Notícias

MALÁSIA: HINDÚS CELEBRAM FESTIVAL THAIPUSAM

Escrito por Rui Pedro Fonseca em 2010-02-03 12:47:20

MALÁSIA: HINDÚS CELEBRAM FESTIVAL THAIPUSAM

Cerca de um milhão e meio de hindus participou na procissão dedicada ao deus Murugan, que marcou o início do Thaipusam deste ano, um festival que simboliza a luta entre o bem e o mal e que decorre nas Batu Caves, santuário situado no distrito de Gombak, 15 quilómetros a norte da capital da Malásia, Kuala Lumpur. As festividades decorrem até ao dia 6 de Fevereiro, mas foi no passado sábado que o evento teve maior simbolismo.


A procissão que começou à meia noite no templo de Sri Maha Mariamman, em Kuala Lumpur, chegou na tarde do dia 30de Janeiro ao seu destino, o templo Sri Subramaniyar Swami, localizado no interior das Batu Caves onde a estátua de Murugan vai ficar até ao próximo sábado. Estas enormes grutas de calcário têm cerca de 400 milhões de anos e no seu interior podemos apreciar vários templos. Cá fora no começo dos 272 degraus que nos levam ao topo das grutas está a estátua mais alta do mundo dedicada a Murugan, com 42,7 metros.


O cortejo passou por várias ruas da capital tornando o trânsito bem mais lento que o habitual nesta moderna cidade.
O Thaipusam é um festival hindu celebrado na lua cheia do mês Thai da comunidade Tamil, entre Janeiro e Fevereiro e comemora o nascimento de Murugan, o filho mais novo de Shiva e sua mulher Parvati. Este evento tem raízes numa lenda hindu e foi trazido para a Malásia desde o sul da Índia no século 19 por emigrantes que chegaram à península para trabalhar em vários estados. De acordo com a mitologia hindu o Thaipusam comemora também o dia em que Parvathi deu ao seu filho Murugan uma lança com a qual derrotou os demónios.


Apesar da tensão causada por alguns ataques nos últimos dias neste país maioritariamente muçulmano, centenas de milhares de pessoas chegaram a este templo no sábado para celebrar o festival.
Onze igrejas, três mesquitas, duas salas de oração muçulmanas e um templo Sikh, foram alvo de ataques desde o início do ano, depois de uma decisão do tribunal autorizar os não muçulmanos a usar a palavra "Allah" como uma tradução para a palavra Deus. O veredicto causou indignação entre os muçulmanos, que argumentam que "Allah" é uma palavra exclusiva do islão. Apesar dos estragos provocados pelos ataques terem sido menores, os incidentes aumentaram o medo de um crescendo de tensão nesta nação multiétnica, em que cerca de um terço dos seus 28 milhões de habitantes são budistas, hindus ou cristãos.

 
Os indianos são cerca de 8 por cento e os muçulmanos perto de 60 por cento. A comunidade hindu queixa-se muitas vezes de discriminação por parte do governo. Talvez por isso o primeiro-ministro resolveu estar presente no festival deste ano. O apoio do primeiro-ministro Datuk Seri Najib Tun Razak deu esperança à comunidade indiana do país. Esta foi a segunda vez na história da Malásia que um primeiro-ministro visitou aquele que é o evento que reúne o maior número de hindus no país, desde que a Malásia conquistou a independência há mais de 50 anos.Todos os anos os hindus malaios reúnem-se numa colorida procissão em direcção às Batu Caves, para mostrarem penitência na esperança das suas preces serem ouvidas.


Pelas oito da manha a agitação já é enorme. Os devotos carregam oferendas para Murugan, geralmente potes cheios de leite conhecidos como Kavadi. O festival é marcado pelo ritmo dos percussionistas que levam os participantes a atingirem um estado de transe. O ritmo aumenta bem como a velocidade da dança, para depois reduzir lentamente. Este espectáculo masoquista não é o mais apropriado para as pessoas mais sensíveis. Homens e mulheres perfuram os seus corpos e penduram limões e maçãs em ganchos espetados nos corpos e dançam num estado de transe até chegarem à escadaria que leva à entrada principal do templo. Há devotos que carregam pesadas estruturas ornamentadas, subindo os cerca de 272 degraus para o templo, enquanto outras centenas, furam a língua, bochechas, queixo, e costas com ganchos e ferros.


