A história de um Rádio Amador

Se amador é fazer por amor então o Dr. Joaquim Manuel da Fonseca, fundador e director da Rádio Clube de Monsanto (RCM), é um verdadeiro amador. De facto, o percurso da RCM jamais poderá ser dissociado do trabalho e dedicação do seu director. O Dr. Joaquim Manuel da Fonseca ajudou a construir a história desta estação, principalmente porque a ele se ficou a dever o seu nascimento e engrandecimento. Apesar de ter exercido durante muitos anos a actividade de docente, a paixão pelos meios de comunicação social e em especial pela rádio falou sempre mais alto.

Em 1962, tornou-se locutor produtor da Rádio Altitude da Guarda, cidade onde fez os seus estudos secundários.

Já em 1969 parte para Timor, em serviço militar, onde permanece até 1972 e aí exerce, também, várias actividades no domínio do ensino e no da comunicação social, nomeadamente ao serviço da Emissora Oficial em Dili.

De regresso à metrópole foi docente, intercalando a sua actividade profissional com a publicação de alguns livros e com actividades políticas ( foi eleito, em 1979 , Vereador da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova).

Radicado em terras de Monsanto dinamiza e organiza várias actividades ligadas ao folclore e outros valores culturais. Em 1984 é eleito Presidente da Direcção da Casa do Povo de Monsanto, onde ainda exerce essa função. É, desde 1996, o Director Executivo do grupo de música tradicional “Adufeiras de Monsanto” .

Quanto à sua ligação ao meio radiofónico, torna-se em 1984 co-fundador da Associação de Radioamadores da Beira Interior, sendo posteriormente eleito presidente da Direcção da referida associação.

É em 1985 que funda a RCM para a “defesa e promoção da música portuguesa e dos valores tradicionais”. Desde então mantém-se como presidente da Direcção desta popular estação emissora. Em 2003 adquire a totalidade da quota da sociedade “Monsantorádio”, proprietária do Alvará da RCM, ficando seu sócio único e Gerente Executivo.

Fez numerosas entrevistas radiofónicas a entidades e individualidades da vida política e cultural, como: os escritores Fernando Namora, Odette de Saint Maurice e Fernando Reis, o Pintor Mestre José Manuel Soares, o actor Fernando Curado Ribeiro, diversos Presidentes de Câmaras Municipais do distrito de Castelo Branco, o Professor Dr. Aníbal Cavaco Silva, o Eng.º. Eurico de Melo, o Professor Dr. José Hermano Saraiva, o Dr. Arons de Carvalho, o Director do Teatro S. João e Encenador Dr. Ricardo Pais, Henrique Mendes , Professor António Frade, etc.

Foi ainda colaborador de vários jornais, tais como: “Luz da Beira”, “Correio da Beira”, “A Guarda”, “Raiano”, “Reconquista”, “Notícias da Covilhã”, entre outros.

Esta vasta experiência profissional, que não se reduz a uma área em particular, constitui sem dúvida uma mais valia para a RCM. Assim, nem só a RCM está de parabéns como também o seu director pelos anos de dedicação e trabalho investidos na radiodifusão sonora ao longo de mais de quatro décadas .

 

Sofia Carla Pires Tavares

COMEMORAÇÃO DOS 130 ANOS DA FILARMÓNICA IDANHENSE

Facebook

Escrito por RCM em 2018-09-08 14:39:32

COMEMORAÇÃO DOS 130 ANOS DA FILARMÓNICA IDANHENSE

A Filarmónica Idanhense, no âmbito das comemorações do seu 130º aniversário, realiza um conjunto de actividades com o intuito de trazer a cultura ao povo. Uma dessas actividades é a "estreia" em 2018 de um novo conceito de apresentação junto da população, o "Bandas na Praça", que pretende voltar a levar as Filarmónicas às praças e largos das nossas Vilas e Aldeias, como era apanágio em outros tempos e também trazer a debate, com as F-Talks (conversas Filarmónicas) o momento das Filarmónicas e a sua importância no mundo rural, no seu desenvolvimento social, económico e turístico. O primeiro momento do "Bandas na Praça" acontece a 30 de Setembro de 2018 em Monsanto. Pela proximidade do 1 de Outubro, celebra-se também o Dia Mundial da Música e aproveita-se o local e a data para estrear e oferecer à população de Monsanto a obra composta em Idanha-a-Nova com o título de "Mons Sanctus", uma abertura sinfónica precisamente para assinalar os 80 anos da conquista do 1.º lugar no concurso da Aldeia Mais Portuguesa de Portugal. O programa completo do dia 30 de Setembro, em Monsanto, é o seguinte: 15:00 - Arruada (do Baluarte ao Posto de Turismo de Monsanto); 15:30 - F-Talks (conversa/debate) sobre o trabalho das Filarmónicas e a sua importância nos territórios do mundo rural, onde serão convidados como oradores dois Presidentes de Junta de Freguesia e Músicos Filarmónicos; 16:30 - Arruada com as duas Filarmónicas; 17:00 - Concertos (Largo da Misericórdia); 18:30 - Apresentação da Abertura "Mons Sanctus" executada pelas duas Filarmónicas em conjunto.

