosos e teve a sua proliferação na Península Ibérica nos séculos XI e XII.  Na sua constituição actual, as Adufeiras de Monsanto, oferecem um autêntico privilégio para os que assistem às suas actuações. A não perder pelas 21:30 na PRAÇA COMENDADOR INFANTE PASSANHA EM FERREIRA DO ALENTEJO.

Ler mais

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-05 14:12:17

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Ler mais

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-02 19:32:20

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

  Rádio Clube de Monsanto há 34 anos ao Serviço do Território da Idanha, no País e no Mundo. “O nosso passado é a nossa MEMÓRIA e o que a nossa MEMÓRIA não guarda nunca ocorreu ainda que tenha ocorrido”.

Ler mais

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-30 14:43:54

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line