Arquivo de Notícias

CASTELO BRANCO: MAIS AMBULÂNCIAS PARA REFORÇAR RESPOSTA PRÉ HOSPITALAR À POPULAÇÃO DO DISTRITO

Escrito por RCM em 2009-05-20 12:26:20

CASTELO BRANCO: MAIS AMBULÂNCIAS PARA REFORÇAR RESPOSTA PRÉ HOSPITALAR À POPULAÇÃO DO DISTRITO

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) activou esta semana três ambulâncias em Fratel (Vila Velha de Ródão), Oleiros e Sertã. Com a entrada em funcionamento das viaturas, o sul do distrito de Castelo Branco 'vê reforçada a resposta pré-hospitalar à população com maior eficácia na resposta às emergências, nomeadamente no socorro às vítimas de acidentes de viação', disse Abílio Gomes, presidente do INEM. A entrega das ambulâncias foi feita na segunda-feira no Governo Civil de Castelo Branco.

OPWAY MODERNIZA SUB-TROÇO DA LINHA DA BEIRA BAIXA

Escrito por Lusa/RCM em 2009-05-19 12:28:19

OPWAY MODERNIZA SUB-TROÇO DA LINHA DA BEIRA BAIXA

A Opway Engenharia vai proceder à modernização de um sub-troço de 33 quilómetros da linha da Beira Baixa, entre Vale de Prazeres e a estação da Covilhã, num investimento de 27 milhões de euros. O prazo de execução da empreitada é de 21 meses e inclui intervenções nas estações do Fundão, Tortosendo e Covilhã. Estas estações vão ter alterações nas infra-estruturas de apoio aos passageiros, além da construção ou remodelação das plataformas e beneficiação dos edifícios existentes.

PROCESSOS E CONTRATOS DO CASO COVA DA BEIRA FORAM DESTRUÍDOS ILEGALMENTE

Escrito por Público/RCM em 2009-05-18 01:03:39

PROCESSOS E CONTRATOS DO CASO COVA DA BEIRA FORAM DESTRUÍDOS ILEGALMENTE

A totalidade dos processos de fundos comunitários da Intervenção Operacional Ambiente do 2.º Quadro Comunitário de Apoio foi ilegalmente destruída em 2007, por decisão da Autoridade de Gestão do Programa Operacional do Ambiente. Entre os projectos cuja documentação foi eliminada encontra-se o da construção e concessão da Estação de Resíduos Sólidos Urbanos da Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB), cuja adjudicação ao grupo HLC está no centro de um processo de corrupção que tem julgamento marcado para Outubro.

ALDEIA DO COLMEAL PODE VIRAR PÓLO TURÍSTICO

Escrito por Ricardo Cordeiro/RCM em 2009-05-15 09:43:03

ALDEIA DO COLMEAL PODE VIRAR PÓLO TURÍSTICO

Antigos habitantes da sede da freguesia do Colmeal foram despejados por ordem do tribunal em 1957. Desenvolver um plano estratégico para averiguar da possibilidade da aldeia do Colmeal poder vir a ser um pólo de atracção turística é a principal missão de um grupo de trabalho nomeado pela Assembleia Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo no final de Abril. O presidente do município não tem dúvidas das potencialidades desta freguesia sem habitantes que tem a particularidade de por lá ter vivido a mãe de Pedro Alvares Cabral.

CASTELO BRANCO: CIDADE VAI TER CENTRO DE CULTURA CONTEMPORÂNEA

Escrito por Diário XXI/RCM em 2009-05-15 11:42:16

CASTELO BRANCO: CIDADE VAI TER CENTRO DE CULTURA CONTEMPORÂNEA

O Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco vai ser construído no centro da cidade, uma estrutura cultural que, dentro de dois anos, deverá projectar toda a região. O projecto de arquitectura é da autoria de Josep Luís Mateo, autor da actual zona central de Castelo Branco, requalificada no âmbito do programa Polis.

