Notícias

COVILHÃ: ESCOLA DO TORTOSENDO REABERTA

Escrito por Lusa / RCM em 2010-01-06 12:32:22

COVILHÃ: ESCOLA DO TORTOSENDO REABERTA

O agrupamento de escolas e a junta do Tortosendo (Covilhã) abriram ainda antes das 10:00 os portões da escola básica do Largo da Feira que esteve encerrada a cadeado num protesto contra a redução de pessoal auxiliar, refere a Lusa. Cerca de duas dezenas de pais fecharam o portão principal ao princípio da manhã e colocaram no gradeamento faixas com frases de protesto. «Quem dá conta das crianças», questionava Elisabete Vicente, esta manhã à porta da escola. «São muitos meninos e precisam de funcionários. Os pais têm razão em estar revoltados», referiu. Depois da abertura dos portões, as aulas foram retomadas com normalidade, mas muitos pais acabaram por não deixar as crianças. Apenas metade dos cerca de 100 alunos compareceram.

COVILHÃ: VESTICON ENCERRA E LANÇA 95 NO DESEMPREGO

Escrito por Lusa / RCM em 2010-01-06 12:30:33

COVILHÃ: VESTICON ENCERRA E LANÇA 95 NO DESEMPREGO

As confecções Vesticon no Tortosendo (Covilhã) vão encerrar e deixar 95 trabalhadores no desemprego, adiantou à Agência Lusa o presidente do Sindicato Têxtil da Beira Baixa (STBB), Luís Garra, que pede “uma investigação séria” à empresa. “A administração anunciou que vai avançar com um processo de insolvência”, explicou o dirigente sindical. Dentro da fábrica, o último dia do ano foi também o último dia de trabalho, sem qualquer garantia quanto ao pagamento do mês de Dezembro. “Aos trabalhadores resta avançar com a suspensão ou rescisão dos contratos”, conforme os casos, acrescentou. Dos 205 trabalhadores que existiam no início do ano, estão vinculados à empresa 55 que continuavam a trabalhar e outros 40 com contratos suspensos.

MAÇÃO E VILA DE REI CONTESTAM INTEGRAÇÃO DOS SEUS CENTROS DE SAÚDE NA ÁREA DE CASTELO BRANCO

Escrito por Lusa / RCM em 2010-01-05 12:34:24

MAÇÃO E VILA DE REI CONTESTAM INTEGRAÇÃO DOS SEUS CENTROS DE SAÚDE NA ÁREA DE CASTELO BRANCO

Os responsáveis das Câmaras de Mação e Vila de Rei consideram “lesiva e prejudicial” aos interesses dos seus munícipes a integração dos respectivos centros de saúde na Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco, medida que entrou em vigor no início deste ano. A medida governamental define que a nova ULS abrange o Hospital Amato Lusitano e os centros de saúde de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Penamacor, Vila Velha de Ródão, Oleiros, Proença-a-Nova, Sertã, Vila de Rei (todos no distrito de Castelo Branco) e Mação (no distrito de Santarém).

DESEMPREGO: SINDICATO TÊXTIL DA BEIRA BAIXA QUER APOIOS ADICIONAIS FACE A AUMENTO DE PESSOAS SEM SUBSÍDIO

Escrito por Lusa / RCM em 2010-01-04 12:55:30

DESEMPREGO: SINDICATO TÊXTIL DA BEIRA BAIXA QUER APOIOS ADICIONAIS FACE A AUMENTO DE PESSOAS SEM SUBSÍDIO

O presidente do Sindicato Têxtil da Beira Baixa (STBB), Luís Garra, reclamou mais apoios sociais adicionais em 2010 face ao previsível aumento de pessoas sem subsídio de desemprego na região. «Isto tem que ser discutido em simultâneo com novas fontes de financiamento do sistema de segurança social», afirmou à Agência Lusa o dirigente sindical de um dos sectores mais afectados pelo desemprego na Beira Interior. Segundo números do STBB, desde 2000 encerraram 57 empresas do sector têxtil e perderam-se 4800 postos de trabalho no sector têxtil do distrito de Castelo Branco. Luís Garra acredita que ainda não se chegou «ao fim da linha».

