Galeria de Fotografias

Marcos de uma Vida

Dedicada à Rádio, ao Ensino e à Comunidade

  • Joaquim Fonseca nasceu na Vila de Mêda, no distrito da Guarda, em 1 de Fevereiro de 1945, no seio de uma família humilde e numerosa.
  • Joaquim Fonseca deu os seus primeiros passos na "arte de bem dizer" na peça poética de Manuel Daniel, representada na Vila Medense, no Verão de 1959.
  • Joaquim Fonseca sentiu a sua primeira grande atracção pelos microfones nas férias de verão do  ano de 1959.
  • Joaquim Fonseca aos microfones da Estação Emissora CSB 21 -  Rádio Altitude da Guarda, no ano de 1964.
  • Joaquim Fonseca apaixonou-se por Monsanto, a Aldeia Mais Portuguesa, em 1965.
  • O senhor Presidente da República, Almirante Américo Thomaz, ladeado por Joaquim Fonseca, durante a visita aos jovens da ONMP que assistiram à inauguração da Ponte Salazar, no dia 6 de Agosto de 1966.
  • Joaquim Fonseca na estrada de Baguia, em comissão de serviço militar na Província Ultramarina do então Timor Português, em Agosto de 1969.
  • Joaquim Fonseca nos estúdios da Emissora Oficial de Timor, na cidade de Dili (1970).
  • Joaquim Fonseca em provas no Estádio Nacional, na Cruz Quebrada, para ingresso no ISEF, em 1971.
  • Joaquim Fonseca encontrou em Monsanto a jovem da sua vida.
  • Maria Amélia e Joaquim Fonseca casaram e vivem na "Aldeia Mais Portuguesa" (1972).
  • Joaquim Fonseca promoveu, em 1982, o II Festival Nacional de Folclore, para angariação de fundos para o Lar da Terceira Idade de Monsanto, construído, anos depois, precisamente no mesmo local do palco.
  • Joaquim Fonseca ofereceu uma lembrança ao senhor Presidente da República, General Ramalho Eanes, em visita a Monsanto no ano de 1983. Na foto o Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Joaquim Morão.
  • O Senhor Ministro da Educação, Professor Dr. José Augusto Seabra e o Prof. Joaquim Fonseca, na cerimónia de inauguração das novas instalações da Escola Preparatória e Secundária de Penamacor, em 24 de Março de 1984.
  • O Prof. Joaquim Fonseca no seu gabinete de Presidente do Conselho Directivo da recém inaugurada Escola C+S de Penamacor (1984).
  • Joaquim Fonseca no primeiro estúdio da RCM (1985).
  • Joaquim Fonseca  e a locutora Maria Helena no segundo estúdio da RCM (1987).
  • Joaquim Fonseca nos novos estúdios da RCM (1990).
  • Joaquim Fonseca no Centro de Emissão da RCM no cabeço do Castelo de Monsanto (1990).
  • O senhor Primeiro Ministro, Professor Dr. Aníbal Cavaco Silva recebeu uma lembrança de Joaquim Fonseca, Director da RCM (Verão de 1992).
  • Joaquim Fonseca , Director Executivo da Rádio Clube de Monsanto ( 2007).
  • Joaquim Fonseca actualiza a página da Internet www.radiomonsanto.pt (2007).
  •  O senhor Presidente da República inaugurou a exposição de homenagem ao Pintor Mestre José Manuel Soares.
  • O senhor Presidente da República, Professor Dr. Aníbal Cavaco Silva, em conversa com D. Ângela Vimonte,  esposa do Pintor Mestre José Manuel Soares e com Joaquim Fonseca, no dia 27 de Novembro de 2008.
  • O senhor Presidente da República foi sensibilizado por Joaquim Fonseca para o valioso espólio artístico do consagrado Pintor Mestre José Manuel Soares, avaliado em cerca de dois milhões de euros.
  • O senhor Presidente da República, o Presidente do Município de Mêda e Joaquim Fonseca, na inauguração da exposição de obras de arte do Pintor Mestre José Manuel Soares, no dia 27 de Novembro de 2008.
  • O senhor Presidente da República, esposa, Joaquim Fonseca e comitiva na exposição de homenagem ao Pintor Mestre José Manuel Soares, no dia 27 de Novembro de 2008, na Casa Municipal da Cultura da cidade de Mêda.
  • O senhor Presidente da República assinou o Livro de Honra da exposição de homenagem ao Pintor Mestre Soares, na Casa Municipal da Cultura de Mêda, sob o olhar interessado de D. Ângela Vimonte e de Joaquim Fonseca.

