Notícias

MEIO MILHÃO DE PESSOAS VIVE COM SALÁRIO MINIMO NACIONAL

Escrito por Jornal de Notícias/ RCM em 2010-05-27 12:56:34

MEIO MILHÃO DE PESSOAS VIVE COM SALÁRIO MINIMO NACIONAL

Este ano deverá haver quase meio milhão de pessoas a viver apenas com o salário mínimo nacional (475 euros), avança o Jornal de Notícias. O número foi calculado admitindo que, este ano, não haverá aumentos salariais. Se assim for, é de esperar que o número de trabalhadores a receber o salário mínimo aumente para perto de meio milhão, reflectindo o facto de, em cinco anos, o seu valor ter subido em quase 100 euros e, por outro lado, os salários serem, genericamente, muito baixos.

IDANHA-A-NOVA: ACÇÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

Escrito por RCM em 2010-05-25 14:38:08

IDANHA-A-NOVA: ACÇÃO DE ESCLARECIMENTO SOBRE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

O auditório do Centro Cultural Raiano, recebeu recentemente uma acção de esclarecimento que incidiu sobre a aplicação de produtos fitofarmacêuticos, produtos que contêm substâncias activas utilizadas para prevenir ou combater espécies nocivas, insecticidas, fungicidas, herbicidas, reguladores de crescimento na actividade agrícola. A iniciativa foi da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro – DRAPC e da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. Joaquim Almeida, chefe da divisão de Protecção e Qualidade da Produção da DRAP na região da Guarda referiu que o uso indiscriminado dos produtos produz problemas ambientais como a contaminação da água, do ar, do solo e dos alimentos sendo um risco para o Homem e animais domésticos a curto, médio e logo prazo.

TIMOR-LESTE: MINISTRO DO TURISMO QUER GEOPARK COMO O DA NATURTEJO

Escrito por Lusa / RCM em 2010-05-20 14:23:46

TIMOR-LESTE: MINISTRO DO TURISMO QUER GEOPARK COMO O DA NATURTEJO

O Geopark Naturtejo vai apadrinhar a criação de uma área protegida em Timor-Leste, anunciou esta semana o ministro do Turismo, Comércio e Indústria daquele país. Gil da Costa Alves, em visita oficial a Portugal, passou pela região Naturtejo, tendo almoçado na Foz do Cobrão com os autarcas de Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Idanha-a-Nova e Nisa. O objectivo desta visita foi "definir estratégias conjuntas, ao nível do desenvolvimento económico e turístico, bem como estabelecer protocolos de cooperação e definir estratégias de colaboração entre ambos os territórios".

FUNDÃO: CRISE E MAU TEMPO AFECTAM PROMOÇÃO TURÍSTICA DA CEREJA

Escrito por Lusa / RCM em 2010-05-19 13:47:08

FUNDÃO: CRISE E MAU TEMPO AFECTAM PROMOÇÃO TURÍSTICA DA CEREJA

Há menos cereja e  dinheiro para as campanhas de promoção. Mesmo assim, estão previstas 12 grandes acções a nível nacional A crise económica e as condições climatéricas que se registaram nos últimos tempos (adversas para a produção de cereja) vão este ano condicionar a campanha de promoção da cereja que é realizada anualmente pela Câmara Municipal do Fundão. Se nos outros anos a autarquia investia cerca de 50 mil euros na campanha promocional, este ano o orçamento ficará pelos 20 mil euros. Além disso, o atraso verificado na produção (ultrapassa as três semanas) também já trouxe consequências, originando o cancelamento da acção que estava programada para este fim-de-semana (presença no Rock in Rio) e obrigando reequacionar outras, nomeadamente a de distribuição de cerejas nas praias portuguesas.

DELPHI /GUARDA: CRISE ECONÓMICA VAI AGRAVAR SITUAÇÃO DOS ÚLTIMOS TRABALHADORES

Escrito por Lusa / RCM em 2010-05-18 13:26:20

DELPHI /GUARDA: CRISE ECONÓMICA VAI AGRAVAR SITUAÇÃO DOS ÚLTIMOS TRABALHADORES

Devido à crise económica, os 286 trabalhadores dispensados da fábrica Delphi da Guarda, no âmbito de um processo de despedimento colectivo, vão ter “mais dificuldades” em conseguir novo emprego, alertou hoje à Lusa fonte sindical. Segundo Adelino Nunes, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas e Metalomecânicas (STIMM) de Aveiro, Viseu, Guarda e Coimbra, os operários da Delphi perderam os postos de trabalho em época de crise e “numa altura em que o desemprego tem estado a crescer constantemente” no país.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 |

