Notícias

MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA

Escrito por RCM em 2013-05-20 12:10:10

MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA

O tempo de pôr fim a este rumo de desastre é o tempo de hoje. Tempo de protesto e de recusa. Tempo de mobilização de toda a inteligência, de toda a criatividade, de toda a liberdade, de toda a cólera contra uma política que chama “austeridade” à imposição de um brutal retrocesso histórico. Defender a Cultura é uma das mais inadiáveis formas de fazer ouvir todas as vozes acima do medíocre ruído dos “mercados”. Trabalhar na cultura em Portugal. As necessidades e as dificuldades. Exploração, precariedade, desemprego, trabalho sem direitos. Desistência e emigração. As garantias de liberdade de criação e difusão. Desresponsabilização e desinvestimento do Estado. As políticas de desmantelamento da estrutura do Estado de apoio à cultura e às artes. É ou não, no momento presente, o elogio do mecenato uma estratégia para acabar com esse apoio. Os limites do mercado e da indústria. A colonização cultural. O direito de todos à criação e fruição. Associativismo e ensino artístico. O direito dos mais jovens ao seu momento inadiável de criar e de exercer as suas capacidades. Para debater e para conhecer melhor a situação em cada área da actividade cultural, até 28 de Maio, diversas entidades e grupos de cidadãos vão desenvolver na zona de Lisboa, várias actividades enquadradas na temática “CULTURA É TRABALHO – MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA”. Programa em: http://emdefesadacultura.blogspot.pt/

LINHARES DAS BEIRA CONJUNTO DE INTERESSE HISTÓRICO

Escrito por RCM/O INTRERIOR em 2013-05-18 11:42:56

LINHARES DAS BEIRA CONJUNTO DE INTERESSE HISTÓRICO

O jornal O INTERIOR destaca esta semana a classificação da zona mais antiga de Linhares da Beira, no distrito da Guarda, como conjunto de interesse histórico pela Direcção Geral do Património Cultural (DGPC), que justifica a decisão pelo elevado valor patrimonial da antiga vila medieval. Um bom exemplo para outras aldeias históricas onde não se acautela e conserva o traçado urbanístico, nem sequer se respeitam os elementos arquitectónicos presentes em diversas casas e os vestígios de importantes comunidades judaicas, uma das forças mais dinâmicas durante a Baixa Idade Média. Para não falar já da não manutenção das fachadas existentes e da interdição de ampliações quer em altura quer em logradouros. Sobre esta classificação patrimonial de Linhares da Beira pode ver mais em: http://radiomonsanto.pt/ficheiros/pdf/linhares_pag_12.pdf

IDANHA-A-NOVA RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA «SALVA A TERRA» EM JUNHO

Escrito por em 2013-05-15 13:01:02

IDANHA-A-NOVA RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA «SALVA A TERRA» EM JUNHO

A Quercus de Castelo Branco, o projecto musical Velha Gaiteira e o município de Idanha-a-Nova estão a organizar um Eco Festival de Música, o «Salva a Terra», que se vai realizar de 7 a 10 de Junho em Salvaterra do Extremo (Idanha-a-Nova). Com este evento pretende-se incrementar os valores da solidariedade, do compromisso, da cooperação e do voluntariado tendo sempre como pano de fundo a conservação e defesa da Natureza. Além dos concertos em diversos espaços, os participantes poderão usufruir de conferências, percursos interpretativos na natureza, workshops temáticos nas áreas do ambiente, música e danças tradicionais. Esta iniciativa pretende angariar fundos para que o CERAS - Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens de Castelo, projecto que decorre há já mais de 10 anos, adquira mais e melhores meios para recuperar um número crescente de animais selvagens que chegam até nós a necessitar de cuidados médico-veterinários e continue com a eficácia e eficiência que lhe é reconhecida «Salva a Terra» é um festival bianual que vai na 3ª edição e que acontecerá dentro do Parque Natural do Tejo Internacional. As receitas obtidas revertem a 100% para o CERAS. O Ceras funciona exclusivamente com trabalho voluntário desde 1998 e já recebeu mais de 1700 animais selvagens, contando com uma taxa de recuperação positiva de 60% de animais devolvidos à natureza.

