Notícias

ATAQUE Á RÁDIO VOZ DO NEIVA

Escrito por RCM em 2015-01-11 11:28:06

ATAQUE Á RÁDIO VOZ DO NEIVA

DISTO AS TELEVISÕES, AS RÁDIOS E OS JORNAIS NÃO FALAM… VÂNDALOS À SOLTA. EXECRÁVEL BARBARIDADE. ABRAÇO SOLIDÁRIO AOS COMPANHEIROS DE VILA VERDE. ........................................................... A Rádio Voz do Neiva, em Vila Verde, foi alvo de um ataque que interrompeu logo a emissão, tendo sido destruídos computadores e outro equipamento, segundo apurou o SOL. O ataque foi desferido por dois homens, que teriam a colaboração de um terceiro, nas imediações da Rádio Voz do Neiva, em Duas Igrejas, Vila Verde. Apesar de o golpe ter sido cometido na quinta-feira, só hoje foi conhecido, alegadamente para não haver uma qualquer conotação com os acontecimentos de Paris, na Redacção do Charlie Hebdo. Foram destruídos computadores, mesas de mistura, microfones, auscultadores e outros equipamentos do estúdio principal da Rádio Voz do Neiva, de Duas Igrejas, Vila Verde. Fontes contactadas pelo SOL, que solicitaram o anonimato, referiram “tratar-se de um claro ataque à liberdade de expressão”, mas não acreditam haver qualquer emulação em face dos assassínios de jornalistas em Paris. “A Rádio Voz do Neiva já incomoda muita gente”, acrescentou uma das fontes ligadas ao projecto radiofónico de Ribeira do Neiva. Segundo apurou o SOL, haverá pelo menos já dois suspeitos referenciados e o caso foi comunicado à GNR de Vila Verde. A Rádio Voz do Neiva é uma das estações regionais com maior audiência no país e tem uma grande ligação às populações e aos emigrantes.

JOAQUIM MORÃO NA ANTENA DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO

Escrito por RCM em 2015-01-09 17:43:52

JOAQUIM MORÃO NA ANTENA DA RÁDIO CLUBE DE MONSANTO

No próximo dia 15, quinta-feira, pelas 21 horas, na antena da Rádio Clube de Monsanto, em Estúdio Um – Tribuna do Povo, como convidado Joaquim Morão Lopes Dias, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Idanha-a-Nova. Comendador Joaquim Morão, uma vida dedicada ao serviço da causa pública em autarquias, nas colectividades, nas associações e nas instituições de solidariedade social. A entrevista é transmitida nos 98.7 FM e 107....8 FM, no próximo dia 15, pelas 21 horas e também pode ser ouvida através da internet em: www.radiomonsanto.pt  

HOMENAGEM AO QUE FOI O V MARQUÊS DA GRACIOSA

Escrito por Antonio Costa em 2015-01-06 17:01:38

HOMENAGEM AO QUE FOI O V MARQUÊS DA GRACIOSA

Com a devida vénia do Blogue “SORTES DE GAIOLA”, ......................................................................................... Ao partir, o Engenheiro Fernando, que foi o quinto Marquês da Graciosa, deixou como legado, a imagem da verticalidade sem mácula. Homem culto, de grande afabilidade, sentia Portugal por ter a pátria na alma. Profundo conhecedor do toiro, do cavalo e da equitação, falava destes temas com naturalidade, sabendo ouvir, e sem que nunca querer impôr as suas ideias muito menos exibindo qualquer réstia de arrogância. Foi um verdadeiro fidalgo que viveu uma vida desapaixonada e culta, ao relento das ideias, sonhando e pensando numa vida suficientemente lenta para estar sempre à beira de tudo o que rodeava, bastante meditada para se nunca encontrar fora do mundo do seu tempo. Viveu essa vida com emoções e nobres pensamentos, e exclusivamente só no pensamento das emoções e na emoção dos pensamentos. Poisou ao sol do dia-a-dia, tendo, na sombra, aquela fidalguia da individualidade que consiste em não insistir para nada com a vida, e muito menos revoltar-se com o destino. Foi tudo isto com um conhecimento seguro, nem alegre nem triste, não querendo ser mais, não querendo ter mais, não querendo mais... do que o seu Deus lhe deu... Num País, onde nestes tempos que vivemos, há um enorme défice de senhorio, senti-me na obrigação de prestar esta singela homenagem ao SENHOR Marquês da Graciosa, "P'ra que a terra não esqueça."

