Notícias

SERRA DA ESTRELA: ESTRADA DE ACESSO À TORRE ENCERRA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

Escrito por RCM/Lusa em 2016-01-05 13:14:39

SERRA DA ESTRELA: ESTRADA DE ACESSO À TORRE ENCERRA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

A estrada Piornos-Torre-Lagoa Comprida, na Serra da Estrela, foi encerrada ao trânsito às 04:30 de hoje devido à queda de neve, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco. De acordo com a mesma fonte, o fecho da estrada nacional 338 abrange os troços 11, 12 e 13, entre Piornos e o cruzamento para a Torre, acesso à Torre e cruzamento da Torre para a Lagoa Comprida. A mesma fonte adiantou ainda que pelas 05:30 foi também cortado o acesso da nacional 338 entre Loriga (Seia) e a Lagoa Comprida e também o troço número dois na Estrada Nacional 339, entre Lagoa Comprida e o Sabugueiro. Segundo o Comando distrital de operações de socorro (CDOS) de Castelo Branco, e com base nas informações transmitidas pelo Centro de Limpeza de Neve, não há previsão para a abertura das vias.

IMPOSTOS: MAIS DE 80% DAS CÂMARAS NÃO VÃO MEXER NO IMI

Escrito por RCM em 2015-12-28 12:55:55

IMPOSTOS: MAIS DE 80% DAS CÂMARAS NÃO VÃO MEXER NO IMI

A grande maioria dos portugueses vai pagar o mesmo às autarquias. As novas regras vão permitir um alívio a grande parte das famílias com filhos. O Imposto Municipal sobre Imóveis não vai trazer surpresas à maior parte dos portugueses residentes em território nacional. De acordo com os dados enviados ao Fisco pelas autarquias, citados pelo Jornal de Negócios, cerca de 84% das câmaras municipais vão manter a taxa inalterada, num total de 259 autarquias. Das 308 câmaras nacionais, apenas 3 vão aumentar o imposto cobrado aos residentes em 2016 e 46 vão aliviar o peso fiscal sobre os munícipes. De salientar que 2016 vai trazer uma inovação que permite um alívio para muitos contribuintes: o IMI familiar. A nova lei introduz um desconto progressivo para as famílias com filhos, que aumenta por cada descendente até um desconto máximo de 20% para quem tem três ou mais filhos. Recorde-se que no concelho, a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova vai manter a taxa mínima do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e, além disso, aplicar a redução máxima deste imposto para famílias com filhos. O presidente da Câmara Municipal, Armindo Jacinto, referiu que à taxa mínima de IMI, de 0,3%, acresce uma redução que vai beneficiar famílias com filhos que tenham habitação própria e permanente no concelho de Idanha-a-Nova.  

AIDA RECHENA NOVA DIRECTORA DO MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA – MUSEU DO CHIADO

Escrito por RCM em 2015-12-22 10:44:49

AIDA RECHENA NOVA DIRECTORA DO MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA – MUSEU DO CHIADO

A museóloga Aida Rechena, natural de Monsanto – a Aldeia Mais Portuguesa, foi escolhida para directora do Museu do Chiado, em Lisboa, substituindo no cargo David Santos, disse à agência Lusa fonte da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).  De acordo com o subdirector da DGPC, Samuel Rego, Aida Rechena foi seleccionada por concurso público tendo sido a que apresentou "o projecto mais consistente e inovador para os desafios do futuro" do Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado. Doutorada em Museologia, Aida Rechena era, desde 2005, directora do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco. Entre 2012 e Setembro passado acumulou também a direcção do Museu da Guarda.  Desde os anos 1990, a par do percurso académico, Aida Rechena foi técnica superior na Direcção-Geral de Educação, no Museu de Angra do Heroísmo, no antigo Instituto Português do Património Arquitectónico e na Câmara Municipal de Odivelas. Em 2012, Aida Rechena foi distinguida pela Associação Portuguesa de Museologia pela tese de doutoramento "Sociomuseologia e Género. Imagens da Mulher em exposições de Museus Portugueses". Aida Rechena assume a direcção do Museu do Chiado meses depois de concluída a primeira fase do projecto de ampliação do museu para as antigas instalações do extinto Governo Civil de Lisboa, um projecto ambicionado há mais de duas décadas pelos sucessivos directores que geriram aquele espaço museológico.  O Museu do Chiado tem sob a sua tutela a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves, também em Lisboa. Felicitamos a ilustre monsantina e desejamos-lhe os maiores sucessos nesta sua nova e honrosa missão. Um abraço de muita admiração e respeito para esta distinta colaboradora da Rádio Clube de Monsanto. BOAS FESTAS e parabéns também para a sua Família.  