Nome: JOAQUIM MANUEL DA FONSECA
Data de Nascimento: 01/02/1945
Naturalidade: MÊDA
Distrito: GUARDA
Estado Civil: CASADO, com dois filhos.
Formado em: EDUCAÇÃO FÍSICA PELO I.S.E.F. (ex-Instituto Superior de Educação Física de Lisboa).

- Fez os estudos secundários na cidade da Guarda.
- Foi Locutor- Produtor na Rádio Altitude da Guarda, durante quinze anos.
- De1969 a 1971, foi Adjunto do Director da Emissora de Radiodifusão de Timor, em Díli e com funções de Produtor, Realizador e Locutor.
- Redactor (e Chefe de Redacção-interino) do jornal semanário militar "A Província de Timor", editado pelo (CTIT) Comando Territorial Independente de Timor.
- Professor da Escola Industrial e Comercial “Prof. Silva Cunha” de Díli, onde dirigiu o Centro de Actividades Circum-Escolares e fundou o    jornal quinzenário "Em Frente".
- Colaborou nos jornais semanários Timorenses "A Voz de Timor" e "A Seara".
- Foi correspondente da Emissora Nacional  na cidade de Díli (Timor Português).
- De Timor enviou, semanalmente, para publicação na Metrópole - em vários jornais e revistas - temas diversos, visando a divulgação Luso-Timorense, o mesmo fazendo com a transmissão de programas radiofónicos, quinzenais, na Rádio Altitude da Guarda, Estação Rádio da Madeira e Emissora Oficial de Macau.
- Em 1971, de regresso à Metrópole, foi docente na Escola Preparatória da Guarda, reatando, paralelamente, a sua colaboração na Rádio Altitude.
- Em 1976 publica o livro "Comissão em Timor", a favor da causa do povo Timorense (esgoatdo).
- Em 1979/80 faz o Estágio Clássico e Profissional na Escola Preparatória Afonso de Paiva, na cidade de Castelo Branco.
- Em 1979 é eleito Vereador da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, pela Aliança Democrática, tendo-lhe sido atribuído o Pelouro da Assistência e Assuntos Sociais.
- Em 1980/81 é colocado na Escola Preparatória de Penamacor, como Professor Profissionalizado (no ano seguinte é nomeado Professor Efectivo da Escola Preparatória de Idanha-a-Nova).
- Em 1980/81 é nomeado, pelo Ministério da Educação, Presidente do Conselho Directivo da Escola Preparatória de Penamacor (depois eleito entre 1981/1986).
- Em 1986/87 é eleito Presidente do Conselho Directivo da Escola C+S de Penamacor, desempenhando, simultaneamente, as funções de Presidente do Conselho Pedagógico e do Conselho Administrativo, mantendo-se no desempenho dessas funções até ao dia 31 de Julho de 1991. 
Curso de Formadores do "Projecto Vida" promovido em Lisboa pelos Ministérios da Justiça e da Educação, em Outubro de 1988.
- É eleito, como independente apoiado pelo PSD, para a Assembleia de Freguesia de Monsanto, em 17 de Dezembro de 1989.
- Por despacho de 18/09/1995, da Direcção da CGA, foi-lhe reconhecido o direito à aposentação de Professor do Quadro de Nomeação Definitiva da Escola Preparatória e Secundária de Penamacor.
- Colaborador do Programa de Folclore "Portugal de Norte a Sul", de Guilherme Nuno, que se transmitiu em Rádio Altitude da Guarda.
- Dinamizador folclórico desde 1962. Foi membro do Rancho Folclórico do Centro Cultural da Guarda.
- Delegado da revista mensal "Folclore", editada pelo Padre Joaquim Adelino Rodrigues.
