Notícias

PORTAGENS NAS AUTO-ESTRADAS VÃO SUBIR 2,03% EM 2013

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-13 16:52:02

PORTAGENS NAS AUTO-ESTRADAS VÃO SUBIR 2,03% EM 2013

Mais um aumento para 2013. Os preços das portagens nas auto-estradas e ex-SCUT vão aumentar cerca 2,03% em Janeiro, de acordo com a fórmula de cálculo que resulta da taxa de inflação homóloga, hoje divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística. A fórmula que estabelece como é feito o aumento do preço das portagens em cada ano está prevista no decreto-lei nº 294/97, e estabelece que o aumento a praticar em cada ano tem como referência a taxa de inflação homóloga sem habitação no Continente conhecida até dia 15 de Novembro do ano anterior, data em que os concessionários devem comunicar ao Governo as suas propostas de aumentos dos preços.

AUTARQUIA DE CASTELO BRANCO CRITICA REDUÇÂO DE FREGUESIAS

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-09 13:09:05

AUTARQUIA DE CASTELO BRANCO CRITICA REDUÇÂO DE FREGUESIAS

O presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, Joaquim Mourão, critica a proposta de redução do número de freguesias neste concelho de 25 para 19. Joaquim Mourão afirma que esta reforma não se justifica num território tão grande como o de Castelo Branco e sublinha que neste caso nem se coloca o problema de redução de despesa. A Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território propõe a redução de pelo menos 23 freguesias do distrito de Castelo Branco. O concelho de Castelo Branco poderá perder seis das 25 freguesias, de acordo com a proposta de reorganização do território que foi apresentada para análise na Assembleia da República. A Unidade Técnica para a Reorganização Administrativa do Território propõe a agregação de Cafede e Póvoa de Rio de Moinhos, Juncal do Campo e Freixial do Campo, Ninho do Açor e Sobral do Campo, Escalos de Baixo e Mata, Escalos de Cima e Lousa e finalmente Cebolais de Cima e Retaxo. Idanha-a-Nova, com 17 freguesias, deverá perder quatro, o mesmo número apontado para a Sertã, que tem actualmente 14 freguesias.

DETECTADA TUBERCULOSE E BSE EM BOVINOS À SOLTA EM IDANHA-A-NOVA

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-09 13:03:18

DETECTADA TUBERCULOSE E BSE EM BOVINOS À SOLTA EM IDANHA-A-NOVA

As autoridades veterinárias preveem abater até final do mês os cerca de 250 animais que andam à solta sem controlo em Idanha-a-Nova, depois de terem detectado BSE num desses bovinos que tinha sido vendido para consumo humano Desde 2004, existe uma manada de animais em Idanha-a-Nova não controlada sob o ponto de vista de maneio, cruzada com raças bravas e com problemas sanitários. "Recentemente" foi detectado um caso de BSE (encefalopatia espongiforme bovina, vulgarmente conhecida como doença das vacas loucas) num desses animais, que fora vendido pelo dono para abate e posterior consumo humano, disse à Lusa o director-geral de Alimentação e Veterinária, sem no entanto especificar a data em que foi detectada a doença.

PROJECTO BIBLIOTECA MÓVEL DE PROENÇA-A-NOVA VOLTA A SER DISTINGUIDO

Escrito por Lusa / RCM em 2012-11-08 13:10:15

PROJECTO BIBLIOTECA MÓVEL DE PROENÇA-A-NOVA VOLTA A SER DISTINGUIDO

A biblioteca móvel de Proença-a-Nova foi considerada um dos melhores projectos de promoção da leitura do espaço ibero-americano. O anúncio foi feito pelo Centro Regional para o Fomento do Livro na America Latina e Caribe, um organismo ligado à Unesco. O projecto de Proença-a-Nova coordenado por Nuno Marçal é o único da Peninsula Ibérica a merecer este elogio, ao lado de países como o Chile, México, Panamá ou Venezuela. Nuno Marçal disse à agência Lusa que este é mais um reconhecimento do seu trabalho nas aldeias de Proença-a-Nova. O bibliotecário foi premiado em Espanha pela Associação de Profissionais de Bibliotecas Móveis. Em 2010 foi também nomeado para o Astrid Lindgren Memorial Award, um prémio de promoção da leitura.

