Galeria de Fotografias

Galeria de Fotografias da RCM

Álbum fotográfico da história da Rádio Clube de Monsanto

  • Os primeiros emissores da RCM, construídos pelo rádio-amador, CT1 BJS Reinaldo Serra (1985); Transmissão do programa infantil “Clube dos Pequeninos”, com o radialista principiante Rui Pedro Fonseca (1985).
  • O rádio-amador CT1 BRJ, Joaquim Fonseca, no primeiro “estúdio pirata” da RCM (1985).
  • Uma velha telefonia, relíquia e “luz musical”  das memórias da RCM (1986).
  • Celebração da Santa Missa no primeiro convívio da RCM, no Anjo da Guarda, em Alpedrinha (15 de Junho de 1986).
  • Joaquim Fonseca agradece o apoio dos amigos da RCM presentes no convívio, especialmente da Vila histórica de Alpedrinha (15 de Junho de 1986).
  • O locutor Joaquim Fonseca entrevista a artista Ana (1986); A artista Ana na festa do primeiro aniversário da RCM (1986).
  • Joaquim Morão, Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova inaugura  os novos emissores (1987).
  • O Padre Victor Vaz procede à benção dos novos Estúdios da RCM (1987) - O Vice-Presidente da Câmara de Penamacor, Porfírio Saraiva, fala na inauguração dos novos Estúdios (1987).
  • O Presidente Joaquim Morão fala em directo  aos microfones da RCM  (1987).
  • Joaquim Fonseca saúda o Presidente Joaquim Morão, a escritora Odette de Saint Maurice, o artista Vicente e o povo presente no espectáculo  na Avenida, em Monsanto (1987).
  • A escritora Odette de Saint Maurice felicita a RCM pelo seu II aniversário (1987).
  • O artista Vicente agradece a oferta do Adufe (1987).
  • O Presidente Joaquim Morão saúda o povo presente na Avenida e felicita a RCM pelo seu II aniversário (1987) - Vicente saúda os espectadores e anuncia o repertório do seu concerto.
  • O concerto do artista Vicente foi muito aplaudido pelas centenas de assistentes na Avenida (1987).
  • O técnico, Reinaldo Serra, controla a primeira reportagem do exterior do espectáculo com o artista Vicente (1987).
  • Subida ao Castelo de Monsanto para inauguração dos novos emissores (1988).
  • Novos e mais potentes emissores, construídos pelo técnico Reinaldo Serra (1988) - O Presidente Joaquim Morão inaugura os novos emissores (1988)
  • O Presidente Joaquim Morão aplaude a entrada em funcionamento dos novos emissores (1988)
  • O locutor Joaquim Fonseca e o Delegado da RCM em Marvão, Fernando Bragança Pinheiro, gravam as declarações do Presidente Joaquim Morão (1988).
  • O poeta popular José da Silva Máximo é felicitado pelo Presidente Joaquim Morão (1988)
  • Jantar-convívio  de apoio popular à legalização da RCM (1988)
  • Em 25 de Junho de 1989 as mulheres de Monsanto preparam a sardinha para a festa popular da atribuição do Alvará de legalização da  RCM.
  • A Banda de Música da Covilhã, sob a direcção do Maestro Manuel Alves dos Santos, participou, conjuntamente, com a Banda Filarmónica da Aldeia de João Pires, na festa de atribuição do Alvará ao RCM.
  • Edifício em ruínas datado de 1909, pertença da Familia Mendonça Garcia, adquirido pela RCM em 25 de Junho de 1989.
  • A RCM faz a recuperação do edifício em ruínas, para instalação da sua futura sede (1989). Fase das obras de reconstrução da Casa da Rádio (1989)
  •  Casa da Rádio Clube de Monsanto pronta para a inauguração (1990).
  • O Povo associa-se à inauguração da Casa da Rádio (1990)
  • O Povo associa-se à inauguração da Casa da Rádio (1990)
  • As mulheres de Monsanto, com os seus adufes, animam a festa da inauguração da Casa da Rádio (1990)
  • O Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Joaquim Morão, inaugura a Casa da RCM no dia 12 de Agosto de 1990.
  • Visita à recém inaugurada Casa da Rádio (1990)
  • Apartamento da Casa da Rádio, para apoio aos colaboradores da RCM (1990)
  • As novas instalações da Casa da Rádio (1990)
  • Sala do Arquivo Sonoro em Monsanto (1990)
  • Os primeiros Serviços Administrativos de RCM (1990)
  • Recanto do "Mini-Museu" da Casa da Rádio em Monsanto (1990).
  • Pormenor da Casa da Rádio em Monsanto (1990)
