Notícias

MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA

Escrito por RCM em 2013-05-20 12:10:10

MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA

O tempo de pôr fim a este rumo de desastre é o tempo de hoje. Tempo de protesto e de recusa. Tempo de mobilização de toda a inteligência, de toda a criatividade, de toda a liberdade, de toda a cólera contra uma política que chama “austeridade” à imposição de um brutal retrocesso histórico. Defender a Cultura é uma das mais inadiáveis formas de fazer ouvir todas as vozes acima do medíocre ruído dos “mercados”. Trabalhar na cultura em Portugal. As necessidades e as dificuldades. Exploração, precariedade, desemprego, trabalho sem direitos. Desistência e emigração. As garantias de liberdade de criação e difusão. Desresponsabilização e desinvestimento do Estado. As políticas de desmantelamento da estrutura do Estado de apoio à cultura e às artes. É ou não, no momento presente, o elogio do mecenato uma estratégia para acabar com esse apoio. Os limites do mercado e da indústria. A colonização cultural. O direito de todos à criação e fruição. Associativismo e ensino artístico. O direito dos mais jovens ao seu momento inadiável de criar e de exercer as suas capacidades. Para debater e para conhecer melhor a situação em cada área da actividade cultural, até 28 de Maio, diversas entidades e grupos de cidadãos vão desenvolver na zona de Lisboa, várias actividades enquadradas na temática “CULTURA É TRABALHO – MANIFESTO EM DEFESA DA CULTURA”. Programa em: http://emdefesadacultura.blogspot.pt/

LINHARES DAS BEIRA CONJUNTO DE INTERESSE HISTÓRICO

Escrito por RCM/O INTRERIOR em 2013-05-18 11:42:56

LINHARES DAS BEIRA CONJUNTO DE INTERESSE HISTÓRICO

O jornal O INTERIOR destaca esta semana a classificação da zona mais antiga de Linhares da Beira, no distrito da Guarda, como conjunto de interesse histórico pela Direcção Geral do Património Cultural (DGPC), que justifica a decisão pelo elevado valor patrimonial da antiga vila medieval. Um bom exemplo para outras aldeias históricas onde não se acautela e conserva o traçado urbanístico, nem sequer se respeitam os elementos arquitectónicos presentes em diversas casas e os vestígios de importantes comunidades judaicas, uma das forças mais dinâmicas durante a Baixa Idade Média. Para não falar já da não manutenção das fachadas existentes e da interdição de ampliações quer em altura quer em logradouros. Sobre esta classificação patrimonial de Linhares da Beira pode ver mais em: http://radiomonsanto.pt/ficheiros/pdf/linhares_pag_12.pdf

IDANHA-A-NOVA RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA «SALVA A TERRA» EM JUNHO

Escrito por em 2013-05-15 13:01:02

IDANHA-A-NOVA RECEBE FESTIVAL DE MÚSICA «SALVA A TERRA» EM JUNHO

A Quercus de Castelo Branco, o projecto musical Velha Gaiteira e o município de Idanha-a-Nova estão a organizar um Eco Festival de Música, o «Salva a Terra», que se vai realizar de 7 a 10 de Junho em Salvaterra do Extremo (Idanha-a-Nova). Com este evento pretende-se incrementar os valores da solidariedade, do compromisso, da cooperação e do voluntariado tendo sempre como pano de fundo a conservação e defesa da Natureza. Além dos concertos em diversos espaços, os participantes poderão usufruir de conferências, percursos interpretativos na natureza, workshops temáticos nas áreas do ambiente, música e danças tradicionais. Esta iniciativa pretende angariar fundos para que o CERAS - Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens de Castelo, projecto que decorre há já mais de 10 anos, adquira mais e melhores meios para recuperar um número crescente de animais selvagens que chegam até nós a necessitar de cuidados médico-veterinários e continue com a eficácia e eficiência que lhe é reconhecida «Salva a Terra» é um festival bianual que vai na 3ª edição e que acontecerá dentro do Parque Natural do Tejo Internacional. As receitas obtidas revertem a 100% para o CERAS. O Ceras funciona exclusivamente com trabalho voluntário desde 1998 e já recebeu mais de 1700 animais selvagens, contando com uma taxa de recuperação positiva de 60% de animais devolvidos à natureza.

