Notícias

ÁLVARO ROCHA QUER QUE O TABACO VOLTE A SER CULTIVADO EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por RCM / Lusa em 2013-01-14 12:11:57

ÁLVARO ROCHA QUER QUE O TABACO VOLTE A SER CULTIVADO EM IDANHA-A-NOVA

A Câmara de Idanha-a-Nova mandou fazer um estudo que pode fazer com que o tabaco volte a ser cultivado naquela que já foi a maior zona de produção do país. A informação foi avançada pelo presidente do município. Segundo Álvaro Rocha há um industrial interessado em construir uma fábrica de processamento de tabaco que contactou agricultores da região no sentido de voltarem a plantar tabaco para lhe fornecer a matéria-prima. Os produtores pediram o envolvimento do município na análise do investimento, o que levou à realização de um estudo sobe a viabilidade de recuperar a cultura na campina de Idanha-a-Nova. "Os agricultores estão dispostos a aceitar o desafio", afirmou Álvaro Rocha, pelo que o trabalho está em curso e deverá estar concluído no segundo trimestre deste ano.

TRÂNSITO CORTADO NAS ESTRADAS DE ACESSO À SERRA DA ESTRELA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

Escrito por RCM / Lusa em 2013-01-13 16:47:36

TRÂNSITO CORTADO NAS ESTRADAS DE ACESSO À SERRA DA ESTRELA DEVIDO À QUEDA DE NEVE

O trânsito está cortado este Domingo nas estradas de acesso ao maciço central da Serra da Estrela devido à queda de neve, disse à agência Lusa uma fonte do Comando Geral da GNR. A mesma fonte precisou que a Estrada Nacional 338 que faz a ligação entre Piornos, Torre e Lagoa Comprida, no cimo da Serra da Estrela, está cortada nos dois sentidos. Também está cortada a via da Estrada Nacional 338 que liga Loriga à Lagoa Comprida, Manteigas e Piornos e a Estrada Nacional 339 que liga o Sabugueiro à Lagoa Comprida. O trânsito também está encerrado no troço da Estrada Nacional 553-2, que liga Bigorne a Resende. Segundo a fonte do Comando Geral da GNR, não há previsão de quando as estradas serão reabertas ao trânsito. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que substituiu o Instituto de Meteorologia, prevê para hoje queda de neve acima dos 600/800 metros, subindo para os 1.000/1.200 metros a partir do fim da manhã.

CASTELO BRANCO: PS JÁ TEM CANDIDATOS ÀS AUTÁRQUICAS EM 7 CONCELHOS DO DISTRITO

Escrito por RCM / Lusa em 2013-01-11 12:49:27

CASTELO BRANCO: PS JÁ TEM CANDIDATOS ÀS AUTÁRQUICAS EM 7 CONCELHOS DO DISTRITO

O Partido Socialista já escolheu os seus candidatos às autárquicas deste ano em sete dos 11 concelhos do distrito de Castelo Branco. A informação foi avançada pelo presidente da federação distrital, Joaquim Morão. O actual presidente da Câmara de Castelo Branco referiu que Luís Correia (Castelo Branco), Vítor Pereira (Covilhã), Armindo Jacinto (Idanha-a-Nova), João Paulo Catarino (Proença-a-Nova), Luís Pereira (Vila Velha de Ródão), Dias Rocha (Belmonte) e Ana Pires (Vila de Rei) são “os nomes escolhidos pelas estruturas do partido". Joaquim Morão afirmou que "as escolhas do PS para as próximas eleições autárquicas têm um denominador comum: a defesa intransigente do distrito e do interior contra os ataques violentos que estão a ser desferidos à região.

