Galeria de Fotografias

Marcos de uma Vida

Dedicada à Rádio, ao Ensino e à Comunidade

  • Joaquim Fonseca nasceu na Vila de Mêda, no distrito da Guarda, em 1 de Fevereiro de 1945, no seio de uma família humilde e numerosa.
  • Joaquim Fonseca deu os seus primeiros passos na "arte de bem dizer" na peça poética de Manuel Daniel, representada na Vila Medense, no Verão de 1959.
  • Joaquim Fonseca sentiu a sua primeira grande atracção pelos microfones nas férias de verão do  ano de 1959.
  • Joaquim Fonseca aos microfones da Estação Emissora CSB 21 -  Rádio Altitude da Guarda, no ano de 1964.
  • Joaquim Fonseca apaixonou-se por Monsanto, a Aldeia Mais Portuguesa, em 1965.
  • O senhor Presidente da República, Almirante Américo Thomaz, ladeado por Joaquim Fonseca, durante a visita aos jovens da ONMP que assistiram à inauguração da Ponte Salazar, no dia 6 de Agosto de 1966.
  • Joaquim Fonseca na estrada de Baguia, em comissão de serviço militar na Província Ultramarina do então Timor Português, em Agosto de 1969.
  • Joaquim Fonseca nos estúdios da Emissora Oficial de Timor, na cidade de Dili (1970).
  • Joaquim Fonseca em provas no Estádio Nacional, na Cruz Quebrada, para ingresso no ISEF, em 1971.
  • Joaquim Fonseca encontrou em Monsanto a jovem da sua vida.
  • Maria Amélia e Joaquim Fonseca casaram e vivem na "Aldeia Mais Portuguesa" (1972).
  • Joaquim Fonseca promoveu, em 1982, o II Festival Nacional de Folclore, para angariação de fundos para o Lar da Terceira Idade de Monsanto, construído, anos depois, precisamente no mesmo local do palco.
  • Joaquim Fonseca ofereceu uma lembrança ao senhor Presidente da República, General Ramalho Eanes, em visita a Monsanto no ano de 1983. Na foto o Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Joaquim Morão.
  • O Senhor Ministro da Educação, Professor Dr. José Augusto Seabra e o Prof. Joaquim Fonseca, na cerimónia de inauguração das novas instalações da Escola Preparatória e Secundária de Penamacor, em 24 de Março de 1984.
  • O Prof. Joaquim Fonseca no seu gabinete de Presidente do Conselho Directivo da recém inaugurada Escola C+S de Penamacor (1984).
  • Joaquim Fonseca no primeiro estúdio da RCM (1985).
  • Joaquim Fonseca  e a locutora Maria Helena no segundo estúdio da RCM (1987).
  • Joaquim Fonseca nos novos estúdios da RCM (1990).
  • Joaquim Fonseca no Centro de Emissão da RCM no cabeço do Castelo de Monsanto (1990).
  • O senhor Primeiro Ministro, Professor Dr. Aníbal Cavaco Silva recebeu uma lembrança de Joaquim Fonseca, Director da RCM (Verão de 1992).
  • Joaquim Fonseca , Director Executivo da Rádio Clube de Monsanto ( 2007).
  • Joaquim Fonseca actualiza a página da Internet www.radiomonsanto.pt (2007).
  •  O senhor Presidente da República inaugurou a exposição de homenagem ao Pintor Mestre José Manuel Soares.
  • O senhor Presidente da República, Professor Dr. Aníbal Cavaco Silva, em conversa com D. Ângela Vimonte,  esposa do Pintor Mestre José Manuel Soares e com Joaquim Fonseca, no dia 27 de Novembro de 2008.
  • O senhor Presidente da República foi sensibilizado por Joaquim Fonseca para o valioso espólio artístico do consagrado Pintor Mestre José Manuel Soares, avaliado em cerca de dois milhões de euros.
  • O senhor Presidente da República, o Presidente do Município de Mêda e Joaquim Fonseca, na inauguração da exposição de obras de arte do Pintor Mestre José Manuel Soares, no dia 27 de Novembro de 2008.
  • O senhor Presidente da República, esposa, Joaquim Fonseca e comitiva na exposição de homenagem ao Pintor Mestre José Manuel Soares, no dia 27 de Novembro de 2008, na Casa Municipal da Cultura da cidade de Mêda.
  • O senhor Presidente da República assinou o Livro de Honra da exposição de homenagem ao Pintor Mestre Soares, na Casa Municipal da Cultura de Mêda, sob o olhar interessado de D. Ângela Vimonte e de Joaquim Fonseca.