ARTE MODERNA EM EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL RAIANO EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2015-12-21 15:36:04

ARTE MODERNA EM EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL RAIANO EM IDANHA-A-NOVA

O Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, tem patente uma nova exposição, até 31 de janeiro de 2016. A mostra traz a público alguns dos nomes mais representativos da arte moderna feita em Portugal no século XX, com obras de Vieira da Silva, Paula Rego, Júlio Resende ou Mário Cesariny. Intitulada “Perspectiva: Coleccionador – A arte moderna em Portugal na colecção de Paulo Lopo”, a exposição é constituída por obras pertencentes a Paulo Lopo. O coleccionador cresceu em São Miguel d’Acha, mas fez carreira em Lisboa. A mostra pode ser visitada de terça-feira a domingo (a área de exposições encerra à segunda-feira).

IDANHA-A-NOVA: CRISTINA RODRIGUES ANUNCIA EXPOSIÇÕES NA EUROPA

Escrito por RCM em 2015-12-15 14:20:57

IDANHA-A-NOVA: CRISTINA RODRIGUES ANUNCIA EXPOSIÇÕES NA EUROPA

A arquitecta e artista plástica Cristina Rodrigues escolheu o seu atelier no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, para apresentar a Tour Internacional de 2016, que passará por Espanha, Itália e França. A partir do seu atelier, no Centro Cultural Raiano, a artista plástica tem concebido e projectado obras que levam Idanha-a-Nova a espaços culturais da Europa e do Mundo, apoiadas, sobretudo, em elementos culturais do concelho e na vivência da mulher raiana. Cristina Rodrigues refere que uma nova versão da famosa Manta de Adufes, inspirada no símbolo maior da riqueza e da tradição musical do concelho, será “a grande estrela” do primeiro projecto da digressão de 2016, A exposição acontece em Sevilha, na primavera, e vai ocupar oito edifícios da cidade, desde museus e monumentos, ao Consulado Geral de Portugal. A artista plástica adianta também que estão previstos outros projectos expositivos, a apresentar em Itália e em França no segundo semestre de 2016. Uma outra exposição, no Japão, começará a ser concebida no próximo ano para inaugurar em 2017.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 |

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-03 10:10:07

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

  A Câmara de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, aprovou a proposta de orçamento para 2019, no valor de 24 milhões de euros, mais dois milhões face ao orçamento deste ano, foi hoje anunciado. O orçamento foi aprovado por maioria pelo executivo de maioria socialista, com o voto contra do vereador do PSD. Segundo o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, o orçamento para 2019 reflecte o investimento na captação de programas comunitários que o executivo conseguiu durante este ano. "2019 será um ano de muita exigência para a concretização dos projectos que temos em curso, nomeadamente no âmbito da economia verde e na afirmação de Idanha-a-Nova como biorregião", disse. O autarca adianta que vai ser um orçamento de continuidade e de afirmação da estratégia definida pelo município em áreas como a social ou a economia, com destaque para sectores como a educação, saúde e habitação. "Estamos apostados na captação de empresas inovadoras no sentido de criar mais riqueza e emprego e trazer e fixar mais famílias para o concelho", sustentou. Armindo Jacinto sublinha ainda o "forte investimento" que vai ser feito na habitação, sobretudo com a implementação de planos de acção para a reabilitação urbana em todas as freguesias de Idanha-a-Nova e não apenas na sede de concelho.  

Ler mais

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-29 15:15:28

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÓS, COMO RÁDIO LOCAL, NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO. ................................................................................................. Queremos tão só e apenas que não nos castiguem com taxas e taxinhas, e cada dia com mais e mais exigências, inadmissíveis e absolutamente injustificadas. Até porque prestamos um SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA.   A Rádio Clube de Monsanto – A VOZ DA PORTUGALIDADE - tem um historial de 33 anos de sobrevivências com as maiores dificuldades financeiras e graves carências de recursos humanos. Simplesmente porque teimamos em resistir neste interior profundo e abandonado pelos mandantes do poder nacional e local. Estamos também a pagar o preço de sempre ter querido estar ao lado dos mais humildes, dos que lutam pela liberdade e pelos seus elementares direitos a uma digna vivência social. A liberdade é muito bonita…mas tem-nos dado muitas chatices. Mas queremos continuar a ser livres. Só não sabemos até quando temos forças para nos aguentar nesta dura batalha. Mas duma coisa temos a certeza: SÓ CAIREMOS DE PÉ. E se verdadeiramente quer ajudar a Comunicação Social, senhor Presidente da República, faça chegar este nosso angustiante apelo ao Governo que o senhor Professor Marcelo Rebelo de Sousa “teima em trazer ao colo”, com todo o devido respeito que nos merece o Supremo Magistrado da Nação.

