Notícias

BIBLIOMÓVEL PROMOVE HÁ 10 ANOS A LEITURA E O COMBATE AO ISOLAMENTO

Escrito por RCM/Lusa em 2016-06-24 16:12:02

BIBLIOMÓVEL PROMOVE HÁ 10 ANOS A LEITURA E O COMBATE AO ISOLAMENTO

A Bibliomóvel - Biblioteca Itinerante de Proença-a-Nova comemora este sábado 10 anos de viagens pelas localidades dispersas do concelho de Proença-a-Nova, pelos centros de dia e instituições da Santa Casa da Misericórdia.

A biblioteca móvel incrementa o gosto pela leitura e funciona como antídoto contra a solidão e o isolamento dos habitantes de 35 aldeias deste município do distrito de Castelo Branco.

O bibliotecário Nuno Marçal tem percorrido nos últimos anos, semanalmente, as 35 aldeias do concelho de Proença-a-Nova, onde é esperado pelas populações locais, que requisitam livros, DVD´s, leem jornais e revistas, tiram fotocópias e usam a Internet.

Numa década, a bibliomóvel já percorreu mais de 114 mil quilómetros e no seu acervo documental estão 157 DVD, 1.300 livros, dois jornais diários (desportivo e generalista), um jornal regional e cinco revistas mensais, que abordam temas como caça e pesca, culinária, apicultura, música e bordados.

"Este é, sem dúvida, um dos projectos mais emblemáticos que a câmara municipal tem dinamizado na última década pelo impacto que causa junto da população mais idosa e isolada do concelho que assim tem a oportunidade de usufruir de serviços de proximidade que ultrapassam largamente o simples empréstimo de livros", afirma, em comunicado, o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo.

A Bibliomóvel, inaugurada em 26 de junho de 2006, surgiu de uma candidatura do município de Proença-a-Nova, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia da Sobreira Formosa, ao Progride, projecto de apoio e luta contra a pobreza e a exclusão social, do Instituto da Segurança Social.

Actualmente, para além de promover a leitura, a bibliomóvel funciona ainda como posto móvel avançado dos serviços municipais, desempenhando uma função social, como antídoto contra a solidão e, em período de férias, apoia a ocupação dos mais jovens.

"O caminho, sempre o caminho. Este é o território funcional da Bibliomóvel de Proença-a-Nova. O caminho que se faz diariamente por estas estradas, terras e gentes, levando biblioteca pública a quem dela necessita ou mostrando todas as vantagens de usufruir dos seus recursos. Este é o compromisso que carregamos com todo o gosto e ilusão", explica o bibliotecário Nuno Marçal.

Este responsável adianta que esta é uma biblioteca itinerante: "Por isso, o seu caminho está sempre por fazer e vamos continuar a fazê-lo, sempre com a mesma vontade de tentar fazer sempre o melhor possível. Estamos a caminho" concluiu.

Voltar para a página de notícias

CONTRA O LÍTIO

Facebook

Escrito por LUSA em 2019-06-01 10:14:07

CONTRA O LÍTIO

Idanha-a-Nova manifesta-se contra pedidos de prospecção mineira no concelho A Câmara de Idanha-a-Nova manifestou-se contra a possibilidade de prospecção e pesquisa de depósitos minerais no concelho por considerar que irá prejudicar a estratégia de desenvolvimento do município.   A nossa posição, nesta fase, foi de estar contra este tipo de acção, apesar de saber que estamos a falar de um fase inicial de prospecção", afirmou hoje à agência Lusa, o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.   Armindo Jacinto explica que a autarquia tomou uma posição que teve em conta as questões técnicas do processo e teve em linha de conta a forma como poderia ser defendida a posição de Idanha-a-Nova.   "Tomámos uma posição pública contra [a prospecção] e tecnicamente defendemos esta nossa posição", sustentou. O autarca entende que, apesar de se falar de prospecção, o processo pode pôr em causa a estratégia de desenvolvimento delineada para o concelho. "O que temos conseguido em Idanha-a-Nova, de valorização do património histórico, cultural e natural, estes processos de prospecção, em tudo vem prejudicar a nossa estratégia de desenvolvimento sustentado e colocar em causa toda a estratégia delineada pelo município", concluiu. A área em causa é a denominada "Carrapeteiro" e abrange os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Fundão e Penamacor, num total de 429,014 quilómetros quadrados. A empresa Fortescue Metals Group Exploration Pty Ltd. requereu direitos de prospecção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, prata, chumbo, zinco, cobre, lítio, tungsténio, estanho e outros depósitos minerais ferrosos e minerais metálicos associados neste concelho. LUSA

