Notícias

PASSOS COELHO ENTREGA PRÉMIO A ALUNOS DE IDANHA -A-NOVA

Escrito por RCM em 2014-10-02 13:13:31

PASSOS COELHO ENTREGA PRÉMIO A ALUNOS DE IDANHA -A-NOVA

Os alunos da EB1 de Idanha-a-Nova receberam em Aveiro das mãos do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e do ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, o galardão pela vitória no escalão do 1º Ciclo do prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, com direito a um cheque no valor de 10 mil euros. O projecto “Os Pequenos Boticários” conquistou o 1º lugar entre cerca de 700 Escolas de todo o País que foram a concurso. O produto final foi a produção de um champô em barra, tendo como base as essências de plantas autóctones, em ambiente biológico, em particular o rosmaninho. O champô da EB1 de Idanha-a-Nova, denominado Adufe, foi desenvolvido no âmbito da promoção do empreendedorismo em meio rural, com o apoio de empresas locais e irá integrar a gama de produtos Terras da Idanha, marca registada pelo Município de Idanha-a-Nova.

PORTUGAL TEM A QUARTA MAIOR PERCENTAGEM DE IDOSOS DA UNIÃO EUROPEIA

Escrito por RCM / Jornal de Negócios em 2014-10-01 13:07:46

PORTUGAL TEM A QUARTA MAIOR PERCENTAGEM DE IDOSOS DA UNIÃO EUROPEIA

A larga maioria dos pensionistas de velhice da Segurança Social tem reformas inferiores ao salário mínimo nacional, numa altura em que o número de pessoas com 65 ou mais anos já supera os dois milhões. Esta quarta-feira, 1 de Outubro, celebra-se o Dia Internacional do Idoso. Portugal é um dos países da União Europeia com maior percentagem de idosos. Em 2012, segundo os dados da Pordata, era o quarto país da UE nesse ranking, com 18%. À sua frente estavam apenas Itália, Alemanha e Grécia. No fundo da tabela, a Irlanda, com 12,1%. Relativamente a 2013, a Pordata apurou que cerca de 20% da população residente no país tinha 65 anos ou mais. Apenas no município açoriano da Ribeira Grande é que a percentagem de idosos era inferior a 10%. Por outro lado, em cinco municípios – Alcoutim, Idanha-a-Nova, Penamacor, Pampilhosa da Serra e Vila Velha de Ródão – era já mais do dobro da média nacional (superior a 40%).  

MONSANTO: 600 ATLETAS PARTICIPARAM NO CAMPEONATO IBÉRICO FEMININO DE ORIENTAÇÃO PEDESTRE

Escrito por RCM em 2014-09-30 16:53:41

MONSANTO: 600 ATLETAS PARTICIPARAM NO CAMPEONATO IBÉRICO FEMININO DE ORIENTAÇÃO PEDESTRE

O 22º Campeonato Ibérico Feminino de Orientação Pedestre trouxe no passado fim-de-semana ao concelho de Idanha-a-Nova 600 atletas desta modalidade. Sábado e Domingo de manhã a zona do Cidral, em Monsanto, acolheu duas etapas para atribuição dos títulos de Campeão Ibérico Feminino de distância média e de distância longa. Durante a tarde de Sábado os atletas correram no núcleo histórico de Monsanto, para a atribuição dos títulos de Campeão Ibérico Feminino de Sprint. Em paralelo com a atribuição destes títulos disputou-se o 2º Meeting Internacional de Idanha-a-Nova, pontuável para o ranking da Taça de Portugal e para o ranking Nacional de clubes, envolvendo atletas de ambos os sexos. A organização foi da Associação dos Deficientes das Forças Armadas, com a colaboração da Federação Portuguesa de Orientação e da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. Na cerimónia de entrega dos prémios, o presidente da autarquia, Armindo Jacinto, manifestou interesse em fazer da Orientação “uma modalidade rainha do concelho”. De salientar que Monsanto foi distinguido em 2013 com o título de melhor percurso mundial de Orientação, atribuído pelos utilizadores do maior portal da modalidade, o "World Of O".

MONFORTINHO: SÉRGIO MONTEIRO DIZ QUE “NÃO HÁ CAPACIDADE ORÇAMENTAL PARA O IC31 e IC6

Escrito por RCM/ Lusa em 2014-09-25 12:46:28

MONFORTINHO: SÉRGIO MONTEIRO DIZ QUE “NÃO HÁ CAPACIDADE ORÇAMENTAL PARA O IC31 e IC6

O secretário de Estado dos Transportes disse esta quarta-feira que o IC31, entre Monfortinho e Espanha, e o IC6, entre Covilhã e Coimbra, são "obras adiadas mas não esquecidas", para as quais não há capacidade orçamental. "O IC31 e o IC6 são obras adiadas. Não estão esquecidas porque estão contempladas no Plano Rodoviário Nacional (PRN), mas, claramente, são obras para as quais a capacidade orçamental do país não tem condições de responder nos próximos anos", adiantou Sérgio Monteiro à agência Lusa. O governante, que falava em Castelo Branco, à margem do seminário "Scutvias-15 anos", explicou que existem "limitações severas da Comissão Europeia (CE) relativamente ao investimento em estradas". "É considerada uma prioridade negativa", sublinhou.  

