Livro de Visitas

Assine o Livro de Visitas

Os campos assinalados com (*), são de preenchimento obrigatório.

Código de Segurança

Veja quem assinou

LUÍS RAPOSO - LISBOA


Muito bonito e comovente esta sua entrevista na TVI.

É assim que se faz um País.
Com gente combativa e boa.

Parabéns !

Luís Raposo

2012-05-04

ANTÓNIO MENDES DO CARMO – ALVIDE - CASCAIS


Caro Senhor Joaquim Fonseca

Gostei muito da sua entrevista na TVI.
E já reenviei para alguns Amigos.
Eu sou de Monforte da Beira, fui para Lisboa aos 14 anos (em 1958) trabalhar numa taberna e depois fui melhorando e estudando à noite e tirei Economia, no ISEG.
Entretanto, como todos do meu tempo, estive em Angola na tropa.
Tive uma boa Escola de vida, felizmente!
Mantive sempre uma forte ligação à terra, onde passava sempre as minhas férias, quando tinha.
Hoje, com quase 68 anos, estou reformado e passo, alternadamente, uma semana aqui na terra e outra em Alvide, Cascais, onde vivo há 37 anos.
Finalmente, tenho uma vida óptima: sou detentor dum Bem (muito) escasso, que é o tempo. E como “o que determina o valor de um bem é a sua escassez”, então, sou uma pessoa rica!
Eu devia ter começado por dizer que gosto muito da Rádio Monsanto. É, aliás, o único posto que ouço! Aqui na minha casa, tenho um rádio 24 horas por dia ligadoà Rádio Monsanto. Quando não estou cá, fica para os 6 cães que tenho aqui ouvirem no quintal!
Quando venho para Monforte, logo em Niza já estou à procura de apanhar a Rádio Monsanto!
Também gosto muito das suas notas/crónicas. São sempre muito oportunas, objectivas e isentas! Parabéns pelo seu jeito de escrever e falar e pela sua coragem!
Penso que já me alonguei muito para o seu tempo escasso.
Um dia destes faço aí uma visita para o conhecer pessoalmente, se não for abuso, claro.
Aceite os meus cumprimentos e Bem Haja pelo seu trabalho em prol da Rádio e da Cultura da nossa Gente!

António Mendes do Carmo
Monforte da Beira
(Monsanto fica aqui em frente e vê-se bem da minha casa)


2012-05-04

ANTÓNIO DE ALMEIDA SERRANO – PALMELA

De visita à Família, ausente no Estrangeiro, de onde acabo de regressar, deixei passar a oportunidade de o ouvir, ao vivo na televisão.
No entanto, a modernidade tem destas coisas e, a destempo, ainda pude segui-lo por este vídeo da TVI. Parabéns por estes magníficos minutos.
Bem haja por todo o Bem que faz. Que nos faz. Ao nosso Povo. À nossa Beira. A Portugal. Ao Mundo.

Abraço cordial com votos de felicidades.
António Serrano

2012-05-03

JOSÉ MANUEL GONÇALVES SILVA – PANAMÁ



Para termos uma obra prima, o importante não é somente ter o material, mas sim o artista.

Gostei muito da sua da entrevista na TVI.

Formidável!
Grande homem!
Os meus parabéns,

José Manuel

2012-05-01

ISABEL ROSETE – AVEIRO

"RÁDIO COM AFECTOS", quiçá a melhor expressão para descrever esta rádio e quem a comanda, Joaquim Manuel da Fonseca. Fiquei muito sensibilizada, através desta entrevista na TVI, no passado dia 24 de Abril, como os valores pelos quais se move(m): SOLIDARIEDADE E ALTRUÍSMO, resumindo.
"PARABÉNS, muitos parabéns, Joaquim Manuel da Fonseca, por este seu eterno amor à Rádio, pelo seu excelente e empenhado trabalho, principalmente para com os mais solitários, os mais velhos, tão esquecidos pelos menos novos, que não pensam que a velhos também chegarão. A palavra "velho" é aqui enunciada com muito carinho. Grandes e nobres valores, muita sabedoria, muita experiência da Vida... se reúnem neste termo "velho". Bem-haja pelas suas palavras ditas, todos os dias, para tantos que o ouvem. Não conhecia esta rádio. Desculpe a minha ignorância. Vou passar a estar atenta às suas edições. Gostei bastante desta sua entrevista, sinal de uma Identidade perfeitamente assumida. Parabéns, igualmente, para o seu filho jornalista.
A sua digníssima esposa... bem… daquelas mulheres que escasseiam. Parabéns para ela também.
Um abraço acolhedor da,
Isabel Rosete


