Notícias

QUAL O OBJECTIVO?

Escrito por RCM em 2013-08-28 10:51:52

QUAL O OBJECTIVO?

Autoridades portuguesas fizeram 177 pedidos de informação sobre utilizadores do Facebook. Portugal fez 177 pedidos de informação sobre utilizadores do Facebook no primeiro semestre, dos quais constavam 213 contas de clientes especificadas, divulgou hoje a rede social no seu primeiro relatório sobre pedidos dos governos a nível global. A percentagem de pedidos que o Facebook foi obrigado, por lei, a divulgar às autoridades nacionais foi de 42%, adianta a rede social em comunicado. No seu primeiro relatório denominado "Global Government Requests Report", o Facebook apresenta um conjunto de 70 países, entre os quais consta Portugal.

PATRIMÓNIO ARQUITECTÓNICO DE MONSANTO

Escrito por RCM em 2013-08-26 09:24:53

PATRIMÓNIO ARQUITECTÓNICO DE MONSANTO

Assim se vai descaracterizando cada vez mais o conjunto arquitectónico do património da Aldeia Mais Portuguesa. É manifesto o contraste entre as janelas antigas e as modernaças, reveladoras de mau gosto e da falta de sensibilidade para uma pertinente integração no núcleo urbano monsantino, mesmo ao lado da centenária Igreja Matriz. Julgamos que estas e outras situações existentes na Aldeia Mais Portuguesa devem ser atempadamente equacionadas no âmbito da anunciada candidatura de Monsanto e Idanha-a-Velha a Património Mundial, minimizando os impactos visuais negativos. Estamos convictos de que as entidades competentes estão já sensibilizadas para uma concertada actuação em conformidade.

DIFICULDADES DE ESTACIONAMENTO EM MONSANTO

Escrito por RCM em 2013-08-25 14:53:21

DIFICULDADES DE ESTACIONAMENTO EM MONSANTO

Os numerosos turistas encontram em cada dia mais dificuldades em estacionar as suas viaturas quando visitam a Aldeia Mais Portuguesa. Urge resolver esta delicada situação dado que a aldeia vive muito do turismo. Com muito desagrado verificámos no local que a vedação foi vandalizada. Condenamos tal postura imprópria de pessoas civilizadas já que a propriedade privada deve ser respeitada. As entidades locais ou concelhias devem, se assim o entenderem, negociar com os legítimos proprietários, no sentido de que o espaço em questão possa continuar a ter serventia pública, e, assim, serem garantidos mais alguns lugares de estacionamento comunitário.

MONSANTINO MORREU AFOGADO

Escrito por RCM em 2013-08-22 09:32:39

MONSANTINO MORREU AFOGADO

Rui Filipe Rafael, de 35 anos, natural de Monsanto da Beira, morreu afogado no rio Ocreza quando nadava com o filho, ontem às 18h00, em Castelo Branco, na antiga praia fluvial de Taberna Seca com a mulher e o filho, de oito anos. A família era a única que estava naquele local, sem vigilância, numa área interdita a banhos, devido à sujidade da água e à presença de poços. Rui Filipe Rafael, funcionário do Hotel Colina do Castelo, naquela cidade, estava com a criança na água quando terá ficado, de repente, sem pé. O Rui Filipe acabou por se afogar num poço com quatro metros de profundidade. Foi a esposa que chamou de imediato o socorro. Os Bombeiros Voluntários foram para o local com uma ambulância e três mergulhadores, tendo encontrado o corpo da vítima às 19h30. No local esteve também a GNR. O cadáver foi levado para a morgue do Hospital Amato Lusitano. Rui Rafael residia em Castelo Branco e era natural de Monsanto da Beira, concelho de Idanha-a-Nova, distrito da Guarda. RENOVAMOS A NOSSA MAIS SENTIDA SOLIDARIEDADE À FAMÍLIA DO JOVEM RUI FILIPE, MUITO ESTIMADO PELA COMUNIDADE MONSANTINA E POR TODOS QUE O CONHECIAM. PAZ Á SUA ALMA.