  • Na Casa da RCM "os objectos e as coisas" são relíquias vivas da memória colectiva dum povo (1990)
  • O locutor Joaquim Fonseca nos novos estúdios (1990)
  • O animador João Carlos Mendonça nos novos estúdios (1990)
  • Maria de Lurdes, uma das diversas estagiárias que passaram pela Rádio Clube de Monsanto (1990).
  • Os novos estúdios da RCM (1990)
  • Rui Pedro Fonseca animador em 1990 e actual jornalista profissional da RCM .
  • Os jovens de Monsanto ajudam na montagem das novas antenas (1990) - Lanço a lanço, com a força braçal, foi erguida a torre de 60 metros  (1990)
  • Subida dos últimos 3 metros da torre para a colocação das antenas (1990) - A imponente torre de antenas da RCM, a 850 metros de altitude (1990)
  • Novo Centro de Emissão da RCM (1990)
  • Na Casa da Rádio faltava um abrigo para a carrinha de reportagem da RCM e a solução foi encontrada neste espaço (1991).
  • Fachada actual da Casa da Radio Clube de Monsanto, vendo-se a carrinha de reportagem a sair da garagem subterrânea (1991).
  • Convívio dos Amigos da RCM em Marvão (1991)
  • Inauguração da viatura de exteriores da RCM em Marvão, no dia 28 de Abril de 1991.
  • Convívio de ouvintes da RCM na vila alentejana de Marvão (1991)
  • Convívio de ouvintes da RCM na vila alentejana de Marvão (1991)
  • O Presidente da Câmara de Marvão fala para a RCM (1991)
  • Convívio de ouvintes da RCM em Santo António das Areias (1991)
  • Para além daquilo que se ouve, existe o gesto que, repetidamente, cumpre a vontade de servir (Foto de Carlos Pedro - 1991)
  • Convivio dos amigos ouvintes da RCM na Serra da Estrela (1991)
  • Convívio dos ouvintes da RCM na Serra da Estrela (1991)
  • Festa popular dos ouvintes da RCM no parque de merendas da Covilhã (1991)
  • A RCM foi pioneira na adesão às novas tecnologias (1991)
  • O senhor Primeiro Ministro, Prof. Cavaco Silva visita a RCM (1992)
  • O Senhor Professor Anibal Cavaco Silva e sua esposa, no jardim da Rádio Clube de Monsanto (1992)
  • O senhor Professor Aníbal Cavaco Silva recebe uma lembrança do Director da RCM (1992)
  • Centro Emissor da micro-cobertura da RCM nas Termas de Monfortinho (2000)
  • José Luis Dias
  • Arqtº Bruno Barros (Colaborador Especializado - Arquitectura) - nos estúdios da Rádio de Monsanto (2005)
  • Edifício onde funciona a Delegação da RCM em Castelo Branco (2005)
  • Estúdio para debates e entrevistas na Delegação da RCM em Castelo Branco (2005)
  • Controle do Centro de  Produção e Emissão da RCM em Castelo Branco (2005)
  • Serviços Administrativos da Delegação da RCM em Castelo Branco (2005)
  • O Presidente da Câmara Albicastrense, Joaquim Morão, discursou na inauguração da Delegação da RCM em Castelo Branco, no dia 20 de Janeiro de 2005
  • Benção da Delegação da RCM em Castelo Branco, no dia 20 de Janeiro de 2005
  • O Engº. Álvaro Rocha, Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, marcou presença na inauguração da Delegação da RCM em Castelo Branco, no dia 20 de Janeiro de 2005
  • Muitos  amigos estiveram presentes na inauguração da Delegação da RCM em Castelo Branco, no dia 20 de Janeiro de 2005
  • Panóplia de Rádios e Gravadores antigos da colecção da RCM (2005)
  • Apresentação oficial do "site" da RCM, no dia 10 Novembro de 2005, no Arquivo Distrital de Castelo Branco.
  • As Adufeiras de Monsanto, com a sua alegria musical, abrem a sessão de apresentação do "site" da RCM, perante as entidades oficiais e dezenas de convidados.
  • O Director da RCM, Dr. Joaquim Fonseca, escuta atentamente as Adufeiras de Monsanto
  • A Mesa de Honra constituída  pela Engª. Sandra Muralha, Dr. Amadeu Monteiro, Presidente Joaquim Morão, Engº. Alvaro Rocha e Dr. Joaquim Fonseca.
  • Homenagem ao Pintor Mestre José Manuel Soares, na pessoa de sua esposa, D. Angela Vimonte, também ela distinta pintora.
  • A Eng.ª Sandra Muralha, responsável da empresa Netvidade, faz a apresentação  do “site” da Rádio Clube de Monsanto, no dia 10 de Novembro de 2005.
  • A Neve  envolve o  casario da RCM (2010)
  • A Neve na  Casa da Rádio
  • A Neve na noite na RCM
  • A Neve na Rádio Clube de Monsanto (2010)