JOSÉ DOMINGOS – TRANCOSO

"OS MORTOS NÃO CHEIRAM AS FLORES NEM VÊEM AS LÁGRIMAS" afirmaste nessa entrevista, na TVI.
DE PÉ APLAUDO.
O que disseste é real, com a realidade sem modéstia, que esta quando é falsa é pior que o insulto cultural.
Foste aquele Joaquim Fonseca que conheci há anos, somos da mesma terra MEDA, distrito da Guarda, trabalhámos na mesma Rádio Atitude da Guarda, onde ambos começámos e vê bem com a mesma idade, apresentámos os mesmos programas de FELICITAÇÕES que hoje infelizmente desapareceu na Rádio Altitude e se mantém na RCM, mas que ligava as pessoas à rádio, defendemos Portugal longe e vê bem, ambos estivemos em Timor.
Nunca perdemos o contacto em anos. Somos e estou certo que seremos amigos e solidários. Defendemos princípios de Portugal e dos Portugueses, temos os mesmos amigos e referências de que Arlindo de Carvalho é um exemplo, conheceste a minha madrinha de que este Portugal esquecido se ESQUECEU - Odette de Saint Maurice, escritora, pensadora, poetisa, de Vicente do Nascimento ou então do Rancho de Aranhas ou as Adufeiras de Monsanto, ou do malogrado Tony de Matos (também muito amigo que foi do Emílio Aragonez).
Estás em Monsanto, entre pedras e poesia, a construir um mundo que deveria ser exemplo para os políticos que deixam os idosos sozinhos, para as famílias que deixam os seus sozinhos: fazes-lhes companhia, distribuis afectos e abraços e carinho. Fazes com a tua rádio e com o teu filho, que já segue as tuas pegadas um mundo português que resiste. Tens uma esposa que sempre te acompanhou e acompanha, quantas vezes na solidão, quantas vezes na tristeza e na alegria e também no sorriso - a Amélia.
Tens um lugar especial no meu mundo.
Porque:
Joaquim Fonseca é mais de que um Homem da Rádio. É um Português, um exemplo de tenacidade e de força anímica, que resiste, em Monsanto, num interior que definha mas que tem gente boa e com CULTURA e PORTUESISMO, um interior esquecido por todos os governos e todos os poderes, um interior que só serve para propaganda eleitoral, um interior que resiste, canta, que tem gente como JOAQUIM FONSECA, beirão Medense de nascimento, Português do coração.
Um abraço,
José Domingos


DORA CÁTIA – COVILHÃ

Partilhei, com muita alegria o merecido tempo de antena na TVI e como cresci com a R.C.M. revejo e aplaudo todas as palavras ditas pelo seu director, Professor Joaquim Fonseca.
Muitas felicidades,
Dora Cátia


CARLOS BARROSO GUERRA – ANGOLA

Linda entrevista e grande presença a do Sr. Prof. Fonseca na TVI, muito bem acompanhado pela sua distinta esposa.
Muitos parabéns aos dois, e um Grande Abraço!
Carlos Guerra


SANDRA MURALHA – LISBOA

Foi uma entrevista muito emocionante que tive a felicidade de ver em directo na TVI.
Conseguiu emocionar todos os que assistiam comigo.
Grande senhor, grande amigo e acima de tudo um verdadeiro apaixonado pela Rádio e suas gentes.
Um beijinho muito grande Dr. Fonseca,
Sandra Muralha


ODETE MARREIROS – CASTELO BRANCO

Parabéns Joaquim, gostei de o ver no programa da TVI! Parabéns pelo que tem feito pelo povo de Monsanto, Timor, e muitos outros! Obrigado pelo que me ensinou quando fizemos juntos em Timor o programa "Rumo ao Alto", creio que era este o nome. Muitas felicidades para a Rádio Clube de Monsanto, para si e família.
Um grande abraço.
Detinha


MARIA MANUEL ALVES DOS SANTOS – VILA DO CARVALHO – COVILHÃ

"GRANDE RÁDIO...GRANDE HOMEM QUE NUNCA VIROU AS COSTAS ÀS DIFICULDADES PORQUE TEM PASSADO AO LONGO DESTES QUASE 27 ANOS. QUE DEUS LHE DÊ MUITA SAÚDE PARA CONTINUAR A BRINDAR-NOS: COM BOA MÚSICA, BOAS CRÓNICAS E MUITO BOAS CRÍTICAS...POIS UMA RÁDIO É ISTO TUDO. O TEMPO DE ANTENA NA TVI FOI POUCO PARA PODER DIZER TUDO, MAS MAIS VALE POUCO QUE NADA!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE AMIZADE QUE NOS UNE DESDE A PRIMEIRA HORA, EM 1985"
Maria Manuela


