Notícias

CASTELO BRANCO: NOVA TEMPORADA DA AGENDA CULTURAL COMEÇA COM TEATRO

Escrito por RCM/Lusa em 2016-01-06 15:18:01

CASTELO BRANCO: NOVA TEMPORADA DA AGENDA CULTURAL COMEÇA COM TEATRO

Em Castelo Branco a agenda Cultura Vibra arranca este sábado com a nova temporada. Na programação do primeiro trimestre destaque para o teatro e para os concertos de David Fonseca e Tiago Bettencourt. A abertura da temporada começa no Cine-teatro Avenida na noite de sábado, pelas 21:30, sob o signo da reflexão, a partir de Franz Kafka, com a peça “É Impossível Viver”, com encenação e dramaturgia de Ana Luena. A 26 de fevereiro sobe ao palco a apresentação de António e Maria, de António Lobo Antunes, com dramaturgia e adaptação de Rui Cardoso Martins e com a interpretação de Maria Rueff. Será a estreia do Teatro Meridional em Castelo Branco”, disse à Lusa o programador e coordenador de produção, Carlos Semedo. Este responsável explica que um dos eixos que determinam a programação do Cine-teatro Avenida e a agenda “Cultura Vibra Castelo Branco” é a valorização das estruturas de criação locais e regionais.

SERRA DA ESTRELA: ESTRADA DE ACESSO À TORRE ENCERRA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

Escrito por RCM/Lusa em 2016-01-05 13:14:39

SERRA DA ESTRELA: ESTRADA DE ACESSO À TORRE ENCERRA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

A estrada Piornos-Torre-Lagoa Comprida, na Serra da Estrela, foi encerrada ao trânsito às 04:30 de hoje devido à queda de neve, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco. De acordo com a mesma fonte, o fecho da estrada nacional 338 abrange os troços 11, 12 e 13, entre Piornos e o cruzamento para a Torre, acesso à Torre e cruzamento da Torre para a Lagoa Comprida. A mesma fonte adiantou ainda que pelas 05:30 foi também cortado o acesso da nacional 338 entre Loriga (Seia) e a Lagoa Comprida e também o troço número dois na Estrada Nacional 339, entre Lagoa Comprida e o Sabugueiro. Segundo o Comando distrital de operações de socorro (CDOS) de Castelo Branco, e com base nas informações transmitidas pelo Centro de Limpeza de Neve, não há previsão para a abertura das vias.

IMPOSTOS: MAIS DE 80% DAS CÂMARAS NÃO VÃO MEXER NO IMI

Escrito por RCM em 2015-12-28 12:55:55

IMPOSTOS: MAIS DE 80% DAS CÂMARAS NÃO VÃO MEXER NO IMI

A grande maioria dos portugueses vai pagar o mesmo às autarquias. As novas regras vão permitir um alívio a grande parte das famílias com filhos. O Imposto Municipal sobre Imóveis não vai trazer surpresas à maior parte dos portugueses residentes em território nacional. De acordo com os dados enviados ao Fisco pelas autarquias, citados pelo Jornal de Negócios, cerca de 84% das câmaras municipais vão manter a taxa inalterada, num total de 259 autarquias. Das 308 câmaras nacionais, apenas 3 vão aumentar o imposto cobrado aos residentes em 2016 e 46 vão aliviar o peso fiscal sobre os munícipes. De salientar que 2016 vai trazer uma inovação que permite um alívio para muitos contribuintes: o IMI familiar. A nova lei introduz um desconto progressivo para as famílias com filhos, que aumenta por cada descendente até um desconto máximo de 20% para quem tem três ou mais filhos. Recorde-se que no concelho, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova vai manter a taxa mínima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e, além disso, aplicar a redução máxima deste imposto para famílias com filhos. O presidente da Câmara Municipal, Armindo Jacinto, referiu que à taxa mínima de IMI, de 0,3%, acresce uma redução que vai beneficiar famílias com filhos que tenham habitação própria e permanente no concelho de Idanha-a-Nova.  

