Notícias

SAÚDE: MÉDICOS VÃO RECEBER MAIS 750 EUROS PARA TRABALHAR NO INTERIOR

Escrito por i / RCM em 2009-11-25 12:29:49

SAÚDE: MÉDICOS VÃO RECEBER MAIS 750 EUROS PARA TRABALHAR NO INTERIOR

Os médicos que optem por trabalhar no interior do país vão receber cerca de 750 euros do Estado. De acordo com a edição de hoje do jornal i, vão ser abertas 179 vagas, 44 delas para médicos de família, em zonas desfavorecidas do país, no próximo ano. Os profissionais dispostos a fixarem-se nesses locais durante um período de cinco e sete anos terão uma bolsa mensal de 750 euros por mês (69% do salário de um interno). Os dois sindicatos médicos aprovam a medida do Governo, mas Mário Jorge, presidente da Federação Nacional dos Médicos, salvaguarda que «é necessário definir uma política mais global para fixar profissionais nas zonas carenciadas».

ACIDENTE A23: TESTE DE ALCOOLEMIA FORA DO PROCESSO POR “LAPSO” DA GNR

Escrito por Lusa RCM em 2009-11-25 12:26:59

ACIDENTE A23: TESTE DE ALCOOLEMIA FORA DO PROCESSO POR “LAPSO” DA GNR

O motorista do autocarro do acidente da A23, em que morreram 17 pessoas, pode ter feito um teste de alcoolemia que não consta do processo por "lapso" da GNR, referiram esta terça-feira dois militares da ex-Brigada de Trânsito em julgamento. O cabo Manuel Gomes disse em tribunal que presumiu que o Hospital de Castelo Branco tivesse justificado com um atestado médico a falta de um teste de alcoolemia na noite do acidente, em 2007, quando afinal esse atestado só justificava a ausência de testes a substâncias psicotrópicas. Nos autos passou a constar que não tinha havido teste de alcoolemia, sem nenhum documento que justificasse essa falta.

FUNDÃO: INCÊNDIO EM LOCOMOTIVA OBRIGA INTERCIDADES A PARAR

Escrito por Diário de Notícias em 2009-11-24 13:01:47

FUNDÃO: INCÊNDIO EM LOCOMOTIVA OBRIGA INTERCIDADES A PARAR

Apesar  do susto, a situação  de pânico não provocou quaisquer feridos nem danos. No comboio  seguiam cerca de 120 passageiros. Os 119 passageiros que no domingo pouco depois das 23.00 seguiam no Comboio Intercidades Lisboa-Covilhã apanharam um valente susto quando, perto da estação de Vale de Prazeres (Fundão), viram a locomotiva do comboio incendiar-se. O fogo terá tido início no turbo da máquina, mas não se alastrou às restantes carruagens, pelo que a situação não provocou feridos. Mesmo assim, como medida de precaução, os funcionários da CP optaram por suspender a viagem, conforme confirmou ao DN, Bruno Martins, porta-voz daquela entidade.

CASTELO BRANCO: ALZIRA SERRASQUEIRO CONTINUA COMO GOVERNADORA CIVIL DO DISTRITO

Escrito por RCM em 2009-11-20 12:53:05

CASTELO BRANCO: ALZIRA SERRASQUEIRO CONTINUA COMO GOVERNADORA CIVIL DO DISTRITO

O Conselho de Ministros nomeou ontem os novos governadores civis dos 18 distritos do país, tendo reconduzido Alzira Serrasqueiro em Castelo Branco. A Governadora Civil da Guarda, Maria do Carmo Borges, que vinha sofrendo muita contestação pela sua manutenção no cargo após um acidente de viação que a deixou com dificuldades físicas, o que a levava a faltar a reuniões e a deslocações oficiais, acabou agora por ser substituída no cargo por António Santinho Pacheco.

CASTELO BRANCO/A23: CONDUTORES EMPURRAM CULPAS SOBRE TRÁGICO ACIDENTE

Escrito por Diário de Notícias em 2009-11-20 12:40:07

CASTELO BRANCO/A23: CONDUTORES EMPURRAM CULPAS SOBRE TRÁGICO ACIDENTE

Os dois arguidos apresentaram versões diferentes das causas que fizeram o autocarro despistar-se, provocando 17 vítimas mortais e 23 feridos. Qual era a posição do autocarro nos segundos que antecederam o primeiro embate entre os dois veículos? Foi esta a questão que durante todo o dia de ontem esteve no centro da primeira sessão do julgamento relativo ao acidente ocorrido na A23, em Novembro de 2007, envolvendo um ligeiro de passageiros e um autocarro da Câmara de Castelo Branco, que causou a morte a 17 pessoas, todas a estudar na Universidade Sénior Albicastrense. Número que se traduziu numa acusação de 17 crimes por negligência pelos quais respondem Carina Rodrigo, condutora do carro, e Fernando Serra, motorista do autocarro, que ontem apresentaram versões diferentes dos factos.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 |

Convenção Nacional de Rádios 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2019-10-10 18:27:51

Convenção Nacional de Rádios 2019

    A Associação Portuguesa de Radiodifusão organiza, no próximo dia 26 de Outubro, na Vila de Mafra, a Convenção Nacional de Rádios 2019.   Este evento no salão Nobre do Edifício Municipal de Serviços (Loja do Cidadão), conta com o apoio da Rádio do Concelho de Mafra, da Câmara Municipal de Mafra, da ERC, da Sitemaster, da Delta Cafés e da Fastprint.   Neste dia de trabalho destinado apenas aos associados da APR serão analisadas as seguintes matérias:   Manhã:   - Análise da situação actual; - Medidas a tomar; - Contencioso com a PassMúsica.   Tarde:   - Galgar o futuro próximo; - Da programação linear para a não linear; - Produção de conteúdos híbridos; - Plataforma digital.