IDANHA-A-NOVA: PROJECTO DE ANIMAÇÃO DE RUA QUER REGRESSAR À ÉPOCA MEDIEVAL

Escrito por RCM em 2009-05-14 10:30:43

IDANHA-A-NOVA: PROJECTO DE ANIMAÇÃO DE RUA QUER REGRESSAR À ÉPOCA MEDIEVAL

A Associação de Juventude de Idanha-a-Nova, através do seu grupo de teatro Ajitar, quer concretizar um novo projecto, que se baseia na animação de rua medieval. A associação está por isso a recrutar pessoas, que tenham gosto e motivação por este tipo de iniciativas e que estejam dispostas a colaborar a título remunerado. Esta animação servirá posteriormente para apresentações em festivais, encontros ou eventos relacionados com a temática, que decorrem por diversos locais do país.

COVILHÃ: CENTRO HOSPITALAR ENTREGA 50 MOTAS A FUNCIONÁRIOS PARA DEIXAREM O CARRO EM CASA

Escrito por Lusa /RCM em 2009-05-12 02:02:56

COVILHÃ: CENTRO HOSPITALAR ENTREGA 50 MOTAS A FUNCIONÁRIOS PARA DEIXAREM O CARRO EM CASA

O Centro Hospitalar da Cova da Beira (CHCB) entregou esta semana as primeiras 50 motorizadas do programa de mobilidade. Até Junho, a administração espera entregar mais de uma centena. “Com as cidades atafulhadas de carros, estas motos significam maior mobilidade. Mas o nosso pensamento está essencialmente no ambiente. Sabemos que a poluição com motorizadas deste tipo é nitidamente inferior à de um carro”, destacou João Casteleiro.

CASO COVA DA BEIRA: JOSÉ SÓCRATES CHAMADO A DEPOR

Escrito por Sol/RCM em 2009-05-08 12:40:14

CASO COVA DA BEIRA: JOSÉ SÓCRATES CHAMADO A DEPOR

O primeiro-ministro foi arrolado como testemunha de Ana Maria Simões, acusada de corrupção passiva e branqueamento de capitais no caso da Cova da Beira. O processo começou com denúncias de corrupção contra José Sócrates, mas as suspeitas foram arquivadas por falta de provas. A primeira sessão do julgamento está marcada para o próximo dia 14 de Outubro.

SEIA: BEIRALÃ E ARA DESPEDEM 150 TRABALHADORES

Escrito por Lusa/RCM em 2009-05-07 11:16:56

SEIA: BEIRALÃ E ARA DESPEDEM 150 TRABALHADORES

A empresa de lanifícios Beiralã anunciou o despedimento a mais 120 trabalhadores, disse à agência Lusa, Carlos João, presidente do Sindicato dos Têxteis da Beira Alta, afirmando que os trabalhadores tiveram conhecimento do despedimento por carta individual. Carlos João revelou ainda que a fábrica de calçado ARA, o maior empregador de Seia, vai despedir mais 30 trabalhadores.

CULTURA: CONCERTOS E ESPECTÁCULOS EM CASTELO BRANCO ATÉ 6 DE JUNHO

Escrito por RCM em 2009-05-06 02:04:33

CULTURA: CONCERTOS E ESPECTÁCULOS EM CASTELO BRANCO ATÉ 6 DE JUNHO

Começa hoje a 15ª edição do Festival Internacional de Música de Castelo Branco - Primavera Musical. 'Como tem sido característico no Festival, vamos proporcionar a algumas freguesias a possibilidade de serem integradas no programa', refere Carlos Semedo, director artístico. O guitarrista escocês Martin Taylor, o quarteto de cordas Quatuor Psophos, vencedor do Concurso de Bordéus (França), e o grupo de percussão Drumming são alguns dos destaques da organização.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 |

ALDEAMENTO SUSTENTÁVEL “MONSANTO VERDE”

Facebook

Escrito por CMIN em 2020-01-29 19:03:18

ALDEAMENTO SUSTENTÁVEL “MONSANTO VERDE”