SAFARI BMW EM TERRAS DE IDANHA

Escrito por RCM/ESCAPE LIVRE em 2013-05-13 17:48:16

SAFARI BMW EM TERRAS DE IDANHA

No passado fim-de-semana o concelho de Idanha-a-Nova foi o palco escolhido pelo Clube Escape Livre para a aventura BMW X Experiencie, destinada aos BMW com tecnologia driver, e o balanço não podia ser mais positivo: os participantes gostaram tanto das experiências vividas, que prometeram voltar. Está cumprido, pois, mais um objectivo do Clube Escape Livre da Guarda: promover o turismo e as regiões por onde passa, através de aventuras com qualidade.  A Rádio Clube de Monsanto, directamente do seu Centro Emissor no Castelo de Monsanto, através da nova torre recentemente implantada, garantiu a melhor cobertura via rádio, assegurando a todos os participantes as indispensáveis condições de comunicação e segurança durante os dias em que decorreu este Safari todo o terreno, por terras do concelho de Idanha-a-Nova. Foi em plena primavera a chamar o verão, com excelentes temperaturas a convidar às saídas pelo campo, pelas alturas graníticas da raia e pelas margens do Erges que decorreu o BMW X Experience / Geopark Naturtejo, neste fim-de-semana. As potencialidades turísticas e a variedade de experiências deste passeio foram o mote que levou cerca de uma centena de pessoas e 33 viaturas dos modelos X1 (xDrive), X3 e X5 da BMW a participar neste espécie de viagem no tempo, que integrou visitas e conhecimento desde os vestígios de há 480 milhões de anos, o jantar medieval, os santuários centenários e as estruturas e os prazeres terrenos mais contemporâneos. O passeio encerrou com o almoço e a entrega de Troféus SPAL onde Helder Boavida, director da BMW Portugal, agradeceu a todos a participação em “mais um extraordinário encontro BMW por fora de estrada e de grande qualidade”. A RCM sente-se honrada e prestigiada por, ainda que de forma modesta, ter contribuído para o sucesso de mais este interessante evento do Clube Escape Livre, da cidade da Guarda, fundado e dirigido há mais de quarenta anos, pelo nosso amigo Dr. Luís Celínio, a quem agradecemos mais esta grande promoção e divulgação das terras Idanhenses.

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

Escrito por RCM em 2013-05-13 07:58:31

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 |

FESTIVAL GIACOMETTI

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-14 15:11:05

FESTIVAL GIACOMETTI

FESTIVAL DE HOMENAGEM A MICHEL GIACOMETTI EM FERREIRA DO ALENTEJO – 30 de Maio a 2 de Junho MÚSICA, GASTRONOMIA, ARTES & OFÍCIOS, DANÇA, ANTROPOLOGIA E CINEMA. Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um espectacular cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora. O incontornável etno-musicólogo da salvaguarda da Cultura Popular Portuguesa, Michel Giacometti, oriundo da Córsega, deixou-nos um manancial de documentos fotográficos, sonoros e escritos, assim como uma extraordinária colecção de instrumentos musicais e objectos etnográficos, uma herança patrimonial determinante para o entendimento do contexto social, político e cultural do mundo português arcaico, infelizmente em desintegração.  Este homem tanto nos inspira e nos estimula na preservação da NOSSA TRADIÇÃO.   ………………………………………………………………   AS GUARDIÃS DA ARTE DE TOCAR ADUFE Dia 1 de Junho em Ferreira do Alentejo   Concerto pelas Adufeiras de Monsanto, numa interligação especial da artista Celina da Piedade, que toca também com dois grupos corais femininos de Ferreira do Alentejo e com o seu convidado especial Tim (vocalista dos Xutos e Pontapés), que invulgarmente vai tocar viola campaniça. O icónico Tim dos Xutos e Pontapés, diz estar encantado de se juntar às Adufeiras de Monsanto, tanto mais que vai ser um momento triunfal pois estarão dois grupos femininos de cante alentejano também em cima do palco.  O grupo das Adufeiras de Monsanto é reconhecido internacionalmente e faz jus às suas raízes nas tradições ancestrais da Aldeia Mais Portuguesa, uma terra rica em lendas ligadas aos rituais da Primavera.  Promovendo o extraordinário património cultural de Monsanto com os seus fatos coloridos, canções e ritmos do adufe, um instrumento feminino por excelência que trespassou contextos religiosos e teve a sua proliferação na Península Ibérica nos séculos XI e XII.  Na sua constituição actual, as Adufeiras de Monsanto, oferecem um autêntico privilégio para os que assistem às suas actuações. A não perder pelas 21:30 na PRAÇA COMENDADOR INFANTE PASSANHA EM FERREIRA DO ALENTEJO.

