Notícias

CASTELO BRANCO: CALL CENTER DA SEGURANÇA SOCIAL FECHA DEFINITIVAMENTE

Escrito por Lusa / RCM em 2012-12-05 12:11:14

CASTELO BRANCO: CALL CENTER DA SEGURANÇA SOCIAL FECHA DEFINITIVAMENTE

O Centro de Contacto de Castelo Branco vai encerrar definitivamente hoje, anunciou o Instituto da Segurança Social (ISS), justificando a medida com "uma significativa redução de custos". O atendimento telefónico será garantido "através do modelo implementado em Julho", ou seja, realizado por funcionários da Segurança Social em vários pontos do país, anunciou o ISS em comunicado. Assim, a operação de atendimento telefónico vai ser mantida, "embora cesse a operação existente até à data no Centro de Contacto de Castelo Branco". Em Junho, 400 funcionários do centro de atendimento telefónico, 231 dos quais efectivos, ficaram sem emprego, despedimentos justificados pelo ministro da Solidariedade e Segurança Social, Pedro Mota Soares, com o modelo financeiramente "insustentável" da estrutura.

CASTELO BRANCO: BANCO ALIMENTAR RECOLHEU 22 TONELADAS DE ALIMENTOS

Escrito por em 2012-12-03 12:40:59

CASTELO BRANCO: BANCO ALIMENTAR RECOLHEU 22 TONELADAS DE ALIMENTOS

O Banco Alimentar Contra a Fome recolheu este fim-de-semana na zona de Castelo Branco cerca de 22 toneladas de alimentos, mais duas do que em maio deste ano. Para estes números contribuíram as dádivas dos concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Proença-a-Nova, Vila Velha de Ródão e Penamacor. Para os responsáveis a acção "decorreu muito bem, tendo sido superadas todas as expectativas. Mais uma vez, os beirões demonstraram toda a sua capacidade de entreajuda e espírito de solidariedade, o que apraz registar na actual conjuntura". Apesar de todas as dificuldades financeiras, as pessoas, conscientes da actual situação, responderam positivamente e com generosidade quer nas dádivas efectuadas quer na participação em termos de campanha, a maior e a mais estruturada feita até ao momento nesta zona do país. Na internet continua a decorrer, até dia 9, a Campanha do Banco Alimentar online – através do site www.alimentestaideia.net

SERRA DA ESTRELA: NEVÃO ENCERRA ESTRADAS DO MACIÇO CENTRAL

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-30 12:16:14

SERRA DA ESTRELA: NEVÃO ENCERRA ESTRADAS DO MACIÇO CENTRAL

Um nevão obrigou ao encerramento das estradas do maciço central da Serra da Estrela, disse à agência Lusa fonte do Centro de Limpeza de Neve nos Piornos. Segundo a mesma fonte, a neve cai com intensidade desde as 5h30 e as estradas foram encerradas pelas 6h. Está fechada a principal via, entre Piornos, Torre e Sabugueiro, bem como a estrada entre Lagoa Comprida e Loriga. A ligação entre Piornos e Manteigas está aberta, mas poderá ser encerrada a todo o momento se a neve continuar a cair.  Em Piornos, a temperatura pelas 8h45 era de um grau negativo.

BEIRA INTERIOR: PRODUÇÃO DE AZEITE COM QUEBRAS ENTRE OS 50 E 70 POR CENTO

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-29 12:29:00

BEIRA INTERIOR: PRODUÇÃO DE AZEITE COM QUEBRAS ENTRE OS 50 E 70 POR CENTO

A Associação de Produtores de Azeite da Beira Interior (APABI) prevê que a produção deste ano registe uma quebra entre 50 e os 70 por cento em relação ao ano passado. Os números são avançados pelo presidente da associação, João Pereira, salientando que "a quebra é muito acentuada e ultrapassa nalgumas zonas os 70 por cento". Os olivais de sequeiro, que são predominantes na região, são os mais afectados pela queda da produção, devido à seca e ao ataque de pragas como a mosca, que leva ao apodrecimento do fruto quando ainda está nas árvores. Embora conte com os regadios de Idanha-a-Nova e da Cova da Beira, a Beira Interior "é a região que tem menos taxa de olival irrigado quando comparada com as restantes zonas do país", explicou o presidente da APABI.