SOLY ANTUNES – RAMADA

Grande entrevista na TVI !!!
E que bonita declaração de amor!!!
É como eu habitualmente digo, a RCM é uma rádio com alma !!!
Beijinhos,
Soly


ALBERTO PACHÊ – LISBOA

O Joaquim Fonseca é um homem da rádio e na televisão esteve muito bem.
Vi o programa na TVI e gostei muito de o ouvir falar de Monsanto e não só.
Foi um prazer ver e escutá-lo.
Parabéns e um abraço.
António Pachê


ANTÓNIO ANTUNES – GUARDA

Caro amigo FONSECA, gostei imenso da entrevista na TVI!...
Que mais adjectivos hei-de utilizar?!
Foste o JOAQUIM FONSECA que eu sempre conheci! Honesto, coerente, simples e acima de tudo, mostraste espectacularmente, o teu lado profissional nessa área que bem dominas! Que o teu trabalho e dedicação, sirva de exemplo a muitas (pezudo) rádios que proliferam por esse país fora!
Abraço,
António Antunes


MANUEL DE CASTRO NUNES – COIMBRA

Foi um gosto vê-lo na TVI.
Precisamos mais vozes soltas.
Abraço, amigo Joaquim.
Manuel C. Nunes


JOSÉ MANUEL ALVES – CASTELO BRANCO

Caro amigo de sempre:
Foi com emoção que acompanhei a sua entrevista na TVI.
Se já tinha uma enorme admiração pelo meu bom amigo, as suas palavras vieram reforçar ainda mais este meu sentimento.
Obrigado pelo bom momento que me proporcionou e a milhões de pessoas!
Abraço com muita amizade.
Zé Manel Alves


ALEXANDRE GASPAR – IDANHA-A-NOVA

Estimado amigo
“Viva quem diz o que vai no peito”.
Foi com enorme prazer, que pude observar o homem a quem reconheço muitas sensibilidades pelo muito humano que é, mas foi com sentido forte que mostrou uma das suas grandes paixões, a Rádio Clube de Monsanto às câmaras da TVI. O orgulho que hoje mostra quando abre as portas do seu humilde mas riquíssimo espaço radiofónico, é fruto de vários anos de empenho, dedicação e amor, para dar música a quem precisa e voz a quem por vezes não tem. Certo é, que na mais portuguesa das aldeias de Portugal, vive o homem, o homem que lutou só, muitas vezes incompreendido, mas que a pulso criou o que hoje a todos nos orgulha, a Rádio Clube de Monsanto.
Um grande abraço de quem o estima.
Alexandre Gaspar


ANTÓNIO DUARTE – UNHAIS DA SERRA

A Rádio Clube de Monsanto mereceu e muito bem esse espaço na TVI e o meu amigo também.
Forte abraço.
António

2012-05-01

Páginas: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 |

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-21 11:33:06

Ler mais

FESTIVAL DOS CAMINHOS DA TRANSUMÂNCIA ANIMA ALPEDRINHA

Facebook

Escrito por LUSA em 2017-09-14 15:54:05

FESTIVAL DOS CAMINHOS DA TRANSUMÂNCIA ANIMA ALPEDRINHA

A vila de Alpedrinha, no concelho do Fundão, recebe de sexta-feira a domingo mais uma edição do Chocalhos - Festival dos Caminhos da Transumância, que mantém a aposta na diferenciação e qualidade. "Queremos passar do tempo em que se falava essencialmente no elevado número de participantes para um tempo em que o destaque se prende com a qualidade, a fruição e o grau de satisfação que os visitantes podem tirar da variadíssima oferta que se lhes apresenta", referiu, em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes. Organizado em parceria pela autarquia e pela Junta de Freguesia de Alpedrinha, este festival dedica grande atenção à temática da pastorícia e à rota que, outrora, os pastores tinham de fazer para procurarem novas pastagens para os rebanhos. Uma tradição que todos os anos é recriada neste festival, com a realização de uma caminha acompanhada por um rebanho e na qual se faz a ligação entre o Fundão e Alpedrinha, percorrendo um trilho da Serra da Gardunha, que este ano foi dizimada por um violento incêndio.

