Notícias

PAVIMENTO PORTUGUÊS QUE PRODUZ ENERGIA TESTADO NA COVILHÃ

Escrito por Lusa / RCM em 2013-04-26 15:20:27

PAVIMENTO PORTUGUÊS QUE PRODUZ ENERGIA TESTADO NA COVILHÃ

Um novo pavimento desenvolvido em Portugal, que produz electricidade quando é pressionado por viaturas ou peões, vai ser testado pela primeira vez na via pública numa alameda da Covilhã. O conceito já é usado noutros países, mas o mecanismo português - designado "Wayenergy" - consegue gerar até "três vezes mais energia", disse Francisco Duarte, um dos criadores, à agência Lusa. Prevê-se que as obras de instalação, já em curso numa faixa de rodagem e numa passadeira da Alameda Pêro da Covilhã, junto ao hospital da cidade, estejam concluídas nos primeiros dias de Maio. A electricidade gerada vai alimentar os semáforos e novos painéis electrónicos informativos da zona, tornando-os auto-sustentáveis. Este teste vai ser uma das "provas de conceito" para validar a invenção, antes de a produzir em série e comercializar.

CASTELO BRANCO INVESTE 12,5 MILHÕES NO SECTOR AGRO-ALIMENTAR E NA INOVAÇÃO

Escrito por Lusa / RCM em 2013-04-24 12:56:38

CASTELO BRANCO INVESTE 12,5 MILHÕES NO SECTOR AGRO-ALIMENTAR E NA INOVAÇÃO

A Câmara de Castelo Branco tem em curso uma estratégia de apoio ao sector agro-alimentar e à criação de empresas inovadoras, no valor de 12,5 milhões de euros, disse à Lusa o presidente da autarquia, Joaquim Morão. O projecto da autarquia está assente em vários vectores, alguns dos quais já no terreno. Joaquim Morão destaca o Centro Apoio Tecnológico Agro-alimentar (CATAA) e a Melaria. O CATAA está situado no Parque Empresarial da cidade e pretende dar apoio às empresas para melhorarem a sua produção e, ao mesmo tempo desenvolver trabalho de investigação, através dos laboratórios ali instalados. A Melaria, também já construída, entrará em funcionamento a curto prazo. Será nessa estrutura que a autarquia vai instalar um Centro de Produção de Abelhas Rainhas. No sector agro-alimentar, o presidente do município explica que está também a ser implementado o projecto Terras da Beira Baixa.

UMA PANELA DE PRESSÃO – Por Ferreira Fernandes – DN

Escrito por Ferreira Fernandes - DN/RCM em 2013-04-20 15:33:15

UMA PANELA DE PRESSÃO  – Por Ferreira Fernandes – DN

A dona Ermelinda, da minha rua, tem uma panela de pressão Fagor. As panelas de pressão Fagor são espanholas e vendem-se muito em Portugal. E em Boston também, soube-se agora pelos irmãos Tamerlan e Dzhokhar. O mais velho, Tamerlan, tinha o hábito de usar um boné preto, de pala para os olhos. O caçula tinha boné branco, mas pala para trás, clássico. No meu bairro também há rapazes com bonés americanos. Olha, aproveitando aquilo das bombas na maratona, dava uma grande reportagem, aqui, com o Fagulhas, esse é pala sempre para trás, e o Tony do mercado, de pala à frente. É pena não serem irmãos, mas a coincidência é tremenda. Ainda por cima, o Fagulhas viveu em Boston. Quer dizer, não foi bem assim, mas quase: um primo é que esteve para ir para Newark e não teve visto. Nisto de reportagens precisamos de ser rigorosos, por isso não meto o Bertinho porque esse põe a pala de lado e não tenho nenhum checheno para comparar. Outra coisa que falha: por cá ninguém anda com panelas de pressão nas mochilas. Mas tendo chegado à fala com a dona Ermelinda, ela revelou-me: "Na mochila, não, mas quando fui comprar a minha Fagor ao Continente trouxe-a num saco de plástico." Parem as máquinas: tenho uma grande história! Num saco de plástico, dona Ermelinda? "Isso, e atrás vinha a minha cunhada com outra Fagor. Estavam em promoção", disse ela. Incrível, eram só cunhadas e não usavam boné, mas é uma história igualzinha à da América.    