    Turismo de Portugal dá ‘luz verde’ ao aldeamento sustentável Monsanto Verde Grupo francês investe dez milhões em aldeamento sustentável em Monsanto- Idanha-a-Nova.   Um grupo francês vai construir um aldeamento sustentável com 44 moradias ecológicas em Monsanto-Idanha-a-Nova, chamado "Monsanto Verde".     Perto da aldeia histórica de Monsanto, no concelho de Idanha-a-Nova, a sociedade de gestão "Monsanto Verde, Lda." acaba de ver aprovada a sua candidatura ao Turismo de Portugal para instalação de um aldeamento de 4 estrelas, composto por 44 moradias ecológicas e um edifício de apoio existente definido como ‘Casa da Herdade’. O complexo de 160 camas, situado numa herdade agrícola de 238 hectares, propriedade de Henri Salas, propõe um modo de vida sustentável, combinando o activo de residentes e turistas com uma envolvente total de agricultura biológica participativa. Rui Gomes-Pedro, gestor do projecto, doutorado em Estratégias Empresariais de Desenvolvimento Sustentável e docente na Universidade Sorbonne, em Paris, adianta que Monsanto Verde representa “um investimento de mais de 10 milhões de euros que contempla residências, hotelaria, restauração e explorações agrícolas diversas, todas elas biologicamente certificadas desde a sua produção à transformação para produto de consumo final. Oferecemos uma vida em plena natureza, seja para quem ali queira residir em permanência ou fazer turismo num território que é reserva natural e protegido pela UNESCO”. O número de moradias previstas responde à capacidade adequada para o território. As moradias de construção bioclimática garantem total conforto e são construídas com as mais recentes tecnologias, técnicas e metodologias ecológicas, usam materiais locais e respeitam os códigos de herança rural da região. De forma a habitar em comunhão com a natureza, houve um cuidado especial em cada localização que, de forma equilibrada, abraça a vegetação espontânea garantindo elevada privacidade e facultando também a cada posição um excelente horizonte de natureza. A privacidade e a comunhão com a natureza foram, provavelmente, os temas mais difíceis de todo o projecto face às inúmeras condições impostas para boa execução do complexo. Os acessos às moradias fazem-se pelos caminhos de outrora, parte deles já recuperados e reabilitados com a matéria local. Especialista de renome na aplicação do desenvolvimento sustentável nas empresas, Rui Gomes-Pedro explica que a escolha de Monsanto para instalação deste projecto teve em consideração factores estratégicos como a boa imagem de Portugal no mercado francófono, a centralidade ibérica da região – a meio caminho entre Lisboa e Madrid –, boas acessibilidades e políticas locais alinhadas com a promoção dos valores ambientais. Para o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, “o empreendimento Monsanto Verde foi, desde logo, acarinhado por ir de encontro à estratégia de sustentabilidade que temos para o território. A mesma assenta na criação de riqueza e emprego, através da aposta na economia verde, na economia circular e nos circuitos curtos de comercialização, valorizando os nossos recursos naturais e o nosso património”. O projecto Monsanto Verde pretende deixar uma marca positiva na comunidade. Para além do impacto na economia local, os promotores pretendem colaborar na formação de estudantes, nos sectores da hotelaria e da restauração, em parceria com escolas de ensino profissional e superior. Reinventar a “arte de viver do futuro” é, em suma, a frase chave da Monsanto Verde. Capaz de combinar conhecimento ancestral e tecnologias recentes, mais do que vender casas ecológicas, este projecto que tem a assinatura do arquitecto Mário Benjamim, oferece um conceito de vida em harmonia com a natureza, num território inserido na rede europeia de Bio-Regiões (Eco-Regions) e com três classificações da UNESCO.  

