Radio Clube de Monsanto short historical descrition

Os primeiros emissores da Rádio Clube de Monsanto.(1985)

“Once upon a time…” this is how almost every story begins. However the RCM story starts a little different. In its origin there is a great motivation and an enormous desire to complete a Radiophonic Project, in service of the regionalism.

And this way in 1985, the adventure is born, taken through by two radio amateurs: Dr. Joaquim Manuel da Fonseca (ex-speaker of Radio Altitude da Guarda and the ex- Timor Oficial Broadcaster).  Asked by Dr. Joaquim Fonseca Mr. Reinaldo Pedro Ramos Serra, (Electricity technician), with rudimentary and artisan ways Mr. Reinaldo constructs a small Modulated Frequency sender, which goes on air in experimental period on 8th and 9th of June, already under the emblematic designation of Radio Clube de Monsanto. From there until the regular broadcasting it was quick; these began precisely on the 14th of August 1985.

Radio Clube de Monsanto was constituted later, as a Cooperative, through Public Writing in Penamacor´s Notary’s Office on the 28th of April 1987, with its head office in Monsanto (Idanha-a-Nova´s Region) and whose statutes had been published on the 17th of September 1987 in “Diário da República” III series.

Citing its Statutes

“The RCM purpose is to create and to keep, in the terms of law, a broadcasting Radio Station in Monsanto, with regional characteristics".

As it was normal with the local radios, RCM by this time didn’t have a license, what makes us to silence the senders on the 24th of December 1988 at midnight, in fulfilment to the law. The coming back only happens five months later for great joy of our listeners, now fully legalized RCM goes back on air, funny enough on the 8th of June 1989. And it’s from that moment on that it starts to broadcast in Modulated Frequency, 98,7 Mhz, sterero/RDS under the license 20231 and the indicative CSB 652 and since the year 2000 also with the 107.8 MHZ (Termas de Monfortinho)

In the 23rd of May 1996 the sender is honoured, by Mr. Prime Minister, with the Diploma of Public Utility Institution.

RCM broadcasts, since 1990, twenty four uninterrupted hours per day, being its programming, in general terms, characterized by the priority given to Portuguese music and our traditional values.

RCM  also has sponsored the main sporting, social and cultural events in the region of Idanha-a-Nova, its microphones have also been made available to, society, institutions and city councils to promote their events, claims and projects, with independence, exemption and pluralism.

The safeguard and promotion of the historical, tourist and natural potentialities of the Beira Interior Region was always the priority.

Through the years and always with the voluntary and generous affiliation fee of many listeners, we increased and improved the RCM activities, with the implantation of our own premises, new production studios and broadcasting centres,  computerization of internal services, outside broadcasting, new antennas, etc…

The fact that RCM was audience district leader was also a great stimulation; this was proven with a nationwide study, made by a professional company, Marktest, ordered by Social Communication State Government Secretary.

It’s in this scope, despite the human and financial lack that the desire to continue and specially to make better seems to surge. The path doesn’t end here, never the less it followed a new route: Castelo Branco.

Castelo Branco´s Modern Production Centre, was officially inaugurated on the 20th of January 2005, and it counts on more than twenty specialized collaborators, whom are a great value to the Radiophonic aims of the Radio Station from the “Most Portuguese Village”, which has been a popular singular case.

Today RCM is synchronized by thousands and thousands of listeners and friends spread through Beira Baixa, Beira Alta, Alto Alentejo and Spanish Estremadura, and recently by friends from the whole world, who contact us thanks to this wonderful new form of communicating that is transforming our planet into a “global village” The Internet.!

RCM has proven: that the interests and the aspirations are always possible to be associated to the tradition and to the culture without forgetting the History, but fighting always for new accomplishments, that contribute for progress, the same progress that makes life less difficult and more beautiful, in these so forgotten lands, of this deep interior, where despite all there are very good people wanting to live and resist, so Portuguese People’s History and identity will never be lost.
To find out more about RCM HISTORY

See “PRESS” – National and local newspapers (1985-2005) and “Photo Gallery”

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

Facebook

Written by RCM in 2017-10-16 17:37:20

17 DE OUTUBRO – DIA INTERNACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DA POBREZA

É uma obrigação legal na União Europeia e é um compromisso dos estados-membros. Em 2008, a Assembleia da República Portuguesa considerou que a pobreza “conduz à violação dos Direitos Humanos”. Mas, desde então, pouco ou nada mudou. Um combate sempre adiado. Mais de 25% das pessoas que vivem em Portugal estão em risco de pobreza. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE) e referem-se a 2016. Esta percentagem tem o rosto de 2 595 000 pessoas. E do total, o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento do INE revela que “18,8 por cento (cerca de 487 mil) eram menores de 18 anos e 18 por cento (cerca de 468 mil) eram pessoas com 65 ou mais anos”. As crianças e os idosos são os mais afectados. Um dos principais problemas neste ano foi o aumento das despesas em habitação, que afectou quase 30% dos mais pobres. Quase dez anos depois, Pedro Vaz Patto, o actual Presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz, diz que “essa resolução caiu no esquecimento. A resolução do Parlamento recomendava a definição do limiar de pobreza em função do rendimento nacional e dos padrões de vida correntes e a avaliação periódica das políticas de erradicação da pobreza tendo por base a definição desse limiar”.      

