Notícias

JORNADAS DE GESTÃO CIÊNTÍFICA EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2016-01-22 13:02:33

JORNADAS DE GESTÃO CIÊNTÍFICA EM IDANHA-A-NOVA

O Instituto Politécnico de Castelo Branco vai organizar as XXVI Jornadas Luso-Espanholas de Gestão Científica. O encontro acontece na Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova entre os dias 3 e 6 de fevereiro. Aberto a toda a comunidade, o evento pretende ser um lugar de reflexão sobre o tema “Competitividade das regiões transfronteiriças”, tendo em vista a organização de projectos de investigação que apontem para a criação de riqueza social e o intercâmbio do conhecimento científico entre académicos. O programa social inclui a recepção dos participantes na Sé Catedral de Idanha-a-Velha, seguida do espectáculo “Língua” dos Noa Noa, a realizar no dia 3 de fevereiro. Nos dias 4 e 5, os participantes podem assistir à apresentação do espectáculo “Frankenstein Revisited By Cellarius Noisy Machinae e participar num jantar com Animação Templária, seguido do momento musical “Viagens do Fado” – Concerto de Ana Laíns. No último dia, realiza-se o percurso pedestre da Rota dos Fósseis, bem como uma visita à Aldeia Histórica de Monsanto, com uma caminhada parcial na Rota dos Barrocais.

IDANHA-A-NOVA: OBRA DE CRISTINA RODRIGUES NA CAPA DA MAIOR REVISTA DE ESCULTURA DO MUNDO

Escrito por RCM em 2016-01-19 12:30:05

IDANHA-A-NOVA: OBRA DE CRISTINA RODRIGUES NA CAPA DA MAIOR REVISTA DE ESCULTURA DO MUNDO

Uma das obras da artista portuguesa Cristina Rodrigues é tema de capa daquela que é considerada a maior revista de escultura do mundo. A artista tem trabalhado a partir dos seus dois ateliers, em Manchester, no Reino Unido, e em Idanha-a-Nova. A ilustrar a capa surge a obra “Enlightenment” que esteve patente na sua exposição na Catedral de Manchester em 2014 e que foi, nessa altura, a exposição de arte contemporânea mais visitada da cidade.  A obra pode ser apreciada no edifício da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova até 31 de março de 2016. Cristina Rodrigues é um nome cada vez mais conhecido da arte contemporânea internacional, sendo a primeira artista portuguesa a figurar na capa e artigo principal da “Sculpture Magazine”.

CURSO DE CONSTRUÇÃO DE VIOLA BEIROA EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2016-01-18 13:01:15

CURSO DE CONSTRUÇÃO DE VIOLA BEIROA EM IDANHA-A-NOVA

A Filarmónica Idanhense inicia em Fevereiro um curso para ensinar a construir uma Viola Beiroa. O formador é o mestre Alísio Saraiva, que respeita o modelo que era tocado por Manuel Moreira, de Penha Garcia, um dos mais influentes tocadores desta viola. A iniciativa conta com o apoio do Município de Idanha-a-Nova. Segundo a autarquia este curso representa um importante contributo para a revitalização da história musical do concelho, onde a Viola Beiroa quer retomar o seu lugar de destaque. As inscrições estão limitadas a 10 participantes e podem ser efectuadas junto da Filarmónica Idanhense, através dos contactos 926 938 535, 277 202 123 ou para o email geral@filarmonicaidn.com.