Nome: JOAQUIM MANUEL DA FONSECA
Data de Nascimento: 01/02/1945
Naturalidade: MÊDA
Distrito: GUARDA
Estado Civil: CASADO, com dois filhos.
Formado em: EDUCAÇÃO FÍSICA PELO I.S.E.F. (ex-Instituto Superior de Educação Física de Lisboa).

- Fez os estudos secundários na cidade da Guarda.
- Foi Locutor- Produtor na Rádio Altitude da Guarda, durante quinze anos.
- De1969 a 1971, foi Adjunto do Director da Emissora de Radiodifusão de Timor, em Díli e com funções de Produtor, Realizador e Locutor.
- Redactor (e Chefe de Redacção-interino) do jornal semanário militar "A Província de Timor", editado pelo (CTIT) Comando Territorial Independente de Timor.
- Professor da Escola Industrial e Comercial “Prof. Silva Cunha” de Díli, onde dirigiu o Centro de Actividades Circum-Escolares e fundou o    jornal quinzenário "Em Frente".
- Colaborou nos jornais semanários Timorenses "A Voz de Timor" e "A Seara".
- Foi correspondente da Emissora Nacional  na cidade de Díli (Timor Português).
- De Timor enviou, semanalmente, para publicação na Metrópole - em vários jornais e revistas - temas diversos, visando a divulgação Luso-Timorense, o mesmo fazendo com a transmissão de programas radiofónicos, quinzenais, na Rádio Altitude da Guarda, Estação Rádio da Madeira e Emissora Oficial de Macau.
- Em 1971, de regresso à Metrópole, foi docente na Escola Preparatória da Guarda, reatando, paralelamente, a sua colaboração na Rádio Altitude.
- Em 1976 publica o livro "Comissão em Timor", a favor da causa do povo Timorense (esgoatdo).
- Em 1979/80 faz o Estágio Clássico e Profissional na Escola Preparatória Afonso de Paiva, na cidade de Castelo Branco.
- Em 1979 é eleito Vereador da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, pela Aliança Democrática, tendo-lhe sido atribuído o Pelouro da Assistência e Assuntos Sociais.
- Em 1980/81 é colocado na Escola Preparatória de Penamacor, como Professor Profissionalizado (no ano seguinte é nomeado Professor Efectivo da Escola Preparatória de Idanha-a-Nova).
- Em 1980/81 é nomeado, pelo Ministério da Educação, Presidente do Conselho Directivo da Escola Preparatória de Penamacor (depois eleito entre 1981/1986).
- Em 1986/87 é eleito Presidente do Conselho Directivo da Escola C+S de Penamacor, desempenhando, simultaneamente, as funções de Presidente do Conselho Pedagógico e do Conselho Administrativo, mantendo-se no desempenho dessas funções até ao dia 31 de Julho de 1991. 
Curso de Formadores do "Projecto Vida" promovido em Lisboa pelos Ministérios da Justiça e da Educação, em Outubro de 1988.
- É eleito, como independente apoiado pelo PSD, para a Assembleia de Freguesia de Monsanto, em 17 de Dezembro de 1989.
- Por despacho de 18/09/1995, da Direcção da CGA, foi-lhe reconhecido o direito à aposentação de Professor do Quadro de Nomeação Definitiva da Escola Preparatória e Secundária de Penamacor.
- Colaborador do Programa de Folclore "Portugal de Norte a Sul", de Guilherme Nuno, que se transmitiu em Rádio Altitude da Guarda.
- Dinamizador folclórico desde 1962. Foi membro do Rancho Folclórico do Centro Cultural da Guarda.
- Delegado da revista mensal "Folclore", editada pelo Padre Joaquim Adelino Rodrigues.