PADRE MOTARD PERSONALIDADE REGIONAL DO ANO

Escrito por RCM em 2012-12-31 18:26:24

PADRE MOTARD PERSONALIDADE REGIONAL DO ANO

José Fernando Cruz Lambelho Ramos o “padre motard” foi distinguido pela Rádio Clube de Monsanto como a personalidade regional do ano de 2012. Recordamos que o Padre José Fernando acompanhou em missão espiritual, no passado mês de Agosto, a meia centena de peregrinos à Terra Santa, em comemoração dos 27 anos da Rádio Clube de Monsanto, a todos tendo marcando de forma indelével e inesquecível. O Padre José Fernando luta desde 2005 contra uma doença grave e está a atravessar uma fase complicada e muito sofredora. O Padre José Fernando Cruz Lambelho é um ícone. Apaixonado por motos, conquistou milhares de fãs, que enchiam as suas megamissas. Um sacerdote único, que pode conhecer melhor no livro publicado pelas Edições Estrela Polar,  “PADRE MOTARD - BOAS CURVAS…SE DEUS QUISER” O livro é uma autobiografia. O padre José Fernando conseguiu conciliar o seu sacerdócio com o amor pelas motas, e foi o universo muito particular dos motards que, ao acolhê-lo, o retirou do anonimato, transformando-o numa figura de enorme popularidade a nível nacional. O seu carisma tem raízes numa profunda genuinidade, na fidelidade inabalável a si próprio, na capacidade de estar próximo das pessoas, de escutar sem julgar, sem nunca excluir e numa contagiante alegria de viver. "O padre Zé Fernando é o Sol!", dizem dele os "seus" motards. O surgimento de um cancro ("uma derrapagem…"), leva-o a fazer um desvio no seu percurso e a questionar-se, mas não à sua fé. Aceitando embora algumas limitações, vive agora um dia de cada vez, quase sem compromissos se não com os amigos, com a sua crença em Deus e na vida.  

GRANDE ROTA DO ZÊZERE PRONTA NO VERÃO DE 2013

Escrito por Lusa / RCM em 2012-12-28 13:20:14

GRANDE ROTA DO ZÊZERE PRONTA NO VERÃO DE 2013

A Grande Rota do Zêzere, com troços para fazer a pé, de bicicleta e canoa, deverá estar sinalizada e ter serviços instalados a partir do próximo verão. A informação foi avançada por Rui Simão, coordenador da rede de Aldeias do Xisto. A rota vai ligar a nascente, em Manteigas, no coração da Serra da Estrela, até à foz, em Constância. Actualmente decorre a marcação e delimitação de caminhos em vários concelhos, tais como Pampilhosa, Figueiró dos Vinhos, Pedrogão Grande, Sertã e Oleiros. Vai ser possível percorrer as paisagens que rodeiam o Rio Zêzere, que vão desde a mais alta e extensa cadeia montanhosa de Portugal, passando pelos campos cultivados e aldeias típicas até chegar ao Rio Tejo. Rui Simão explica que a Grande Rota do Zêzere está desenhada para ser feita "a pé, de bicicleta ou de canoa, quando houver aproximação a albufeiras".

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 |

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-31 16:34:21

NOVO ANO – MELHORES DIAS PARA AS RÁDIOS LOCAIS?

  Sendo a radiodifusão um serviço cultural de interesse público não tem merecido o devido reconhecimento pelo Estado Português, sendo até praticamente ignorado nos últimos anos.  Poderá dizer-se numa óptica optimista que o sector está estabilizado, mas também não será incorrecto afirmar que ele se encontra estagnado. É bom ter a noção da realidade. O Estado parece apostado na “morte lenta” das micro e pequenas empresas, onde se incluem a maioria das rádios portuguesas. Foi, aliás, aproveitando as leis desfavoráveis para as rádios, mas altamente benéficas para os representantes do direito de autor e direitos conexos, que a PassMúsica desencadeou uma ofensiva perante as rádios locais para além de tudo o que é razoável. Continua a ser correcto e actual afirmar-se que as rádios locais se encontram confrontadas com quatro grandes ameaças: 1. Ofensiva da PassMúsica, referente aos direitos conexos; 2. Constrangimentos causados pelo Estado, nomeadamente, excesso de regulamentação, regulação e fiscalização; 3. Dificuldades de mercado, causadas pela crise económica, sem perspécticas de regressão; 4. Concorrência de novos meios tecnológicos, através da internet. A Rádio Clube de Monsanto desde sempre tem sobrevivido com graves dificuldades financeiras e carência de recursos humanos, próprias duma aldeia do interior profundo. Esperamos que no Novo Ano de 2019 a situação melhore um pouquinho…para podermos comemorar os 34 anos ao serviço do Regionalismo e da Música Portuguesa, na sua companhia amiga. Vamos resistir enquanto tivermos forças, em homenagem e preito de reconhecimento ao nosso fiel auditório, que muito nos tem ajudado desde 1985. Bem hajam e votos de excelente Ano Novo, sobretudo com saúde, paz, esperança e luz, não esquecendo as comunidades da diáspora, que nos acompanham, em todo o mundo, através do nosso site www.radiomonsanto.pt já com 9.397.034 de visitas.  