CASTELO BRANCO QUER A23 SEM PORTAGENS

Escrito por LUSA em 2014-09-24 15:00:45

CASTELO BRANCO QUER A23 SEM PORTAGENS

O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, disse hoje que a região quer voltar a ter a auto-estrada A23 sem portagens, ou, pelo menos, com preços mais reduzidos. "Desejamos voltar à A23 sem portagens. Mas, se esse objectivo não for alcançado, pelo menos há uma exigência da qual não podemos abdicar: não podemos continuar a ter as portagens por quilómetro mais caras do país", afirmou o autarca. Luís Correia, que falava durante a sessão de abertura do seminário "Scutvias - 15 anos", que decorre hoje em Castelo Branco, entende que o interior precisa desta mudança, "para bem de todo o país". Por isso, diz ser "urgente rever a decisão de cobrança de portagens nas antigas scut [vias sem custos para os utilizadores]", nomeadamente nas que servem o interior. O autarca afirmou que está consciente das dificuldades económicas e financeiras que o país atravessou e que ainda vive e acrescentou que não pede impossíveis nem quer fazer política "fácil e populista" com uma questão "tão séria" como esta. Contudo, sublinhou: "Não podemos deixar de alertar para o retrocesso que a cobrança de portagens na A23 representa para o desenvolvimento da região e para a consequente sobrecarga de encargos para as famílias e as empresas". Disse ainda entender que as boas condições de acesso, a rapidez e diminuição de distâncias que poderiam ser garantidas pela existência da auto-estrada "acabam por não se fazer sentir".    

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 |

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:22:40

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Os municípios de Idanha-a-Nova, Águeda, Lousã, Óbidos e São Pedro do Sul apresentaram o projecto "5 municípios, 5 culturas, 5 sentidos", cujo objectivo é afirmar novas centralidades culturais fora dos grandes centros urbanos. O projecto liderado pela Câmara de Idanha-a-Nova, envolve mais quatro municípios da Região Centro e tem uma duração de três anos, sendo que os objectivos passam pela promoção de iniciativas culturais inovadoras, estimulação da criação artística e a reinterpretação cultural, através da imagem externa dos municípios envolvidos enquanto territórios que acolhem as artes e a criatividade.  

Ler mais

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:19:31

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

A aldeia histórica de Monsanto, em Idanha-a-Nova, vai receber um milhão de euros de investimento para a sua valorização e qualificação enquanto destino turístico no âmbito do programa Valorizar. O contrato assinado no posto de turismo de Monsanto, entre o município de Idanha-a-Nova e o Turismo de Portugal, tem como objectivos principais valorizar o acesso à aldeia histórica, a instalação de um sistema inteligente de gestão de tráfego e de estacionamento, aquisição e instalação de uma ferramenta digital com informação sobre Monsanto e sobre a rede de aldeias históricas de Portugal. "Este projecto com o Turismo de Portugal visa valorizar Monsanto. Estamos a ter problemas de crescimento. Temos queixas por falta de estacionamento que têm causado muito desconforto a quem nos visita", explicou o presidente do município de Idanha-a-Nova durante a apresentação do projecto. Armindo Jacinto explicou que este investimento, no âmbito do programa Valorizar, é feito em cooperação com outros que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal está a promover.  

Ler mais

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-31 16:42:46

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

PARTIU O PINTOR DA PORTUGALIDADE O Grande Mestre José Manuel Soares, com 85 anos de idade, terminou, nesta madrugada, do último dia do ano de 2017, em sua casa, na Rua de Timor, na Costa de Caparica, um Calvário de grande sofrimento, por doença desde 2002. Merecia (em vida) ter sido melhor HONRADO, JUSTIÇADO E LEMBRADO, premiando a sua vastíssima obra, com representação em museus nacionais e estrangeiros, bem como em galerias e colecções particulares.  O Pintor JOSÉ MANUEL SOARES encarnou o verdadeiro espírito épico de Portugal.  Exemplarmente pincelado por um dos maiores artistas contemporâneos. NESTA HORA, DE LUTO E DOR,VEM-ME AO PENSAMENTO O ESCRITO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO, IN “ÚLTIMO VOLUME”: “Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre…. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si, isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução… Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar. " Um sentido abraço solidário à esposa, Dona Ângela Vimonte, e aos muitos admiradores e amigos do Mestre Soares. Para a posteridade, ficam as milhares de obras de arte, nomeadamente no Museu com o seu nome, na cidade de Pinhel Falcão, desde 2014. Que a sua Alma repouse em Paz.

Ler mais

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-21 10:10:31

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

A Câmara de Idanha-a-Nova e a organização do Boom Festival assinaram um protocolo de cooperação para os próximos 10 anos com o objectivo de tornar o concelho na “Capital do Bem-Estar em 2028”. Num comunicado conjunto, o município de Idanha-a-Nova reconhece a importância dos eventos organizados pela Associação IdanhaCulta, responsável pela gestão da Herdade da Granja e do Boom Festival, para a economia local. A autarquia compromete-se a colaborar com a organização e a criar condições favoráveis a vários projectos de sustentabilidade ambiental com base na herdade de 150 hectares. Para o efeito, a associação IdanhaCulta quer criar um Parque de Artes e Natureza que seja um ícone mundial e contribuir deste modo para tornar Idanha-a-Nova na “Capital do Bem-Estar em 2028”.  

Ler mais

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line