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:22:40

CINCO MUNICÍPIOS DA REGIÃO CENTRO LANÇAM PROJECTO CULTURAL EM REDE

Os municípios de Idanha-a-Nova, Águeda, Lousã, Óbidos e São Pedro do Sul apresentaram o projecto "5 municípios, 5 culturas, 5 sentidos", cujo objectivo é afirmar novas centralidades culturais fora dos grandes centros urbanos. O projecto liderado pela Câmara de Idanha-a-Nova, envolve mais quatro municípios da Região Centro e tem uma duração de três anos, sendo que os objectivos passam pela promoção de iniciativas culturais inovadoras, estimulação da criação artística e a reinterpretação cultural, através da imagem externa dos municípios envolvidos enquanto territórios que acolhem as artes e a criatividade.  

Ler mais

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

Facebook

Escrito por Lusa em 2018-01-08 15:19:31

MONSANTO RECEBE UM MILHÃO DE EUROS DE INVESTIMENTO PARA VALORIZAÇÃO TURÍSTICA

A aldeia histórica de Monsanto, em Idanha-a-Nova, vai receber um milhão de euros de investimento para a sua valorização e qualificação enquanto destino turístico no âmbito do programa Valorizar. O contrato assinado no posto de turismo de Monsanto, entre o município de Idanha-a-Nova e o Turismo de Portugal, tem como objectivos principais valorizar o acesso à aldeia histórica, a instalação de um sistema inteligente de gestão de tráfego e de estacionamento, aquisição e instalação de uma ferramenta digital com informação sobre Monsanto e sobre a rede de aldeias históricas de Portugal. "Este projecto com o Turismo de Portugal visa valorizar Monsanto. Estamos a ter problemas de crescimento. Temos queixas por falta de estacionamento que têm causado muito desconforto a quem nos visita", explicou o presidente do município de Idanha-a-Nova durante a apresentação do projecto. Armindo Jacinto explicou que este investimento, no âmbito do programa Valorizar, é feito em cooperação com outros que a Rede de Aldeias Históricas de Portugal está a promover.  

