Notícias

SINDICATO TÊXTIL DA COVILHÃ ENTREGA CARTAS DE DESPEDIMENTO A 40 TRABALHADORAS

Escrito por Lusa / RCM em 2013-09-09 14:08:24

SINDICATO TÊXTIL DA COVILHÃ ENTREGA CARTAS DE DESPEDIMENTO A 40 TRABALHADORAS

A empresa têxtil Craveiro & Carvalho, do Tortosendo, no concelho da Covilhã, entregou hoje cartas de despedimento a cerca de 40 trabalhadoras, informou a União dos Sindicatos de Castelo Branco (USCB). Luís Garra, o coordenador da USCB e dirigente do Sindicato Têxtil da Beira Baixa, disse que a empresa do concelho da Covilhã "tem vindo a pagar os salários com muito atraso" e que as trabalhadoras "meteram cartas de suspensão dos contractos várias vezes e quando terminava o prazo a empresa pagava o salário". Segundo a USCB, as trabalhadoras foram para férias a partir de 15 de agosto "sem receber o salário do mês de Julho", voltando hoje à empresa, onde terão sido confrontadas com as cartas de despedimento. Luís Garra adiantou que está em falta o pagamento dos salários de Julho e de agosto.

GNR DETIDO POR CONDUZIR SEM CARTA

Escrito por RCM/Correio da Manhã em 2013-09-06 10:08:56

GNR DETIDO POR CONDUZIR SEM CARTA

Um militar da GNR foi detido por colegas, em Albufeira, por conduzir sem carta de condução. Foi ouvido no Tribunal de Albufeira, ontem à tarde, e corre o risco de ser expulso da força de segurança. A infracção, ao que o CM apurou, foi detectada durante uma operação de fiscalização de trânsito. O militar, com cerca de 25 anos, acabou este ano o curso de formação na GNR e estava colocado no Algarve como reforço durante o período de verão. Foi detido por colegas de Albufeira, que não lhe perdoaram a infracção grave, tendo em conta que devia dar o exemplo por integrar uma força de segurança. "Foi tratado como qualquer um dos cidadãos apanhados sem carta", assegurou ao CM fonte oficial da GNR, que recusou dar mais pormenores. Ao que o CM apurou, além do processo judicial em andamento no tribunal, o militar vai ser alvo de um processo disciplinar e corre o risco de ser expulso da GNR.

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS E COMUNICAÇÃO SOCIAL

Escrito por RCM/APR em 2013-09-04 11:19:16

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS E COMUNICAÇÃO SOCIAL

A respeito de eleições, debates, coberturas e tempos de antena, existe uma directiva da ERC publicada em 2009 e vários comunicados oficiais da CNE. Ainda que recentemente a ERC tenha querido concertar posições com a CNE, esta veio a esclarecer publicamente que nestas matérias é a si que lhe compete regular em exclusivo, aliás, esse entendimento já era claro no seu comunicado de 26 de Junho, onde se referia que “compete à Comissão Nacional de Eleições assegurar o tratamento jornalístico não discriminatório das diversas candidaturas desde o momento da marcação do acto eleitoral”. Por isso esse comunicado é para a Associação Portuguesa de Radiodifusão o único documento de referência e sobre o qual nos iremos pronunciar. A sua elaboração resultou da interpretação da Lei feita pela CNE e de acórdão do STJ. No parecer jurídico, solicitado pela APR aos seus advogados, é referido que existe “suporte legal bastante” por parte da CNE. Assim sendo, durante o período de campanha, no que respeite à cobertura jornalística de actos eleitorais e à organização de debates entre candidatos, deixa de valer a liberdade editorial de cada OCS, as regras são as definidas pela CNE, restando aos OCS duas opções, actuar segundo essas regras, ou não acompanhar as candidaturas nem organizar debates. Da leitura do referido comunicado, retiram-se três aspectos que importa analisar com atenção, a saber: o período do tempo em que compete à CNE regular o tratamento jornalístico; regras a observar no tratamento jornalístico e debates entre candidatos.