VITOR GASPAR NÃO GARANTE RESULTADOS

Escrito por Expresso / RCM em 2012-11-06 14:35:12

VITOR GASPAR NÃO GARANTE RESULTADOS

O ministro das Finanças admitiu esta manhã, numa reunião com os deputados da comissão parlamentar de acompanhamento do Memorando de Entendimento, que a execução da estratégia orçamental definida pelo Governo após a 5ª reavaliação da troika "não garante que tudo se passará como previsto". "Em situação de crise, as previsões macroeconómicas tendem a ser menos precisas em termos qualitativos e quantitativos", frisou Vítor Gaspar, lembrando que "vivemos numa situação em que prevalecem riscos e incertezas muito consideráveis", e chamando a atenção para as "perspectivas de evolução da economia europeia singularmente incertas" Foi neste quadro que o ministro das Finanças sublinhou que o ajustamento português vai demorar bastante tempo. "Vai demorar anos para se assegurar uma posição orçamental prudente", avisou, acrescentando que "serão necessárias algumas décadas para atingir níveis de endividamento público abaixo 60% [do PIB] previstos no Tratado de Lisboa"."

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 |

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:22:40

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Os municípios de Idanha-a-Nova, Águeda, Lousã, Óbidos e São Pedro do Sul apresentaram o projecto "5 municípios, 5 culturas, 5 sentidos", cujo objectivo é afirmar novas centralidades culturais fora dos grandes centros urbanos. O projecto liderado pela Câmara de Idanha-a-Nova, envolve mais quatro municípios da Região Centro e tem uma duração de três anos, sendo que os objectivos passam pela promoção de iniciativas culturais inovadoras, estimulação da criação artística e a reinterpretação cultural, através da imagem externa dos municípios envolvidos enquanto territórios que acolhem as artes e a criatividade.  

Ler mais

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:19:31

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

A aldeia histórica de Monsanto, em Idanha-a-Nova, vai receber um milhão de euros de investimento para a sua valorização e qualificação enquanto destino turístico no âmbito do programa Valorizar. O contrato assinado no posto de turismo de Monsanto, entre o município de Idanha-a-Nova e o Turismo de Portugal, tem como objectivos principais valorizar o acesso à aldeia histórica, a instalação de um sistema inteligente de gestão de tráfego e de estacionamento, aquisição e instalação de uma ferramenta digital com informação sobre Monsanto e sobre a rede de aldeias históricas de Portugal. "Este projecto com o Turismo de Portugal visa valorizar Monsanto. Estamos a ter problemas de crescimento. Temos queixas por falta de estacionamento que têm causado muito desconforto a quem nos visita", explicou o presidente do município de Idanha-a-Nova durante a apresentação do projecto. Armindo Jacinto explicou que este investimento, no âmbito do programa Valorizar, é feito em cooperação com outros que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal está a promover.  

Ler mais

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-31 16:42:46

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

PARTIU O PINTOR DA PORTUGALIDADE O Grande Mestre José Manuel Soares, com 85 anos de idade, terminou, nesta madrugada, do último dia do ano de 2017, em sua casa, na Rua de Timor, na Costa de Caparica, um Calvário de grande sofrimento, por doença desde 2002. Merecia (em vida) ter sido melhor HONRADO, JUSTIÇADO E LEMBRADO, premiando a sua vastíssima obra, com representação em museus nacionais e estrangeiros, bem como em galerias e colecções particulares.  O Pintor JOSÉ MANUEL SOARES encarnou o verdadeiro espírito épico de Portugal.  Exemplarmente pincelado por um dos maiores artistas contemporâneos. NESTA HORA, DE LUTO E DOR,VEM-ME AO PENSAMENTO O ESCRITO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO, IN “ÚLTIMO VOLUME”: “Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre…. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si, isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução… Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar. " Um sentido abraço solidário à esposa, Dona Ângela Vimonte, e aos muitos admiradores e amigos do Mestre Soares. Para a posteridade, ficam as milhares de obras de arte, nomeadamente no Museu com o seu nome, na cidade de Pinhel Falcão, desde 2014. Que a sua Alma repouse em Paz.

Ler mais

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-21 10:10:31

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

A Câmara de Idanha-a-Nova e a organização do Boom Festival assinaram um protocolo de cooperação para os próximos 10 anos com o objectivo de tornar o concelho na “Capital do Bem-Estar em 2028”. Num comunicado conjunto, o município de Idanha-a-Nova reconhece a importância dos eventos organizados pela Associação IdanhaCulta, responsável pela gestão da Herdade da Granja e do Boom Festival, para a economia local. A autarquia compromete-se a colaborar com a organização e a criar condições favoráveis a vários projectos de sustentabilidade ambiental com base na herdade de 150 hectares. Para o efeito, a associação IdanhaCulta quer criar um Parque de Artes e Natureza que seja um ícone mundial e contribuir deste modo para tornar Idanha-a-Nova na “Capital do Bem-Estar em 2028”.  

Ler mais

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line