VILA DE REI: TRIBUNAL ABSOLVE IRENE BARATA E OUTROS QUATRO ARGUIDOS

Escrito por Lusa / RCM em 2013-04-19 13:21:53

VILA DE REI: TRIBUNAL ABSOLVE IRENE BARATA E OUTROS QUATRO ARGUIDOS

O Tribunal da Sertã decidiu esta semana absolver os cinco arguidos no processo que envolvia a presidente da Câmara de Vila de Rei por alegados benefícios ilegais atribuídos a instituições sociais do concelho. O colectivo de juízes não atribuiu às provas documentais e testemunhais apresentadas pelo Ministério Público a mesma intenção de praticar prevaricação ou falsificação, dois dos crimes de que eram acusados a presidente Irene Barata e o vereador Paulo César. "O tribunal não conseguiu chegar lá, só se especulássemos ou fizéssemos uma caça as bruxas", referiu Augusta Palma, juíza presidente do colectivo. Por outro lado, em relação ao crime de peculato de que a autarca também era acusada, o tribunal entendeu que Irene Barata agiu de forma legítima, "em prol da acção social" no âmbito da qual os municípios têm "liberdade de escolher as formas" de apoio a instituições

TEJO INTERNACIONAL: QUERCUS CONTESTA PROPOSTA DE PLANO DE ORDENAMENTO

Escrito por Lusa / RCM em 2013-04-18 14:08:17

TEJO INTERNACIONAL: QUERCUS CONTESTA PROPOSTA DE PLANO DE ORDENAMENTO

A associação ambientalista Quercus vai contestar a possibilidade de navegação durante todo o ano nos rios no Parque Natural do Tejo Internacional, medida prevista na proposta de plano de ordenamento que está em consulta pública. Samuel Infante, dirigente da Quercus em Castelo Branco, disse à agência Lusa que a navegação deve continuar interdita entre os meses de Março e Julho, como hoje acontece, para não prejudicar a nidificação de aves protegidas: Cegonha Preta, Abutre Negro e Abutre do Egipto. Aquele responsável lamenta que o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) já tenha aberto uma excepção, ao autorizar desde 2011 a navegação durante todo o ano de um barco turístico entre Espanha e Castelo Branco e refere que a Quercus vai lutar contra quaisquer outras medidas no mesmo sentido.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 |

UM BOM ANO PARA TODOS

Facebook

Escrito por RCM em 2020-01-01 16:37:13

UM BOM ANO PARA TODOS

  Já estamos no novo ano, o ano do duplo 20, foi um ano referido para muita coisa, mas não passou de meras referências.   Dum modo geral, a nível económico e político, nada se espera de novo, o Governo continuará a sua evolução na continuidade, tentando equilibrar as contas públicas, com reduzido investimento público e com uma pesada carga fiscal.   Não se afigura grande vontade em contrariar a crise existente na generalidade da comunicação social, todavia têm-se verificado várias pressões, especialmente do Senhor Presidente da República que não perde uma única ocasião para se referir ao assunto.   Acresce a este problema a agudização da crise no sector da imprensa e, por arrastamento, grandes dificuldades para um número significativo de jornalistas, o que sensibiliza mais os políticos do que a situação da Rádio e dos seus profissionais, muitos deles também jornalistas. Porém, se qualquer medida for tomada, dificilmente o sector da Rádio será excluído, ainda que beneficie muito menos do que a Imprensa.   Existe a dúvida, mas também a esperança, sempre a esperança… de que talvez um dia percebam mesmo o problema, poderá ser neste novo ano, assim o desejamos.