Ler mais

O MADEIRO EM PENAMACOR

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-22 09:36:09

O MADEIRO EM PENAMACOR

  Recorde-se o Penamacor Vila Madeiro ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus. O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à excepção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o acto assume foros de festividade. De facto, no dia 8 de Dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tractores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.      

Ler mais

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR 2018 POR TERRAS DE IDANHA

Facebook

Escrito por CMIN em 2018-11-14 18:32:30

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR  2018 POR TERRAS DE IDANHA

A sexta edição do Fora do Lugar volta a "ocupar" Idanha-a-Nova - UNESCO Cidade Criativa da Música - de 23 de Novembro a 8 de Dezembro de 2018 - com música, histórias, passeios, desenho, viagens, conversa, troca e aprendizagem, bagagem de cá e de lá e descoberta no "lugar mais bonito do mundo"! Resultado da parceria entre a Arte das Musas e o Município de Idanha-a-Nova (e com o apoio do Ministério da Cultura e da Direcção Geral das Artes), este Festival assume-se como uma proposta do mundo rural virado para o país, para a Península Ibérica e para a Europa.  Com a direcção artística de Filipe Faria, o Fora do Lugar – Festival Internacional de Músicas Antigas é hoje um dos projectos culturais mais relevantes na área da música no país. Pondo em diálogo diferentes formas e tempos da música desafia a uma atitude perante as músicas antigas, e aborda, de um forma inovadora, os diálogos decorrentes dos conceitos binómios de erudito/popular e antigo/contemporâneo.   

Ler mais

RECITAIS DA PIANISTA MARIA JOÃO PIRES

Facebook

Escrito por DN/LUSA em 2018-10-27 18:16:40

RECITAIS DA PIANISTA MARIA JOÃO PIRES

A pianista portuguesa fará dois recitais em Dezembro no Centro de Artes de Belgais, um espaço cultural criado pela artista no distrito de Castelo Branco e que foi recentemente renovado e reactivado.   A informação dos recitais, marcados para 14 e 15 de Dezembro, consta da página oficial do Centro de Artes de Belgais, uma propriedade rural em Escalos de Baixo (Castelo Branco) onde anteriormente funcionou o Centro Belgais para o Estudo das Artes, fundado por Maria João Pires. Criado em 1999 como um projecto educativo, pedagógico e cultural, com impacto na região e que chegou a ter o apoio do Ministério da Educação, o Centro Belgais para o Estudo das Artes encerrou em 2009 alegando na altura uma "difícil situação económico-financeira". Quase uma década depois, o projecto cultural de Maria João Pires foi renovado e reactivado como Centro de Artes de Belgais, disponibilizando-se retiros musicais, espaço para actuações e oficinas de música. Há ainda uma valência de alojamento e de produção de azeite, como se lê na página oficial. Contactado pela agência Lusa, o administrador do Centro de Artes de Belgais, Vítor Dias, explicou que em 2009 o projecto "havia encerrado devido à ocupada agenda de Maria João Pires". "Com imensos concertos por todo mundo não tinha tempo para tantas responsabilidades tendo que optar pelo encerramento temporário. Actualmente a situação permite que o Centro volte de novo ao seu pleno", referiu, sem especificar há quanto tempo o centro foi reactivado. Em 2010, pouco depois do encerramento do anterior projecto, Maria João Pires afirmava, em diferentes entrevistas para a imprensa estrangeira, que iria avançar com um projecto social semelhante no Brasil, país onde pediu dupla nacionalidade. Ao longo da última década, a pianista admitiu algum cansaço e intenção de se retirar dos palcos, embora tenha feito algumas actuações, sobretudo fora de Portugal. Além dos dois recitais em Dezembro em Belgais, nos quais irá tocar composições de Mozart e Chopin para uma audiência de 125 pessoas, Maria João Pires mantém, para 2019, o concerto a 22 de Fevereiro no Palau de La Musica, em Barcelona.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line