Ler mais

FESTIVAL GIACOMETTI

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-14 15:11:05

FESTIVAL GIACOMETTI

FESTIVAL DE HOMENAGEM A MICHEL GIACOMETTI EM FERREIRA DO ALENTEJO – 30 de Maio a 2 de Junho MÚSICA, GASTRONOMIA, ARTES & OFÍCIOS, DANÇA, ANTROPOLOGIA E CINEMA. Este evento anual, acolhe para si desafios culturais ao chamar um espectacular cartaz nacional e internacional de várias expressões contemporâneas, fazendo co-habitar tradição e atitude inovadora. O incontornável etno-musicólogo da salvaguarda da Cultura Popular Portuguesa, Michel Giacometti, oriundo da Córsega, deixou-nos um manancial de documentos fotográficos, sonoros e escritos, assim como uma extraordinária colecção de instrumentos musicais e objectos etnográficos, uma herança patrimonial determinante para o entendimento do contexto social, político e cultural do mundo português arcaico, infelizmente em desintegração.  Este homem tanto nos inspira e nos estimula na preservação da NOSSA TRADIÇÃO.   ………………………………………………………………   AS GUARDIÃS DA ARTE DE TOCAR ADUFE Dia 1 de Junho em Ferreira do Alentejo   Concerto pelas Adufeiras de Monsanto, numa interligação especial da artista Celina da Piedade, que toca também com dois grupos corais femininos de Ferreira do Alentejo e com o seu convidado especial Tim (vocalista dos Xutos e Pontapés), que invulgarmente vai tocar viola campaniça. O icónico Tim dos Xutos e Pontapés, diz estar encantado de se juntar às Adufeiras de Monsanto, tanto mais que vai ser um momento triunfal pois estarão dois grupos femininos de cante alentejano também em cima do palco.  O grupo das Adufeiras de Monsanto é reconhecido internacionalmente e faz jus às suas raízes nas tradições ancestrais da Aldeia Mais Portuguesa, uma terra rica em lendas ligadas aos rituais da Primavera.  Promovendo o extraordinário património cultural de Monsanto com os seus fatos coloridos, canções e ritmos do adufe, um instrumento feminino por excelência que trespassou contextos religiosos e teve a sua proliferação na Península Ibérica nos séculos XI e XII.  Na sua constituição actual, as Adufeiras de Monsanto, oferecem um autêntico privilégio para os que assistem às suas actuações. A não perder pelas 21:30 na PRAÇA COMENDADOR INFANTE PASSANHA EM FERREIRA DO ALENTEJO.

Ler mais

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-05 14:12:17

FESTIVAL DA FLORES EM ALDEIA DE SANTA MARGARIDA

Ler mais

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

Facebook

Escrito por RCM em 2019-05-02 19:32:20

PÁGINAS DAS HISTÓRIA DA RÁDIO DA PORTUGALIDADE

  Rádio Clube de Monsanto há 34 anos ao Serviço do Território da Idanha, no País e no Mundo. “O nosso passado é a nossa MEMÓRIA e o que a nossa MEMÓRIA não guarda nunca ocorreu ainda que tenha ocorrido”.

Ler mais

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Facebook

Escrito por CMIN em 2019-04-30 14:43:54

FESTA DA DIVINA SANTA CRUZ EM MONSANTO

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2019 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line