Notícias

PENAMACOR: TERMAS ABERTAS AO PÚBLICO SEM LICENCIAMENTO

Escrito por Lusa / RCM em 2009-08-04 11:43:23

PENAMACOR: TERMAS ABERTAS AO PÚBLICO SEM LICENCIAMENTO

As centenárias termas da Fonte Santa, na freguesia de Águas, em Penamacor, estão abertas ao público, mas não possuem licenciamento, disse à Agência Lusa fonte da Direcção-Geral de Saúde.
As termas funcionam e levam movimento à aldeia, como explicou uma das moradoras, Maria Pereira, salientando que "este ano, estão a funcionar há cerca de um mês, pelo menos durante parte do dia”.
Outros relatam que têm levado familiares até às termas e há quem já tenha visto marcações remetidas para Setembro. No concelho, “as pessoas sabem que as termas funcionam”, acrescentou um residente em Penamacor à Agência Lusa.Segundo Vítor Gabriel, vereador da oposição na Câmara de Penamacor, “tínhamos a informação de que as termas estavam em fase experimental, com uma autorização provisória" mas "saber que não tem licenciamento foi uma surpresa para nós”.
No entanto, segundo Paulo Viegas, chefe de divisão de Saúde Ambiental da Direcção-Geral de Saúde (DGS), responsável pelo licenciamento destes equipamentos, “as termas nem existem. Se estão abertas, não deviam. Estão a funcionar clandestinamente”.A DGS não tem capacidade inspectiva, mas “qualquer outra entidade, como a ASAE ou a delegação de saúde local, pode mandar fechar o espaço”, realçou Paulo Viegas.
Para já, aquele responsável pretende alertar o presidente da Câmara de Penamacor, Domingos Torrão, com o qual prevê reunir-se terça-feira, na companhia de um geólogo, para começarem a tratar do processo de licenciamento.
“Sei que querem tratar do processo”, mas não deverá estar concluído “antes de 2011”, acrescentou. Falta avaliar análises para qualificar o recurso como água mineral natural, seguidas de um estudo médico-hidrológico “sujeito a uma comissão de avaliação técnica”.
Só depois pode arrancar a fase de estudo piloto, com avaliação de utentes, explicou.
Depois destes passos estarem concluídos, as termas poderão ser legalizadas com respectiva publicação de actividade em Diário da República, concluiu Paulo Viegas.
Contudo, o equipamento está já a ser explorado pela Junta de Freguesia de Águas, que juntamente com a Câmara de Penamacor está a tratar do licenciamento, disse à Agência Lusa fonte municipal.
Apesar das tentativas, a Agência Lusa não conseguiu obter quaisquer esclarecimentos junto do balneário termal, nem dos autarcas.
Maria Pereira, residente em Águas, já trabalhou nas termas há mais 20 anos e recorda os tempos áureos daquela estância.
“Cheguei a fazer 120 banhos de manhã e outros 60 a 80 de tarde. Era feito um leilão e só quem tinha dinheiro é que conseguia assegurar um lugar”, recorda.
As termas destinavam-se a quem sofria de bronquite e dores reumáticas. Há cerca de nove anos a Junta de Freguesia fez obras de renovação do balneário e novas captações de água, mas ainda faltam as licenças para que o processo esteja concluído.

Voltar para a página de notícias

IDANHA-A-NOVA: CANDIDATURAS ABERTAS AO PRÉMIO FORÚM MUNDIAL DE INOVAÇÃO RURAL

Facebook

Escrito por em 2017-06-27 13:59:41

IDANHA-A-NOVA: CANDIDATURAS ABERTAS AO PRÉMIO FORÚM MUNDIAL DE INOVAÇÃO RURAL

O Município de Idanha-a-Nova está aceitar candidaturas até 10 de julho para o Prémio Fórum Mundial de Inovação Rural que vai premiar empresas que inovam, geram riqueza, emprego e fixação de população, preservam o equilíbrio ambiental e valorizam a utilização dos recursos endógenos. Podem candidatar-se empresas inovadoras do território EUROACE (eurorregião composta por Alentejo - Centro – Extremadura espanhola), constituídas há pelo menos 6 meses. A iniciativa decorre do III Fórum de Inovação Rural que acontece em simultâneo com a XXI Feira Raiana, em Idanha-a-Nova, e tem um propósito de valorização de experiências empresariais inovadoras que potenciam a criação de riqueza e desenvolvimento sustentável no mundo rural. De 26 a 30 de julho de 2017, o evento é organizado em conjunto pelo Município de Idanha-a-Nova, o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento de Idanha-a-Nova, o Ayuntamiento de Moraleja e a Diputación de Cáceres. Serão distinguidas cinco empresas, uma com o Prémio Fórum de Inovação Rural e quatro menções honrosas, destacando jovens e mulheres empreendedores. As candidaturas são abertas por iniciativa das empresas, via preenchimento de formulário online disponível em https://form.jotformeu.com/71697156884372  

