Notícias

IDANHA-A-NOVA: MAIS DE CEM ARTISTAS VÃO PARTICIPAR NO SALVA A TERRA

Escrito por RCM/Lusa em 2016-11-08 14:57:36

IDANHA-A-NOVA: MAIS DE CEM ARTISTAS VÃO PARTICIPAR NO SALVA A TERRA

O Ecofestival Salva a Terra acontece este ano entre os dias 22 e 25 de junho no concelho de Idanha-a-Nova.  A Quercus espera a participação de mais de cem artistas e 80 voluntários. Este evento bianual organizado pela associação ambientalista Quercus e a Câmara de Idanha-a-Nova tem como principal objectivo a angariação de fundos para o Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens de Castelo Branco (CERAS). “A próxima edição do festival vai repetir o que correu bem na edição anterior e trazer algumas novidades. Vamos deixar duas marcas físicas [em Salvaterra do Extremo], uma intervenção artística de um artista nacional mundialmente conhecido e vamos melhorar a estação de tratamento de águas residuais (ETAR) da localidade”, afirmou esta segunda-feira Samuel Infante, da Quercus. O ambientalista, que falava durante uma conferência de imprensa realizada em Salvaterra do Extremo, Idanha-a-Nova, para a apresentação do Ecofestival, explicou que na edição de 2017 são esperados uma centena de artistas e mais de 80 voluntários. “Os artistas participam gratuitamente neste evento e as verbas angariadas durante o festival revertem para o CERAS”, frisou.  

ISABEL VINARDELL E ISABELLE LAUNDENBACH EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM em 2016-11-04 15:14:03

ISABEL VINARDELL E ISABELLE LAUNDENBACH EM IDANHA-A-NOVA

Isabel Vinardell e Isabelle Laudenbach vão subir ao palco do Centro Cultural Raiano, este sábado, pelas 21:30 horas. O universo musical deste duo feminino recorre a distintas culturas musicais para imprimir um som próprio em cada um dos temas do seu repertório. As suas influências vão do flamenco à canção romântica, música tradicional, sons mediterrânicos e pop. O concerto está integrado no "OuTonalidades 2016", circuito português de música ao vivo que está a decorrer por vários pontos do país, coordenado pela associação cultural d'Orfeu. Os bilhetes estão à venda no CCR e variam entre os 2 e 4 euros. Reservas para 277 202 900.

ARMINDO JACINTO RECEBE PRÉMIO QUERCUS 2016

Escrito por CMIN em 2016-11-02 18:11:56

ARMINDO JACINTO RECEBE PRÉMIO QUERCUS 2016

A Quercus atribuiu o seu prémio anual a Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, pelo trabalho que tem desenvolvido na promoção do desenvolvimento social, económico e ambiental deste concelho. O Prémio Quercus 2016 foi entregue esta semana em Lisboa, durante o jantar comemorativo do 31.º aniversário da associação ambientalista. “O Engº Armindo Jacinto, enquanto presidente do Executivo do Município de Idanha-a-Nova, assumiu um forte compromisso, desde a realização da Agenda 21 Local, na promoção do desenvolvimento social, económico e ambiental deste concelho”, diz em comunicado a Quercus. A Quercus destaca projetos da autarquia como a Incubadora de Empresas e a Incubadora de Base Rural, criados para promover o “desenvolvimento económico e a inovação” e captar “novos investimentos empresariais para o concelho”. A Quercus realça ainda que “Idanha-a-Nova foi considerado o segundo concelho mais ecológico de Portugal, reunindo aqui uma das maiores áreas de produção em ambiente biológico do país, bem como diferentes projetos inovadores da economia verde, agricultura natural, permacultura, casas ecológicas (Casa Sustentável Modelo Idanha), festivais ecológicos (Boom Festival e Eco Festival Salva A Terra) e casas de banho sustentáveis