- Presidente da Comissão Cultural e Educativa da Casa do Povo de Monsanto de 1976 a 1978.
- Publica o livro "Monsanto 1938 - 1978" (esgotado).
- Dinamizador e organizador da deslocação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Monsanto ao XII Festival Internacional de Folclore da Jugoslávia (Zagreb), em 1977.
- Distinguido com a Medalha de Ouro da Federação do Folclore Português, em 1978.
- Presidente da Direcção do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Monsanto de 1979 a 1990.
- Membro do Conselho Técnico Regional da Federação do Folclore Português de 1976 a 1990.
- Dinamizador e organizador de diversos torneios de Jogos Tradicionais, exposições de fotografias de 1938, de trajos regionais e de artesanato Monsantino.
- Presidente de Direcção da Casa do Povo de Monsanto desde 1984 a 2010.
- Foi Secretário da Direcção da Associação Distrital das Casas do Povo de Castelo Branco (1985/86).
- Organizou e dinamizou os Festivais Nacionais de Folclore de Monsanto em 1978, 1982, 1984,1986 e 1988, como Presidente da     Comissão, integrando Ranchos Folclóricos do Minho ao Algarve.
- Em 1984 é co-fundador da Associação de Radioamadores da Beira Interior, com sede na cidade de Castelo Branco.
- Em 1984 é eleito Presidente da Direcção da Associação de Radioamadores da Beira Interior.
- Em 1985 funda a Rádio Clube de Monsanto, CRL para a defesa e a promoção da Música Portuguesa e dos valores tradicionais.
- Presidente da Direcção da Rádio Clube de Monsanto de 1985 a 2004.
- É convidado, por João David Nunes, a participar no III Congresso Português das Comunicações, realizado no Fórum Picoas, em Lisboa, de 14 a 16 de Novembro de 1990, apresentando a comunicação "A Rádio Local na defesa da identidade de um povo".
- Possui, em gravação magnética, numerosas entrevistas radiofónicas feitas, por si, a entidades e individualidades da vida política e cultural, como: os escritores Dr. Fernando Namora, Odette de Saint Maurice, Dr. Fernando Reis, o Pintor Mestre José Manuel Soares, o actor Fernando Curado Ribeiro, diversos Presidentes de Câmaras Municipais do distrito de Castelo Branco, o Dr. Mário Soares, o Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, o Eng.º Eurico de Melo, o Professor Doutor José Hermano Saraiva, o Dr. Arons de Carvalho, o Director do Teatro S. João e encenador Dr. Ricardo Pais, o locutor da RPT Henrique Mendes, etc.
- Colaborador dos jornais “Luz da Beira”, “Correio da Beira”, “A Guarda”, “Raiano”, “Reconquista”, “Notícias da Covilhã”, etc.
- Dinamizador e organizador responsável pelos diversos convívios e festas de aniversário da Rádio Clube de Monsanto (em Alpedrinha, Monsanto, Teixoso, Marvão, Covilhã, etc.).
- Director Executivo das “Adufeiras de Monsanto”, de 1996 a 2010.
- Co-Fundador, em 2002, da Sociedade “Monsantorádio”- Rádio Clube de Monsanto, Unipessoal, Limitada, sendo nomeado seu Director Executivo.
- Em 2003 adquire a totalidade da quota da Sociedade “Monsantorádio”, ficando seu sócio único e Administrador Executivo, com a competente autorização prévia da Alta Autoridade para a Comunicação Social e do Instituto da Comunicação Social.

