Notícias

IDANHA-A-NOVA CRIA BANCO DE TERRAS E CASAS

Escrito por RCM em 2016-05-04 13:33:17

IDANHA-A-NOVA CRIA BANCO DE TERRAS E CASAS

O Município de Idanha-a-Nova criou recentemente na internet a plataforma Banco de Terras e Casas (bancodeterras.recomecar.pt). Esta nova ferramenta pretende facilitar o encontro entre a procura e a oferta de terrenos e casas no concelho. A plataforma estabelece a ligação entre particulares que procuram vender, alugar ou dar a cultivar os seus terrenos e aqueles que procuram casas ou terrenos para comprar, arrendar ou cultivar no concelho de Idanha-a-Nova. Com esta iniciativa, a autarquia pretende criar oportunidades para quem quer investir em Idanha-a-Nova e, simultaneamente, para proprietários que tenham terrenos, equipamentos agrícolas ou casas que queiram rentabilizar. Basta preencher o formulário com a descrição simples do que procura ou oferece. A utilização é livre, gratuita e implica apenas um registo prévio. O Banco de Terras e Casas é um projecto desenvolvido ao abrigo da estratégia Recomeçar, que visa a revitalização do concelho de Idanha-a-Nova.

PARLAMENTO RECOMENDA AO GOVERNO QUE VOLTE A PROIBIR CAÇA NA MALCATA

Escrito por RCM em 2016-05-03 12:24:02

PARLAMENTO RECOMENDA AO GOVERNO QUE VOLTE A PROIBIR CAÇA NA MALCATA

A Assembleia da República aprovou dois projectos de resolução do Bloco de Esquerda e do PAN que recomendam ao Governo que volte a proibir a caça na Serra da Malcata.  A bancada do PS absteve-se na votação dos dois diplomas e o deputado socialista Ascenso Simões votou contra, ao lado do CDS-PP. A autorização para caçar na Serra da Malcata foi dada pelo Governo de António Costa ao fazer publicar uma portaria no início de Fevereiro que revogava uma outra de Agosto de 1993 que proibiu as actividades cinegéticas naquela reserva localizada entre Penamacor e o Sabugal, abrangendo uma parte dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, junto à fronteira com Espanha. A Serra da Malcata tem sido um dos locais onde se tem tentado reintroduzir o lince ibérico, considerado como espécie em perigo e inscrito na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais. O projecto apresentado pelo Bloco sublinha que "a decisão levanta ainda mais questões e riscos dada a actual situação deficitária de recursos humanos e de financiamento da reserva". O Parlamento quer assim que o governo recue na decisão de autorizar a caça na Reserva Natural da Serra da Malcata.  

MONSANTO: FEIRA MEDIEVAL NA FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ

Escrito por RCM em 2016-05-02 14:12:16

MONSANTO: FEIRA MEDIEVAL NA FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ

Monsanto recebe no próximo fim-de-semana a Festa da Divina Santa Cruz. Esta aldeia histórica do concelho de Idanha-a-Nova, vai ser palco de teatralizações, cortejos, torneios, assalto ao castelo, bruxas, saltimbancos, folias, passeios de burro, jogos, mercado medieval e uma Ceia Templária na noite de sábado. As inscrições para este jantar devem ser feitas previamente pelos telefones 967 033 102 e 926 384 436. A Festa da Divina Santa Cruz está inserida no Provere Aldeias Históricas de Portugal e é co-financiada pelo Portugal 2020. O evento é organizado pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e pela União de Freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha.

