Notícias

IDANHA-A-NOVA: DESCIDA DO RIO ERGES ESTÁ DE VOLTA NO DIA 25

Escrito por RCM em 2017-03-16 11:09:25

IDANHA-A-NOVA: DESCIDA DO RIO ERGES ESTÁ DE VOLTA NO DIA 25

A XIV Descida do Rio Erges está marcada para 25 de março, com início nas Termas de Monfortinho e a terminar em Salvaterra do Extremo. A iniciativa une por águas estas duas povoações raianas, no concelho de Idanha-a-Nova, mobilizando canoístas portugueses e espanhóis, com ou sem experiência, num encontro de promoção da canoagem. A organização do evento é da Associação de Clubes de Canoagem da Região da Beira Baixa e do Ayuntamiento de Zarza La Mayor (Espanha), em parceria com o Município de Idanha-a-Nova, União das Freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo, Deputación de Cáceres, entre outras entidades. Mais informações através dos contactos 962 765 105 ou accrbeirabaixa@hotmail.com.

CCDR ENCERRA EMPRESA DE VILA VELHA DE RODÃO POR RISCO PARA A SAÚDE PÚBLICA

Escrito por RCM/Lusa em 2017-03-13 16:08:41

CCDR ENCERRA EMPRESA DE VILA VELHA DE RODÃO POR RISCO PARA A SAÚDE PÚBLICA

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) encerrou a empresa Centroliva, de Vila Velha de Ródão, com base no risco para o ambiente e para a saúde pública. O Ministério do Ambiente explica, num comunicado enviado à agência Lusa, que a decisão da CCDRC foi tomada na sexta-feira, sendo que esta medida cautelar de encerramento determinou que fossem desligadas as caldeiras da unidade fabril. "A decisão tem por base a existência de risco para o ambiente, para a qualidade do ar e para a saúde pública", lê-se no documento. A empresa de Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco, dedicava-se ao processamento de bagaço e produção de energia e em Fevereiro de 2016 tinha sido intimada a "adoptar as medidas necessárias" ao exercício da sua actividade "sem incumprimentos ambientais".  

COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA BEIRA BAIXA LANÇA GUIA PARA PROMOVER A REGIÃO

Escrito por RCM/Lusa em 2017-03-10 15:58:23

COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA BEIRA BAIXA LANÇA GUIA PARA PROMOVER A REGIÃO

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa apresentou esta semana o guia de destinos “Terras de Excelência”, que reúne em 480 páginas informação sobre o património natural, histórico e imaterial da região. “Hoje a marca Beira Baixa fica reforçada com este livro. Temos trabalhado e feito um esforço no sentido da valorização da marca. Começámos com os nossos produtos e promovendo o que é mais genuíno”, disse o presidente da CIMBB, Luís Correia, em Castelo Branco. O guia dá a conhecer o território da Beira Baixa – constituído pelos municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão – de uma perspectiva mais ampla do que a de um comum guia turístico. Destacam-se, por exemplo, os produtos e produtores agro-alimentares. A edição do guia vai ser lançada oficialmente na Bolsa de Turismo de Lisboa, no dia 15 de março, entre as 14:00 e as 16:00, período dedicado à promoção do território da Beira Baixa no ‘stand’ do Turismo Centro de Portugal. O secretário executivo da CIMBB, Joaquim Morão, mostrou-se satisfeito com o resultado conseguido no guia, ilustrado com fotografias, infografias e mapas: “Este livro espelha tudo o que de melhor temos, sobretudo a natureza que ainda não está divulgada”.

CÂMARA DA COVILHÃ CONTESTA EVENTUAL EXPLORAÇÃO MINEIRA NA ARGEMELA

Escrito por RCM/Lusa em 2017-03-08 16:28:56

CÂMARA DA COVILHÃ CONTESTA EVENTUAL EXPLORAÇÃO MINEIRA NA ARGEMELA

A Câmara da Covilhã anunciou que o executivo aprovou por unanimidade uma moção de protesto relativa à eventual concessão mineira na Serra da Argemela, que abrange a área da União das Freguesias de Barco e Coutada, naquele concelho do distrito de Castelo Branco. "Esta moção visa garantir que todos os procedimentos relativos a este tipo de concessões serão escrupulosamente cumpridos, de modo a salvaguardar o interesse das populações e a preservação do valor patrimonial e natural desta região", refere um comunicado enviado à agência Lusa. Esta moção surge depois de em fevereiro ter sido publicado em Diário da República o pedido de concessão de exploração mineira para uma área superior a 400 hectares na Serra da Argemela, abrangendo freguesias do Fundão e da Covilhã. O pedido motivou já uma manifestação popular realizada na freguesia do Barco, concelho da Covilhã.

