Notícias

COMUNICAÇÃO SOCIAL EM GESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA

Escrito por RCM em 2020-04-16 10:48:01

COMUNICAÇÃO SOCIAL EM GESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA

COMUNICAÇÃO SOCIAL EM GESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA

 

Apenas num mês, a pandemia está a infectar, e muito, a comunicação social regional e local.

Uma situação de agonia que se agrava a cada dia que passa. Está a ter sérios problemas de sobrevivência por causa do forte impacto da pandemia da Covid-19.

As poucas receitas de publicidade escasseiam agora ainda mais, e estão a fazer com que várias emissoras ponderem o seu encerramento a curto prazo. Sabemos que algumas até já suspenderam mesmo as suas emissões.

Numa altura em que muita gente só tem acesso a este tipo de informação e companhia, as direcções das rádios locais contam os cêntimos para poderem continuar em antena.

E o que se passa com os companheiros dos jornais, a quem manifestamos a nossa solidariedade?

O semanário Nordeste, de Bragança, esteve para não sair. Só uma compra de última hora, de duas páginas, pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, evitou o pior. "Que fez com que nós pudéssemos manter a impressão do jornal e cumprir os nossos compromissos, pelo menos as próximas duas edições", desabafa Paulo Afonso, director do jornal, que fala numa gestão de sobrevivência que poderá extinguir muitos órgãos de comunicação social no país.

"Não é um negócio rentável, que se está a fazer na medida da possibilidade e numa gestão de sobrevivência. Não quero arriscar números mas dezenas de jornais no nosso país, de âmbito regional, julgo que irão desaparecer depois desta crise".

Em Bragança, o Mensageiro é o outro semanário. Está registado, como mais 180 publicações portuguesas na AIIC- Associação de Imprensa de Inspiração Cristã.

Já fizeram chegar às Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia um pedido de"sensibilidade" para ajudarem com publicações das acções que fazem e informações à comunidade "muito importantes neste tempo de Pandemia", salienta o director António Rodrigues que é também vogal da direcção da Associação de Imprensa de Inspiração Cristã.

"Uma publicidade institucional de forma a compensar graves perdas de receitas e que possa permitir algum desafogo para que mantenham a sua actividade porque é importante para os cidadãos terem acesso a informação credível e verificada".

Os dois semanários são impressos numa gráfica em Braga, pertença do Diário do Minho que imprime cerca de 100 títulos nacionais. Luís Carlos é o responsável e lembra que 15 desses jornais já suspenderam as edições por dificuldades de tesouraria. Também têm reduzido significativamente o número de páginas. Tudo isso está a ter um impacto bastante negativo na comunicação de proximidade".

Apenas num mês, a pandemia está a infectar, e muito, a comunicação social regional e local.

 

Ajude se quiser e puder.

O nosso bem-haja a todos os estimados ouvintes e anunciantes.

E, sinceros desejos de muita saúde e paz, sobretudo com esperança e confiança em dias melhores, na companhia da família e amigos.

 

Voltar para a página de notícias

A VERDADE E O ERRÓNEO

Facebook

Escrito por APR em 2021-09-21 12:30:11

A VERDADE E O ERRÓNEO

A VERDADE E O ERRÓNEO   ........................................................................   A notícia não pode ser confundida com opinião, o noticiarista deve cingir-se apenas aos factos, nunca os confundindo com a sua própria opinião.   O verdadeiro comentador ou especialista deve esclarecer a matéria em apreciação, no caso da política jamais o poderá fazer sob a óptica partidária.   Não é só do lado de cá que temos de acreditar em tudo isto, estas evidências deveriam ser reconhecidas por toda a sociedade, mas infelizmente isso não acontece.   Vivemos tempos difíceis e muito complicados, onde se acredita no impossível e até mesmo na mentira sistematizada.   Verifica-se até da parte daqueles que deviam ser referência para a sociedade, um comportamento estranho e erróneo.   Não é só à comunicação social que se exige a verdade, ela também é exigível a determinadas fontes, nomeadamente, às públicas, aliás, os exemplos devem vir de cima, como se costuma dizer.   Não sei dizer se o processo em que vivemos é reversível, apenas sei que, todos aqueles que trabalhamos na comunicação social, teremos de acreditar nessa possibilidade e, sobretudo, na verdade e, já agora, que continua a valer a pena insistir e continuar.   JOSÉ FAUSTINO Presidente da Associação Portuguesa de Radiodifusão

Ler mais

CASA QUE FOI COMPRADA POR ZECA AFONSO -

Facebook

Escrito por RCM em 2021-09-20 12:19:25

CASA QUE FOI COMPRADA POR ZECA AFONSO -

CASA QUE FOI COMPRADA POR ZECA AFONSO ------------------------------------------------------------------------------------------- Simples ruínas e sem telhado... Na verdade esta casa foi comprada por Zeca Afonso, numa breve visita que fez a Monsanto, na altura do PREC, e que não chegou sequer a habitar, por estar muito DEGRADADA.. Nunca foi recuperada pelo saudoso "cantor de intervenção" e, continua, nos dias de hoje, no mais completo abandono! Julgamos, em nossa modesta opinião, que não se devem, assim, andar a enganar os turistas que, ao dirigirem-se ao local, tão larga e INJUSTIFICADAMENTE sinalizado, ficam completamente DESILUDIDOS! Não há qualquer necessidade de se fazer esta lamentável campanha de publicidade e promoção ENGANOSA... e mais não dizemos.