AIDA RECHENA NOVA DIRECTORA DO MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA – MUSEU DO CHIADO

Escrito por RCM em 2015-12-22 10:44:49

AIDA RECHENA NOVA DIRECTORA DO MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA – MUSEU DO CHIADO

A museóloga Aida Rechena, natural de Monsanto – a Aldeia Mais Portuguesa, foi escolhida para directora do Museu do Chiado, em Lisboa, substituindo no cargo David Santos, disse à agência Lusa fonte da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).  De acordo com o subdirector da DGPC, Samuel Rego, Aida Rechena foi seleccionada por concurso público tendo sido a que apresentou "o projecto mais consistente e inovador para os desafios do futuro" do Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado. Doutorada em Museologia, Aida Rechena era, desde 2005, directora do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco. Entre 2012 e Setembro passado acumulou também a direcção do Museu da Guarda.  Desde os anos 1990, a par do percurso académico, Aida Rechena foi técnica superior na Direcção-Geral de Educação, no Museu de Angra do Heroísmo, no antigo Instituto Português do Património Arquitectónico e na Câmara Municipal de Odivelas. Em 2012, Aida Rechena foi distinguida pela Associação Portuguesa de Museologia pela tese de doutoramento "Sociomuseologia e Género. Imagens da Mulher em exposições de Museus Portugueses". Aida Rechena assume a direcção do Museu do Chiado meses depois de concluída a primeira fase do projecto de ampliação do museu para as antigas instalações do extinto Governo Civil de Lisboa, um projecto ambicionado há mais de duas décadas pelos sucessivos directores que geriram aquele espaço museológico.  O Museu do Chiado tem sob a sua tutela a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves, também em Lisboa. Felicitamos a ilustre monsantina e desejamos-lhe os maiores sucessos nesta sua nova e honrosa missão. Um abraço de muita admiração e respeito para esta distinta colaboradora da Rádio Clube de Monsanto. BOAS FESTAS e parabéns também para a sua Família.  

ARTE MODERNA EM EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL RAIANO EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2015-12-21 15:36:04

ARTE MODERNA EM EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL RAIANO EM IDANHA-A-NOVA

O Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, tem patente uma nova exposição, até 31 de janeiro de 2016. A mostra traz a público alguns dos nomes mais representativos da arte moderna feita em Portugal no século XX, com obras de Vieira da Silva, Paula Rego, Júlio Resende ou Mário Cesariny. Intitulada “Perspectiva: Coleccionador – A arte moderna em Portugal na colecção de Paulo Lopo”, a exposição é constituída por obras pertencentes a Paulo Lopo. O coleccionador cresceu em São Miguel d’Acha, mas fez carreira em Lisboa. A mostra pode ser visitada de terça-feira a domingo (a área de exposições encerra à segunda-feira).

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 |

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-17 13:01:43

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA UM TESTEMUNHO DE AFONSO ALMEIDA BRANDÃO     Na sua fase inicial de vida é sabido que ainda chegou a exercer Medicina cerca de um ano. Posteriormente, a sua veia de Escritor falou mais forte e acabaria por escrever vários Livros excepcionais que deixaria a Título Póstumo. Conheci o Fernando Namora nos inícios da Década de 80 Anos, da 2º Metade do Séc. XX.   Ele no Inverno refugiava-se na aldeia do Magoito (localidade a cerca de 10 Km. de Sintra), na Vivenda do dono da Editora das EDIÇÕES 70, para escrever. Chegava a ficar por lá 3 a 4 meses alojado. Vinha à Vila almoçar por volta das 15 horas (sempre no Café Lé) e, à noite, ficava por casa a ver TV, outras vezes a ouvir Música Clássica ou a escrever. Invariavelmente, bebia um Chá acompanhado de uma Torradas. Deitava-se, regra geral, entre as 3 e as 4 horas da madrugada.    Eu e o Eng. Eduardo Silva --- o dono das EDIÇÕES 70, à época --- cedia-lhe a sua Vivenda gratuitamente para ele escrever. Raro era o dia em que nós os três não estávamos juntos. EU vivia no Magoito com a minha ex-Mulher (e que por lá continua) e o Eduardo vinha de Lisboa ao Magoito, todos os dias, e ficava instalado na Residencial Central, do velho Nuro Gulamhussen, um comerciante de nacionalidade indiana, mas naturalizado português há muitos anos.      Estas estadias do Fernando Namora, no Inverno, na Aldeia do Magoito, foram frequentes ao longo de vários anos. A Amizade entre AMBOS (Escritor e Editor) era uma Amizade antiga de tempos de Escola e Meninice). Recordo, com saudade, estes encontros.Já lá vão quase 40 Anos, como o Tempo passa, Meu Deus!   Por vezes EU e o Eduardo íamos visitá-lo à noite. Do Centro da Aldeia e do Café onde estávamos, à casa onde se encontrava o Fernando Namora, eram 600 metros, mais coisa-menos coisa. Aparecíamos de surpresa e ele ficava feliz por nos ver.    Numa certa noite chegou mesmo a desabafar: «Ainda bem que vocês apareceram. Estou sem paciência para escrever, não sai nada de jeito... Vamos comemorar, ouvir música e conversar. A escrita fica para amanhã...». E os três acabávamos, assim, por entrar pela Noite dentro, ao som de música Clássica (na maioria das vezes, com trechos de Chopin), tendo como única companhia uma garrafa de Whisky.Velho -- 12 Anos, um pacote de Bolacha Maria e muita conversa animada e bem disposta.   Ambos já não estão entre nós, infelizmente.Tenho Saudades, imensas Saudades deles e daquele Tempo.  São tempos que não voltam mais... nunca mais... Ficaram "enterrados" no Passado...   Recordo-os, agora e hoje, com os olhos marejados de lágrimas, estes dois bons Amigos Nobres --- e que faziam o favor de me aturar e acolher nos seus convívios e serões inesquecíveis...   Paz à Vossa Alma e até um Dia!   Afonso Almeida Brandão

