Notícias

SERRA DA ESTRELA : JOVENS RECOLHEM UMA TONELADA DE LIXO

Escrito por Lusa / RCM em 2011-05-11 14:26:28

SERRA DA ESTRELA : JOVENS RECOLHEM UMA TONELADA DE LIXO

Cerca de 200 alunos e elementos da GNR, bombeiros e Protecção Civil do distrito da Guarda participaram esta semana numa acção de recolha de lixo na zona da Torre, na Serra da Estrela, reunindo uma tonelada de resíduos. A acção de sensibilização ambiental foi promovida pelo Governo Civil da Guarda com o objectivo de assinalar o Dia da Europa e de alertar os mais novos para a temática da preservação do ambiente. Munidos de luvas e de sacos, os alunos recolheram o lixo que foi abandonado pelos turistas durante os meses de inverno e que é visível após o desaparecimento da neve. A iniciativa simbólica permitiu recolher cerca de uma tonelada de detritos como papéis, plásticos, latas, garrafas, pedaços de trenó, restos de luvas, entre outros.

APROVADO PLANO REGIONAL DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO

Escrito por RCM em 2011-05-10 09:45:37

APROVADO PLANO REGIONAL DE ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO

Álvaro Amaro,  Presidente do Conselho da Região Centro, órgão da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDRC), classificou de “momento histórico” a aprovação do Plano Regional de Ordenamento do Território (PROT), a primeira a nível nacional. O Conselho da Região, órgão que integra representantes dos 77 municípios que compõem a CCDRC e de outras entidades da sociedade civil, aprovou no passado dia 9 o PROT Centro, por maioria, com um voto contra e cinco abstenções, “uma aprovação maciça”, disse Álvaro Amaro. “A aprovação implica uma responsabilidade da própria região mas também uma responsabilidade nacional que contraímos pelo facto de ser criada uma comissão de acompanhamento que vai monitorizando [o PROT]”, frisou.

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA

Escrito por RCM em 2011-05-09 23:16:13

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA

O Gabinete para os Meios de Comunicação Social promove, durante todo o mês de Maio, uma série de iniciativas destinadas a comemorar o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. Promovidas em colaboração com a Comissão Nacional da UNESCO, estas comemorações tiveram início no dia 3 de Maio – dia Mundial da Liberdade de Imprensa, e terminam no próximo dia 26 de Maio, encontrando-se agendadas as seguintes iniciativas: . 10 Maio, às 14h00, no Auditório 2 da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica – Debate “Liberdade de Imprensa: Diferentes Gerações, Diferentes Perspectivas?”; . 17 Maio, às 16h00, na Universidade Lusófona – Mesa Redonda “As Ameaças Contemporâneas à Liberdade de Imprensa”; . 26 Maio, às 16h00, na Sala dos Espelhos do Palácio Foz – Cerimónia de atribuição do Prémio de Jornalismo “Direitos Humanos & Integração”.

OS MONSANTINOS CUMPRIRAM A TRADIÇÃO

Escrito por RCM em 2011-05-04 09:52:13

OS MONSANTINOS CUMPRIRAM A TRADIÇÃO

Na tarde do dia 3 de Maio cumpriu-se o tradicional lançamento do Pote do alto do Castelo da Aldeia Mais Portuguesa. Até o bebé Nicolau – o mais jovem monsantino – participou, pela primeira vez, neste ritual popular, que lembra o cerco do Castelo de Monsanto. A lenda da bezerra remonta há muitos anos, quando Mouros e quiçá Romanos, cercaram, durante sete anos, as muralhas de Monsanto. Os monsantinos, cercados pela fome, já só possuíam uma bezerra e meio alqueire de trigo. Para iludir o inimigo, alguém teve a ideia de atirar pelas muralhas a bezerra com a barriga cheia de trigo, de modo a demonstrarem que tinham fartura. Os objectivos foram alcançados e o cerco terminou. Actualmente festeja-se esta “libertação”, no dia 3 de Maio, atirando, do alto do Castelo, potes com flores. Os potes, caiados de branco, simbolizam a bezerra e as flores o trigo da abundância.