FESTIVAL DE TEATRO DA COVILHÃ APRESENTA EM NOVEMBRO 13 ESPECTÁCULOS

Escrito por RCM/Lusa em 2016-10-28 14:35:26

FESTIVAL DE TEATRO DA COVILHÃ APRESENTA EM NOVEMBRO 13 ESPECTÁCULOS

 O Festival de Teatro da Covilhã, que se realiza nos dias 03 a 12 de novembro, vai apresentar 13 espectáculos, 12 de teatro e um de música, anunciou hoje a organização. "É um festival de resistência e também de insistência face aos cortes que o teatro e a cultura têm sofrido no nosso país, situação que infelizmente ainda não se alterou", afirmou Fernando Sena, director do Teatro das Beiras, companhia profissional que organiza o evento, há mais de 30 anos. Este responsável salientou, contudo, que, apesar de não poder ter o número de espectáculos ou a diversificação de locais que a organização gostaria, o festival continua a apostar na qualidade, nos grandes autores, na diversificação da oferta e na internacionalização, mediante as possibilidades. O festival arranca no dia 03, às 21:30, com a apresentação da peça "Operários da utopia", a última produção do Teatro das Beiras que questiona para que serve o teatro e a utopia, e que tem como fontes de inspiração obras de Thomas More, George Orwell e Aldous Huxley, bem como o trabalho realizado com alunos da região, numa reflexão sobre estas questões. O bilhete, para o público em geral, custa seis euros, sujeito a desconto de 50% para sócios do Teatro das Beiras, maiores de 65 anos e jovens até aos 25 anos. Nas apresentações para escolas, custa um euro, para o primeiro ciclo, e dois euros, para o secundário.

ESPECIALISTAS E INVESTIGADORES DEBATEM EM CASTELO BRANCO SITUAÇÃO DO LOBO IBÉRICO

Escrito por em 2016-10-27 14:17:07

ESPECIALISTAS E INVESTIGADORES DEBATEM EM CASTELO BRANCO SITUAÇÃO DO LOBO IBÉRICO

O Grupo Lobo vai realizar, a partir desta quinta-feira e até sábado, o IV Congresso Ibérico do Lobo, que decorre na Escola Superior Agrária (ESA) de Castelo Branco. Esta iniciativa, que vai juntar cerca de 130 especialistas e investigadores da Península Ibérica envolvidos no estudo e na gestão do lobo ibérico, tem como objectivo dar a conhecer os resultados e os avanços mais recentes no estudo deste predador, bem como a sua situação populacional, as formas de conservação e medidas de resolução de conflitos. O congresso insere-se no âmbito das acções do projecto "LIFE MedWolf - Boas Práticas para a Conservação do Lobo em regiões Mediterrânicas", cujo objectivo passa pela diminuição das situações de conflito entre as actividades humanas e a presença do lobo, em regiões rurais onde os hábitos culturais de coexistência se perderam. A organização do evento é da responsabilidade do “Grupo Lobo” e conta com o apoio de entidades nacionais: Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco; cE3c – Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa; CIBIO/InBio – Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos; e de entidades espanholas: Asociación Galega de Custodia do Territorio; A.RE.NA – Asesores en Recursos Naturales S.L.; ASCEL – Asociación para la conservación y estudio del lobo ibérico e SECEM - Sociedad Española para la Conservación y Estudio de los Mamíferos. Para mais informações consulte http://www.congressolobo.pt/pt/

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 |

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL EM VENDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-03-04 10:20:11

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL EM VENDA

RÁDIO TEMÁTICA MUSICAL VENDE PARCIAL OU TOTALMENTE O SEU CAPITAL SOCIAL. ………………………………………… A RÁDIO CLUBE DE MONSANTO PROCURA UMA PARCERIA TOTAL OU PARCIAL PARA A CONTINUIDADE DA ACTIVIDADE RADIOFÓNICA, NAS FREQUÊNCIAS DE 98.7 Mhz e 107,8 Mhz do FM, ATRIBUIDAS AO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA - CASTELO BRANCO. ………………………………………… RÁDIO CLUBE DE MONSANTO - Líder de audiência no distrito de Castelo Branco e uma das Rádios Portuguesas mais ouvidas na Internet. Centro Emissor em Monsanto; Estação repetidora nas Termas de Monfortinho; Delegação em Castelo Branco; cobertura geográfica dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Extremadura Espanhola. Três estúdios (de emissão e de produção), equipados com a mais moderna tecnologia no sector da radiodifusão e da automação. ………………………………………………… Os interessados podem contactar para: 277 314 415, 969 216 305; geral@radiomonsanto.pt ou para a Rua dos Cebolinhos, nº.4 – 6060-091 MONSANTO IDN.  