- Presidente da Comissão Cultural e Educativa da Casa do Povo de Monsanto de 1976 a 1978.
- Publica o livro "Monsanto 1938 - 1978" (esgotado).
- Dinamizador e organizador da deslocação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Monsanto ao XII Festival Internacional de Folclore da Jugoslávia (Zagreb), em 1977.
- Distinguido com a Medalha de Ouro da Federação do Folclore Português, em 1978.
- Presidente da Direcção do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Monsanto de 1979 a 1990.
- Membro do Conselho Técnico Regional da Federação do Folclore Português de 1976 a 1990.
- Dinamizador e organizador de diversos torneios de Jogos Tradicionais, exposições de fotografias de 1938, de trajos regionais e de artesanato Monsantino.
- Presidente de Direcção da Casa do Povo de Monsanto desde 1984 a 2010.
- Foi Secretário da Direcção da Associação Distrital das Casas do Povo de Castelo Branco (1985/86).
- Organizou e dinamizou os Festivais Nacionais de Folclore de Monsanto em 1978, 1982, 1984,1986 e 1988, como Presidente da     Comissão, integrando Ranchos Folclóricos do Minho ao Algarve.
- Em 1984 é co-fundador da Associação de Radioamadores da Beira Interior, com sede na cidade de Castelo Branco.
- Em 1984 é eleito Presidente da Direcção da Associação de Radioamadores da Beira Interior.
- Em 1985 funda a Rádio Clube de Monsanto, CRL para a defesa e a promoção da Música Portuguesa e dos valores tradicionais.
- Presidente da Direcção da Rádio Clube de Monsanto de 1985 a 2004.
- É convidado, por João David Nunes, a participar no III Congresso Português das Comunicações, realizado no Fórum Picoas, em Lisboa, de 14 a 16 de Novembro de 1990, apresentando a comunicação "A Rádio Local na defesa da identidade de um povo".
- Possui, em gravação magnética, numerosas entrevistas radiofónicas feitas, por si, a entidades e individualidades da vida política e cultural, como: os escritores Dr. Fernando Namora, Odette de Saint Maurice, Dr. Fernando Reis, o Pintor Mestre José Manuel Soares, o actor Fernando Curado Ribeiro, diversos Presidentes de Câmaras Municipais do distrito de Castelo Branco, o Dr. Mário Soares, o Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva, o Eng.º Eurico de Melo, o Professor Doutor José Hermano Saraiva, o Dr. Arons de Carvalho, o Director do Teatro S. João e encenador Dr. Ricardo Pais, o locutor da RPT Henrique Mendes, etc.
- Colaborador dos jornais “Luz da Beira”, “Correio da Beira”, “A Guarda”, “Raiano”, “Reconquista”, “Notícias da Covilhã”, etc.
- Dinamizador e organizador responsável pelos diversos convívios e festas de aniversário da Rádio Clube de Monsanto (em Alpedrinha, Monsanto, Teixoso, Marvão, Covilhã, etc.).
- Director Executivo das “Adufeiras de Monsanto”, de 1996 a 2010.
- Co-Fundador, em 2002, da Sociedade “Monsantorádio”- Rádio Clube de Monsanto, Unipessoal, Limitada, sendo nomeado seu Director Executivo.
- Em 2003 adquire a totalidade da quota da Sociedade “Monsantorádio”, ficando seu sócio único e Administrador Executivo, com a competente autorização prévia da Alta Autoridade para a Comunicação Social e do Instituto da Comunicação Social.