GOVERNO REGULARIZOU DÍVIDA DE 302 MIL EUROS AO CONSERVATÓRIO DE CASTELO BRANCO

Escrito por RCM/Lusa em 2016-01-18 13:00:31

GOVERNO REGULARIZOU DÍVIDA DE 302 MIL EUROS AO CONSERVATÓRIO DE CASTELO BRANCO

O Ministério da Educação já regularizou a dívida ao Conservatório Regional de Castelo Branco, no valor de 302 mil euros. Segundo o conservatório a verba devia ter sido paga antes de novembro de 2015. "O montante pago é relativo a dívidas que o Estado tinha para com a escola de um período concursal anterior. Relativamente a isso, o problema foi resolvido", disse hoje à agência Lusa Jorge Pires, do Conservatório Regional de Castelo Branco. Este responsável explicou ainda que o conservatório tinha recebido a garantia da tutela, no final de dezembro do ano passado, de que o valor em dívida iria ser pago no início de janeiro, o que veio a acontecer. "Aquilo que o Estado nos estava a dever foi pago no início de janeiro e, a partir daí, as dificuldades relativas ao pagamento de vencimentos ficaram resolvidas", disse. Adiantou ainda que o valor em dívida (302 mil euros) devia ter sido pago ao Conservatório Regional de Castelo Branco em duas prestações, uma em setembro e outra em novembro de 2015. "Esta verba representou um balão de oxigénio para o Conservatório", sublinhou Jorge Pires.

CASTELO BRANCO: NÚMERO DE EMPRESAS CONSTITUÍDAS EM 2015 AUMENTOU

Escrito por RCM/Lusa em 2016-01-13 12:51:11

CASTELO BRANCO: NÚMERO DE EMPRESAS CONSTITUÍDAS EM 2015 AUMENTOU

No distrito de Castelo Branco foram constituídas em 2015 mais 26 empresas e dissolvidas mais 23 do que no ano anterior, revelou hoje à agência Lusa o presidente da Associação Empresarial da Beira Baixa (AEBB). “No distrito de Castelo Branco, houve um crescimento, de 2014 para 2015, do número de empresas em actividade: 72 empresas. Relativamente aos números nacionais, o número de empresas em actividade no distrito, no ano passado, representa 1,17%”, explicou José Gameiro. Segundo este responsável, em 2015 foram constituídas 26 empresas no distrito de Castelo Branco e dissolvidas mais 23 do que em 2014.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 |

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-17 13:01:43

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA UM TESTEMUNHO DE AFONSO ALMEIDA BRANDÃO     Na sua fase inicial de vida é sabido que ainda chegou a exercer Medicina cerca de um ano. Posteriormente, a sua veia de Escritor falou mais forte e acabaria por escrever vários Livros excepcionais que deixaria a Título Póstumo. Conheci o Fernando Namora nos inícios da Década de 80 Anos, da 2º Metade do Séc. XX.   Ele no Inverno refugiava-se na aldeia do Magoito (localidade a cerca de 10 Km. de Sintra), na Vivenda do dono da Editora das EDIÇÕES 70, para escrever. Chegava a ficar por lá 3 a 4 meses alojado. Vinha à Vila almoçar por volta das 15 horas (sempre no Café Lé) e, à noite, ficava por casa a ver TV, outras vezes a ouvir Música Clássica ou a escrever. Invariavelmente, bebia um Chá acompanhado de uma Torradas. Deitava-se, regra geral, entre as 3 e as 4 horas da madrugada.    Eu e o Eng. Eduardo Silva --- o dono das EDIÇÕES 70, à época --- cedia-lhe a sua Vivenda gratuitamente para ele escrever. Raro era o dia em que nós os três não estávamos juntos. EU vivia no Magoito com a minha ex-Mulher (e que por lá continua) e o Eduardo vinha de Lisboa ao Magoito, todos os dias, e ficava instalado na Residencial Central, do velho Nuro Gulamhussen, um comerciante de nacionalidade indiana, mas naturalizado português há muitos anos.      Estas estadias do Fernando Namora, no Inverno, na Aldeia do Magoito, foram frequentes ao longo de vários anos. A Amizade entre AMBOS (Escritor e Editor) era uma Amizade antiga de tempos de Escola e Meninice). Recordo, com saudade, estes encontros.Já lá vão quase 40 Anos, como o Tempo passa, Meu Deus!   Por vezes EU e o Eduardo íamos visitá-lo à noite. Do Centro da Aldeia e do Café onde estávamos, à casa onde se encontrava o Fernando Namora, eram 600 metros, mais coisa-menos coisa. Aparecíamos de surpresa e ele ficava feliz por nos ver.    Numa certa noite chegou mesmo a desabafar: «Ainda bem que vocês apareceram. Estou sem paciência para escrever, não sai nada de jeito... Vamos comemorar, ouvir música e conversar. A escrita fica para amanhã...». E os três acabávamos, assim, por entrar pela Noite dentro, ao som de música Clássica (na maioria das vezes, com trechos de Chopin), tendo como única companhia uma garrafa de Whisky.Velho -- 12 Anos, um pacote de Bolacha Maria e muita conversa animada e bem disposta.   Ambos já não estão entre nós, infelizmente.Tenho Saudades, imensas Saudades deles e daquele Tempo.  São tempos que não voltam mais... nunca mais... Ficaram "enterrados" no Passado...   Recordo-os, agora e hoje, com os olhos marejados de lágrimas, estes dois bons Amigos Nobres --- e que faziam o favor de me aturar e acolher nos seus convívios e serões inesquecíveis...   Paz à Vossa Alma e até um Dia!   Afonso Almeida Brandão