CONCRETIZAÇÃO DO IC31...FINALMENTE ?

Facebook

Escrito por CMIN/RCM em 2020-08-27 18:10:27

CONCRETIZAÇÃO DO IC31...FINALMENTE ?

CONCRETIZAÇÃO DO IC31…FINALMENTE?       A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, em comunicado que nos foi enviado, congratula-se por a via IC31 – Castelo Branco/Termas de Monfortinho, que ligará a A23 a Espanha, constar entre as obras previstas no Plano Nacional de Investimentos 2030.   Na próxima cimeira luso-espanhola, que deverá realizar-se na Guarda, entre o final de Setembro e início de Outubro, espera-se que o IC31 seja apresentado como um dos projectos que vão melhorar as ligações transfronteiriças, que têm previsto um investimento de cerca de 80 milhões de euros e um prazo de construção entre 2024 e 2030.   O Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, adianta que “o projecto do IC31 é estruturante para a região Centro de Portugal e para o país no seu todo. É um investimento que irá gerar desenvolvimento económico e social, aproximar Portugal da Europa, aumentar a competitividade territorial e reforçar a coesão interna do nosso país”. “Trata-se de uma infra-estrutura rodoviária da maior importância e a sua concretização irá afirmar as Termas de Monfortinho como a grande porta de entrada do Centro de Portugal, para turistas e mercadorias”, afirma o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.   Saúda-se, assim, o facto do IC31 estar entre os investimentos estratégicos que Portugal decidiu lançar esta década, num compromisso que não deve ficar condicionado às alterações de ciclo político.   A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova compromete-se a acompanhar a evolução da implementação do plano rodoviário nacional.   Em articulação com o Programa de Coesão Territorial, este plano define o IC31 nos investimentos públicos necessários para fomentar a economia e aumentar a coesão territorial e a dinamização da mobilidade nas regiões do interior.   …………………………………………………......   A Rádio Clube de Monsanto tem no seu site www.radiomonsanto.pt um inquérito sobre esta matéria da concretização do IC31 e num universo de já 31. 876 votantes, o resultado é o seguinte:   SIM…………..2,6% NÃO………..94,4% Talvez……….....3%   …………………………………………………......   Portanto vamos confiar e esperar para ver…

Ler mais

BEM-HAJA AOS AMIGOS DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM em 2020-08-15 18:03:08

BEM-HAJA AOS AMIGOS DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO

BEM-HAJA AOS AMIGOS DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO ……………………………………………............................. Um sincero bem-haja a quantos se associaram, pessoalmente, por telefone ou por outros meios, ao dia de mais um aniversário da Rádio Clube de Monsanto, e nos felicitaram pela passagem dos 35 anos desta modesta Voz da Portugalidade ao serviço da Aldeia Histórica de Monsanto, do concelho de Idanha-a-Nova, da região e do país. Julgo que concordarão que tentámos, com esforço e dedicação, cumprir a nossa Missão, o melhor que sabíamos, podíamos, e… nos deixaram levar a “Carta a Garcia”. Essas cativantes gentilezas e generosidades, da parte de inúmeros amigos-ouvintes, dalgumas entidades oficiais e de associações culturais, etc., muito nos sensibilizam e nos estimulam a CONTINUAR EM FRENTE. Que Deus nos proteja e os nossos ouvintes e anunciantes nos ajudem a chegar até aos 36 anos… o que está a ser muito difícil. Em boa verdade temos que o dizer... com imensa pena, pois prezamos e temos a maior consideração e respeito pelos melhores ouvintes do mundo, os quais sempre estiveram connosco desde 1985. Obrigado, saúde e prosperidade para todo o nosso maravilhoso auditório.

Ler mais

14 DE AGOSTO DE 1985

Facebook

Escrito por RCM em 2020-08-14 09:17:34

14 DE AGOSTO DE 1985

14 DE AGOSTO DE 1985 – 14 DE AGOSTO DE 2020       35 ANOS DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO ao Serviço do Regionalismo, da Música Portuguesa e da marca IDANHA.   BEM HAJA PELA SUA COMPANHIA AMIGA.