Ler mais

FILARMÓNICA DE ALDEIA DE JOÃO PIRES COMEMORA 110 ANOS.

Facebook

Escrito por em 2018-08-29 13:28:00

FILARMÓNICA DE ALDEIA DE JOÃO PIRES COMEMORA 110 ANOS.

A Banda Filarmónica de Aldeia de João Pires vai comemorar 110 anos de existência com um concerto que juntará cerca de duas centenas e meia de músicos no mesmo palco. As comemorações do 110º aniversário da Banda Filarmónica de Aldeia de João Pires incluem, no dia 8 de Setembro, um momento único que junta no mesmo concerto as cinco bandas presentes no evento. À União de Aldeia João Pires S.R.M juntam-se a Banda Municipal Alterense, a Sociedade Filarmónica Fraternidade de S. João de Areias, a Sociedade Filarmónica Louriçal do Campo e a Sociedade Filarmónica União Maçaense, que tocarão em simultâneo seis peças. Ao todo, serão cerca de 250 músicos a actuar no mesmo palco, sendo que a entrada para o concerto, com início marcado para as 16:00, é gratuita. As comemorações arrancam no dia 7 à noite, com a abertura do bar e com a actuação de Pedro Domingues (Coverkill). Integradas nas comemorações de Nª Srª da Graça, prosseguem, no dia 8 de manhã, com uma arruada, pelas 9:00, e pelas 11:00, acontece uma Eucaristia, seguida da Procissão, pelas 12:00. Da parte da tarde, regista-se a recepção às bandas participantes, seguida do desfile com as cinco bandas, pelas 15:00. O concerto comemorativo tem início às 16:00 e o dia termina com a actuação de Micael Simões. No domingo, dia 9, volta a actuar Pedro Domingues, com Coverkill. A iniciativa tem o apoio da Câmara Municipal de Penamacor.

Ler mais

Facebook

Escrito por em 2018-08-27 18:39:28

Ler mais

UM NOVO CICLO PARA O JORNAL DO FUNDÃO

Facebook

Escrito por Jornal do Fundão em 2018-08-24 14:57:58

UM NOVO CICLO PARA O JORNAL DO FUNDÃO

“…A partir de hoje o Jornal do Fundão inicia um novo ciclo na sua já longa história. Um grupo de jornalistas – onde se inclui o aatual director –, docentes universitários na área da Comunicação e também amigos de sempre deste semanário e dos valores que representa, adquiriram ao Global Media Group a maioria do capital da Jornal da Fundão Editora. Encerra-se assim um ciclo iniciado há cerca de duas décadas quando o agora denominado Global Media Group adquiriu a maioria do capital da empresa Jornal do Fundão Editora, assumindo a responsabilidade de gerir e manter um dos mais importantes órgãos de informação regional do país. A passagem do testemunho foi feita para a empresa Vereda das Letras, Lda., constituída com o fim de assegurar a continuidade do Jornal do Fundão e dos seus valores. Continuidade dos valores essenciais e humanistas que são o legado de António Paulouro no Jornal do Fundão e que são o seu mais inestimável património, sobre o qual se construiu a confiança de gerações de leitores.  

Ler mais

CAPELA EM IDANHA RECBE PRÉMIO INTERNACIONAL

Facebook

Escrito por RCM em 2018-07-30 19:55:47

CAPELA EM IDANHA RECBE PRÉMIO INTERNACIONAL

A Capela de Nossa Senhora de Fátima, no Campo Nacional de Actividades Escutistas em Idanha-a-Nova, acaba de ganhar três galardões nos prémios internacionais Architizer A+Awards. Finalista em duas categorias, a Capela recebeu o Prémio do Júri e o Prémio do Público na categoria “Cultura - Edifícios Religiosos e Memoriais” e o Prémio do Público na categoria “Arquitectura em Madeira”. Os Prémios Architizer A+ são promovidos a nível mundial numa plataforma online que tem a sua sede em Nova Iorque e visam celebrar e divulgar a melhor arquitectura do ano. Os vencedores foram anunciados no dia 30 de Julho. O projecto da autoria do atelier Plano Humano Arquitectos competia ao lado de nomes da arquitectura mundial como o Studio Libeskind e Mayu Architects. O Prémio do Júri foi atribuído por um júri composto por nomes ilustres da área da arquitectura, do design e das artes, enquanto o Prémio Votação Popular resultou das escolhas do público que visita o site, numa audiência superior a 400 Milhões de pessoas. A Capela de Nossa Senhora de Fátima foi inaugurada no verão de 2017 e, desde então, tem sido destacada em publicações e prémios nacionais e internacionais de design e arquitectura. A inspiração para esta construção, dedicada a Nossa Senhora de Fátima, nasceu do âmago da experiência escutista: a vida ao ar livre, o acampamento, a tenda, a sobriedade e simplicidade das construções e estilo de vida. Também as extremas do edifício, de forma pontiaguda, fazem uma alusão ao lenço escutista, símbolo da promessa e compromisso neste movimento. Foi idealizada como uma grande tenda, de portas abertas a todos.

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line