SAÚDE: FORMAÇÃO MÉDICA EM RISCO

Escrito por Sol / RCM em 2012-11-27 15:19:46

SAÚDE: FORMAÇÃO MÉDICA EM RISCO

Os hospitais universitários têm cada vez menos partos devido à baixa da natalidade e ao excesso de oferta de serviços.  A situação está a ameaçar a qualidade de ensino a alunos e internos. Os hospitais universitários deparam-se com uma quebra do número de partos, sendo o caso mais grave o que se vive no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde este ano apenas se irão realizar 2.350, quando no ano passado se fizeram 2.674 partos. Também o Hospital Universitário da Covilhã, pertencente à Universidade da Beira Interior, se depara com uma situação preocupante. Ali fazem-se apenas cerca de 650 partos e na carta hospitalar – documento feito pela Entidade Reguladora de Saúde (em discussão pública até 31 de Dezembro) – os peritos defendem mesmo o seu encerramento e a junção deste ao Hospital de Castelo Branco que faz 400 partos por ano e que poderia integrar também o Hospital da Guarda (que faz 750 partos/ano). No entanto, esta questão não é pacífica no sector onde há muitos médicos que consideram a opção de fecho da Covilhã uma tragédia.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 |

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-22 12:51:56

FAMÍLIA PAULOURO SAI DO “JORNAL DO FUNDÃO”

Na quinta-feira, 12 de Abril, a família Paulouro vendeu à Global Media Group os 39% de capital que mantinha no Jornal do Fundão (JF). Termina, deste modo, a história ímpar de uma publicação, nascida em 1946, que, pela defesa da Beira interior e, sobretudo, pela qualidade dos seus suplementos culturais, teve uma dimensão nacional e de referência na luta contra a ditadura. Há tempos calaram a Rádio Jornal do Fundão...por sinal ligada, directa ou indirectamente, ao mesmo grupo. ………………………………………… “Agora, pela primeira vez, a família de António Paulouro deixará, com mágoa, de ter qualquer responsabilidade nos destinos do “Jornal do Fundão”, que configura um património inestimável na história da imprensa portuguesa. Termina um ciclo de 72 anos.” Aqui fica o nosso muito sincero abraço solidário.

Ler mais

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-17 18:56:45

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

PATRIMÓNIO CULTURAL E TURISMO SUSTENTÁVEL DE GERAÇÃO PARA GERAÇÃO   O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se celebra a 18 de Abril, este ano tem como tema “Conhecer, Explorar, Partilhar”, pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Em cada terra, erguem-se monumentos que nos levam para as nossas origens, para as nossas raízes.  Castelos, muralhas, pelourinhos, pontes, museus, igrejas, alminhas e casas senhoriais dão forma e beleza a tantos povos espalhados nas encostas, nas planícies e nos vales de um território tão esquecido.  “Património Cultural e Turismo Sustentável” é o desafio do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala, na quarta-feira, 18 de Abril de 2018. A data pretende promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e protecção. Instituída a 18 de Abril de 1982 pelo ICOMOS – Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, uma associação de profissionais da conservação do património, esta data foi aprovada pela UNESCO em 1983.  

Ler mais

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-14 20:38:50

MONSANTO ELEITO DESTINO CINCO ESTRELAS

A aldeia histórica de Monsanto foi distinguida com o galardão Portugal Cinco Estrelas, que visa premiar o que de melhor existe no país, desde marcas empresariais aos ícones do património nacional. O galardão foi entregue a 12 de Abril em Lisboa, numa gala no Teatro Thalia, e recebido por Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. “Este é mais um reconhecimento de Monsanto como destino de excelência, a somar a outros igualmente espontâneos como a eleição de Monsanto nas 30 aldeias e vilas mais bonitas da Europa por 300 profissionais da Associação de Agências de Viagem do Japão ou a reportagem elogiosa que a BBC dedica este mês a Monsanto”, refere Armindo Jacinto. Após as distinções internacionais que Monsanto tem merecido nos últimos anos, o reconhecimento acontece agora também no mercado interno. O prémio Cinco Estrelas vem reforçar o prestígio e a notoriedade de Monsanto, mas também do concelho de Idanha-a-Nova e do território do Geopark Naturtejo – Geoparque Mundial da UNESCO, que tem na “Aldeia Mais Portuguesa” um dos seus principais ícones. Esta foi a primeira edição do galardão Portugal Cinco Estrelas, criado para distinguir os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o nosso país e o tornam num destino verdadeiramente cinco estrelas, bem como as marcas exclusivamente de origem portuguesa. Monsanto foi um dos vencedores ao nível do património nacional, na categoria “Aldeias e Vilas”, após mais de 200 mil votos online.

Ler mais

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

Facebook

Escrito por rcm em 2018-04-06 10:58:10

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO

RECONHECIMENTO E GRATIDÃO EM MONSANTO...Vale mais tarde do que nunca... Maria Leonor Carvalhão Buescu (1932-1999), investigadora, ensaísta e professora universitária, foi homenageada, a título póstumo, com a atribuição do seu nome a um largo em Monsanto, sua terra natal. A cerimónia teve lugar no passado dia 31 de Março, reunindo familiares e amigos num largo junto da casa onde residiram os seus falecidos pais. Pelo seu trabalho em prol da cultura portuguesa, o nome desta Monsantina, já há muito que também faz parte da toponímia de Lisboa e da Amadora.  

Ler mais

PALESTRA " A CULTURA CELTA NA BEIRA BAIXA"

Facebook

Escrito por RCM em 2018-04-02 16:19:08

PALESTRA

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line