Notícias

EXPANSÃO DESCONTROLADA DE EUCALIPTOS

Escrito por RCM/Público em 2012-09-24 10:27:31

EXPANSÃO DESCONTROLADA DE EUCALIPTOS

No Fundão, a água escasseia mas está a ser utilizada para irrigar uma área de ensaio com eucaliptal. A população protestou. A organização ambientalista Quercus diz estar preocupada com a "expansão descontrolada" de novas plantações de eucaliptos que aproveitam a conversão de áreas de pinhal dizimadas pelos incêndios, estando já a ocupar terrenos agrícolas, áreas sensíveis e zonas de regadio. De entre os casos relatados pela Quercus destaca-se o que ocorreu recentemente no Perímetro Florestal do Castro, em Ferreira do Zêzere, uma área que integra a Reserva Ecológica Nacional e cuja gestão foi transferida para o município de Ferreira do Zêzere em Julho de 2009. A Câmara de Ferreira do Zêzere é acusada pela organização ambientalista de ter "alienado parte do património público em favorecimento de uma indústria", num concelho em que a expansão da monocultura de eucalipto "é dominante" . Alfredo Campos, dirigente da Confederação Nacional de Agricultura (CNA), confirma que, nas regiões Centro e Norte do país, a plantação de eucaliptos está a ocupar terrenos "com muito boa aptidão agrícola" e refere que as empresas de celulose têm argumentado que "têm dinheiro para investir mas que lhes falta matéria-prima". O regadio de eucaliptal já é uma realidade na Beira Interior, mais concretamente no lugar de Quinta da Caneca, concelho do Fundão, onde está instalada uma área de ensaio superior a 50 hectares, adiantou ao PÚBLICO o vice-presidente da autarquia, Miguel Gavinhos. Esta plantação foi autorizada pela Autoridade Florestal Nacional.  A Quercus, baseando-se em informação que recolheu junto da Portucel, acrescenta que "a água usada é proveniente do circuito hidráulico do Sabugal-Meimoa" e está a ser disponibilizada pela respectiva associação de regantes.

MUSEU MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Escrito por RCM em 2012-09-18 12:28:12

MUSEU MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

O Pintor da Portugalidade, José Manuel Soares, completou na passada semana os seus 80 anos de idade. Por graves problemas de saúde o Mestre Soares deixou de pintar desde 2002. Apesar de muitas obras terem sido vendidas e figurarem em colecções nacionais e internacionais e Museus, durante mais de cinquenta anos de dedicação à arte, o Mestre Soares não deixou de reunir uma fabulosa colecção pessoal, composta por várias centenas de quadros de interessantíssimas temáticas, representando um riquíssimo património cultural e um valiosissímo espólio, classificado e avaliado em mais de dois milhões de euros. As Câmaras Municipais de Idanha-a-Nova e de Mêda têm mostrado interesse em salvaguardar tão vasto Património. Nesta semana também o Município Pinhelense convidou e recebeu o procurador da famíla Soares, Joaquim Fonseca, no sentido de vir a confiar à cidade de Pinhel Falcão a fabulosa obra do Mestre José Manuel Soares, manifestando a pretensão de ali instalar um Museu com o seu nome no edifício histórico do antigo Paço Episcopal.

EMPRESA DE AMIGO DE VÍTOR GASPAR CONTRATADA PARA ASSESSORAR PRIVATIZAÇÃO DA EDP E DA REN

Escrito por Público em 2012-09-17 15:56:14

EMPRESA DE AMIGO DE VÍTOR GASPAR CONTRATADA PARA ASSESSORAR PRIVATIZAÇÃO DA EDP E DA REN

Terá sido o próprio ministro das Finanças, Vítor Gaspar, a dar indicações à Caixa Geral de Depósitos para subcontratar a empresa Perella Weinberger Partners para assessorar o Estado na venda da EDP e da REN. A notícia vem hoje no jornal Público e conta que os administradores da Caixa Geral de Depósitos António Nogueira Leite e Nuno Fernandes Thomaz manifestaram a sua discordância com todo o processo, que está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). "A contratação da firma norte-americana esteve desde o início envolta em polémica. Não só por se tratar de uma empresa, alegadamente, sem experiência em privatizações e sem historial de conhecimento da área da energia, mas também porque o seu nome foi posto em cima da mesa pelo ministro das Finanças", escreve o Público.