Ler mais

CAPELA EM IDANHA-A-NOVA COM FORMATO DE TENDA ISPIRADA NO LENÇO ESCUTISTA

Facebook

Escrito por MadreMedia / Lusa em 2017-09-12 13:45:25

CAPELA EM IDANHA-A-NOVA COM FORMATO DE TENDA ISPIRADA NO LENÇO ESCUTISTA

Os arquitectos e antigos escuteiros Pedro Ferreira e Helena Vieira são os autores do projecto da nova capela construída no Campo Nacional de Actividades Escutistas (CNAE), no Monte Trigo, em Idanha-a-Nova. "Para além do formato de tenda, as formas apontam também para o próprio lenço escutista e o modo como este assenta no pescoço", explica, em comunicado, Helena Vieira. A arquitecta realça ainda os sentimentos potenciados pelo lugar: "A protecção, o encontro, o silêncio perante a paisagem, tudo é espectacular perante este sistema de vistas tão interessante". O projecto pretende valorizar o ambiente intimista do local, aliado ao espírito escutista de comunhão com a natureza, sendo que a nova capela encontra-se no Campo Nacional de Actividades Escutistas (CNAE) em Idanha-a-Nova e teve a sua cerimónia de dedicação durante o 23.º acampamento nacional de escuteiros (ACANAC). Este novo templo, dedicado a Nossa Senhora de Fátima, assenta numa estrutura de madeira, símbolo também das construções dos escuteiros, protegida apenas por um revestimento em zinco escuro.

Ler mais

FESTIVAL DE TEATRO AJIDANHA ATÉ 17 DE SETEMBRO NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-12 13:43:53

FESTIVAL DE TEATRO AJIDANHA ATÉ 17 DE SETEMBRO NO CONCELHO DE IDANHA-A-NOVA

Idanha-a-Nova recebe até 17 de setembro mais uma edição do Festival de Teatro Ajidanha. Aproximar a cultura do público continua a ser a aposta deste festival, com a realização de espectáculos em palcos espalhados por Idanha-a-Nova, nomeadamente na sede de concelho, em Medelim, na Aldeia de Santa Margarida, em São Miguel D’Acha e no Ladoeiro. Serão apresentadas nove peças de sete companhias oriundas da Madeira, Esposende, Esmoriz, Lagos, Pombal, da Galiza e de Lanzarote. Destaque ainda para o concerto musical de abertura e para a exibição do filme “O Canto do Galo”, do realizador Ramón de los Santos. A segunda semana do festival prossegue com "O Anexo" (Ajidanha) dia 11 em Idanha-a-Nova; "Até ao Canto do Galo" (filme de Ramón de los Santos) dia 12 em Idanha-a-Nova; "La Novia de D. Quixote" (EME2) dia 13 em Idanha-a-Nova; "Posta de Leitão" (stand-up comedy) dia 14 na Aldeia de Santa Margarida; "Gaviotas Subterraneas" (Comik Teatro) dia 15 em Idanha-a-Nova; "As Minhas Sogras" (Teatro Renascer de Esmoriz) dia 16 no Ladoeiro; e "O Lobo Vermelho" (Teatro Experimental de Lagos) dia 17 em São Miguel D'Acha. O Festival de Teatro da Ajidanha é uma organização conjunta da Ajidanha e da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, com o apoio das freguesias que recebem os espectáculos. O programa completo está disponível na internet em: www.ajidanha.com.

Ler mais

INSCRIÇÕES ABERTAS NA ACADEMIA DE ARTES CATARINA CHITAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-09-07 14:04:39

INSCRIÇÕES ABERTAS NA ACADEMIA DE ARTES CATARINA CHITAS

Em Idanha-a-Nova, estão abertas as inscrições na Academia de Artes Catarina Chitas. O projecto é gratuito e desenvolvido pela Filarmónica Idanhense em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.  Em termos de Teoria Musical, poderá inscrever-se em aulas de Formação Musical (todas as idades), Informática Aplicada à Música (todas as idades), Música Tradicional (todas as idades), Iniciação Rítmica (dos 2 aos 5 anos) e Musicalização Infantil (dos 0 aos 5 anos).  Há ainda disciplinas dedicadas a instrumentos: Sopros (flauta, clarinete, saxofone, trompete, trompa, trombone e tuba), Percussão (bateria e glockenspiel), Cordas (guitarra clássica e cavaquinho) e Instrumentos Tradicionais (viola beiroa, palheta e adufe).   As aulas começam no dia 25 de setembro.  Pode obter mais informações através do e-mail geral@filarmonicaidn.com ou do telefone 926 938 535.

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line