Ler mais

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

Facebook

Escrito por RCM em 2018-12-03 10:10:07

IDANHA APROVA ORÇAMENTO DE 24 MILHÕES PARA 2019

  A Câmara de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, aprovou a proposta de orçamento para 2019, no valor de 24 milhões de euros, mais dois milhões face ao orçamento deste ano, foi hoje anunciado. O orçamento foi aprovado por maioria pelo executivo de maioria socialista, com o voto contra do vereador do PSD. Segundo o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, o orçamento para 2019 reflecte o investimento na captação de programas comunitários que o executivo conseguiu durante este ano. "2019 será um ano de muita exigência para a concretização dos projectos que temos em curso, nomeadamente no âmbito da economia verde e na afirmação de Idanha-a-Nova como biorregião", disse. O autarca adianta que vai ser um orçamento de continuidade e de afirmação da estratégia definida pelo município em áreas como a social ou a economia, com destaque para sectores como a educação, saúde e habitação. "Estamos apostados na captação de empresas inovadoras no sentido de criar mais riqueza e emprego e trazer e fixar mais famílias para o concelho", sustentou. Armindo Jacinto sublinha ainda o "forte investimento" que vai ser feito na habitação, sobretudo com a implementação de planos de acção para a reabilitação urbana em todas as freguesias de Idanha-a-Nova e não apenas na sede de concelho.  

Ler mais

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-29 15:15:28

NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO.

SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA NÓS, COMO RÁDIO LOCAL, NÃO QUEREMOS SUBSÍDIOS DO ESTADO. ................................................................................................. Queremos tão só e apenas que não nos castiguem com taxas e taxinhas, e cada dia com mais e mais exigências, inadmissíveis e absolutamente injustificadas. Até porque prestamos um SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA.   A Rádio Clube de Monsanto – A VOZ DA PORTUGALIDADE - tem um historial de 33 anos de sobrevivências com as maiores dificuldades financeiras e graves carências de recursos humanos. Simplesmente porque teimamos em resistir neste interior profundo e abandonado pelos mandantes do poder nacional e local. Estamos também a pagar o preço de sempre ter querido estar ao lado dos mais humildes, dos que lutam pela liberdade e pelos seus elementares direitos a uma digna vivência social. A liberdade é muito bonita…mas tem-nos dado muitas chatices. Mas queremos continuar a ser livres. Só não sabemos até quando temos forças para nos aguentar nesta dura batalha. Mas duma coisa temos a certeza: SÓ CAIREMOS DE PÉ. E se verdadeiramente quer ajudar a Comunicação Social, senhor Presidente da República, faça chegar este nosso angustiante apelo ao Governo que o senhor Professor Marcelo Rebelo de Sousa “teima em trazer ao colo”, com todo o devido respeito que nos merece o Supremo Magistrado da Nação.

Ler mais

O MADEIRO EM PENAMACOR

Facebook

Escrito por RCM em 2018-11-22 09:36:09

O MADEIRO EM PENAMACOR

  Recorde-se o Penamacor Vila Madeiro ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus. O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à excepção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o acto assume foros de festividade. De facto, no dia 8 de Dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tractores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.      

Ler mais

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR 2018 POR TERRAS DE IDANHA

Facebook

Escrito por CMIN em 2018-11-14 18:32:30

7º FESTIVAL FORA DO LUGAR  2018 POR TERRAS DE IDANHA

A sexta edição do Fora do Lugar volta a "ocupar" Idanha-a-Nova - UNESCO Cidade Criativa da Música - de 23 de Novembro a 8 de Dezembro de 2018 - com música, histórias, passeios, desenho, viagens, conversa, troca e aprendizagem, bagagem de cá e de lá e descoberta no "lugar mais bonito do mundo"! Resultado da parceria entre a Arte das Musas e o Município de Idanha-a-Nova (e com o apoio do Ministério da Cultura e da Direcção Geral das Artes), este Festival assume-se como uma proposta do mundo rural virado para o país, para a Península Ibérica e para a Europa.  Com a direcção artística de Filipe Faria, o Fora do Lugar – Festival Internacional de Músicas Antigas é hoje um dos projectos culturais mais relevantes na área da música no país. Pondo em diálogo diferentes formas e tempos da música desafia a uma atitude perante as músicas antigas, e aborda, de um forma inovadora, os diálogos decorrentes dos conceitos binómios de erudito/popular e antigo/contemporâneo.   

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line