Notícias

ALDEIA DO CONCELHO DE IDANHA CERCADA POR TOUROS

Escrito por DN/Ferreira Fernandes em 2012-10-01 11:40:27

ALDEIA DO CONCELHO DE IDANHA CERCADA POR TOUROS

Se há lugar para nos contar, hoje, talvez seja a aldeia de Segura, Idanha-a-Nova. A melhor lenda, na esteira de O Leão de Rio Maior, de Fernando Pessa. De capote alentejano e bicicleta, Pessa interrogando para a RTP os aldeões, se viram o leão. E alguns: "Que sim, ali mesmo..." Eram tempos como os de hoje, também difusos, sem saber para onde íamos, mas indo. Eram vésperas do 25 de Abril e nem depois a democracia conseguiu pôr a claro o leão, ficando a convicção de que ele existiu, embora sem provas provadas. Tão português. Mas era um leão, um felino e só um - normal que desaparecesse. Mas uma manada selvagem de touros, como em Segura? A história surgiu nos jornais há semanas e, ontem, o Público fez uma reportagem cheia de dados. Serão 250 animais (fontes oficiais), mais de mil (na boca do povo), e cercando a aldeia. De noite ouvem-se os cascos no empedrado das ruas, já mataram um pastor, perseguem tratores, marram nos jipes e violam vacas domésticas (como os vampiros, eles entram pelo nosso mundo dentro). O bando é de uma herdade abandonada, de cercas derrubadas. Eles estão aí e o povo, impotente. Vieram campinos do Ribatejo e apanharam oito. A GNR montou um genocídio a tiro e recuou. O povo põe bala nas carabinas para lebres, e já há carcaças do inimigo, pasto de abutres. O outro de Nova Iorque dizia que havia que cuidar de um vidro partido para parar o banditismo. Nós deixamos a refogar uma guerra civil numa aldeia.

EXPANSÃO DESCONTROLADA DE EUCALIPTOS

Escrito por RCM/Público em 2012-09-24 10:27:31

EXPANSÃO DESCONTROLADA DE EUCALIPTOS

No Fundão, a água escasseia mas está a ser utilizada para irrigar uma área de ensaio com eucaliptal. A população protestou. A organização ambientalista Quercus diz estar preocupada com a "expansão descontrolada" de novas plantações de eucaliptos que aproveitam a conversão de áreas de pinhal dizimadas pelos incêndios, estando já a ocupar terrenos agrícolas, áreas sensíveis e zonas de regadio. De entre os casos relatados pela Quercus destaca-se o que ocorreu recentemente no Perímetro Florestal do Castro, em Ferreira do Zêzere, uma área que integra a Reserva Ecológica Nacional e cuja gestão foi transferida para o município de Ferreira do Zêzere em Julho de 2009. A Câmara de Ferreira do Zêzere é acusada pela organização ambientalista de ter "alienado parte do património público em favorecimento de uma indústria", num concelho em que a expansão da monocultura de eucalipto "é dominante" . Alfredo Campos, dirigente da Confederação Nacional de Agricultura (CNA), confirma que, nas regiões Centro e Norte do país, a plantação de eucaliptos está a ocupar terrenos "com muito boa aptidão agrícola" e refere que as empresas de celulose têm argumentado que "têm dinheiro para investir mas que lhes falta matéria-prima". O regadio de eucaliptal já é uma realidade na Beira Interior, mais concretamente no lugar de Quinta da Caneca, concelho do Fundão, onde está instalada uma área de ensaio superior a 50 hectares, adiantou ao PÚBLICO o vice-presidente da autarquia, Miguel Gavinhos. Esta plantação foi autorizada pela Autoridade Florestal Nacional.  A Quercus, baseando-se em informação que recolheu junto da Portucel, acrescenta que "a água usada é proveniente do circuito hidráulico do Sabugal-Meimoa" e está a ser disponibilizada pela respectiva associação de regantes.

MUSEU MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Escrito por RCM em 2012-09-18 12:28:12

MUSEU MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

O Pintor da Portugalidade, José Manuel Soares, completou na passada semana os seus 80 anos de idade. Por graves problemas de saúde o Mestre Soares deixou de pintar desde 2002. Apesar de muitas obras terem sido vendidas e figurarem em colecções nacionais e internacionais e Museus, durante mais de cinquenta anos de dedicação à arte, o Mestre Soares não deixou de reunir uma fabulosa colecção pessoal, composta por várias centenas de quadros de interessantíssimas temáticas, representando um riquíssimo património cultural e um valiosissímo espólio, classificado e avaliado em mais de dois milhões de euros. As Câmaras Municipais de Idanha-a-Nova e de Mêda têm mostrado interesse em salvaguardar tão vasto Património. Nesta semana também o Município Pinhelense convidou e recebeu o procurador da famíla Soares, Joaquim Fonseca, no sentido de vir a confiar à cidade de Pinhel Falcão a fabulosa obra do Mestre José Manuel Soares, manifestando a pretensão de ali instalar um Museu com o seu nome no edifício histórico do antigo Paço Episcopal.