Ler mais

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-05 14:12:17

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Ler mais

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-02 19:32:20

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

  Rádio Clube de Monsanto há 34 anos ao Serviço do Território da Idanha, no País e no Mundo. “O nosso passado é a nossa MEMÓRIA e o que a nossa MEMÓRIA não guarda nunca ocorreu ainda que tenha ocorrido”.

Ler mais

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-30 14:43:54

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Ler mais

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-17 13:01:43

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA UM TESTEMUNHO DE AFONSO ALMEIDA BRANDÃO     Na sua fase inicial de vida é sabido que ainda chegou a exercer Medicina cerca de um ano. Posteriormente, a sua veia de Escritor falou mais forte e acabaria por escrever vários Livros excepcionais que deixaria a Título Póstumo. Conheci o Fernando Namora nos inícios da Década de 80 Anos, da 2º Metade do Séc. XX.   Ele no Inverno refugiava-se na aldeia do Magoito (localidade a cerca de 10 Km. de Sintra), na Vivenda do dono da Editora das EDIÇÕES 70, para escrever. Chegava a ficar por lá 3 a 4 meses alojado. Vinha à Vila almoçar por volta das 15 horas (sempre no Café Lé) e, à noite, ficava por casa a ver TV, outras vezes a ouvir Música Clássica ou a escrever. Invariavelmente, bebia um Chá acompanhado de uma Torradas. Deitava-se, regra geral, entre as 3 e as 4 horas da madrugada.    Eu e o Eng. Eduardo Silva --- o dono das EDIÇÕES 70, à época --- cedia-lhe a sua Vivenda gratuitamente para ele escrever. Raro era o dia em que nós os três não estávamos juntos. EU vivia no Magoito com a minha ex-Mulher (e que por lá continua) e o Eduardo vinha de Lisboa ao Magoito, todos os dias, e ficava instalado na Residencial Central, do velho Nuro Gulamhussen, um comerciante de nacionalidade indiana, mas naturalizado português há muitos anos.      Estas estadias do Fernando Namora, no Inverno, na Aldeia do Magoito, foram frequentes ao longo de vários anos. A Amizade entre AMBOS (Escritor e Editor) era uma Amizade antiga de tempos de Escola e Meninice). Recordo, com saudade, estes encontros.Já lá vão quase 40 Anos, como o Tempo passa, Meu Deus!   Por vezes EU e o Eduardo íamos visitá-lo à noite. Do Centro da Aldeia e do Café onde estávamos, à casa onde se encontrava o Fernando Namora, eram 600 metros, mais coisa-menos coisa. Aparecíamos de surpresa e ele ficava feliz por nos ver.    Numa certa noite chegou mesmo a desabafar: «Ainda bem que vocês apareceram. Estou sem paciência para escrever, não sai nada de jeito... Vamos comemorar, ouvir música e conversar. A escrita fica para amanhã...». E os três acabávamos, assim, por entrar pela Noite dentro, ao som de música Clássica (na maioria das vezes, com trechos de Chopin), tendo como única companhia uma garrafa de Whisky.Velho -- 12 Anos, um pacote de Bolacha Maria e muita conversa animada e bem disposta.   Ambos já não estão entre nós, infelizmente.Tenho Saudades, imensas Saudades deles e daquele Tempo.  São tempos que não voltam mais... nunca mais... Ficaram "enterrados" no Passado...   Recordo-os, agora e hoje, com os olhos marejados de lágrimas, estes dois bons Amigos Nobres --- e que faziam o favor de me aturar e acolher nos seus convívios e serões inesquecíveis...   Paz à Vossa Alma e até um Dia!   Afonso Almeida Brandão

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line