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-10-16 17:37:20

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

É uma obrigação legal na União Europeia e é um compromisso dos estados-membros. Em 2008, a Assembleia da República Portuguesa considerou que a pobreza “conduz à violação dos Direitos Humanos”. Mas, desde então, pouco ou nada mudou. Um combate sempre adiado. Mais de 25% das pessoas que vivem em Portugal estão em risco de pobreza. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE) e referem-se a 2016. Esta percentagem tem o rosto de 2 595 000 pessoas. E do total, o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento do INE revela que “18,8 por cento (cerca de 487 mil) eram menores de 18 anos e 18 por cento (cerca de 468 mil) eram pessoas com 65 ou mais anos”. As crianças e os idosos são os mais afectados. Um dos principais problemas neste ano foi o aumento das despesas em habitação, que afectou quase 30% dos mais pobres. Quase dez anos depois, Pedro Vaz Patto, o actual Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, diz que “essa resolução caiu no esquecimento. A resolução do Parlamento recomendava a definição do limiar de pobreza em função do rendimento nacional e dos padrões de vida correntes e a avaliação periódica das políticas de erradicação da pobreza tendo por base a definição desse limiar”.      

Ler mais

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

Facebook

Escrito por em 2017-10-14 10:07:09

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

O pão casqueiro, famoso produto da região, é a estrela da festa que tem lugar este fim de semana em Idanha-a-Velha. Terá sido na antiga Egitânia, algures no séc. VII, que nasceu Vamba, rei dos visigodos. O lendário Rei Vamba e o Casqueiro, ícone da gastronomia regional, protagonizam mais um momento do ciclo de eventos oficiais das Aldeias Históricas de Portugal, sobre o tema “Nas Terras do Rei Vamba… Há Casqueiro!”. A iniciativa surge no âmbito do ciclo de eventos promovida pela Aldeias Históricas de Portugal, que tem como intuito identificar uma personagem, uma lenda ou um facto histórico, ligado a cada uma das aldeias, e a partir daí, é construído um programa com a duração, de pelo menos 2 dias. O fim de semana leva às ruas da aldeia uma festa que consagra o produto mais emblemático da zona, o pão casqueiro, entre animações de rua, música, worskhops e bancas de artesanato. A festa que tem como palco as ruínas de uma antiga cidade romana está integrada no 12 Em Rede – Aldeias em Festa, o ciclo de eventos que anima as Aldeias Históricas de Portugal.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Facebook

Escrito por em 2017-10-14 10:00:43

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Marco Chagas, histórico do ciclismo português, com quatro vitórias na Volta a Portugal, é o padrinho desta Maratona de BTT. O tetra campeão da Volta a Portugal em Bicicleta e actual comentador de ciclismo, Marco Chagas, regressa este domingo a Idanha-a-Nova para participar na 13.ª edição da maratona de BTT Trilhos da Raia. Está é uma prova muito apreciada pelos praticantes da modalidade ciclística fora de estrada. O formato não difere dos anteriores, com uma maratona de 95 km e uma meia de 55 km. As calçadas romanas das localidades emblemáticas do concelho constituem já uma imagem de marca. Os ciclistas começam a pedalar às 9 horas, a partir do Largo do Município. O percurso segue em direcção à barragem Marechal Carmona, Alcafozes, Penha Garcia, aldeias históricas de Monsanto e Idanha-Velha e regresso a Idanha-a-Nova, onde encerra esta festa do BTT. A organização tem o selo de qualidade da ACIN – Associação de Cicloturismo de Idanha-a-Nova, em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

Ler mais

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

Facebook

Escrito por LUSA em 2017-10-09 16:04:26

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

O índice de envelhecimento aumentou, entre 2011 e 2016, em 95% dos municípios portugueses e apenas 15 dos 308 concelhos do país registaram um decréscimo, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje revelados. De acordo com a 5.ª edição do Retrato Territorial de Portugal, publicação bienal do INE, o agravamento do índice de envelhecimento naquele período atingiu, sobretudo, municípios das sub-regiões do Interior Norte (Alto Tâmega, Terras de Trás-os-Montes e Douro) e Centro (Beiras e Serra da Estrela, Beira Baixa e Médio Tejo), com destaque para Almeida (Guarda), Vila de Rei, Oleiros e Penamacor (Castelo Branco) e Castanheira de Pera (Leiria), "que registaram um aumento em mais de 100 idosos por 100 jovens". O INE sustenta ainda que o ano passado o índice de envelhecimento "era mais elevado nos territórios rurais do que nos territórios urbanos, sendo esta assimetria mais acentuada nas sub-regiões Beira Baixa e Terras de Trás-os-Montes".  

Ler mais

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por CM/RCM em 2017-10-06 09:19:33

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Os incêndios florestais queimaram este ano mais de 215 mil hectares, o valor mais elevado dos últimos 10 anos, segundo o mais recente relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), esta sexta-feira divulgado. O distrito mais afectado, no que respeita à área ardida, é Castelo Branco, com 38.962 hectares, cerca de 18% da área total ardida até à data, seguido de Santarém, com 34.705 hectares (16% do total), e Coimbra, com 25.526 hectares (12% do total). O incêndio que provocou maior área ardida no distrito de Castelo Branco teve a sua origem na freguesia de Várzea dos Cavaleiros, concelho da Sertã, no dia 23 de julho, e consumiu 29.758 hectares de espaços florestais (76% do total ardido no distrito). No final de setembro, o Governo prolongou até 15 de outubro o período crítico do Sistema de Defesa da Floresta, que prevê a proibição de lançar foguetes e fazer queimadas e fogueiras nos espaços florestais, por causa das condições meteorológicas. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de setembro em Portugal continental foi o mais quente dos últimos 87 anos. 

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line