Ler mais

RÁDIOS LOCAIS ESTÃO NO LIMIAR DO ENCERRAMENTO

Facebook

Escrito por "JORNAL DA MADEIRA" em 2020-07-17 00:00:00

RÁDIOS LOCAIS ESTÃO NO LIMIAR DO ENCERRAMENTO

RÁDIOS LOCAIS ESTÃO NO LIMIAR DO ENCERRAMENTO “JORNAL DA MADEIRA”  - 17 DE JULHO DE 2020 ............................................................   Segundo informações recolhidas pela ARIC – Associação de Rádios muitas estações de rádio local de norte a sul do continente e regiões autónomas, estarão a ponderar fechar nas próximas semanas. O diminuto volume de receitas e o avolumar de custos durante estes meses de pandemia, isso vai obrigar. Em nota publicada, a ARIC diz que "os empresários não conseguem suportar mais o volume crescente de despesas e as Associações ou Cooperativas proprietárias das licenças de emissão radiofónica, só esperam a realização das respectivas Assembleias Gerais para uma tomada de decisão". Refere também que, "depois dos funcionários e colaboradores terem desistido de apoiar projectos, onde existem vários meses de salários em atraso e muitas contas para pagar, chegou agora altura dos fornecedores de energia eléctrica considerarem a hipótese de cortar o fornecimento, pois a paciência e a solidariedade também têm os seus limites. E sem energia, os emissores calar-se-ão de vez". Sobre as comunicações, a ARIC diz saber de redacções sem telefone há vários meses, e que para obtenção de notícias ou confirmação de informações, são os próprios jornalistas que recorrem a meios próprios e telemóveis particulares. Em contacto com a Secretaria de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, esta Associação não conseguiu obter uma resposta sobre o timing efectivo de concretização do apoio do Estado aos media, através da compra de publicidade institucional antecipada. Cinco meses depois de apresentadas as primeiras medidas de apoio às empresas devido à Covid-19, o dia a dia das empresas de comunicação social em geral e para as rádios em particular, já passou pelos estágios de emergência, aflição, pânico e está prestes a passar para o estágio de fecho iminente. Entretanto, a ARIC já elaborou um conjunto de medidas muito concretas que apresentou ao Governo, que se aceites suavizariam as dificuldades vividas. "Porém, até agora nada aconteceu e, assim, as rádios não conseguem continuar", avisa.   .............................................................. A LENTA ASFIXIA DAS RÁDIOS LOCAIS.   TEMOS QUE DENUNCIAR:     CADA DIA ESTÁ MAIS DIFÍCIL DE CONTINUAR A MANTER NO AR A RÁDIO CLUBE DE MONSANTO. TEMOS DE VENDER OU MESMO FECHAR, COM NATURAL DESENCANTO E DESAGRADO. AS DIMINUTAS RECEITAS NÃO DÃO PARA AGUENTAR POR MUITO MAIS TEMPO. A SITUAÇÃO FOI DRASTICAMENTE AGRAVADA COM A PANDEMIA. E AS PROMETIDAS AJUDAS (MESMO AS MIGALHAS) TARDAM EM CHEGAR.  

Ler mais

Transportes dentro do concelho e ligação a Castelo Branco recomeçam a 6 de Julho

Facebook

Escrito por CMIN em 2020-07-03 17:38:23

Transportes dentro do concelho e ligação a Castelo Branco recomeçam a 6 de Julho

Transportes dentro do concelho e ligação a Castelo Branco recomeçam a 6 de Julho   O transporte de autocarro dentro do concelho de Idanha-a-Nova e a ligação rodoviária entre Idanha-a-Nova e Castelo Branco vão recomeçar no dia 6 de Julho, após interrupção forçada devido à pandemia de COVID-19. A disponibilização das carreiras será faseada de acordo com a evolução da situação epidemiológica, sabendo-se que os transportes públicos são fundamentais para a qualidade de vida das pessoas, mas potenciam a transmissão da COVID-19 e a salvaguarda da saúde da população é a grande prioridade desta autarquia. A Carreira Intermunicipal, entre Idanha-a-Nova e Castelo Branco, tem saída do terminal rodoviário de Idanha-a-Nova pelas 8h10 e saída do terminal de Castelo Branco pelas 17h15, de segunda a sexta-feira (dias úteis). Este transporte é gerido pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, enquanto Autoridade de Transporte competente quanto aos serviços públicos de transporte de passageiros intermunicipais na área geográfica que abrange. A rede de transportes rodoviários do Cartão Raiano também vai retomar no dia 6 de Julho. Liga todas as localidades do concelho à vila de Idanha-a-Nova, com horários e itinerários que permitem dar resposta às necessidades de mobilidade da população e minimizar a concentração de passageiros. Os percursos e horários vão estar disponíveis na Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, nas Juntas de Freguesias, nos Postos de Turismo e nos sites oficiais do Município, nomeadamente em www.cm-idanhanova.pt e www.idanha.pt. Importa referir que a legislação em vigor limita o número de pessoas nos autocarros e determina a adoção de normas preventivas de segurança e higiene, nomeadamente a obrigatoriedade do uso de máscara e o distanciamento social entre os passageiros. Estão ainda previstos transportes excepcionais de acordo com necessidades pontuais da população (consultas médicas, por exemplo), sujeitos a marcação prévia junto da Linha de Apoio Psicossocial (966 032 484), com a antecedência mínima de oito dias e condicionados à disponibilidade dos serviços do Município.

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2020 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line