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA FESTA DA HISTÓRIA

Escrito por RCM em 2014-12-29 20:59:40

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA FESTA DA HISTÓRIA

A Federação Portuguesa da Festa da História foi constituída por escritura pública esta semana, com o objectivo de congregar esforços em prol da actividade de promoção e divulgação das diversas manifestações e representações culturais e artísticas públicas que recriem feitos e ambientes históricos observando critérios de apuro e rigor histórico. Com sede na aldeia histórica de Idanha-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, esta associação cultural visa ainda promover a troca de experiências e partilha de informações dos seus associados no estudo, preservação e divulgação do património artístico, histórico e cultural de Portugal. Pretende-se, também, promover a representação nacional em actividades e agremiações internacionais. A Federação Portuguesa da Festa da História irá promover as festas, espectáculos e recriações com argumento histórico que sejam testemunho do património nacional, pondo em relevo o seu valor cultural, artístico e lúdico. Ao mesmo tempo irá produzir e apoiar iniciativas que contribuam para melhorar a imagem e o conhecimento desses eventos e a sua divulgação nos meios turísticos nacionais e internacionais.

IDANHA-A-VELHA na bruma do tempo …

Escrito por RCM em 2014-12-16 17:14:35

IDANHA-A-VELHA na bruma do tempo …

“Em homenagem aos Egitanienses, de todos os tempos, e in memoriam dos vários povos e civilizações que deixaram as suas marcas na velha Civitas Igaeditanorum ou vetusta Egitânia, actual aldeia histórica de Idanha-a-Velha”, assim diz a dedicatória do novo livro de Elias Vaz, intitulado IDANHA-A-VELHA na bruma do tempo – a antiga Comenda e Concelho, edição patrocinada pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. Tem Prefácio do Dr. Pedro Miguel Salvado e será apresentado no próximo dia 27 de Dezembro (sábado), pelas 16.30 horas, na antiga Sé Catedral de Idanha-a-Velha. No final do livro aditou-se, em Apêndice, uma relação cronológica sobre diversos factos e acontecimentos, anexando-se ainda documentos e informações de interesse histórico-cultural, nomeadamente o manuscrito do foral de 1229, bens e relíquias da Igreja de Idanha-a-Velha, a restauração da Sé Catedral e o restabelecimento da sua freguesia em 1933, a qual, em 2013, veio a ser agregada a Monsanto sob a denominação de União das Freguesias de Monsanto e Idanha-a-Velha.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 |

QUINTA EDIÇÃO DO CINEMA PORTUGUÊS EM MOVIMENTO COMEÇA EM MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-06-22 15:21:45

QUINTA EDIÇÃO DO CINEMA PORTUGUÊS EM MOVIMENTO COMEÇA EM MONSANTO

A aldeia de Monsanto, em Idanha-a-Nova, é o ponto de partida no dia 29 da quinta edição do Cinema Português em Movimento, uma iniciativa para levar filmes portugueses a localidades com pouca oferta cinematográfica. De acordo com o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), o programa começa no miradouro daquela localidade com a exibição da curta-metragem "Amélia & Duarte", de Alice Guimarães e Mónica Matos, e da comédia "Refrigerantes e canções de amor", de Luís Galvão Teles. O Cinema Português em Movimento decorrerá até 25 de agosto com a exibição de dez filmes portugueses - alguns repetidos de anos anteriores - em localidades de 12 concelhos. As 53 exibições previstas serão sempre ao ar livre. Este ano, o programa exibirá em complemento episódios gravados por Tiago Pereira no projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, de registo da música portuguesa de tradição oral.