Alguns caminham calmamente e recitam orações, outros entram num estado de transe religioso, cantando e dançando enquanto os apoiantes os puxam por longas cordas presas a ganchos espetados nas suas costas. Kavadi Attam é o nome desta dança celebrada durante a cerimónia dedicada a Murugan, o Deus da Guerra da comunidade Tamil. O Kavadi é uma penitência física através da qual os devotos imploram ajuda a Murugan. Os hindus fazem um voto para oferecer a Kavadi ao seu Deus afim de evitarem uma grande calamidade. Por exemplo se o filho do devoto tem uma doença fatal, ele reza a Shanmuga para garantir a cura do seu filho em troca do seu sacrifício.


A 6 de Fevereiro a procissão de mais de um milhão de pessoas parte das Batu Caves em direcção ao centro da capital malaia.






Voltar para a página de notícias

BOOM FESTIVAL - Albufeira de Idanha-a-Nova entre 22 e 29 de Julho

Facebook

Escrito por RCM em 2018-07-18 18:34:05

BOOM FESTIVAL - Albufeira de Idanha-a-Nova entre 22 e 29 de Julho

De regresso aos 150 hectares da Boomland, o Boom Festival é um evento bienal de cultura independente e sustentável que, desde 1997, se realiza durante lua cheia de Julho ou Agosto, sendo uma referência internacional. Multidisciplinar, Transgeracional e intercultural, o Boom recebeu já inúmeros prémios internacionais na área da sustentabilidade ambiental.   Segundo o major Luís Patrício, Chefe de Secção do Comando Territorial da GNR de Castelo Branco, estarão envolvidos nas operações nos dias que antecedem e durante o festival 761 militares. Operações, essas, que já arrancaram no início desta semana e que estão a ser planeadas desde o início do ano. “O Comando Territorial de Castelo Branco da Guarda Nacional Republicana garante o policiamento do evento Boom Festival 2018, entre o dia 16 e 29 de Julho de 2018, no concelho de Idanha-a-Nova e áreas envolventes, a fim de assegurar a manutenção da ordem pública, a protecção de pessoas e bens e garantir a normal regularização do trânsito”, explica o oficial, que acrescenta: “A Operação tem sido coordenada através de reuniões e/ou contactos directos com a organização do evento.”

Ler mais

CAPELA NO CAMPO ESCUTISTA EM IDANHA É FINALISTA DE PRÉMIO INTERNACIONAL

Facebook

Escrito por RCM em 2018-07-15 11:46:44

CAPELA NO CAMPO ESCUTISTA EM IDANHA É FINALISTA DE PRÉMIO INTERNACIONAL

A Capela de Nossa Senhora de Fátima, situada em Idanha-a-Nova, no Campo Nacional de Actividades Escutistas, está entre os finalistas dos prémios internacionais de arquitectura Architizer A+. A indicação chega numa altura em que este projecto, da autoria do atelier Plano Humano Arquitectos, também figura entre os finalistas dos Prémios World Architecture Festival 2018, a atribuir em Novembro. Os Prémios Architizer A+ são promovidos a nível mundial numa plataforma online, que tem sede em Nova Iorque, e visam celebrar e divulgar a melhor arquitectura do ano. Até ao próximo dia 20 de Julho, o projecto estará a votação no site A+Awards. Os vencedores serão anunciados no dia 30 de Julho. A Capela de Nossa Senhora de Fátima está a competir em duas categorias: Religious Buildings & Memorials e Architecture +Wood. Pode votar aqui nas duas: bit.ly/capelaVOTO1 e bit.ly/capelaVOTO2 Os vencedores podem ser distinguidos em dois diferentes galardões: o Prémio do Júri, resultante das escolhas de um júri composto por nomes ilustres da área da arquitectura, do design e das artes, e o Prémio Votação Popular, resultante das escolhas do público que visita o site, numa audiência superior a 400 milhões de pessoas. A Capela de Nossa Senhora de Fátima foi inaugurada no verão de 2017 e, desde então, tem sido destacada em publicações e prémios nacionais e internacionais de design e arquitectura.