Ler mais

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-11 10:16:54

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA NO CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO (15 DE ABRIL DE 1919 - 2019)       A Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior promove na sexta-feira, pelas 18 horas, uma homenagem a Fernando Namora.   A apresentação de “A medicina em Fernando Namora como celebração dos valores humanos” está a cargo de António Lourenço Marques Gonçalves da Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior e director dos cadernos de Cultura : Medicina da Beira Interior.   A cerimónia de homenagem do centenário de nascimento de Fernando Namora vai contar também com o testemunho de Joaquim Manuel da Fonseca, amigo de Fernando Namora e director da Rádio Clube de Monsanto.   Vai ainda ser feita uma leitura de textos do escritor por Otília Duarte, Mariana Galeano e Ana Celeste Azevedo.   O Museu de Francisco Tavares Proença Júnior tem no seu acervo, duas telas de Fernando Namora que revelam uma das suas facetas artística mais desconhecida e um raro e original relatório médico da sua passagem pela freguesia de Tinalhas, documento que será editado num dos próximos números da revista da “Materiaes”, órgão da Sociedade dos Amigos do Museu.   O ano de 2019 vai também trazer a reedição das obras de Fernando Namora, como a “A noite e a madrugada”, drama que decorre na fronteira de Penha Garcia.   Fernando Namora nasceu a 15 de Abril de 1919 em Condeixa-a-Nova.   Faleceu em Lisboa em 1989.   Médico de profissão foi autor de uma extensa obra, bastante divulgada e traduzida em várias línguas nas décadas de 70 e 80 do século XX , que tiveram nas paisagens geográficas e humanas da Beira Baixa , principalmente a aldeia de Monsanto os seus cenários literários.  

Ler mais

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-08 13:44:37

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

EM CASTELO BRANCO ASSINALA-SE O CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA,  QUE FOI GRANDE AMIGO DE MONSANTO, ONDE TEVE CASA E A FAMÍLIA AINDA MORA.

Ler mais

MONSANTO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-05 11:51:26

MONSANTO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, voltou a ganhar o Prémio Cinco Estrelas Regiões, que distingue ícones regionais de referência nacional que são reconhecidos pelos portugueses como sendo extraordinários. Monsanto, que já havia sido considerado um destino Cinco Estrelas em 2018, renova o título este ano. O Município de Idanha-a-Nova congratula todos os monsantinos, idanhenses, visitante e turistas que estão na origem desta segunda vitória consecutiva no Prémio Cinco Estrelas. Este galardão é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, na linha de outras distinções como é a eleição frequente para listas de melhores vilas e aldeias do mundo. De acordo com a organização do concurso, o Prémio Cinco Estrelas Regiões “é um sistema de avaliação que identifica o melhor que existe em cada uma das 20 regiões (18 distritos + regiões autónomas) ao nível de recursos naturais, gastronomia, arte e cultura, empresas, património e outros ícones regionais de referência nacional”. Através de uma votação nacional os portugueses identificaram, para cada um dos distritos, o que consideram extraordinário a vários níveis. A cerimónia de entrega dos prémios deste ano terá lugar na cidade de Viseu, no dia 17 de Maio.

Ler mais

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-03-20 13:02:51

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

IADNHA-A-NOVA ACOLHE MAIS UMA EDIÇÃO DA FEIRA RAIANA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line