PATOS BRAVOS RESPONSÁVEIS POR MILHARES DE EMPREGOS

Escrito por Paulo Morais - Jornal de Notícias em 2013-09-03 10:29:49

PATOS BRAVOS RESPONSÁVEIS POR MILHARES DE EMPREGOS

A expressão "pato bravo" é normalmente associada aos empreiteiros da construção civil e remonta ao início do século XX quando uma "milícia de construtores tomarenses" começou a construir casas para venda em Lisboa, algo inédito à época. Os construtores civis são quem hoje verdadeiramente manda nas câmaras municipais. Na maioria dos concelhos, não há um único negócio com relevância económica que não passe pelas construtoras e suas associadas. Nada lhes escapa, a começar pelas obras públicas, sempre caras e por vezes de má qualidade. Os custos com trabalhos extraordinários raramente têm controlo, como o atestam as derrapagens nas contas dos estádios do "Euro" ou na expansão do metro de Lisboa.

ITÁLIA IRÁ ABOLIR LISTA DE RAÇAS DE CÃES PERIGOSOS E SUBSTITUÍ-LA PELA RESPONSABILIDADE DOS DONOS

Escrito por RCM em 2013-08-30 11:11:32

ITÁLIA IRÁ ABOLIR LISTA DE RAÇAS DE CÃES PERIGOSOS E SUBSTITUÍ-LA PELA RESPONSABILIDADE DOS DONOS

A Itália anunciou que vai abolir a lista de raças perigosas e substitui-la pela responsabilidade penal e civil dos donos de cães, além de proibir o adestramento para agressividade, o doping e as cirurgias estéticas — cachorro só vai entrar na faca se for por problemas de saúde. "Este é um dia histórico para as actividades do ministério sobre a relação homem e animal, um trabalho extraordinário dentro do quadro europeu", assinalou a vice-ministra da Saúde da Itália, Francesca Martini. O novo decreto sobre "cães e agressões" entra em vigor em Abril e prevê também que os veterinários deverão organizar um cadastro da cachorrada considerada violenta — e estes cachorros enfezados só poderão circular de coleira e focinheira. O decreto tem sete artigos e inclui algumas obrigações básicas, como aquela que prevê que o dono é o responsável pelas fezes que seu cão faz na rua, informou a agência de notícias Ansa.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 |

FESTIVAL GIACOMETTI

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-14 15:11:05

FESTIVAL GIACOMETTI

FESTIVAL DE HOMENAGEM A MICHEL GIACOMETTI EM FERREIRA DO ALENTEJO – 30 de Maio a 2 de Junho MÚSICA, GASTRONOMIA, ARTES & OFÍCIOS, DANÇA, ANTROPOLOGIA E CINEMA. Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um espectacular cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora. O incontornável etno-musicólogo da salvaguarda da Cultura Popular Portuguesa, Michel Giacometti, oriundo da Córsega, deixou-nos um manancial de documentos fotográficos, sonoros e escritos, assim como uma extraordinária colecção de instrumentos musicais e objectos etnográficos, uma herança patrimonial determinante para o entendimento do contexto social, político e cultural do mundo português arcaico, infelizmente em desintegração.  Este homem tanto nos inspira e nos estimula na preservação da NOSSA TRADIÇÃO.   ………………………………………………………………   AS GUARDIÃS DA ARTE DE TOCAR ADUFE Dia 1 de Junho em Ferreira do Alentejo   Concerto pelas Adufeiras de Monsanto, numa interligação especial da artista Celina da Piedade, que toca também com dois grupos corais femininos de Ferreira do Alentejo e com o seu convidado especial Tim (vocalista dos Xutos e Pontapés), que invulgarmente vai tocar viola campaniça. O icónico Tim dos Xutos e Pontapés, diz estar encantado de se juntar às Adufeiras de Monsanto, tanto mais que vai ser um momento triunfal pois estarão dois grupos femininos de cante alentejano também em cima do palco.  O grupo das Adufeiras de Monsanto é reconhecido internacionalmente e faz jus às suas raízes nas tradições ancestrais da Aldeia Mais Portuguesa, uma terra rica em lendas ligadas aos rituais da Primavera.  Promovendo o extraordinário património cultural de Monsanto com os seus fatos coloridos, canções e ritmos do adufe, um instrumento feminino por excelência que trespassou contextos religiosos e teve a sua proliferação na Península Ibérica nos séculos XI e XII.  Na sua constituição actual, as Adufeiras de Monsanto, oferecem um autêntico privilégio para os que assistem às suas actuações. A não perder pelas 21:30 na PRAÇA COMENDADOR INFANTE PASSANHA EM FERREIRA DO ALENTEJO.