Ler mais

POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO VAI TER CURSO DE DRONES

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-06-16 16:09:43

POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO VAI TER CURSO DE DRONES

O Instituto Politécnico de Castelo Branco vai ministrar no próximo ano lectivo o curso técnico superior profissional em Fabrico e Manutenção de Drones. "Trata-se de mais uma aposta da instituição numa oferta formativa numa área de vanguarda e em expansão", refere em comunicado o presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), Carlos Maia. O novo curso técnico superior profissional (CTeSP) em Fabrico e Manutenção de Drones foi recentemente aprovado e vai ser ministrado na Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco (ESTCB). Carlos Maia explica que a instituição tem um corpo docente qualificado e conta com várias parcerias com empresas já bem implantadas no mercado, factores que tornaram possível a aprovação desta formação que poderá ser estrutural para o IPCB e para a região. As inscrições para este curso podem ser realizadas de 1 de agosto a 6 de setembro de 2017, nos serviços do IPCB.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: ECOFESTIVAL JUNTA 150 ARTISTAS EM SALVATERRA DO EXTREMO

Facebook

Escrito por em 2017-06-01 15:10:31

IDANHA-A-NOVA: ECOFESTIVAL JUNTA 150 ARTISTAS EM SALVATERRA DO EXTREMO

O Ecofestival Salva a Terra que decorre de 22 a 25 de junho em Salvaterra do Extremo no concelho de Idanha-a-Nova, conta com a participação de 150 artistas. As receitas do festival revertem a 100% para o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Castelo Branco (CERAS). O evento bienal que vai na quarta edição é organizado pela associação ambientalista Quercus, União de freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo e pelo município de Idanha-a-Nova. "As receitas obtidas revertem efectivamente a 100% para o CERAS, fazendo do Ecofestival Salva a Terra o seu principal mecenas. Com a edição de 2015, conseguimos angariar fundos para recuperar 400 animais", refere a Quercus em comunicado. O festival é composto por inúmeras actividades que vão desde os concertos, 'workshops', percursos interpretativos, observação de vida selvagem, conferências, cinema documental e animação diversa.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: GRUPO DE TEATRO APRESENTA PEÇA SOBRE REFUGIADOS E DIREITOS DAS CRIANÇAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-05-30 12:15:49

IDANHA-A-NOVA: GRUPO DE TEATRO APRESENTA PEÇA SOBRE REFUGIADOS E DIREITOS DAS CRIANÇAS

O Grupo de Teatro do Agrupamento de Escolas de Idanha-a-Nova (IDEATRO), em parceria com o projecto CLDS 3G-Gente Raiana, promovido pelo Centro de Cultura e Desenvolvimento, leva a cena esta quarta-feira na junta de freguesia da vila uma peça de teatro sobre refugiados e direitos das crianças, Em comunicado, o município de Idanha-a-Nova explica que a peça “Era uma vez… na Vila” foi construída, sob proposta da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Idanha-a-Nova (CPCJ), no âmbito do mês internacional da prevenção dos maus tratos na infância, celebrado anualmente em abril. Após a análise da declaração dos direitos do homem e das crianças, os alunos iniciaram a criação de uma história onde se pudessem encontrar definidos os diferentes direitos e de que forma os mesmos são ou não respeitados na sociedade. A apresentação da peça acontece na quarta-feira, pelas 20:00, no estúdio Teatro Ajidanha, na junta de Freguesia de Idanha-a-Nova.

Ler mais

FESTIVAL DE ARTE URBANA REGRESSA À COVILHÃ EM JUNHO

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-05-25 14:53:25

FESTIVAL DE ARTE URBANA REGRESSA À COVILHÃ EM JUNHO

O WOOL - Covilhã Arte Urbana regressa em junho às ruas daquela cidade, após um ano de paragem imposto pela falta de apoios financeiros, anunciou hoje a organização deste festival, que voltará a contar com artistas internacionais. "Após o interregno de um ano, o centro histórico da cidade será novamente o palco de actuação dos artistas Bosoletti (Argentina), DOA OA (Espanha), Halfstudio e Third (Portugal), que nos brindarão com trabalhos onde as temáticas e inspirações se prenderão com o todo que compõe o território histórico, social, arquitectónico, cultural e/ou natural único desta região, sendo precisamente esta uma das consequências e características de diferenciação este evento", refere a organização em nota de imprensa enviada hoje à agência Lusa. Segundo a informação, esta quarta edição decorrerá entre os dias 03 e 11 de junho e terá uma sessão adicional no dia 17 de junho.

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line