CASTELO BRANCO: GOVERNO VAI REQUALIFICAR PARQUE AUTOMÓVEL DOS BOMBEIROS

Escrito por RCM/Lusa em 2016-04-28 13:43:00

CASTELO BRANCO: GOVERNO VAI REQUALIFICAR PARQUE AUTOMÓVEL DOS BOMBEIROS

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, disse esta semana que o Governo vai disponibilizar 10 milhões de euros para renovação do parque de viaturas dos bombeiros e 14 milhões de euros para requalificação de quartéis. "Vamos lançar o primeiro concurso para renovação de viaturas em maio, com cinco milhões de euros e outro em outubro, com mais cinco milhões de euros", afirmou esta 4ª-feira à noite Jorge Gomes, durante a apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) 2016 para o distrito de Castelo Branco. O governante admitiu que o parque de viaturas dos bombeiros está envelhecido e espera que os 10 milhões de euros disponibilizados para este ano possam contribuir para alterar a situação. O distrito de Castelo Branco vai ter este ano, a partir da fase “Charlie” (01 de julho a 30 de setembro), 176 equipas com 757 operacionais e 182 veículos, com o apoio de três helicópteros bombardeiros ligeiros que ficam estacionados em Castelo Branco, na Covilhã e Proença-a-Nova e dois aviões anfíbios. Rui Esteves, Comandante Operacional Distrital de Castelo Branco (CODIS), adiantou ainda que pela primeira vez vão estar no terreno oito equipas de resposta e avaliação da situação e 88 operacionais das juntas de freguesia do distrito apoiadas com 48 viaturas.

PREÇO NA A23 NÃO VAI BAIXAR COMO AS PORTAGENS DAS OUTRAS AUTO-ESTRADAS DO INTERIOR

Escrito por RCM/Lusa em 2016-04-26 16:30:16

PREÇO NA A23 NÃO VAI BAIXAR COMO AS PORTAGENS DAS OUTRAS AUTO-ESTRADAS DO INTERIOR

Esta terça-feira, na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o ministro do Planeamento e Infra-Estruturas, Pedro Marques, sublinhou que, se não tivesse havido “uma renegociação desastrosa, a redução já era para todos” os do interior. O governante referia-se à renegociação concluída pelo governo de Passos Coelho, que transferiu para a concessionária as receitas de portagem da A23, o que implica agora uma nova negociação para poder aplicar a descida do preço das portagens, num valor que não foi referido na audição. O ministro do Planeamento e Infra-estruturas afirmou contudo no parlamento que a redução de portagens no interior só avança quando puder ser implementada em todas as auto-estradas abrangidas. Pedro Marques explicou que a redução não é imediata por ser necessário negociar com a concessionária da A23. Ainda assim o ministro do Planeamento e das Infra-estruturas acredita que no verão as portagens no interior já terão uma nova tabela de preços. O Executivo diz que tem que renegociar com a concessionária porque o Estado está "amarrado e deixou de ter liberdade para decidir o valor das portagens" nesta auto-estrada, entre Torres Novas e a Guarda, uma vez que o governo anterior passou as receitas de portagem para a concessionária. Pedro Marques admite por isso eventuais custos associados a uma nova alteração do contrato.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 |

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL EM VENDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-03-04 10:20:11

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL EM VENDA

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL VENDE PARCIAL OU TOTALMENTE O SEU CAPITAL SOCIAL. ………………………………………… A RÁDIO CLUBE DE MONSANTO PROCURA UMA PARCERIA TOTAL OU PARCIAL PARA A CONTINUIDADE DA ACTIVIDADE RADIOFÓNICA, NAS FREQUÊNCIAS DE 98.7 Mhz e 107,8 Mhz do FM, ATRIBUIDAS AO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA - CASTELO BRANCO. ………………………………………… RÁDIO CLUBE DE MONSANTO - Líder de audiência no distrito de Castelo Branco e uma das Rádios Portuguesas mais ouvidas na Internet. Centro Emissor em Monsanto; Estação repetidora nas Termas de Monfortinho; Delegação em Castelo Branco; cobertura geográfica dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Extremadura Espanhola. Três estúdios (de emissão e de produção), equipados com a mais moderna tecnologia no sector da radiodifusão e da automação. ………………………………………………… Os interessados podem contactar para: 277 314 415, 969 216 305; geral@radiomonsanto.pt ou para a Rua dos Cebolinhos, nº.4 – 6060-091 MONSANTO IDN.  