Ler mais

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-31 16:34:21

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

  Sendo a radiodifusão um serviço cultural de interesse público não tem merecido o devido reconhecimento pelo Estado Português, sendo até praticamente ignorado nos últimos anos.  Poderá dizer-se numa óptica optimista que o sector está estabilizado, mas também não será incorrecto afirmar que ele se encontra estagnado. É bom ter a noção da realidade. O Estado parece apostado na “morte lenta” das micro e pequenas empresas, onde se incluem a maioria das rádios portuguesas. Foi, aliás, aproveitando as leis desfavoráveis para as rádios, mas altamente benéficas para os representantes do direito de autor e direitos conexos, que a PassMúsica desencadeou uma ofensiva perante as rádios locais para além de tudo o que é razoável. Continua a ser correcto e actual afirmar-se que as rádios locais se encontram confrontadas com quatro grandes ameaças: 1. Ofensiva da PassMúsica, referente aos direitos conexos; 2. Constrangimentos causados pelo Estado, nomeadamente, excesso de regulamentação, regulação e fiscalização; 3. Dificuldades de mercado, causadas pela crise económica, sem perspécticas de regressão; 4. Concorrência de novos meios tecnológicos, através da internet. A Rádio Clube de Monsanto desde sempre tem sobrevivido com graves dificuldades financeiras e carência de recursos humanos, próprias duma aldeia do interior profundo. Esperamos que no Novo Ano de 2019 a situação melhore um pouquinho…para podermos comemorar os 34 anos ao serviço do Regionalismo e da Música Portuguesa, na sua companhia amiga. Vamos resistir enquanto tivermos forças, em homenagem e preito de reconhecimento ao nosso fiel auditório, que muito nos tem ajudado desde 1985. Bem hajam e votos de excelente Ano Novo, sobretudo com saúde, paz, esperança e luz, não esquecendo as comunidades da diáspora, que nos acompanham, em todo o mundo, através do nosso site www.radiomonsanto.pt já com 9.397.034 de visitas.  

Ler mais

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-03 10:10:07

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

  A Câmara de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, aprovou a proposta de orçamento para 2019, no valor de 24 milhões de euros, mais dois milhões face ao orçamento deste ano, foi hoje anunciado. O orçamento foi aprovado por maioria pelo executivo de maioria socialista, com o voto contra do vereador do PSD. Segundo o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, o orçamento para 2019 reflecte o investimento na captação de programas comunitários que o executivo conseguiu durante este ano. "2019 será um ano de muita exigência para a concretização dos projectos que temos em curso, nomeadamente no âmbito da economia verde e na afirmação de Idanha-a-Nova como biorregião", disse. O autarca adianta que vai ser um orçamento de continuidade e de afirmação da estratégia definida pelo município em áreas como a social ou a economia, com destaque para sectores como a educação, saúde e habitação. "Estamos apostados na captação de empresas inovadoras no sentido de criar mais riqueza e emprego e trazer e fixar mais famílias para o concelho", sustentou. Armindo Jacinto sublinha ainda o "forte investimento" que vai ser feito na habitação, sobretudo com a implementação de planos de acção para a reabilitação urbana em todas as freguesias de Idanha-a-Nova e não apenas na sede de concelho.  

Ler mais

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-29 15:15:28

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÓS, COMO RÁDIO LOCAL, NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO. ................................................................................................. Queremos tão só e apenas que não nos castiguem com taxas e taxinhas, e cada dia com mais e mais exigências, inadmissíveis e absolutamente injustificadas. Até porque prestamos um SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA.   A Rádio Clube de Monsanto – A VOZ DA PORTUGALIDADE - tem um historial de 33 anos de sobrevivências com as maiores dificuldades financeiras e graves carências de recursos humanos. Simplesmente porque teimamos em resistir neste interior profundo e abandonado pelos mandantes do poder nacional e local. Estamos também a pagar o preço de sempre ter querido estar ao lado dos mais humildes, dos que lutam pela liberdade e pelos seus elementares direitos a uma digna vivência social. A liberdade é muito bonita…mas tem-nos dado muitas chatices. Mas queremos continuar a ser livres. Só não sabemos até quando temos forças para nos aguentar nesta dura batalha. Mas duma coisa temos a certeza: SÓ CAIREMOS DE PÉ. E se verdadeiramente quer ajudar a Comunicação Social, senhor Presidente da República, faça chegar este nosso angustiante apelo ao Governo que o senhor Professor Marcelo Rebelo de Sousa “teima em trazer ao colo”, com todo o devido respeito que nos merece o Supremo Magistrado da Nação.

Ler mais

O MADEIRO EM PENAMACOR

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-22 09:36:09

O MADEIRO EM PENAMACOR

  Recorde-se o Penamacor Vila Madeiro ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus. O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à excepção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o acto assume foros de festividade. De facto, no dia 8 de Dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tractores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.      

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line