GOVERNO TEM DE RECUAR

Escrito por RCM em 2012-09-16 11:17:38

GOVERNO TEM DE RECUAR

“O primeiro-ministro tem de recuar e retirar esta proposta, numa declaração ao país, o quanto antes”, declarou João Ribeiro aos jornalistas, na sede nacional do PS, em Lisboa, acrescentando: “Tem de reconhecer que errou e recuar nessa medida. Caso contrário, reafirmamos que o PS apresentará uma moção de censura ao Governo”.  Além da posição do CDS-PP sobre as alterações à TSU, João Ribeiro defendeu que “o primeiro-ministro não pode ignorar também o que aconteceu” nas manifestações realizadas por todo o país que, no seu entender, reforçam a ideia de que “esta política do custe o que custar tem de chegar ao fim”.  Segundo o membro do Secretariado Nacional e porta-voz do PS, a declaração feita hoje pelo vice-presidente do CDS-PP Nuno Melo sobre o aumento da TSU para os trabalhadores e a redução das contribuições das empresas “demonstra que o primeiro-ministro está isolado, é um homem isolado, é um homem só” quanto a esta medida.  Nuno Melo declarou hoje aos jornalistas, no Porto, que o presidente do CDS-PP, Paulo Portas, teve conhecimento das alterações à TSU, discordou dessa medida e apresentou alternativas, mas “não quis abrir uma crise política”.  “A conclusão que podemos tirar desta declaração de hoje do CDS-PP é que dentro do Governo há vozes contra o aumento da TSU, medida que foi anunciada solenemente pelo primeiro-ministro. Esta declaração também revela o desnorte e a desorientação que existe no Governo e o PS reafirma aquilo que o secretário-geral já disse durante esta semana: o Governo tem de recuar”, reforçou João Ribeiro.  Relativamente às manifestações realizadas por todo o país, que foram convocadas por um grupo de cidadãos e tiveram como lema “Que se lixe a ‘troika’, Queremos as nossas vidas”, João Ribeiro considerou que “ninguém pode ignorar o que aconteceu em Portugal”. 

CASTELO BRANCO DIZ BASTA

Escrito por RCM/JN em 2012-09-15 13:18:08

CASTELO BRANCO DIZ BASTA

A cidade de Castelo Branco acordou, este sábado, com a torre do castelo coberta por uma tela negra e com a palavra "basta" pintada a branco, num protesto contra as medidas de austeridade, disse fonte ligada à iniciativa. A cobertura em plástico foi colocada durante a madrugada, até às 3 horas, por um grupo de pessoas "que protesta contra as medidas de austeridade, anunciadas pelo Governo", referiu. Alguns moradores nas imediações do castelo disseram à agência Lusa que houve "muita azáfama" na zona, durante a noite, e que se ouviu "ruído de plásticos" agitados pelo vento, mas só ao amanhecer é que a população percebeu do que se tratava. A tela e a palavra "basta" são legíveis de todos os locais da cidade de onde se conseguem avistar as muralhas. No centro de Castelo Branco, as pessoas que passeavam pelas ruas ao princípio da manhã iam comentando o que viam, com palavras de apoio. Um casal de reformados acompanhado por uma pessoa amiga apontava para o castelo e queixava-se das medidas anunciadas pelo executivo: "estão a matar-nos à fome", referiu uma das pessoas.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 |

FESTIVAL DOS CAMINHOS DA TRANSUMÂNCIA ANIMA ALPEDRINHA

Facebook

Escrito por LUSA em 2017-09-14 15:54:05

FESTIVAL DOS CAMINHOS DA TRANSUMÂNCIA ANIMA ALPEDRINHA

A vila de Alpedrinha, no concelho do Fundão, recebe de sexta-feira a domingo mais uma edição do Chocalhos - Festival dos Caminhos da Transumância, que mantém a aposta na diferenciação e qualidade. "Queremos passar do tempo em que se falava essencialmente no elevado número de participantes para um tempo em que o destaque se prende com a qualidade, a fruição e o grau de satisfação que os visitantes podem tirar da variadíssima oferta que se lhes apresenta", referiu, em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes. Organizado em parceria pela autarquia e pela Junta de Freguesia de Alpedrinha, este festival dedica grande atenção à temática da pastorícia e à rota que, outrora, os pastores tinham de fazer para procurarem novas pastagens para os rebanhos. Uma tradição que todos os anos é recriada neste festival, com a realização de uma caminha acompanhada por um rebanho e na qual se faz a ligação entre o Fundão e Alpedrinha, percorrendo um trilho da Serra da Gardunha, que este ano foi dizimada por um violento incêndio.

Ler mais

CAPELA EM IDANHA-A-NOVA COM FORMATO DE TENDA ISPIRADA NO LENÇO ESCUTISTA

Facebook

Escrito por MadreMedia / Lusa em 2017-09-12 13:45:25

CAPELA EM IDANHA-A-NOVA COM FORMATO DE TENDA ISPIRADA NO LENÇO ESCUTISTA

Os arquitectos e antigos escuteiros Pedro Ferreira e Helena Vieira são os autores do projecto da nova capela construída no Campo Nacional de Actividades Escutistas (CNAE), no Monte Trigo, em Idanha-a-Nova. "Para além do formato de tenda, as formas apontam também para o próprio lenço escutista e o modo como este assenta no pescoço", explica, em comunicado, Helena Vieira. A arquitecta realça ainda os sentimentos potenciados pelo lugar: "A protecção, o encontro, o silêncio perante a paisagem, tudo é espectacular perante este sistema de vistas tão interessante". O projecto pretende valorizar o ambiente intimista do local, aliado ao espírito escutista de comunhão com a natureza, sendo que a nova capela encontra-se no Campo Nacional de Actividades Escutistas (CNAE) em Idanha-a-Nova e teve a sua cerimónia de dedicação durante o 23.º acampamento nacional de escuteiros (ACANAC). Este novo templo, dedicado a Nossa Senhora de Fátima, assenta numa estrutura de madeira, símbolo também das construções dos escuteiros, protegida apenas por um revestimento em zinco escuro.