Ler mais

A LENTA AGONIA DAS RÁDIOS LOCAIS

Facebook

Escrito por RCM em 2020-01-24 14:24:47

A LENTA AGONIA DAS RÁDIOS LOCAIS

A LENTA AGONIA DAS RÁDIOS LOCAIS.   Quem nos acode?   Por mais que tentem os operadores de Rádio, só por si, muito dificilmente ultrapassarão as dificuldades sem apoio público. É aqui que entra a opção política de quem manda no Estado.   O País necessita ou não de uma Comunicação Social livre, dispersa (propriedade) e independente? Se a resposta for sim, então vai ser necessário criar e desenvolver um sistema eficaz de apoios ou incentivos – conforme se lhes quiser chamar – indirectos que ajudem a desenvolver uma infra-estrutura digital nacional para a Comunicação Social, a suportar os respectivos custos de distribuição e de desenvolvimento de software.   Não nos castiguem com taxas e taxinhas e exigências como se fossemos uma empresa cotada em bolsa...   SOMOS UMA INSTITUIÇÃO CULTURAL DE INTERESSE PÚBLICO...mas em risco de fechar a curto prazo, se nos obrigarem também a pagar os "direitos conexos". Que nem sabemos o que isso é...   Vivemos de uma única fonte financeira: a publicidade, que em cada dia é mais escassa...pois a crise não passa e as empresas da região estão a encerrar a um ritmo desolador. Não nos vendam ilusões. O tempo não é nada animador. Fora com os vendilhões...   …………………………………………. “É uma pena que o fisco seja tão lesto no que se reporta aos pequenos devedores e deixe escapar os monstros. Querem que acreditemos que são só inertes mas já é incompetência a mais.” Rita Garcia Pereira

Ler mais

UM BOM ANO PARA TODOS

Facebook

Escrito por RCM em 2020-01-01 16:37:13

UM BOM ANO PARA TODOS

  Já estamos no novo ano, o ano do duplo 20, foi um ano referido para muita coisa, mas não passou de meras referências.   Dum modo geral, a nível económico e político, nada se espera de novo, o Governo continuará a sua evolução na continuidade, tentando equilibrar as contas públicas, com reduzido investimento público e com uma pesada carga fiscal.   Não se afigura grande vontade em contrariar a crise existente na generalidade da comunicação social, todavia têm-se verificado várias pressões, especialmente do Senhor Presidente da República que não perde uma única ocasião para se referir ao assunto.   Acresce a este problema a agudização da crise no sector da imprensa e, por arrastamento, grandes dificuldades para um número significativo de jornalistas, o que sensibiliza mais os políticos do que a situação da Rádio e dos seus profissionais, muitos deles também jornalistas. Porém, se qualquer medida for tomada, dificilmente o sector da Rádio será excluído, ainda que beneficie muito menos do que a Imprensa.   Existe a dúvida, mas também a esperança, sempre a esperança… de que talvez um dia percebam mesmo o problema, poderá ser neste novo ano, assim o desejamos.

Ler mais

PETIÇÃO PÚBLICA EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-12-28 19:12:57

PETIÇÃO PÚBLICA  EM DEFESA DO ENSINO SUPERIOR EM IDANHA-A-NOVA

    Para que a Escola Superior de Gestão se mantenha com a sede, na Vila de Idanha-a-Nova, o Movimento pela sua Autonomia pede aos naturais, residentes e amigos do Concelho de Idanha-a-Nova e aos que defendem o interior do País, que assinem, com a máxima urgência, a petição pública que está on line, no facebook, ou em folhas de papel, distribuídas por todas as freguesias do Concelho. Este território não pode ser mais esvaziado. Este povo raiano não merece ser castigado. Contamos consigo, para garantir um futuro melhor para os nossos filhos e netos. Bem-haja.

Ler mais

LEI DA TRANSPARÊNCIA

Facebook

Escrito por RCM em 2019-11-23 18:07:32

LEI DA TRANSPARÊNCIA

LEI DA TRANSPARÊNCIA   NFORMAÇÃO INSTITUCIONAL DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO (Publica-se nos termos da Lei da transparência nos meios da comunicação social) Director Executivo: Professor Joaquim Manuel da Fonseca a) - Capital Social: 142.047,72 €; b) - Sócio único e detentor da totalidade do capital social da empresa MONSANTORÁDIO; c) - Administrador e Gestor da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/…/pdf/administrador_e_gestor.pdf d) - Responsável pela orientação e pela supervisão do conteúdo das emissões da RCM; e) - Estatuto Editorial da RCM: http://www.radiomonsanto.pt/ficheiros/pdf/estatuto.pdf

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2020 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line