SAFARI BMW EM TERRAS DE IDANHA

Escrito por RCM/ESCAPE LIVRE em 2013-05-13 17:48:16

SAFARI BMW EM TERRAS DE IDANHA

No passado fim-de-semana o concelho de Idanha-a-Nova foi o palco escolhido pelo Clube Escape Livre para a aventura BMW X Experiencie, destinada aos BMW com tecnologia driver, e o balanço não podia ser mais positivo: os participantes gostaram tanto das experiências vividas, que prometeram voltar. Está cumprido, pois, mais um objectivo do Clube Escape Livre da Guarda: promover o turismo e as regiões por onde passa, através de aventuras com qualidade.  A Rádio Clube de Monsanto, directamente do seu Centro Emissor no Castelo de Monsanto, através da nova torre recentemente implantada, garantiu a melhor cobertura via rádio, assegurando a todos os participantes as indispensáveis condições de comunicação e segurança durante os dias em que decorreu este Safari todo o terreno, por terras do concelho de Idanha-a-Nova. Foi em plena primavera a chamar o verão, com excelentes temperaturas a convidar às saídas pelo campo, pelas alturas graníticas da raia e pelas margens do Erges que decorreu o BMW X Experience / Geopark Naturtejo, neste fim-de-semana. As potencialidades turísticas e a variedade de experiências deste passeio foram o mote que levou cerca de uma centena de pessoas e 33 viaturas dos modelos X1 (xDrive), X3 e X5 da BMW a participar neste espécie de viagem no tempo, que integrou visitas e conhecimento desde os vestígios de há 480 milhões de anos, o jantar medieval, os santuários centenários e as estruturas e os prazeres terrenos mais contemporâneos. O passeio encerrou com o almoço e a entrega de Troféus SPAL onde Helder Boavida, director da BMW Portugal, agradeceu a todos a participação em “mais um extraordinário encontro BMW por fora de estrada e de grande qualidade”. A RCM sente-se honrada e prestigiada por, ainda que de forma modesta, ter contribuído para o sucesso de mais este interessante evento do Clube Escape Livre, da cidade da Guarda, fundado e dirigido há mais de quarenta anos, pelo nosso amigo Dr. Luís Celínio, a quem agradecemos mais esta grande promoção e divulgação das terras Idanhenses.

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

Escrito por RCM em 2013-05-13 07:58:31

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

FÁTIMA ALTAR DO MUNDO

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 |

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:22:40

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Os municípios de Idanha-a-Nova, Águeda, Lousã, Óbidos e São Pedro do Sul apresentaram o projecto "5 municípios, 5 culturas, 5 sentidos", cujo objectivo é afirmar novas centralidades culturais fora dos grandes centros urbanos. O projecto liderado pela Câmara de Idanha-a-Nova, envolve mais quatro municípios da Região Centro e tem uma duração de três anos, sendo que os objectivos passam pela promoção de iniciativas culturais inovadoras, estimulação da criação artística e a reinterpretação cultural, através da imagem externa dos municípios envolvidos enquanto territórios que acolhem as artes e a criatividade.  

Ler mais

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:19:31

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

A aldeia histórica de Monsanto, em Idanha-a-Nova, vai receber um milhão de euros de investimento para a sua valorização e qualificação enquanto destino turístico no âmbito do programa Valorizar. O contrato assinado no posto de turismo de Monsanto, entre o município de Idanha-a-Nova e o Turismo de Portugal, tem como objectivos principais valorizar o acesso à aldeia histórica, a instalação de um sistema inteligente de gestão de tráfego e de estacionamento, aquisição e instalação de uma ferramenta digital com informação sobre Monsanto e sobre a rede de aldeias históricas de Portugal. "Este projecto com o Turismo de Portugal visa valorizar Monsanto. Estamos a ter problemas de crescimento. Temos queixas por falta de estacionamento que têm causado muito desconforto a quem nos visita", explicou o presidente do município de Idanha-a-Nova durante a apresentação do projecto. Armindo Jacinto explicou que este investimento, no âmbito do programa Valorizar, é feito em cooperação com outros que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal está a promover.  

Ler mais

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-31 16:42:46

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

PARTIU O PINTOR DA PORTUGALIDADE O Grande Mestre José Manuel Soares, com 85 anos de idade, terminou, nesta madrugada, do último dia do ano de 2017, em sua casa, na Rua de Timor, na Costa de Caparica, um Calvário de grande sofrimento, por doença desde 2002. Merecia (em vida) ter sido melhor HONRADO, JUSTIÇADO E LEMBRADO, premiando a sua vastíssima obra, com representação em museus nacionais e estrangeiros, bem como em galerias e colecções particulares.  O Pintor JOSÉ MANUEL SOARES encarnou o verdadeiro espírito épico de Portugal.  Exemplarmente pincelado por um dos maiores artistas contemporâneos. NESTA HORA, DE LUTO E DOR,VEM-ME AO PENSAMENTO O ESCRITO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO, IN “ÚLTIMO VOLUME”: “Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre…. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si, isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução… Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar. " Um sentido abraço solidário à esposa, Dona Ângela Vimonte, e aos muitos admiradores e amigos do Mestre Soares. Para a posteridade, ficam as milhares de obras de arte, nomeadamente no Museu com o seu nome, na cidade de Pinhel Falcão, desde 2014. Que a sua Alma repouse em Paz.

Ler mais

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-21 10:10:31

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

A Câmara de Idanha-a-Nova e a organização do Boom Festival assinaram um protocolo de cooperação para os próximos 10 anos com o objectivo de tornar o concelho na “Capital do Bem-Estar em 2028”. Num comunicado conjunto, o município de Idanha-a-Nova reconhece a importância dos eventos organizados pela Associação IdanhaCulta, responsável pela gestão da Herdade da Granja e do Boom Festival, para a economia local. A autarquia compromete-se a colaborar com a organização e a criar condições favoráveis a vários projectos de sustentabilidade ambiental com base na herdade de 150 hectares. Para o efeito, a associação IdanhaCulta quer criar um Parque de Artes e Natureza que seja um ícone mundial e contribuir deste modo para tornar Idanha-a-Nova na “Capital do Bem-Estar em 2028”.  

Ler mais

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line