Notícias

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Escrito por CM/RCM em 2017-10-06 09:19:33

ÁREA ARDIDA NOS INCÊNCIOS FLORESTAIS É A MAIOR DOS ÚLTIMOS 10 ANOS

Os incêndios florestais queimaram este ano mais de 215 mil hectares, o valor mais elevado dos últimos 10 anos, segundo o mais recente relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), esta sexta-feira divulgado.

De acordo com o documento, que analisa o período compreendido entre 1 de janeiro e 30 de setembro, a área ardida este ano representa mais do dobro da média anual para o mesmo período. "O ano de 2017 apresenta, até ao dia 30 de setembro, o 5.º valor mais baixo em número de ocorrências e o valor mais elevado de área ardida desde 2007", refere o ICNF. Os dados do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais indicavam em setembro uma área ardida para Portugal que ultrapassava os 230 mil hectares, mas o relatório do ICNF, citando igualmente o Sistema de Informação Europeu, conjugado com informação cartográfica obtida por satélites com melhor resolução, ajusta o número para 215.988 hectares.

Segundo o relatório do ICNF, até 30 de setembro houve um total de 14.097 ocorrências, de que resultaram 117.302 hectares ardidos de povoamento e 98.686 de mato. Comparando os valores do ano de 2017 com o histórico dos 10 anos anteriores, registaram-se menos 10% de ocorrências e mais 174% de área ardida relativamente à média anual do mesmo período, de acordo com o ICNF. Até 30 de setembro de 2017, foram registados 1.178 reacendimentos, menos 17% do que a média anual do período 2007-2016.

O distrito mais afectado, no que respeita à área ardida, é Castelo Branco, com 38.962 hectares, cerca de 18% da área total ardida até à data, seguido de Santarém, com 34.705 hectares (16% do total), e Coimbra, com 25.526 hectares (12% do total). O incêndio que provocou maior área ardida no distrito de Castelo Branco teve a sua origem na freguesia de Várzea dos Cavaleiros, concelho da Sertã, no dia 23 de julho, e consumiu 29.758 hectares de espaços florestais (76% do total ardido no distrito).

Da análise por distrito, o relatório do ICNF destaca com maior número de ocorrências, e por ordem decrescente, os distritos do Porto (3.462), Braga (1.468) e Viseu (1.353). No entanto, em qualquer um dos casos, as ocorrências são maioritariamente fogachos, ou seja, ocorrências de reduzida dimensão e que não ultrapassam um hectare de área ardida.

Face às condições meteorológicas adversas favoráveis à propagação de incêndios florestais, a Autoridade Nacional da Protecção Civil decretou, até à data, 85 dias de alerta especial de nível amarelo ou superior do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), 19 dos quais já no mês de setembro.

O número de ocorrências registado mensalmente mostra que apenas os meses de janeiro, abril e junho de 2017 ficaram acima das respectivas médias mensais do decénio 2007-2016.

No mês de setembro há registo de 1.931 ocorrências (58% da respectiva média mensal) responsáveis por 12.274 hectares ardidos em espaços florestais, cerca de 83% da média desse mês. O mês de agosto lidera com a maior área ardida em Portugal continental (72.184 hectares), que representa cerca de 33% da área ardida total até à data.

No final de setembro, o Governo prolongou até 15 de outubro o período crítico do Sistema de Defesa da Floresta, que prevê a proibição de lançar foguetes e fazer queimadas e fogueiras nos espaços florestais, por causa das condições meteorológicas.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de setembro em Portugal continental foi o mais quente dos últimos 87 anos. 

Voltar para a página de notícias

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-13 14:25:10

CENTRO REPETIDOR DAS TERMAS DE MONFORTINHO TEVE EMISSÃO INTERROMPIDA

Na noite do passado dia 10, o Centro Emissor da Rádio Clube de Monsanto, nas Termas de Monfortinho ficou sem emissão por causa das adversas condições climatéricas e devido a algumas interrupções de energia eléctrica, que afectaram os nossos equipamentos e as antenas naquela localidade de fronteira.   Também por dificuldades de acesso à serra contígua, só hoje, cerca das 11 horas foi possível normalizar a emissão, e a desejada retoma da cobertura da zona raiana, que inclui a estremadura espanhola, que a RCM assegura regularmente desde o ano de 1999.   Apresentamos desculpas aos senhores ouvintes pelos transtornos.  

Ler mais

NATAL EM MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-09 12:27:42

NATAL EM MONSANTO

Ler mais

TRIBUTO À MÚSICA DE IDANHA NO CENTRO CULTURAL RAIANO

Facebook

Escrito por RCM em 2017-12-06 12:17:55

TRIBUTO À MÚSICA DE IDANHA NO CENTRO CULTURAL RAIANO

Na sexta-feira, dia 8 de dezembro, tem lugar no Centro Cultural Raiano o concerto Tempos Idos - Um tributo a Idanha. Em palco vão estar as Adufeiras de Idanha-a-Nova, a Orquestra Típica de Alcains, Violas Beiroas de Idanha e a Filarmónica Idanhense, para apresentar um conjunto de músicas recolhidas em todo o concelho. Foram mantidas as linhas melódicas originais e criados novos e arranjos. Com entrada livre o espectáculo tem início às 18 horas.

Ler mais

IDANHA-A-VELHA E MONSANTO NO TOP 15 DAS ALDEIAS HISTÓRICAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-11-23 11:16:52

IDANHA-A-VELHA E MONSANTO NO TOP 15 DAS ALDEIAS HISTÓRICAS

  Idanha-a-Velha e Monsanto foram eleitas para o Top 15 das Aldeias Históricas mais encantadoras de Portugal. A lista é do Skyscanner, motor de pesquisa mundial de viagens. Relativa ao biénio 2017/2018, esta é a primeira selecção anual de aldeias históricas e leva em consideração as características de cada aldeia, incluindo a história, a autenticidade, a beleza da paisagem circundante e as sugestões dos viajantes. Com 60 milhões de utilizadores mensais activos, o Skyscanner apresenta-se como o principal site de pesquisa de viagens mundial que oferece um serviço gratuito de pesquisa e comparação de voos, hotéis e aluguer de carros. Pode encontrar o artigo completo em www.skyscanner.pt/novidades/inspiracao/aldeias-historicas-de-portugal

Ler mais

PROENÇA-A-VELHA: LAGAR DE AZEITE JÁ ATINGIU 40 TONELADAS DE AZEITONA

Facebook

Escrito por RCM em 2017-11-22 10:05:13

PROENÇA-A-VELHA: LAGAR DE AZEITE JÁ ATINGIU 40 TONELADAS DE AZEITONA

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova está a disponibilizar aos produtores de azeite um Lagar em Modo de Produção Biológico. Na presente campanha, esta unidade já laborou 40 mil kg de azeitona biológica certificada, transformada em 8 mil litros de azeite biológico. A extracção do azeite é feita num lagar móvel licenciado e certificado, a funcionar no Núcleo Museológico do Azeite, em Proença-a-Velha. O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, explica que o Lagar é “uma solução provisória para dar resposta às necessidades da produção biológica e antecede o projecto que queremos instalar de forma permanente em Proença-a-Velha, o qual consiste em reforçar a musealização do complexo de lagares com um lagar moderno que produza azeite de altíssima qualidade e com cerificação biológica”.    

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line