BOM ANO DE 2010

Escrito por RCM em 2010-01-03 13:42:40

BOM ANO DE 2010

Bom Ano de 2010, com o calor do Madeiro de Natal de Monsanto, a "Aldeia Mais Portuguesa".

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 |

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-22 12:51:56

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Na quinta-feira, 12 de Abril, a família Paulouro vendeu à Global Media Group os 39% de capital que mantinha no Jornal do Fundão (JF). Termina, deste modo, a história ímpar de uma publicação, nascida em 1946, que, pela defesa da Beira interior e, sobretudo, pela qualidade dos seus suplementos culturais, teve uma dimensão nacional e de referência na luta contra a ditadura. Há tempos calaram a Rádio Jornal do Fundão...por sinal ligada, directa ou indirectamente, ao mesmo grupo. ………………………………………… “Agora, pela primeira vez, a família de António Paulouro deixará, com mágoa, de ter qualquer responsabilidade nos destinos do “Jornal do Fundão”, que configura um património inestimável na história da imprensa portuguesa. Termina um ciclo de 72 anos.” Aqui fica o nosso muito sincero abraço solidário.

Ler mais

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-17 18:56:45

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

PATRIMÓNIO CULTURAL E TURISMO SUSTENTÁVEL DE GERAÇÃO PARA GERAÇÃO   O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se celebra a 18 de Abril, este ano tem como tema “Conhecer, Explorar, Partilhar”, pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Em cada terra, erguem-se monumentos que nos levam para as nossas origens, para as nossas raízes.  Castelos, muralhas, pelourinhos, pontes, museus, igrejas, alminhas e casas senhoriais dão forma e beleza a tantos povos espalhados nas encostas, nas planícies e nos vales de um território tão esquecido.  “Património Cultural e Turismo Sustentável” é o desafio do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala, na quarta-feira, 18 de Abril de 2018. A data pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Instituída a 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS – Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, uma associação de profissionais da conservação do património, esta data foi aprovada pela UNESCO em 1983.  

Ler mais

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-14 20:38:50

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto foi distinguida com o galardão Portugal Cinco Estrelas, que visa premiar o que de melhor existe no país, desde marcas empresariais aos ícones do património nacional. O galardão foi entregue a 12 de Abril em Lisboa, numa gala no Teatro Thalia, e recebido por Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. “Este é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, a somar a outros igualmente espontâneos como a eleição de Monsanto nas 30 aldeias e vilas mais bonitas da Europa por 300 profissionais da Associação de Agências de Viagem do Japão ou a reportagem elogiosa que a BBC dedica este mês a Monsanto”, refere Armindo Jacinto. Após as distinções internacionais que Monsanto tem merecido nos últimos anos, o reconhecimento acontece agora também no mercado interno. O prémio Cinco Estrelas vem reforçar o prestígio e a notoriedade de Monsanto, mas também do concelho de Idanha-a-Nova e do território do Geopark Naturtejo – Geoparque Mundial da UNESCO, que tem na “Aldeia Mais Portuguesa” um dos seus principais ícones. Esta foi a primeira edição do galardão Portugal Cinco Estrelas, criado para distinguir os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o nosso país e o tornam num destino verdadeiramente cinco estrelas, bem como as marcas exclusivamente de origem portuguesa. Monsanto foi um dos vencedores ao nível do património nacional, na categoria “Aldeias e Vilas”, após mais de 200 mil votos online.

Ler mais

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

Facebook

Escrito por rcm em 2018-04-06 10:58:10

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO EM MONSANTO...Vale mais tarde do que nunca... Maria Leonor Carvalhão Buescu (1932-1999), investigadora, ensaísta e professora universitária, foi homenageada, a título póstumo, com a atribuição do seu nome a um largo em Monsanto, sua terra natal. A cerimónia teve lugar no passado dia 31 de Março, reunindo familiares e amigos num largo junto da casa onde residiram os seus falecidos pais. Pelo seu trabalho em prol da cultura portuguesa, o nome desta Monsantina, já há muito que também faz parte da toponímia de Lisboa e da Amadora.  

Ler mais

PALESTRA " A CULTURA CELTA NA BEIRA BAIXA"

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-02 16:19:08

PALESTRA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line