Ler mais

FESTIVAL DE TEATRO AJIDANHA ATÉ 17 DE SETEMBRO NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-12 13:43:53

FESTIVAL DE TEATRO AJIDANHA ATÉ 17 DE SETEMBRO NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Idanha-a-Nova recebe até 17 de setembro mais uma edição do Festival de Teatro Ajidanha. Aproximar a cultura do público continua a ser a aposta deste festival, com a realização de espectáculos em palcos espalhados por Idanha-a-Nova, nomeadamente na sede de concelho, em Medelim, na Aldeia de Santa Margarida, em São Miguel D’Acha e no Ladoeiro. Serão apresentadas nove peças de sete companhias oriundas da Madeira, Esposende, Esmoriz, Lagos, Pombal, da Galiza e de Lanzarote. Destaque ainda para o concerto musical de abertura e para a exibição do filme “O Canto do Galo”, do realizador Ramón de los Santos. A segunda semana do festival prossegue com "O Anexo" (Ajidanha) dia 11 em Idanha-a-Nova; "Até ao Canto do Galo" (filme de Ramón de los Santos) dia 12 em Idanha-a-Nova; "La Novia de D. Quixote" (EME2) dia 13 em Idanha-a-Nova; "Posta de Leitão" (stand-up comedy) dia 14 na Aldeia de Santa Margarida; "Gaviotas Subterraneas" (Comik Teatro) dia 15 em Idanha-a-Nova; "As Minhas Sogras" (Teatro Renascer de Esmoriz) dia 16 no Ladoeiro; e "O Lobo Vermelho" (Teatro Experimental de Lagos) dia 17 em São Miguel D'Acha. O Festival de Teatro da Ajidanha é uma organização conjunta da Ajidanha e da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, com o apoio das freguesias que recebem os espectáculos. O programa completo está disponível na internet em: www.ajidanha.com.

Ler mais

INSCRIÇÕES ABERTAS NA ACADEMIA DE ARTES CATARINA CHITAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-07 14:04:39

INSCRIÇÕES ABERTAS NA ACADEMIA DE ARTES CATARINA CHITAS

Em Idanha-a-Nova, estão abertas as inscrições na Academia de Artes Catarina Chitas. O projecto é gratuito e desenvolvido pela Filarmónica Idanhense em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.  Em termos de Teoria Musical, poderá inscrever-se em aulas de Formação Musical (todas as idades), Informática Aplicada à Música (todas as idades), Música Tradicional (todas as idades), Iniciação Rítmica (dos 2 aos 5 anos) e Musicalização Infantil (dos 0 aos 5 anos).  Há ainda disciplinas dedicadas a instrumentos: Sopros (flauta, clarinete, saxofone, trompete, trompa, trombone e tuba), Percussão (bateria e glockenspiel), Cordas (guitarra clássica e cavaquinho) e Instrumentos Tradicionais (viola beiroa, palheta e adufe).   As aulas começam no dia 25 de setembro.  Pode obter mais informações através do e-mail geral@filarmonicaidn.com ou do telefone 926 938 535.

Ler mais

OBRIGADO A TODOS QUE, COM EMPENHO E AMOR, VOTARAM EM MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-04 12:04:27

OBRIGADO A TODOS QUE, COM EMPENHO E AMOR, VOTARAM EM MONSANTO

As aldeias de Dornes, Sistelo, Fajã dos Cubres, Piódão, Castelo Rodrigo, Monsaraz e Rio de Onor foram, na noite de ontem domingo, as vencedoras do concurso Sete Maravilhas de Portugal. A organização da iniciativa revelou, numa cerimónia no Piódão, no concelho de Arganil (distrito de Coimbra), transmitida pela RTP, as sete vencedoras, das 14 finalistas, duas por categoria: Dornes na categoria de Aldeias Ribeirinhas, Sistelo de Aldeias Rurais, Fajã dos Cubres de Aldeias de Mar, Piódão na categoria de Aldeias Remotas, Castelo Rodrigo de Aldeias Autênticas, Monsaraz na categoria de Aldeias Monumento e Rio de Onor de Aldeias em Áreas Protegidas. PARABÉNS ÁS ALDEIAS VENCEDORAS. A edição das Sete Maravilhas dedicada às aldeias portuguesas teve como objectivo promover o património histórico, natural e gastronómico. INDEPENDENTEMENTE DESTE E DOUTROS CONCURSOS, MONSANTO CONTINUARÁ SEMPRE A SER A ALDEIA MAIS PORTUGUESA – VERDADEIRO MONUMENTO NATURAL DA HUMANIDADE, COM JUSTO RECONHECIMENTO NACIONAL E INTERNACIONAL.

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line