Ler mais

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-05 14:12:17

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Ler mais

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-02 19:32:20

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

  Rádio Clube de Monsanto há 34 anos ao Serviço do Território da Idanha, no País e no Mundo. “O nosso passado é a nossa MEMÓRIA e o que a nossa MEMÓRIA não guarda nunca ocorreu ainda que tenha ocorrido”.

Ler mais

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-30 14:43:54

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Ler mais

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-04-17 13:01:43

CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA

NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE FERNANDO NAMORA UM TESTEMUNHO DE AFONSO ALMEIDA BRANDÃO     Na sua fase inicial de vida é sabido que ainda chegou a exercer Medicina cerca de um ano. Posteriormente, a sua veia de Escritor falou mais forte e acabaria por escrever vários Livros excepcionais que deixaria a Título Póstumo. Conheci o Fernando Namora nos inícios da Década de 80 Anos, da 2º Metade do Séc. XX.   Ele no Inverno refugiava-se na aldeia do Magoito (localidade a cerca de 10 Km. de Sintra), na Vivenda do dono da Editora das EDIÇÕES 70, para escrever. Chegava a ficar por lá 3 a 4 meses alojado. Vinha à Vila almoçar por volta das 15 horas (sempre no Café Lé) e, à noite, ficava por casa a ver TV, outras vezes a ouvir Música Clássica ou a escrever. Invariavelmente, bebia um Chá acompanhado de uma Torradas. Deitava-se, regra geral, entre as 3 e as 4 horas da madrugada.    Eu e o Eng. Eduardo Silva --- o dono das EDIÇÕES 70, à época --- cedia-lhe a sua Vivenda gratuitamente para ele escrever. Raro era o dia em que nós os três não estávamos juntos. EU vivia no Magoito com a minha ex-Mulher (e que por lá continua) e o Eduardo vinha de Lisboa ao Magoito, todos os dias, e ficava instalado na Residencial Central, do velho Nuro Gulamhussen, um comerciante de nacionalidade indiana, mas naturalizado português há muitos anos.      Estas estadias do Fernando Namora, no Inverno, na Aldeia do Magoito, foram frequentes ao longo de vários anos. A Amizade entre AMBOS (Escritor e Editor) era uma Amizade antiga de tempos de Escola e Meninice). Recordo, com saudade, estes encontros.Já lá vão quase 40 Anos, como o Tempo passa, Meu Deus!   Por vezes EU e o Eduardo íamos visitá-lo à noite. Do Centro da Aldeia e do Café onde estávamos, à casa onde se encontrava o Fernando Namora, eram 600 metros, mais coisa-menos coisa. Aparecíamos de surpresa e ele ficava feliz por nos ver.    Numa certa noite chegou mesmo a desabafar: «Ainda bem que vocês apareceram. Estou sem paciência para escrever, não sai nada de jeito... Vamos comemorar, ouvir música e conversar. A escrita fica para amanhã...». E os três acabávamos, assim, por entrar pela Noite dentro, ao som de música Clássica (na maioria das vezes, com trechos de Chopin), tendo como única companhia uma garrafa de Whisky.Velho -- 12 Anos, um pacote de Bolacha Maria e muita conversa animada e bem disposta.   Ambos já não estão entre nós, infelizmente.Tenho Saudades, imensas Saudades deles e daquele Tempo.  São tempos que não voltam mais... nunca mais... Ficaram "enterrados" no Passado...   Recordo-os, agora e hoje, com os olhos marejados de lágrimas, estes dois bons Amigos Nobres --- e que faziam o favor de me aturar e acolher nos seus convívios e serões inesquecíveis...   Paz à Vossa Alma e até um Dia!   Afonso Almeida Brandão

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line