Ler mais

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-31 16:34:21

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

  Sendo a radiodifusão um serviço cultural de interesse público não tem merecido o devido reconhecimento pelo Estado Português, sendo até praticamente ignorado nos últimos anos.  Poderá dizer-se numa óptica optimista que o sector está estabilizado, mas também não será incorrecto afirmar que ele se encontra estagnado. É bom ter a noção da realidade. O Estado parece apostado na “morte lenta” das micro e pequenas empresas, onde se incluem a maioria das rádios portuguesas. Foi, aliás, aproveitando as leis desfavoráveis para as rádios, mas altamente benéficas para os representantes do direito de autor e direitos conexos, que a PassMúsica desencadeou uma ofensiva perante as rádios locais para além de tudo o que é razoável. Continua a ser correcto e actual afirmar-se que as rádios locais se encontram confrontadas com quatro grandes ameaças: 1. Ofensiva da PassMúsica, referente aos direitos conexos; 2. Constrangimentos causados pelo Estado, nomeadamente, excesso de regulamentação, regulação e fiscalização; 3. Dificuldades de mercado, causadas pela crise económica, sem perspécticas de regressão; 4. Concorrência de novos meios tecnológicos, através da internet. A Rádio Clube de Monsanto desde sempre tem sobrevivido com graves dificuldades financeiras e carência de recursos humanos, próprias duma aldeia do interior profundo. Esperamos que no Novo Ano de 2019 a situação melhore um pouquinho…para podermos comemorar os 34 anos ao serviço do Regionalismo e da Música Portuguesa, na sua companhia amiga. Vamos resistir enquanto tivermos forças, em homenagem e preito de reconhecimento ao nosso fiel auditório, que muito nos tem ajudado desde 1985. Bem hajam e votos de excelente Ano Novo, sobretudo com saúde, paz, esperança e luz, não esquecendo as comunidades da diáspora, que nos acompanham, em todo o mundo, através do nosso site www.radiomonsanto.pt já com 9.397.034 de visitas.  

Ler mais

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-03 10:10:07

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

  A Câmara de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, aprovou a proposta de orçamento para 2019, no valor de 24 milhões de euros, mais dois milhões face ao orçamento deste ano, foi hoje anunciado. O orçamento foi aprovado por maioria pelo executivo de maioria socialista, com o voto contra do vereador do PSD. Segundo o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, o orçamento para 2019 reflecte o investimento na captação de programas comunitários que o executivo conseguiu durante este ano. "2019 será um ano de muita exigência para a concretização dos projectos que temos em curso, nomeadamente no âmbito da economia verde e na afirmação de Idanha-a-Nova como biorregião", disse. O autarca adianta que vai ser um orçamento de continuidade e de afirmação da estratégia definida pelo município em áreas como a social ou a economia, com destaque para sectores como a educação, saúde e habitação. "Estamos apostados na captação de empresas inovadoras no sentido de criar mais riqueza e emprego e trazer e fixar mais famílias para o concelho", sustentou. Armindo Jacinto sublinha ainda o "forte investimento" que vai ser feito na habitação, sobretudo com a implementação de planos de acção para a reabilitação urbana em todas as freguesias de Idanha-a-Nova e não apenas na sede de concelho.  

Ler mais

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-29 15:15:28

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÓS, COMO RÁDIO LOCAL, NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO. ................................................................................................. Queremos tão só e apenas que não nos castiguem com taxas e taxinhas, e cada dia com mais e mais exigências, inadmissíveis e absolutamente injustificadas. Até porque prestamos um SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA.   A Rádio Clube de Monsanto – A VOZ DA PORTUGALIDADE - tem um historial de 33 anos de sobrevivências com as maiores dificuldades financeiras e graves carências de recursos humanos. Simplesmente porque teimamos em resistir neste interior profundo e abandonado pelos mandantes do poder nacional e local. Estamos também a pagar o preço de sempre ter querido estar ao lado dos mais humildes, dos que lutam pela liberdade e pelos seus elementares direitos a uma digna vivência social. A liberdade é muito bonita…mas tem-nos dado muitas chatices. Mas queremos continuar a ser livres. Só não sabemos até quando temos forças para nos aguentar nesta dura batalha. Mas duma coisa temos a certeza: SÓ CAIREMOS DE PÉ. E se verdadeiramente quer ajudar a Comunicação Social, senhor Presidente da República, faça chegar este nosso angustiante apelo ao Governo que o senhor Professor Marcelo Rebelo de Sousa “teima em trazer ao colo”, com todo o devido respeito que nos merece o Supremo Magistrado da Nação.

Ler mais

O MADEIRO EM PENAMACOR

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-22 09:36:09

O MADEIRO EM PENAMACOR

  Recorde-se o Penamacor Vila Madeiro ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus. O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à excepção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o acto assume foros de festividade. De facto, no dia 8 de Dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tractores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.      

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line