ALDEIAS HISTÓRICAS E SECULARES AO ABANDONO

Escrito por RCM em 2011-05-01 14:20:35

ALDEIAS HISTÓRICAS E SECULARES AO ABANDONO

Há poucos dias a RCM divulgou que estava à venda, por quinhentos e cinquenta mil euros, a aldeia histórica de Valle Piola, localizada nas montanhas do parque nacional de Gran Sasso, em Itália, deserta há cerca de 30 anos. A aldeia, que existe desde 1059, é constituída por onze edifícios de pedra, entre os quais uma capela em ruínas do século XII. Também em Portugal, mais concretamente no Colmeal, a única freguesia portuguesa, situada no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, tem zero habitantes. Situação que se verifica desde 1957, ano em que uma força de 25 praças e dois oficiais da GNR, em cumprimento de um mandato judicial despejou 13 famílias, que há séculos povoavam o lugar, em regime de foro, nas propriedades dos Cabrais.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 |

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-22 12:51:56

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Na quinta-feira, 12 de Abril, a família Paulouro vendeu à Global Media Group os 39% de capital que mantinha no Jornal do Fundão (JF). Termina, deste modo, a história ímpar de uma publicação, nascida em 1946, que, pela defesa da Beira interior e, sobretudo, pela qualidade dos seus suplementos culturais, teve uma dimensão nacional e de referência na luta contra a ditadura. Há tempos calaram a Rádio Jornal do Fundão...por sinal ligada, directa ou indirectamente, ao mesmo grupo. ………………………………………… “Agora, pela primeira vez, a família de António Paulouro deixará, com mágoa, de ter qualquer responsabilidade nos destinos do “Jornal do Fundão”, que configura um património inestimável na história da imprensa portuguesa. Termina um ciclo de 72 anos.” Aqui fica o nosso muito sincero abraço solidário.

Ler mais

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-17 18:56:45

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

PATRIMÓNIO CULTURAL E TURISMO SUSTENTÁVEL DE GERAÇÃO PARA GERAÇÃO   O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se celebra a 18 de Abril, este ano tem como tema “Conhecer, Explorar, Partilhar”, pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Em cada terra, erguem-se monumentos que nos levam para as nossas origens, para as nossas raízes.  Castelos, muralhas, pelourinhos, pontes, museus, igrejas, alminhas e casas senhoriais dão forma e beleza a tantos povos espalhados nas encostas, nas planícies e nos vales de um território tão esquecido.  “Património Cultural e Turismo Sustentável” é o desafio do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala, na quarta-feira, 18 de Abril de 2018. A data pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Instituída a 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS – Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, uma associação de profissionais da conservação do património, esta data foi aprovada pela UNESCO em 1983.  

Ler mais

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-14 20:38:50

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto foi distinguida com o galardão Portugal Cinco Estrelas, que visa premiar o que de melhor existe no país, desde marcas empresariais aos ícones do património nacional. O galardão foi entregue a 12 de Abril em Lisboa, numa gala no Teatro Thalia, e recebido por Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. “Este é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, a somar a outros igualmente espontâneos como a eleição de Monsanto nas 30 aldeias e vilas mais bonitas da Europa por 300 profissionais da Associação de Agências de Viagem do Japão ou a reportagem elogiosa que a BBC dedica este mês a Monsanto”, refere Armindo Jacinto. Após as distinções internacionais que Monsanto tem merecido nos últimos anos, o reconhecimento acontece agora também no mercado interno. O prémio Cinco Estrelas vem reforçar o prestígio e a notoriedade de Monsanto, mas também do concelho de Idanha-a-Nova e do território do Geopark Naturtejo – Geoparque Mundial da UNESCO, que tem na “Aldeia Mais Portuguesa” um dos seus principais ícones. Esta foi a primeira edição do galardão Portugal Cinco Estrelas, criado para distinguir os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o nosso país e o tornam num destino verdadeiramente cinco estrelas, bem como as marcas exclusivamente de origem portuguesa. Monsanto foi um dos vencedores ao nível do património nacional, na categoria “Aldeias e Vilas”, após mais de 200 mil votos online.

Ler mais

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

Facebook

Escrito por rcm em 2018-04-06 10:58:10

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO EM MONSANTO...Vale mais tarde do que nunca... Maria Leonor Carvalhão Buescu (1932-1999), investigadora, ensaísta e professora universitária, foi homenageada, a título póstumo, com a atribuição do seu nome a um largo em Monsanto, sua terra natal. A cerimónia teve lugar no passado dia 31 de Março, reunindo familiares e amigos num largo junto da casa onde residiram os seus falecidos pais. Pelo seu trabalho em prol da cultura portuguesa, o nome desta Monsantina, já há muito que também faz parte da toponímia de Lisboa e da Amadora.  

Ler mais

PALESTRA " A CULTURA CELTA NA BEIRA BAIXA"

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-02 16:19:08

PALESTRA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line