JÁ ESTÁ A FUNCIONAR O PRIMEIRO CENTRO DE BTT DO DISTRITO DE CASTELO BRANCO

Escrito por RCM em 2013-08-19 13:29:26

JÁ ESTÁ A FUNCIONAR O PRIMEIRO CENTRO DE BTT DO DISTRITO DE CASTELO BRANCO

Nas Termas de Monfortinho já está a funcionar o primeiro Centro de BTT do distrito de Castelo Branco, o quarto do género no país. O edifício do Centro de BTT das Termas de Monfortinho é constituído por um espaço de acolhimento, balneários, instalações sanitárias e equipamento para lavagens e afinação das bicicletas. Os praticantes desta modalidade dispõem de quatro trilhos sinalizados com diferentes níveis de dificuldade, numa rede total de 213,7 quilómetros. O percurso mais fácil tem apenas 13,3 quilómetros e o mais exigente, quase uma volta ao concelho de Idanha-a-Nova, tem uma extensão de 107,4 quilómetros.

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 |

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:22:40

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Os municípios de Idanha-a-Nova, Águeda, Lousã, Óbidos e São Pedro do Sul apresentaram o projecto "5 municípios, 5 culturas, 5 sentidos", cujo objectivo é afirmar novas centralidades culturais fora dos grandes centros urbanos. O projecto liderado pela Câmara de Idanha-a-Nova, envolve mais quatro municípios da Região Centro e tem uma duração de três anos, sendo que os objectivos passam pela promoção de iniciativas culturais inovadoras, estimulação da criação artística e a reinterpretação cultural, através da imagem externa dos municípios envolvidos enquanto territórios que acolhem as artes e a criatividade.  

Ler mais

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:19:31

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

A aldeia histórica de Monsanto, em Idanha-a-Nova, vai receber um milhão de euros de investimento para a sua valorização e qualificação enquanto destino turístico no âmbito do programa Valorizar. O contrato assinado no posto de turismo de Monsanto, entre o município de Idanha-a-Nova e o Turismo de Portugal, tem como objectivos principais valorizar o acesso à aldeia histórica, a instalação de um sistema inteligente de gestão de tráfego e de estacionamento, aquisição e instalação de uma ferramenta digital com informação sobre Monsanto e sobre a rede de aldeias históricas de Portugal. "Este projecto com o Turismo de Portugal visa valorizar Monsanto. Estamos a ter problemas de crescimento. Temos queixas por falta de estacionamento que têm causado muito desconforto a quem nos visita", explicou o presidente do município de Idanha-a-Nova durante a apresentação do projecto. Armindo Jacinto explicou que este investimento, no âmbito do programa Valorizar, é feito em cooperação com outros que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal está a promover.  

Ler mais

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-31 16:42:46

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

PARTIU O PINTOR DA PORTUGALIDADE O Grande Mestre José Manuel Soares, com 85 anos de idade, terminou, nesta madrugada, do último dia do ano de 2017, em sua casa, na Rua de Timor, na Costa de Caparica, um Calvário de grande sofrimento, por doença desde 2002. Merecia (em vida) ter sido melhor HONRADO, JUSTIÇADO E LEMBRADO, premiando a sua vastíssima obra, com representação em museus nacionais e estrangeiros, bem como em galerias e colecções particulares.  O Pintor JOSÉ MANUEL SOARES encarnou o verdadeiro espírito épico de Portugal.  Exemplarmente pincelado por um dos maiores artistas contemporâneos. NESTA HORA, DE LUTO E DOR,VEM-ME AO PENSAMENTO O ESCRITO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO, IN “ÚLTIMO VOLUME”: “Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre…. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si, isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução… Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar. " Um sentido abraço solidário à esposa, Dona Ângela Vimonte, e aos muitos admiradores e amigos do Mestre Soares. Para a posteridade, ficam as milhares de obras de arte, nomeadamente no Museu com o seu nome, na cidade de Pinhel Falcão, desde 2014. Que a sua Alma repouse em Paz.

Ler mais

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-21 10:10:31

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

A Câmara de Idanha-a-Nova e a organização do Boom Festival assinaram um protocolo de cooperação para os próximos 10 anos com o objectivo de tornar o concelho na “Capital do Bem-Estar em 2028”. Num comunicado conjunto, o município de Idanha-a-Nova reconhece a importância dos eventos organizados pela Associação IdanhaCulta, responsável pela gestão da Herdade da Granja e do Boom Festival, para a economia local. A autarquia compromete-se a colaborar com a organização e a criar condições favoráveis a vários projectos de sustentabilidade ambiental com base na herdade de 150 hectares. Para o efeito, a associação IdanhaCulta quer criar um Parque de Artes e Natureza que seja um ícone mundial e contribuir deste modo para tornar Idanha-a-Nova na “Capital do Bem-Estar em 2028”.  

Ler mais

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line