Ler mais

UM MONSANTINO QUE VERDADEIRAMENTE ORGULHA A ALDEIA MAIS PORTUGUESA

Facebook

Escrito por RCM em 2021-09-17 14:50:15

UM MONSANTINO QUE VERDADEIRAMENTE ORGULHA A ALDEIA MAIS PORTUGUESA

  UM MONSANTINO QUE VERDADEIRAMENTE ORGULHA A ALDEIA MAIS PORTUGUESA...................................................................................       O Professor Doutor Luís Mendes Pedro, (reconhecido cientista e investigador de craveira nacional e internacional) é o novo Presidente da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular.   O Professor Doutor Luís Mendes Pedro foi eleito para presidir à direcção da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV).   A tomada de posse da nova direcção decorreu no âmbito do 20º Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular, realizado nos passados dias 10,11 e 12 Setembro no Centro de Congressos da Alfândega.

Ler mais

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA E ULSCB PROTOCOLAM CARRINHAS E MÉDICO DE FAMÍLIA

Facebook

Escrito por CMIN em 2021-09-16 18:42:51

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA E ULSCB PROTOCOLAM CARRINHAS E MÉDICO DE FAMÍLIA

CÂMARA DE IDANHA-A-NOVA E ULSCB PROTOCOLAM CARRINHAS E MÉDICO DE FAMÍLIA ..................................................................................A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco (ULSCB) protocolaram, no dia 9 de Setembro, o reforço dos serviços médicos e de enfermagem da Unidade Móvel de Saúde e a colocação de Médicos de Família nas extensões e sub-extensões de saúde do concelho. O acordo foi assinado entre Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, e José Nunes, presidente do Conselho de Administração da ULSCB, e consiste numa adenda ao protocolo em curso entre as duas entidades. Os profissionais de saúde vinculados à ULSCB e a exercer actividade na Unidade Móvel de Saúde “poderão usar as plataformas informáticas e digitais em uso no Serviço Nacional de Saúde e na ULSCB, para procederem à prescrição de medicamentos e exames aos utentes”. Por outro lado, o protocolo dá suporte à realização de consultas de médicos de família, deixando claro que “é missão e obrigação da ULSCB prestar cuidados de saúde às populações das extensões e sub-extensões de saúde sitas no concelho de Idanha-a-Nova”. No acordo lê-se ainda que “a intervenção da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova (…) é e será sempre entendida como um apoio de colaboração e parceria estratégica com a ULSCB, não podendo nunca ser entendida como intervenção substitutiva da missão e obrigação da ULSCB”.

Ler mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE IDANHA APROVA 17 ÁREAS DE REABILITAÇÃO URBANA

Facebook

Escrito por CMIN em 2021-09-13 19:25:56

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE IDANHA APROVA 17 ÁREAS DE REABILITAÇÃO URBANA

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE IDANHA APROVA 17 ÁREAS DE REABILITAÇÃO URBANA A Assembleia Municipal de Idanha-a-Nova, reunida no dia 10 de Setembro, aprovou por unanimidade a delimitação de Áreas de Reabilitação Urbana (ARU’s) e as respectivas Operações de Reabilitação Urbana (ORU’s) para 17 localidades do concelho de Idanha-a-Nova. Trata-se um instrumento de natureza estratégica e operacional que visa gerar um território mais atractivo através da reabilitação do tecido edificado e do espaço público, para promover melhores condições urbanas e ambientais e, assim, fixar população e actividades económicas, bem como gerar atractividade turística. Com um horizonte temporal de 10 anos, as ARU’s destinam-se ao investimento público e privado mediante benefícios fiscais e acesso a fundos financeiros. Entre os principais incentivos estão as reduções ao nível do IVA, IMI, IMT, IRS e IRC, no entanto, os imóveis dentro das ARU’s têm também acesso a programas de financiamento para a reabilitação de habitações e de outros edifícios. As ARU’s do concelho de Idanha-a-Nova integram, no seu conjunto, mais de 11 mil edifícios, 83% dos quais construídos há mais de 30 anos e, portanto, em condições de beneficiarem dos incentivos. Do levantamento realizado, verifica-se ainda que 40% do total do edificado necessita de reparações. Refira-se que de acordo com o Portal da Habitação encontram-se aprovados, a nível nacional, 1291 ARU’s sendo o concelho de Idanha-a-Nova o território com maior número de delimitação e aprovação de ARU’s. Nesta sessão da Assembleia Municipal de Idanha-a-Nova, foram ainda aprovados investimentos com vista à beneficiação e substituição da rede de infra-estruturas de abastecimento de água e saneamento em três freguesias, designadamente Ladoeiro, Monfortinho e Monsanto, no âmbito de uma intervenção que se pretende alargar a todo o concelho. Foram também aprovados compromissos plurianuais de concursos públicos para a realização de várias obras: construção de ETAR de Proença-a-Velha; construção de infra-estruturas de apoio à valorização e visita do Parque Icnológico de Penha Garcia; construção de Sala Multiusos em Penha Garcia; alteração do Centro Municipal de Protecção Civil em Idanha-a-Nova; e investimento na eficiência energética do Sistema de Iluminação Pública. A Assembleia Municipal prestou ainda homenagem ao atleta Francisco Farropas, do Club União Idanhense, pela conquista da Medalha de Ouro no Campeonato Nacional de Estrada, categoria M75. A sessão cumpriu também um minuto de silêncio em memória de Jorge Sampaio, antigo Presidente da República.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2021 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line | Política de cookies | Política de privacidade