Livro de Visitas

Assine o Livro de Visitas

Contacte através de:
SEDE
Rua dos Cebolinhos, 6
6060 - 091 MONSANTO IDN
PORTUGAL

Tel.: (+351) 277 314 415 / 418
Fax: (+351) 277 314 254
Tlm: (+351) 96 921 63 05


DELEGAÇÃO EM CASTELO BRANCO
Urbanização Quinta Nova
Rua Mons. Alfredo Serra Magalhães
Lote 6 - 3º Frente
6000-494 Castelo Branco
PORTUGAL

Tlm: (+351) 96 921 63 05

Email: geral@radiomonsanto.pt

Veja quem assinou

TERESA DIONÍSIO – LISBOA

Parabéns!

É Sempre bom vermos o nosso trabalho ser reconhecido não é?
O senhor merece todo o reconhecimento pela sua dedicação à nossa querida terra que, por opção, é a sua terra do coração.

Um grande bem haja pelo árduo trabalho que tem vindo a desenvolver há mais de 25 anos na Rádio Clube de Monsanto, trabalho esse que tem fortemente contribuído para a divulgação da nossa terra, dando a conhecer ao mundo o que de melhor temos para oferecer a quem nos visita.

Um grande abraço para si e para a sua família de uma Monsantina orgulhosa da sua terra e de quem luta por ela.

Teresa Dionísio


2012-04-19

JOÃO VASCO DE ÁVILA DE SOUSA BARCELOS – PONTA DELGADA - AÇORES


Meu caro Joaquim Fonseca,

Alegra-me ouvir de si na TVI e sobretudo por mais um reconhecimento do trabalho tão meritório prestado por si, como seu fundador, e pela Rádio Monsanto desde 1985 à aldeia de Monsanto, à zona Raiana e a Portugal. Também felicito a restante equipa de colaboradores, e entre eles os seus filhos, um deles jornalista, de que li há dias um artigo sobre Timor, enviado por amiga comum .
Gostei muito de o rever, e continua de aspecto jovial nos seus 67 anos e desejo-lhe muita saúde e força para continuar a aguentar as chatices com paciência como um preço que paga pela sua Liberdade de radialista, numa causa que é de dedicação e paixão e que proporciona companhia a tanta gente nesse Portugal genuíno, profundo, raiano.
Obrigado e Parabéns!!

Receba também uma genuína mensagem de reconhecimento pelo seu/vosso trabalho, dum Português açoriano que, mesmo longe, no meio do Atlântico, tem o privilégio de ouvir a sua rádio, com a sua voz duma sonoridade tão agradável, de boa música e de causas humanas e de boa fé!
Felicitações e para si um Grande Abraço de Amizade!

João Barcelos

2012-04-19


JOSÉ ANTÓNIO LOPES DOS SANTOS – LARANJEIRO

Rui Pedro:

Começo por dizer que não conheço Timor, mas tenho acompanhado com interesse tudo quanto é noticiado relativamente ao território, devo dizer em relação a todos os territórios das ex-colónias. Quem como eu passou quase oito anos repartidos entre a Guiné e Angola não pode ficar indiferente ao que passa com os povos com quem convivemos tantos séculos. Preocupo-me quando surgem problemas como os que estão a acontecer agora na Guiné, quando o meu desejo é que aqueles povos vivam em paz e prosperidade. Lendo o seu artigo noto que existe aí um grande amor por aquele povo, que compartilho, mas também o retrato fiel das preocupações e anseios dos seus dirigentes e candidatos e, mesmo o povo aquele povo que fala preocupado com os seus jovens. Infelizmente isso também nos toca, mas Caro Rui Pedro o que diz no seu artigo corresponde á análise que fazia pelo que tenho lido e ouvido, bem haja pelo seu trabalho que a todos nos enriquece pelo conhecimento.

Os melhores cumprimentos,
José Santos

2012-04-19

ANTÓNIO DE ALMEIDA SERRANO - PALMELA


Monsanto uma aldeia a visitar

Monsanto há muito estava no meu roteiro.
Ouço, pela Internet, o Rádio Clube de Monsanto.
Sou amigo e admirador pessoal do seu director e tinha um convite, mais que repetido, para o visitar, em sua Casa. Foi muito bonito ver o edifício e o equipamento. Graças à carolice e generosidade de um homem notável, o Prof. Joaquim Fonseca, há mais de 50 anos monsantino por afinidade e adopção, que dedica a sua vida e as suas muitas capacidades, com muitos sacrifícios pessoais e até financeiros, já lá vão 27 anos, à missão de levar a voz da nossa Beira a todo o País e a todo o Mundo. Obrigado, Professor.
A povoação, a “Aldeia Mais Portuguesa de Portugal”, é um encanto. Para onde quer que nos viremos aquelas pedras têm história para contar, são portuguesas, são beirãs... As ruas, as casas, as fontes, a igreja, a torre, os miradouros, toda aquela paisagem que se avista lá do alto nos “esmaga” e exalta.
Monsanto, uma Aldeia a visitar.