MANIFESTAÇÃO CONTRA A POLUIÇÃO NO RIO TEJO EM VILA VELHA DE RODÃO

Escrito por RCM/Lusa em 2017-03-03 16:54:30

MANIFESTAÇÃO CONTRA A POLUIÇÃO NO RIO TEJO EM VILA VELHA DE RODÃO

Cerca de 400 cidadãos são aguardados na manifestação organizada pelo Movimento pelo Tejo - proTEJO, que vai decorrer no sábado em Vila Velha de Rodão contra a poluição naquele rio, e à qual aderiram também associações ambientalistas espanholas. Em declarações à agência Lusa, Paulo Constantino, porta-voz do proTEJO, movimento ambientalista com sede em Vila Nova da Barquinha, no distrito de Santarém, disse hoje que "o protesto pacífico contra os níveis de poluição no rio Tejo tem registado forte adesão, com cerca de 400 pessoas inscritas", que vão deslocar-se de vários pontos da região centro em autocarros cedidos por autarquias e particulares. A manifestação, que começa às 15:00 no cais fluvial de Vila Velha de Rodão com poesia e música por Manuel Costa Alves, terá intervenções de microfone aberto por Paulo Constantino, do proTEJO, de cidadãos e organizações membros do Movimento pelo Tejo, partidos políticos, outras associações e instituições, ao que se seguirá um desfile apeado desde o cais fluvial até à entrada da fábrica da Celtejo, onde será lido o manifesto do proTEJO.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 |

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-22 12:51:56

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Na quinta-feira, 12 de Abril, a família Paulouro vendeu à Global Media Group os 39% de capital que mantinha no Jornal do Fundão (JF). Termina, deste modo, a história ímpar de uma publicação, nascida em 1946, que, pela defesa da Beira interior e, sobretudo, pela qualidade dos seus suplementos culturais, teve uma dimensão nacional e de referência na luta contra a ditadura. Há tempos calaram a Rádio Jornal do Fundão...por sinal ligada, directa ou indirectamente, ao mesmo grupo. ………………………………………… “Agora, pela primeira vez, a família de António Paulouro deixará, com mágoa, de ter qualquer responsabilidade nos destinos do “Jornal do Fundão”, que configura um património inestimável na história da imprensa portuguesa. Termina um ciclo de 72 anos.” Aqui fica o nosso muito sincero abraço solidário.

Ler mais

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-17 18:56:45

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

PATRIMÓNIO CULTURAL E TURISMO SUSTENTÁVEL DE GERAÇÃO PARA GERAÇÃO   O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se celebra a 18 de Abril, este ano tem como tema “Conhecer, Explorar, Partilhar”, pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Em cada terra, erguem-se monumentos que nos levam para as nossas origens, para as nossas raízes.  Castelos, muralhas, pelourinhos, pontes, museus, igrejas, alminhas e casas senhoriais dão forma e beleza a tantos povos espalhados nas encostas, nas planícies e nos vales de um território tão esquecido.  “Património Cultural e Turismo Sustentável” é o desafio do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala, na quarta-feira, 18 de Abril de 2018. A data pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Instituída a 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS – Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, uma associação de profissionais da conservação do património, esta data foi aprovada pela UNESCO em 1983.  

Ler mais

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-14 20:38:50

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto foi distinguida com o galardão Portugal Cinco Estrelas, que visa premiar o que de melhor existe no país, desde marcas empresariais aos ícones do património nacional. O galardão foi entregue a 12 de Abril em Lisboa, numa gala no Teatro Thalia, e recebido por Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. “Este é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, a somar a outros igualmente espontâneos como a eleição de Monsanto nas 30 aldeias e vilas mais bonitas da Europa por 300 profissionais da Associação de Agências de Viagem do Japão ou a reportagem elogiosa que a BBC dedica este mês a Monsanto”, refere Armindo Jacinto. Após as distinções internacionais que Monsanto tem merecido nos últimos anos, o reconhecimento acontece agora também no mercado interno. O prémio Cinco Estrelas vem reforçar o prestígio e a notoriedade de Monsanto, mas também do concelho de Idanha-a-Nova e do território do Geopark Naturtejo – Geoparque Mundial da UNESCO, que tem na “Aldeia Mais Portuguesa” um dos seus principais ícones. Esta foi a primeira edição do galardão Portugal Cinco Estrelas, criado para distinguir os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o nosso país e o tornam num destino verdadeiramente cinco estrelas, bem como as marcas exclusivamente de origem portuguesa. Monsanto foi um dos vencedores ao nível do património nacional, na categoria “Aldeias e Vilas”, após mais de 200 mil votos online.

Ler mais

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

Facebook

Escrito por rcm em 2018-04-06 10:58:10

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO EM MONSANTO...Vale mais tarde do que nunca... Maria Leonor Carvalhão Buescu (1932-1999), investigadora, ensaísta e professora universitária, foi homenageada, a título póstumo, com a atribuição do seu nome a um largo em Monsanto, sua terra natal. A cerimónia teve lugar no passado dia 31 de Março, reunindo familiares e amigos num largo junto da casa onde residiram os seus falecidos pais. Pelo seu trabalho em prol da cultura portuguesa, o nome desta Monsantina, já há muito que também faz parte da toponímia de Lisboa e da Amadora.  

Ler mais

PALESTRA " A CULTURA CELTA NA BEIRA BAIXA"

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-02 16:19:08

PALESTRA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line