Ler mais

COMUNICAÇÕES DE SEGURANÇA INTERNA NO BOOM FESTIVAL

Facebook

Escrito por RCM em 2018-07-13 18:11:56

COMUNICAÇÕES DE SEGURANÇA INTERNA NO BOOM FESTIVAL

A TÍTULO GRATUITO A partir de hoje as comunicações de segurança interna no Boom Festival, em Idanha-a-Nova, são asseguradas através de equipamentos instalados na Sala Técnica do Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, do alto do Castelo. Mais um serviço de utilidade pública prestado pela emissora da Aldeia Mais Portuguesa.

Ler mais

Portugal Ultramarathon Beira Baixa conta já com 10 nacionalidades

Facebook

Escrito por RCM em 2018-06-22 19:50:36

Portugal Ultramarathon Beira Baixa conta já com 10 nacionalidades

  A IV edição do desafio decorrerá de 26 a 29 de julho de 2018 O desafio que transcende os limites físicos e psicológicos de quem participa nesta aventura continua a ter reflexos além-fronteiras. Nesta IV edição do evento, de 26 a 29 de julho de 2018, estarão presentes atletas de 10 nacionalidades diferentes, sendo 60% estrangeiros. Brasil, Espanha, Luxemburgo, EUA, Argentina, Dinamarca, França, Japão são alguns dos países que compões o leque de participantes da Portugal Ultramarathon Beira Baixa 2018. Este desafio, das maiores distâncias do mundo, atravessa uma natural paisagem, percorrendo concelhos como Penamacor, Idanha-a-Nova, Vila Velha de Rodão, Proença-a-Nova, Oleiros e Castelo Branco, em Portugal. Um percurso com 281 km desenhado por trilhos florestais e pedestres, caminhos rurais e estradas de asfalto, com passagem pelo Geopark Naturtejo, castelos, Aldeias de Xisto e praias fluviais. Um duro desafio físico que os inscritos terão que concluir, guiados por GPS, no máximo em 66 horas. Inspirada na prova estadunidense Bardwater e na brasileira BR135+, a Portugal Ultramarathon relaciona-se pelas condições climatéricas similares, em que alguns locais de prova as temperaturas sobem muito facilmente acima dos 40ºC. Uma viagem de conhecimento do próprio eu e de um território! As inscrições estão a decorrer em http://horizontes.pt/2018/index.php/produto/kit-pt281/ e a participação poderá ser feita de forma individual, em dupla, tripla ou quadra.    

Ler mais

COMEMORAÇÕES DO DIA DE PORTUGAL NOS EUA

Facebook

Escrito por RCM em 2018-06-03 11:33:14

COMEMORAÇÕES DO DIA DE PORTUGAL NOS EUA

PARTICIPAÇÃO DAS ADUFEIRAS DE MONSANTO por convite do Cônsul de Portugal em Newark-Estados Unidos da América, senhor Doutor Pedro Oliveira     Dia 8 Actuação de 20 minutos nas Nações Unidas; Actuação de 15 minutos no New Jersey Performing Arts Center - o principal centro cultural de Nova Jérsia - Primeira cidade e maior centro da comunidade portuguesa nos EUA.   Dia 9 Actuação de 20 minutos em Bethlelem, Pensilvânia; Actuação de 30 minutos no Sport Club Português, Newark   Dia 10 Participação na parada do Dia de Portugal; Actuação de 30 minutos no Festival de Folklore  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line