UM BOM ANO PARA TODOS

Facebook

Escrito por RCM em 2020-01-01 16:37:13

UM BOM ANO PARA TODOS

  Já estamos no novo ano, o ano do duplo 20, foi um ano referido para muita coisa, mas não passou de meras referências.   Dum modo geral, a nível económico e político, nada se espera de novo, o Governo continuará a sua evolução na continuidade, tentando equilibrar as contas públicas, com reduzido investimento público e com uma pesada carga fiscal.   Não se afigura grande vontade em contrariar a crise existente na generalidade da comunicação social, todavia têm-se verificado várias pressões, especialmente do Senhor Presidente da República que não perde uma única ocasião para se referir ao assunto.   Acresce a este problema a agudização da crise no sector da imprensa e, por arrastamento, grandes dificuldades para um número significativo de jornalistas, o que sensibiliza mais os políticos do que a situação da Rádio e dos seus profissionais, muitos deles também jornalistas. Porém, se qualquer medida for tomada, dificilmente o sector da Rádio será excluído, ainda que beneficie muito menos do que a Imprensa.   Existe a dúvida, mas também a esperança, sempre a esperança… de que talvez um dia percebam mesmo o problema, poderá ser neste novo ano, assim o desejamos.

Ler mais

PETIÇÃO PÚBLICA EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-12-28 19:12:57

PETIÇÃO PÚBLICA  EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

    Para que a Escola Superior de Gestão se mantenha com a sede, na Vila de Idanha-a-Nova, o Movimento pela sua Autonomia pede aos naturais, residentes e amigos do Concelho de Idanha-a-Nova e aos que defendem o interior do País, que assinem, com a máxima urgência, a petição pública que está on line, no facebook, ou em folhas de papel, distribuídas por todas as freguesias do Concelho. Este território não pode ser mais esvaziado. Este povo raiano não merece ser castigado. Contamos consigo, para garantir um futuro melhor para os nossos filhos e netos. Bem-haja.

Ler mais

LEI DA TRANSPARÊNCIA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-23 18:07:32

LEI DA TRANSPARÊNCIA

LEI DA TRANSPARÊNCIA   NFORMAÇÃO INSTITUCIONAL DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO (Publica-se nos termos da Lei da transparência nos meios da comunicação social) Director Executivo: Professor Joaquim Manuel da Fonseca a) - Capital Social: 142.047,72 €; b) - Sócio único e detentor da totalidade do capital social da empresa MONSANTORÁDIO; c) - Administrador e Gestor da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/…/pdf/administrador_e_gestor.pdf d) - Responsável pela orientação e pela supervisão do conteúdo das emissões da RCM; e) - Estatuto Editorial da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/ficheiros/pdf/estatuto.pdf

Ler mais

SECRETARIA DE ESTADO DAS FLORESTAS EM CASTELO BRANCO

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-20 13:53:13

SECRETARIA DE ESTADO DAS FLORESTAS EM CASTELO BRANCO

    O Governo vai instalar em Castelo Branco a Secretaria de Estado Conservação da Natureza, Florestas e do Ordenamento do Território. O antigo Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova regressa assim a Castelo Branco, onde no último ano trabalhou como Secretário de Estado da Valorização do Interior. O Governo retirou a Secretaria de Estado da Valorização do Interior de Castelo Branco, transferindo-a para Bragança, onde começou a funcionar na segunda-feira.

Ler mais

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-19 10:29:56

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR   O Governo extinguiu a Secretaria de Estado da Valorização do Interior em Castelo Branco pouco mais de um ano depois de ter anunciado a sua instalação na cidade. A União dos Sindicatos de Castelo Branco diz que o interior "fica a ver navios". O organismo passa a estar sediado em Bragança, terra da nova titular da pasta, Isabel Ferreira. A ministra da Coesão Territorial, afirmou que este “é um sinal de que o Governo quer associar o conhecimento, as instituições de ensino superior, as autarquias e as associações empresariais para o desenvolvimento do Interior”, dizendo ainda que com a escolha de Bragança “é muito mais fácil aos actores que temos aqui no território ir bater à porta da Senhora Secretária de Estado e da sua equipa, e porque para nós é mais fácil acompanhar o que se passa no território, sempre de braço dado com os actores locais”. No comunicado em que anuncia a nova morada não é feita qualquer referência à anterior localização em Castelo Branco. A Secretaria de Estado da Valorização do Interior foi criada em Outubro do ano passado e teve como titular João Paulo Catarino, que com o novo Governo transitou para a pasta das florestas. Para os sindicatos da CGTP não faz sentido instalar a secretaria de estado consoante a origem do titular da pasta e demonstra a “ausência de uma verdadeira politica para o Interior e de coesão territorial”, com uma “lógica de ziguezague, traduzida em constantes mudanças de sedes e de rumo” com o objectivo de “esconder o falhanço das políticas e fazer crer que algo está a ser feito, com o único fito de criar expectativas (falsas) nas populações e fazer que anda sem andar”.   Reconquista - 18/11/2019

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2020 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line