Ler mais

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-31 16:42:46

MORREU O PINTOR, MESTRE JOSÉ MANUEL SOARES

PARTIU O PINTOR DA PORTUGALIDADE O Grande Mestre José Manuel Soares, com 85 anos de idade, terminou, nesta madrugada, do último dia do ano de 2017, em sua casa, na Rua de Timor, na Costa de Caparica, um Calvário de grande sofrimento, por doença desde 2002. Merecia (em vida) ter sido melhor HONRADO, JUSTIÇADO E LEMBRADO, premiando a sua vastíssima obra, com representação em museus nacionais e estrangeiros, bem como em galerias e colecções particulares.  O Pintor JOSÉ MANUEL SOARES encarnou o verdadeiro espírito épico de Portugal.  Exemplarmente pincelado por um dos maiores artistas contemporâneos. NESTA HORA, DE LUTO E DOR,VEM-ME AO PENSAMENTO O ESCRITO DE MIGUEL ESTEVES CARDOSO, IN “ÚLTIMO VOLUME”: “Como é que se esquece alguém que se ama? Como é que se esquece alguém que nos faz falta e que nos custa mais lembrar que viver? Quando alguém se vai embora de repente como é que se faz para ficar? Quando alguém morre, quando alguém se separa - como é que se faz quando a pessoa de quem se precisa já lá não está? As pessoas têm de morrer; os amores de acabar. As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar. Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar. Se uma pessoa tenta esquecer-se de repente, a outra pode ficar-lhe para sempre…. Ninguém aguenta estar triste. Ninguém aguenta estar sozinho. Tomam-se conselhos e comprimidos. Procuram-se escapes e alternativas. Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma. A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. É preciso aceitar esta mágoa esta moinha, que nos despedaça o coração e que nos mói mesmo e que nos dá cabo do juízo. É preciso aceitar o amor e a morte, a separação e a tristeza, a falta de lógica, a falta de justiça, a falta de solução. Quantos problemas do mundo seriam menos pesados se tivessem apenas o peso que têm em si, isto é, se os livrássemos da carga que lhes damos, aceitando que não têm solução… Dizem-nos, para esquecer, para ocupar a cabeça, para trabalhar mais, para distrair a vista, para nos divertirmos mais, mas quanto mais conseguimos fugir, mais temos mais tarde de enfrentar. Fica tudo à nossa espera. Acumula-se-nos tudo na alma, fica tudo desarrumado. O esquecimento não tem arte. Os momentos de esquecimento, conseguidos com grande custo, com comprimidos e amigos e livros e copos, pagam-se depois em condoídas lembranças a dobrar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar. " Um sentido abraço solidário à esposa, Dona Ângela Vimonte, e aos muitos admiradores e amigos do Mestre Soares. Para a posteridade, ficam as milhares de obras de arte, nomeadamente no Museu com o seu nome, na cidade de Pinhel Falcão, desde 2014. Que a sua Alma repouse em Paz.

Ler mais

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-21 10:10:31

AUTARQUIA E BOOM FESTIVAL ACORDAM COOPERAÇÃO PARA OS PRÓXIMOS 10 ANOS

A Câmara de Idanha-a-Nova e a organização do Boom Festival assinaram um protocolo de cooperação para os próximos 10 anos com o objectivo de tornar o concelho na “Capital do Bem-Estar em 2028”. Num comunicado conjunto, o município de Idanha-a-Nova reconhece a importância dos eventos organizados pela Associação IdanhaCulta, responsável pela gestão da Herdade da Granja e do Boom Festival, para a economia local. A autarquia compromete-se a colaborar com a organização e a criar condições favoráveis a vários projectos de sustentabilidade ambiental com base na herdade de 150 hectares. Para o efeito, a associação IdanhaCulta quer criar um Parque de Artes e Natureza que seja um ícone mundial e contribuir deste modo para tornar Idanha-a-Nova na “Capital do Bem-Estar em 2028”.  

Ler mais

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2018 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line