Ler mais

TAMBÉM NA BEIRA INTERIOR O PS GANHA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-10-07 10:07:17

TAMBÉM NA BEIRA INTERIOR O PS GANHA

FELICITAÇÕES E PARABÉNS AOS VENCEDORES. Aos “derrotados” desejamos que tenham energia e motivação para continuarem na luta em prol dum Portugal mais justo e próspero, em paz social. Os 45,5 % de abstencionistas que meditem nas consequências por não terem cumprido o seu dever cívico… O Partido Socialista, vencedor das eleições legislativas de ontem, é também o grande dominador nos resultados da Beira Interior, ganhando nos distritos de Castelo Branco e Guarda e aumentando o número de deputados de quatro para cinco. O PSD elege apenas dois. Se em Castelo Branco o triunfo é uma repetição do que aconteceu em 2015, na Guarda é uma reviravolta, pois há quatro anos tinha sido o PSD a vencer. No distrito de Castelo Branco, o PS reforçou ainda mais o seu domínio, conseguindo este ano uma vitória esmagadora com 40,88% dos votos, contra apenas 26,33% do PSD. É uma diferença superior a 14 por cento, quando em 2015 tinha sido apenas de três por cento. Em termos de eleição de deputados pelo círculo, os socialistas elegem Hortense Martins, Eurico Brilhante Dias e Nuno Fazenda. O PSD elege apenas Cláudia André. Na terceira posição continua o Bloco de Esquerda (11,05%), seguido de CDU (4,75%), CDS (3,71%), PAN (2,38%) e Chega (1,27%). Por concelho, os socialistas mantêm as vitórias no Fundão, Covilhã, Belmonte, Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Vila velha de Ródão e conquistam Penamacor e Proença-a-Nova (que há quatro anos haviam votado PSD). O PSD vence em três concelhos “habituais” na zona do Pinhal: Oleiros, Sertã e Vila de Rei. A abstenção no distrito subiu e foi de 44,91% (em 2015 foi 42,54%).  

Ler mais

RCM COM MAIS DE 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES

Facebook

Escrito por RCM em 2019-09-14 13:04:30

RCM COM MAIS DE 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES

             O SITE DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO JÁ ULTRAPASSOU OS 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES DE CIBERNAUTAS DO PAÍS E DO MUNDO.     Pode escutar a RCM em :   FM: 98.7 Mhz e 107.8 Mhz   em   www.radiomonsanto.pt   ou:   www.radiomonsanto.radios.pt   e ainda acompanhar a RCM na página   www.facebook.com/radiomonsanto    

Ler mais

RCM COM MAIS DE 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES

Facebook

Escrito por RCM em 2019-09-08 19:54:23

RCM COM MAIS DE 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES

O SITE DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO JÁ ULTRAPASSOU OS 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES DE CIBERNAUTAS DO PAÍS E DO MUNDO.     Pode escutar a RCM em :   FM: 98.7 Mhz e 107.8 Mhz   em:   www.radiomonsanto.pt   ou:   www.radiomonsanto.radios.pt   e ainda acompanhar a RCM na página:   www.facebook.com/radiomonsanto                

Ler mais

TOLERÂNCIA ZERO PARA A PROPAGANDA DOS POLÍTICOS

Facebook

Escrito por RCM em 2019-09-03 17:49:33

TOLERÂNCIA ZERO PARA A PROPAGANDA DOS POLÍTICOS

  A RÁDIO CLUBE DE MONSANTO não vai acompanhar as iniciativas locais no âmbito das eleições do próximo dia 6 de Outubro. A RCM decidiu voltar a boicotar a cobertura jornalística às iniciativas desenvolvidas localmente pelos vários candidatos às eleições legislativas.  À semelhança daquela que foi a posição assumida noutras circunstâncias por esta emissora, e por várias outras rádios locais do país, e recentemente na campanha para as eleições europeias, a RCM vai continuar sem acompanhar as acções de campanha promovidas localmente pelos candidatos a deputados à Assembleia da República. Na base desta decisão estão uma série de entraves que têm vindo a ser colocados às rádios locais, com decisões que podem levar, no limite, ao fechar de portas de várias estações emissoras.  “Os problemas das rádios portuguesas já são há muito tempo conhecidos pela classe política, mas a situação das rádios de proximidade está, em nosso entender, numa fase crítica, decisiva até". A não emissão de tempos de antena e a situação dos pagamentos dos direitos conexos são apenas duas das matérias referidas, sendo que "O Estado não defende os direitos das rádios locais", e que "os políticos não ouvem as rádios", por isso, "chegou o momento das rádios não ouvirem os políticos".

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line