Abraço,
António Serrano

2012-04-14

PALMIRA MARQUES - Dili - TIMOR-LESTE

Descrever como nos sentimos em Timor é muito difícil de explicar!
É tudo tão intenso, meu Deus!
Depois as palavras correm como ribeiras em declive, e aí, exorcizamos tudo o que nos vai na alma!
Timor está dentro de nós e é como se nunca tivéssemos saído de lá, ou por outra, por não estarmos ali, a ansiedade é tanta que nos consome!
O Rui Pedro Fonseca descreve com alma o que se passou ao visitar Timor!
Parabéns ao jornalista e ao homem, mas também a alguém que lhe mostrou o caminho!

Abraço,
Palmira Marques

2012-04-06

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 |

CONTRA O LÍTIO

Facebook

Escrito por LUSA em 2019-06-01 10:14:07

CONTRA O LÍTIO

Idanha-a-Nova manifesta-se contra pedidos de prospecção mineira no concelho A Câmara de Idanha-a-Nova manifestou-se contra a possibilidade de prospecção e pesquisa de depósitos minerais no concelho por considerar que irá prejudicar a estratégia de desenvolvimento do município.   A nossa posição, nesta fase, foi de estar contra este tipo de acção, apesar de saber que estamos a falar de um fase inicial de prospecção", afirmou hoje à agência Lusa, o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.   Armindo Jacinto explica que a autarquia tomou uma posição que teve em conta as questões técnicas do processo e teve em linha de conta a forma como poderia ser defendida a posição de Idanha-a-Nova.   "Tomámos uma posição pública contra [a prospecção] e tecnicamente defendemos esta nossa posição", sustentou. O autarca entende que, apesar de se falar de prospecção, o processo pode pôr em causa a estratégia de desenvolvimento delineada para o concelho. "O que temos conseguido em Idanha-a-Nova, de valorização do património histórico, cultural e natural, estes processos de prospecção, em tudo vem prejudicar a nossa estratégia de desenvolvimento sustentado e colocar em causa toda a estratégia delineada pelo município", concluiu. A área em causa é a denominada "Carrapeteiro" e abrange os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Fundão e Penamacor, num total de 429,014 quilómetros quadrados. A empresa Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd. requereu direitos de prospecção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, chumbo, zinco, cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos e minerais metálicos associados neste concelho. LUSA

Ler mais

FESTIVAL GIACOMETTI

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-14 15:11:05

FESTIVAL GIACOMETTI

FESTIVAL DE HOMENAGEM A MICHEL GIACOMETTI EM FERREIRA DO ALENTEJO – 30 de Maio a 2 de Junho MÚSICA, GASTRONOMIA, ARTES & OFÍCIOS, DANÇA, ANTROPOLOGIA E CINEMA. Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um espectacular cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora. O incontornável etno-musicólogo da salvaguarda da Cultura Popular Portuguesa, Michel Giacometti, oriundo da Córsega, deixou-nos um manancial de documentos fotográficos, sonoros e escritos, assim como uma extraordinária colecção de instrumentos musicais e objectos etnográficos, uma herança patrimonial determinante para o entendimento do contexto social, político e cultural do mundo português arcaico, infelizmente em desintegração.  Este homem tanto nos inspira e nos estimula na preservação da NOSSA TRADIÇÃO.   ………………………………………………………………   AS GUARDIÃS DA ARTE DE TOCAR ADUFE Dia 1 de Junho em Ferreira do Alentejo   Concerto pelas Adufeiras de Monsanto, numa interligação especial da artista Celina da Piedade, que toca também com dois grupos corais femininos de Ferreira do Alentejo e com o seu convidado especial Tim (vocalista dos Xutos e Pontapés), que invulgarmente vai tocar viola campaniça. O icónico Tim dos Xutos e Pontapés, diz estar encantado de se juntar às Adufeiras de Monsanto, tanto mais que vai ser um momento triunfal pois estarão dois grupos femininos de cante alentejano também em cima do palco.  O grupo das Adufeiras de Monsanto é reconhecido internacionalmente e faz jus às suas raízes nas tradições ancestrais da Aldeia Mais Portuguesa, uma terra rica em lendas ligadas aos rituais da Primavera.  Promovendo o extraordinário património cultural de Monsanto com os seus fatos coloridos, canções e ritmos do adufe, um instrumento feminino por excelência que trespassou contextos religiosos e teve a sua proliferação na Península Ibérica nos séculos XI e XII.  Na sua constituição actual, as Adufeiras de Monsanto, oferecem um autêntico privilégio para os que assistem às suas actuações. A não perder pelas 21:30 na PRAÇA COMENDADOR INFANTE PASSANHA EM FERREIRA DO ALENTEJO.

Ler mais

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-05 14:12:17

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Ler mais

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-02 19:32:20

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

  Rádio Clube de Monsanto há 34 anos ao Serviço do Território da Idanha, no País e no Mundo. “O nosso passado é a nossa MEMÓRIA e o que a nossa MEMÓRIA não guarda nunca ocorreu ainda que tenha ocorrido”.

Ler mais

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-30 14:43:54

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line