EMPRESA DE AMIGO DE VÍTOR GASPAR CONTRATADA PARA ASSESSORAR PRIVATIZAÇÃO DA EDP E DA REN

Escrito por Público em 2012-09-17 15:56:14

EMPRESA DE AMIGO DE VÍTOR GASPAR CONTRATADA PARA ASSESSORAR PRIVATIZAÇÃO DA EDP E DA REN

Terá sido o próprio ministro das Finanças, Vítor Gaspar, a dar indicações à Caixa Geral de Depósitos para subcontratar a empresa Perella Weinberger Partners para assessorar o Estado na venda da EDP e da REN. A notícia vem hoje no jornal Público e conta que os administradores da Caixa Geral de Depósitos António Nogueira Leite e Nuno Fernandes Thomaz manifestaram a sua discordância com todo o processo, que está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). "A contratação da firma norte-americana esteve desde o início envolta em polémica. Não só por se tratar de uma empresa, alegadamente, sem experiência em privatizações e sem historial de conhecimento da área da energia, mas também porque o seu nome foi posto em cima da mesa pelo ministro das Finanças", escreve o Público.

GOVERNO TEM DE RECUAR

Escrito por RCM em 2012-09-16 11:17:38

GOVERNO TEM DE RECUAR

“O primeiro-ministro tem de recuar e retirar esta proposta, numa declaração ao país, o quanto antes”, declarou João Ribeiro aos jornalistas, na sede nacional do PS, em Lisboa, acrescentando: “Tem de reconhecer que errou e recuar nessa medida. Caso contrário, reafirmamos que o PS apresentará uma moção de censura ao Governo”.  Além da posição do CDS-PP sobre as alterações à TSU, João Ribeiro defendeu que “o primeiro-ministro não pode ignorar também o que aconteceu” nas manifestações realizadas por todo o país que, no seu entender, reforçam a ideia de que “esta política do custe o que custar tem de chegar ao fim”.  Segundo o membro do Secretariado Nacional e porta-voz do PS, a declaração feita hoje pelo vice-presidente do CDS-PP Nuno Melo sobre o aumento da TSU para os trabalhadores e a redução das contribuições das empresas “demonstra que o primeiro-ministro está isolado, é um homem isolado, é um homem só” quanto a esta medida.  Nuno Melo declarou hoje aos jornalistas, no Porto, que o presidente do CDS-PP, Paulo Portas, teve conhecimento das alterações à TSU, discordou dessa medida e apresentou alternativas, mas “não quis abrir uma crise política”.  “A conclusão que podemos tirar desta declaração de hoje do CDS-PP é que dentro do Governo há vozes contra o aumento da TSU, medida que foi anunciada solenemente pelo primeiro-ministro. Esta declaração também revela o desnorte e a desorientação que existe no Governo e o PS reafirma aquilo que o secretário-geral já disse durante esta semana: o Governo tem de recuar”, reforçou João Ribeiro.  Relativamente às manifestações realizadas por todo o país, que foram convocadas por um grupo de cidadãos e tiveram como lema “Que se lixe a ‘troika’, Queremos as nossas vidas”, João Ribeiro considerou que “ninguém pode ignorar o que aconteceu em Portugal”. 

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 |

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-31 16:34:21

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

  Sendo a radiodifusão um serviço cultural de interesse público não tem merecido o devido reconhecimento pelo Estado Português, sendo até praticamente ignorado nos últimos anos.  Poderá dizer-se numa óptica optimista que o sector está estabilizado, mas também não será incorrecto afirmar que ele se encontra estagnado. É bom ter a noção da realidade. O Estado parece apostado na “morte lenta” das micro e pequenas empresas, onde se incluem a maioria das rádios portuguesas. Foi, aliás, aproveitando as leis desfavoráveis para as rádios, mas altamente benéficas para os representantes do direito de autor e direitos conexos, que a PassMúsica desencadeou uma ofensiva perante as rádios locais para além de tudo o que é razoável. Continua a ser correcto e actual afirmar-se que as rádios locais se encontram confrontadas com quatro grandes ameaças: 1. Ofensiva da PassMúsica, referente aos direitos conexos; 2. Constrangimentos causados pelo Estado, nomeadamente, excesso de regulamentação, regulação e fiscalização; 3. Dificuldades de mercado, causadas pela crise económica, sem perspécticas de regressão; 4. Concorrência de novos meios tecnológicos, através da internet. A Rádio Clube de Monsanto desde sempre tem sobrevivido com graves dificuldades financeiras e carência de recursos humanos, próprias duma aldeia do interior profundo. Esperamos que no Novo Ano de 2019 a situação melhore um pouquinho…para podermos comemorar os 34 anos ao serviço do Regionalismo e da Música Portuguesa, na sua companhia amiga. Vamos resistir enquanto tivermos forças, em homenagem e preito de reconhecimento ao nosso fiel auditório, que muito nos tem ajudado desde 1985. Bem hajam e votos de excelente Ano Novo, sobretudo com saúde, paz, esperança e luz, não esquecendo as comunidades da diáspora, que nos acompanham, em todo o mundo, através do nosso site www.radiomonsanto.pt já com 9.397.034 de visitas.  