Ler mais

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

Facebook

Written by in 2017-10-14 10:07:09

REI VAMBA E CASQUEIRO JUNTOS EM IDANHA-A-VELHA

O pão casqueiro, famoso produto da região, é a estrela da festa que tem lugar este fim de semana em Idanha-a-Velha. Terá sido na antiga Egitânia, algures no séc. VII, que nasceu Vamba, rei dos visigodos. O lendário Rei Vamba e o Casqueiro, ícone da gastronomia regional, protagonizam mais um momento do ciclo de eventos oficiais das Aldeias Históricas de Portugal, sobre o tema “Nas Terras do Rei Vamba… Há Casqueiro!”. A iniciativa surge no âmbito do ciclo de eventos promovida pela Aldeias Históricas de Portugal, que tem como intuito identificar uma personagem, uma lenda ou um facto histórico, ligado a cada uma das aldeias, e a partir daí, é construído um programa com a duração, de pelo menos 2 dias. O fim de semana leva às ruas da aldeia uma festa que consagra o produto mais emblemático da zona, o pão casqueiro, entre animações de rua, música, worskhops e bancas de artesanato. A festa que tem como palco as ruínas de uma antiga cidade romana está integrada no 12 Em Rede – Aldeias em Festa, o ciclo de eventos que anima as Aldeias Históricas de Portugal.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Facebook

Written by in 2017-10-14 10:00:43

IDANHA-A-NOVA RECEBE ESTE FIM DE SEMANA MARATONA BTT TRILHOS DA RAIA

Marco Chagas, histórico do ciclismo português, com quatro vitórias na Volta a Portugal, é o padrinho desta Maratona de BTT. O tetra campeão da Volta a Portugal em Bicicleta e actual comentador de ciclismo, Marco Chagas, regressa este domingo a Idanha-a-Nova para participar na 13.ª edição da maratona de BTT Trilhos da Raia. Está é uma prova muito apreciada pelos praticantes da modalidade ciclística fora de estrada. O formato não difere dos anteriores, com uma maratona de 95 km e uma meia de 55 km. As calçadas romanas das localidades emblemáticas do concelho constituem já uma imagem de marca. Os ciclistas começam a pedalar às 9 horas, a partir do Largo do Município. O percurso segue em direcção à barragem Marechal Carmona, Alcafozes, Penha Garcia, aldeias históricas de Monsanto e Idanha-Velha e regresso a Idanha-a-Nova, onde encerra esta festa do BTT. A organização tem o selo de qualidade da ACIN – Associação de Cicloturismo de Idanha-a-Nova, em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

Ler mais

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

Facebook

Written by LUSA in 2017-10-09 16:04:26

ÍNDICE DE ENVELHECIMENTO AUMENTOU EM 95% DOS MUNICÍPIOS ENTRE 2011 E 2016

O índice de envelhecimento aumentou, entre 2011 e 2016, em 95% dos municípios portugueses e apenas 15 dos 308 concelhos do país registaram um decréscimo, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje revelados. De acordo com a 5.ª edição do Retrato Territorial de Portugal, publicação bienal do INE, o agravamento do índice de envelhecimento naquele período atingiu, sobretudo, municípios das sub-regiões do Interior Norte (Alto Tâmega, Terras de Trás-os-Montes e Douro) e Centro (Beiras e Serra da Estrela, Beira Baixa e Médio Tejo), com destaque para Almeida (Guarda), Vila de Rei, Oleiros e Penamacor (Castelo Branco) e Castanheira de Pera (Leiria), "que registaram um aumento em mais de 100 idosos por 100 jovens". O INE sustenta ainda que o ano passado o índice de envelhecimento "era mais elevado nos territórios rurais do que nos territórios urbanos, sendo esta assimetria mais acentuada nas sub-regiões Beira Baixa e Terras de Trás-os-Montes".  

Ler mais

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Facebook

Written by CM/RCM in 2017-10-06 09:19:33

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Os incêndios florestais queimaram este ano mais de 215 mil hectares, o valor mais elevado dos últimos 10 anos, segundo o mais recente relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), esta sexta-feira divulgado. O distrito mais afectado, no que respeita à área ardida, é Castelo Branco, com 38.962 hectares, cerca de 18% da área total ardida até à data, seguido de Santarém, com 34.705 hectares (16% do total), e Coimbra, com 25.526 hectares (12% do total). O incêndio que provocou maior área ardida no distrito de Castelo Branco teve a sua origem na freguesia de Várzea dos Cavaleiros, concelho da Sertã, no dia 23 de julho, e consumiu 29.758 hectares de espaços florestais (76% do total ardido no distrito). No final de setembro, o Governo prolongou até 15 de outubro o período crítico do Sistema de Defesa da Floresta, que prevê a proibição de lançar foguetes e fazer queimadas e fogueiras nos espaços florestais, por causa das condições meteorológicas. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de setembro em Portugal continental foi o mais quente dos últimos 87 anos. 

Ler mais

More News

Regional News

RECONQUISTA

A Carregar ...

NEWSPAPER JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

NEWSPAPER O INTERIOR

A Carregar ...

NEWSPAPER NOVA GUARDA

A Carregar ...

NEWSPAPER A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

RCM - Friends | Records Request | Programming | Contacts | Surveys | Guestbook | Online Shop