Ler mais

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-11 10:16:54

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA

HOMENAGEM AO MÉDICO E ESCRITOR FERNANDO NAMORA NO CENTENÁRIO DO SEU NASCIMENTO (15 DE ABRIL DE 1919 - 2019)       A Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior promove na sexta-feira, pelas 18 horas, uma homenagem a Fernando Namora.   A apresentação de “A medicina em Fernando Namora como celebração dos valores humanos” está a cargo de António Lourenço Marques Gonçalves da Sociedade dos Amigos do Museu de Francisco Tavares Proença Júnior e director dos cadernos de Cultura : Medicina da Beira Interior.   A cerimónia de homenagem do centenário de nascimento de Fernando Namora vai contar também com o testemunho de Joaquim Manuel da Fonseca, amigo de Fernando Namora e director da Rádio Clube de Monsanto.   Vai ainda ser feita uma leitura de textos do escritor por Otília Duarte, Mariana Galeano e Ana Celeste Azevedo.   O Museu de Francisco Tavares Proença Júnior tem no seu acervo, duas telas de Fernando Namora que revelam uma das suas facetas artística mais desconhecida e um raro e original relatório médico da sua passagem pela freguesia de Tinalhas, documento que será editado num dos próximos números da revista da “Materiaes”, órgão da Sociedade dos Amigos do Museu.   O ano de 2019 vai também trazer a reedição das obras de Fernando Namora, como a “A noite e a madrugada”, drama que decorre na fronteira de Penha Garcia.   Fernando Namora nasceu a 15 de Abril de 1919 em Condeixa-a-Nova.   Faleceu em Lisboa em 1989.   Médico de profissão foi autor de uma extensa obra, bastante divulgada e traduzida em várias línguas nas décadas de 70 e 80 do século XX , que tiveram nas paisagens geográficas e humanas da Beira Baixa , principalmente a aldeia de Monsanto os seus cenários literários.  

Ler mais

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-08 13:44:37

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

EM CASTELO BRANCO ASSINALA-SE O CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA,  QUE FOI GRANDE AMIGO DE MONSANTO, ONDE TEVE CASA E A FAMÍLIA AINDA MORA.

Ler mais

MONSANTO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-05 11:51:26

MONSANTO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, voltou a ganhar o Prémio Cinco Estrelas Regiões, que distingue ícones regionais de referência nacional que são reconhecidos pelos portugueses como sendo extraordinários. Monsanto, que já havia sido considerado um destino Cinco Estrelas em 2018, renova o título este ano. O Município de Idanha-a-Nova congratula todos os monsantinos, idanhenses, visitante e turistas que estão na origem desta segunda vitória consecutiva no Prémio Cinco Estrelas. Este galardão é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, na linha de outras distinções como é a eleição frequente para listas de melhores vilas e aldeias do mundo. De acordo com a organização do concurso, o Prémio Cinco Estrelas Regiões “é um sistema de avaliação que identifica o melhor que existe em cada uma das 20 regiões (18 distritos + regiões autónomas) ao nível de recursos naturais, gastronomia, arte e cultura, empresas, património e outros ícones regionais de referência nacional”. Através de uma votação nacional os portugueses identificaram, para cada um dos distritos, o que consideram extraordinário a vários níveis. A cerimónia de entrega dos prémios deste ano terá lugar na cidade de Viseu, no dia 17 de Maio.

Ler mais

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-03-20 13:02:51

FEIRA RAIANA EM IDANHA-A-NOVA

IADNHA-A-NOVA ACOLHE MAIS UMA EDIÇÃO DA FEIRA RAIANA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line