Ler mais

PETIÇÃO PÚBLICA EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-12-28 19:12:57

PETIÇÃO PÚBLICA  EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

    Para que a Escola Superior de Gestão se mantenha com a sede, na Vila de Idanha-a-Nova, o Movimento pela sua Autonomia pede aos naturais, residentes e amigos do Concelho de Idanha-a-Nova e aos que defendem o interior do País, que assinem, com a máxima urgência, a petição pública que está on line, no facebook, ou em folhas de papel, distribuídas por todas as freguesias do Concelho. Este território não pode ser mais esvaziado. Este povo raiano não merece ser castigado. Contamos consigo, para garantir um futuro melhor para os nossos filhos e netos. Bem-haja.

Ler mais

LEI DA TRANSPARÊNCIA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-23 18:07:32

LEI DA TRANSPARÊNCIA

LEI DA TRANSPARÊNCIA   NFORMAÇÃO INSTITUCIONAL DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO (Publica-se nos termos da Lei da transparência nos meios da comunicação social) Director Executivo: Professor Joaquim Manuel da Fonseca a) - Capital Social: 142.047,72 €; b) - Sócio único e detentor da totalidade do capital social da empresa MONSANTORÁDIO; c) - Administrador e Gestor da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/…/pdf/administrador_e_gestor.pdf d) - Responsável pela orientação e pela supervisão do conteúdo das emissões da RCM; e) - Estatuto Editorial da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/ficheiros/pdf/estatuto.pdf

Ler mais

SECRETARIA DE ESTADO DAS FLORESTAS EM CASTELO BRANCO

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-20 13:53:13

SECRETARIA DE ESTADO DAS FLORESTAS EM CASTELO BRANCO

    O Governo vai instalar em Castelo Branco a Secretaria de Estado Conservação da Natureza, Florestas e do Ordenamento do Território. O antigo Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova regressa assim a Castelo Branco, onde no último ano trabalhou como Secretário de Estado da Valorização do Interior. O Governo retirou a Secretaria de Estado da Valorização do Interior de Castelo Branco, transferindo-a para Bragança, onde começou a funcionar na segunda-feira.

Ler mais

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-19 10:29:56

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR

DESPREZO PELA BEIRA INTERIOR   O Governo extinguiu a Secretaria de Estado da Valorização do Interior em Castelo Branco pouco mais de um ano depois de ter anunciado a sua instalação na cidade. A União dos Sindicatos de Castelo Branco diz que o interior "fica a ver navios". O organismo passa a estar sediado em Bragança, terra da nova titular da pasta, Isabel Ferreira. A ministra da Coesão Territorial, afirmou que este “é um sinal de que o Governo quer associar o conhecimento, as instituições de ensino superior, as autarquias e as associações empresariais para o desenvolvimento do Interior”, dizendo ainda que com a escolha de Bragança “é muito mais fácil aos actores que temos aqui no território ir bater à porta da Senhora Secretária de Estado e da sua equipa, e porque para nós é mais fácil acompanhar o que se passa no território, sempre de braço dado com os actores locais”. No comunicado em que anuncia a nova morada não é feita qualquer referência à anterior localização em Castelo Branco. A Secretaria de Estado da Valorização do Interior foi criada em Outubro do ano passado e teve como titular João Paulo Catarino, que com o novo Governo transitou para a pasta das florestas. Para os sindicatos da CGTP não faz sentido instalar a secretaria de estado consoante a origem do titular da pasta e demonstra a “ausência de uma verdadeira politica para o Interior e de coesão territorial”, com uma “lógica de ziguezague, traduzida em constantes mudanças de sedes e de rumo” com o objectivo de “esconder o falhanço das políticas e fazer crer que algo está a ser feito, com o único fito de criar expectativas (falsas) nas populações e fazer que anda sem andar”.   Reconquista - 18/11/2019

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2020 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line