Ler mais

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-03 10:10:07

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

  A Câmara de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, aprovou a proposta de orçamento para 2019, no valor de 24 milhões de euros, mais dois milhões face ao orçamento deste ano, foi hoje anunciado. O orçamento foi aprovado por maioria pelo executivo de maioria socialista, com o voto contra do vereador do PSD. Segundo o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, o orçamento para 2019 reflecte o investimento na captação de programas comunitários que o executivo conseguiu durante este ano. "2019 será um ano de muita exigência para a concretização dos projectos que temos em curso, nomeadamente no âmbito da economia verde e na afirmação de Idanha-a-Nova como biorregião", disse. O autarca adianta que vai ser um orçamento de continuidade e de afirmação da estratégia definida pelo município em áreas como a social ou a economia, com destaque para sectores como a educação, saúde e habitação. "Estamos apostados na captação de empresas inovadoras no sentido de criar mais riqueza e emprego e trazer e fixar mais famílias para o concelho", sustentou. Armindo Jacinto sublinha ainda o "forte investimento" que vai ser feito na habitação, sobretudo com a implementação de planos de acção para a reabilitação urbana em todas as freguesias de Idanha-a-Nova e não apenas na sede de concelho.  

Ler mais

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-29 15:15:28

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÓS, COMO RÁDIO LOCAL, NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO. ................................................................................................. Queremos tão só e apenas que não nos castiguem com taxas e taxinhas, e cada dia com mais e mais exigências, inadmissíveis e absolutamente injustificadas. Até porque prestamos um SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA.   A Rádio Clube de Monsanto – A VOZ DA PORTUGALIDADE - tem um historial de 33 anos de sobrevivências com as maiores dificuldades financeiras e graves carências de recursos humanos. Simplesmente porque teimamos em resistir neste interior profundo e abandonado pelos mandantes do poder nacional e local. Estamos também a pagar o preço de sempre ter querido estar ao lado dos mais humildes, dos que lutam pela liberdade e pelos seus elementares direitos a uma digna vivência social. A liberdade é muito bonita…mas tem-nos dado muitas chatices. Mas queremos continuar a ser livres. Só não sabemos até quando temos forças para nos aguentar nesta dura batalha. Mas duma coisa temos a certeza: SÓ CAIREMOS DE PÉ. E se verdadeiramente quer ajudar a Comunicação Social, senhor Presidente da República, faça chegar este nosso angustiante apelo ao Governo que o senhor Professor Marcelo Rebelo de Sousa “teima em trazer ao colo”, com todo o devido respeito que nos merece o Supremo Magistrado da Nação.

Ler mais

O MADEIRO EM PENAMACOR

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-22 09:36:09

O MADEIRO EM PENAMACOR

  Recorde-se o Penamacor Vila Madeiro ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus. O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à excepção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o acto assume foros de festividade. De facto, no dia 8 de Dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tractores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.      

Ler mais

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR 2018 POR TERRAS DE IDANHA

Facebook

Escrito por CMIN em 2018-11-14 18:32:30

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR  2018 POR TERRAS DE IDANHA

A sexta edição do Fora do Lugar volta a "ocupar" Idanha-a-Nova - UNESCO Cidade Criativa da Música - de 23 de Novembro a 8 de Dezembro de 2018 - com música, histórias, passeios, desenho, viagens, conversa, troca e aprendizagem, bagagem de cá e de lá e descoberta no "lugar mais bonito do mundo"! Resultado da parceria entre a Arte das Musas e o Município de Idanha-a-Nova (e com o apoio do Ministério da Cultura e da Direcção Geral das Artes), este Festival assume-se como uma proposta do mundo rural virado para o país, para a Península Ibérica e para a Europa.  Com a direcção artística de Filipe Faria, o Fora do Lugar – Festival Internacional de Músicas Antigas é hoje um dos projectos culturais mais relevantes na área da música no país. Pondo em diálogo diferentes formas e tempos da música desafia a uma atitude perante as músicas antigas, e aborda, de um forma inovadora, os diálogos decorrentes dos conceitos binómios de erudito/popular e antigo/contemporâneo.   

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line