Ler mais

EMPRESÁRIOS, UTENTES E SINDICATOS EXIGEM ABOLIÇÃO DAS PORTAGENS NA A23

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-06-26 14:30:29

EMPRESÁRIOS, UTENTES E SINDICATOS EXIGEM ABOLIÇÃO DAS PORTAGENS NA A23

Empresários, utentes e sindicatos da Beira Interior anunciaram hoje que vão avançar com acções comuns pela abolição das portagens na A23 e reivindicaram que o próximo Orçamento do Estado já contemple essa situação ou uma nova redução. "Pensamos que agora há condições para que se extingam as portagens ou, pelo menos, para que se reduzam significativa e gradualmente, até à abolição", afirmou José Gameiro, presidente da Associação de Empresarial da Beira Baixa. Este responsável falava numa conferência de imprensa realizada hoje na Covilhã, distrito de Castelo Branco, na qual também marcaram presença porta-vozes da Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, da União de Sindicatos de Castelo Branco e do Movimento de Empresários pela Subsistência do Interior.

Ler mais

QUINTA EDIÇÃO DO CINEMA PORTUGUÊS EM MOVIMENTO COMEÇA EM MONSANTO

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-06-22 15:21:45

QUINTA EDIÇÃO DO CINEMA PORTUGUÊS EM MOVIMENTO COMEÇA EM MONSANTO

A aldeia de Monsanto, em Idanha-a-Nova, é o ponto de partida no dia 29 da quinta edição do Cinema Português em Movimento, uma iniciativa para levar filmes portugueses a localidades com pouca oferta cinematográfica. De acordo com o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), o programa começa no miradouro daquela localidade com a exibição da curta-metragem "Amélia & Duarte", de Alice Guimarães e Mónica Matos, e da comédia "Refrigerantes e canções de amor", de Luís Galvão Teles. O Cinema Português em Movimento decorrerá até 25 de agosto com a exibição de dez filmes portugueses - alguns repetidos de anos anteriores - em localidades de 12 concelhos. As 53 exibições previstas serão sempre ao ar livre. Este ano, o programa exibirá em complemento episódios gravados por Tiago Pereira no projecto A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria, de registo da música portuguesa de tradição oral.

Ler mais

POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO VAI TER CURSO DE DRONES

Facebook

Escrito por RCM/Lusa em 2017-06-16 16:09:43

POLITÉCNICO DE CASTELO BRANCO VAI TER CURSO DE DRONES

O Instituto Politécnico de Castelo Branco vai ministrar no próximo ano lectivo o curso técnico superior profissional em Fabrico e Manutenção de Drones. "Trata-se de mais uma aposta da instituição numa oferta formativa numa área de vanguarda e em expansão", refere em comunicado o presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), Carlos Maia. O novo curso técnico superior profissional (CTeSP) em Fabrico e Manutenção de Drones foi recentemente aprovado e vai ser ministrado na Escola Superior de Tecnologia de Castelo Branco (ESTCB). Carlos Maia explica que a instituição tem um corpo docente qualificado e conta com várias parcerias com empresas já bem implantadas no mercado, factores que tornaram possível a aprovação desta formação que poderá ser estrutural para o IPCB e para a região. As inscrições para este curso podem ser realizadas de 1 de agosto a 6 de setembro de 2017, nos serviços do IPCB.

Ler mais

IDANHA-A-NOVA: ECOFESTIVAL JUNTA 150 ARTISTAS EM SALVATERRA DO EXTREMO

Facebook

Escrito por em 2017-06-01 15:10:31

IDANHA-A-NOVA: ECOFESTIVAL JUNTA 150 ARTISTAS EM SALVATERRA DO EXTREMO

O Ecofestival Salva a Terra que decorre de 22 a 25 de junho em Salvaterra do Extremo no concelho de Idanha-a-Nova, conta com a participação de 150 artistas. As receitas do festival revertem a 100% para o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Castelo Branco (CERAS). O evento bienal que vai na quarta edição é organizado pela associação ambientalista Quercus, União de freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo e pelo município de Idanha-a-Nova. "As receitas obtidas revertem efectivamente a 100% para o CERAS, fazendo do Ecofestival Salva a Terra o seu principal mecenas. Com a edição de 2015, conseguimos angariar fundos para recuperar 400 animais", refere a Quercus em comunicado. O festival é composto por inúmeras actividades que vão desde os concertos, 'workshops', percursos interpretativos, observação de vida selvagem, conferências, cinema documental e animação diversa.

Ler mais

Mais Notícias

Notícias da Região

JORNAL O INTERIOR

A Carregar ...

JORNAL DO FUNDÃO

A Carregar ...

JORNAL A GUARDA

A Carregar ...

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line