Notícias

CASTELO BRANCO: MOCHOS, ÁGUIAS E ESQUILOS ENTRE OS 120 ANIMAIS RESGATADOS APÓS INCÊNDIO DE PEDROGÃO

Escrito por Renascença/ RCM em 2017-08-04 15:51:21

CASTELO BRANCO: MOCHOS, ÁGUIAS E ESQUILOS ENTRE OS 120 ANIMAIS RESGATADOS APÓS INCÊNDIO DE PEDROGÃO

Mochos águias e esquilos estão a recuperar no hospital para animais selvagens, em Castelo Branco, depois de terem sido resgatados após o incêndio de Pedrogão Grande.

Há umas semanas a equipa do Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens (CERAS), em Castelo Branco, foi surpreendida pela chegada de um pássaro que raramente se aproxima das pessoas. Um alcaravão, normalmente “muito tímido”, e difícil de encontrar na natureza. Vinha “directamente de uma zona de incêndio” em Pedrógão Grande e parecia “desnorteado”, “desidratado” e “magro”. Depois de algum tempo em tratamento, recuperou e foi libertado.

Como este alcaravão, mais de uma centena de animais chegou ao CERAS. “Desde o dia em que se deu o grande incêndio de Pedrógão, entraram 120 animais. Este é um número completamente anormal para a época do ano em que estamos”. Foi assim que Ana Filipa Lopes, responsável clínica do CERAS, começou por descrever à Renascença a situação que se vive actualmente no Centro.

Neste momento, estão internados 53 animais. Mas, no final de Junho, chegaram a estar cerca de “100 em recuperação”, destaca a médica veterinária, acrescentando que a média habitual para esta época é de 30 a 40 internados.

A responsável clínica acredita que, na maioria dos casos, há uma relação com os incêndios que deflagraram na região desde meados de Junho. No entanto, a profissional afirma que não é possível dar garantias sem um estudo “mais a fundo”.

“Estão muitos a entrar desidratados e mal nutridos, sem outra alteração. São, portanto, animais que não estão a conseguir ter alimento suficiente na natureza”, explica.

Quanto às espécies, a variedade é grande: “Neste momento temos uma águia imperial ibérica em recuperação. Temos também uma abetarda [ave de pernas altas]”, descreve Ana Filipa Lopes.

Para além destes animais, têm chegado ao centro andorinhas, mochos galegos, cegonhas, esquilos, abutres, entre outros.

Dos 120 animais resgatados nas últimas semanas, muitos já foram devolvidos à natureza. Contudo, outros não resistiram e acabaram por morrer no internamento.

O Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens é uma estrutura da Quercus e tem como missão a “recepção de animais selvagens debilitados, sua recuperação e devolução ao meio natural”, lê-se no site da associação.

A grande maioria dos animais chega ao CERAS através do Serviço de Equipa de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), da GNR.

No entanto, a médica veterinária conta que há muitas pessoas que, nas últimas semanas, têm estado a entregar os animais pessoalmente, “por perceberem que neste momento as equipas do ambiente da GNR estão muito ocupadas, no combate aos incêndios”.

No CERAS, o tratamento passa por dar medicação, fazer análises, alimentar ou recorrer a intervenções mais profundas, consoante cada caso.

Uma vez recuperados, os animais são libertados na natureza novamente.

Quem quiser pode contribuir para a recuperação dos animais resgatados, através do apadrinhamento – apoio financeiro para o tratamento de um animal – ou de voluntariado – realização de tarefas no centro.

O CERAS tem reforçado as campanhas de apelo à participação nestes programas de apoio e, desde Junho, o número de pessoas a oferecer-se para ajudar tem aumentado significativamente.

“Recebemos muitos pedidos de voluntariado e estamos com vários voluntários a ajudar-nos”, diz Ana Filipa Lopes. Neste momento, colaboram com o Centro, pelo menos, dez voluntários.

Também os pedidos de apadrinhamento aumentaram, “sobretudo nos dias logo a seguir aos incêndios”. As “espécies ameaçadas” são aquelas que as pessoas mais procuram apadrinhar, conta a médica veterinária.

Os incêndios florestais consumiram este ano mais de 128 mil hectares até 31 de Julho. É a maior área ardida no mesmo período na última década e quase cinco vezes mais do que a média anual dos últimos dez anos.

Voltar para a página de notícias

QUERCUS ALERTA QUE UM QUARTO DOS MUNICIPIOS NÃO TEM PLANO CONTRA INCÊNDIOS

Facebook

Escrito por em 2017-08-22 13:04:34

QUERCUS ALERTA QUE UM QUARTO DOS MUNICIPIOS NÃO TEM PLANO CONTRA INCÊNDIOS

Mais de um quarto dos municípios não tem um plano municipal contra incêndios. O alerta foi lançado esta semana pela associação ambientalista Quercus. “A Quercus considera em comunicado muito preocupante que um quarto dos municípios de Portugal Continental não cumpra as suas obrigações no âmbito da legislação de defesa da floresta contra incêndios”. A associação esclareceu que a existência desses planos implica “um planeamento e calendarização de acções de silvicultura preventiva”, designadamente limpezas, “com o objectivo de evitar que os fogos atinjam grandes proporções e o de proteger eficazmente pessoas e bens”. De acordo com a Quercus, “na lista dos 72 municípios que não estão a cumprir a legislação estão alguns que este Verão ficaram bem conhecidos pelas piores razões, como Alijó, Fundão, Vila de Rei, Castanheira de Pêra e Pedrógão Grande”. Ainda segundo a associação ambientalista, existem somente três distritos do continente nos quais 100% dos municípios têm o seu Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios em vigor e operacional: Viseu, Guarda e Portalegre. Os municípios de Alijó e do Fundão já contestaram o alerta da Quercus.

Ler mais

BEM-HAJA AMIGO OUVINTE

Facebook

Escrito por RCM em 2017-08-15 12:32:18

BEM-HAJA AMIGO OUVINTE

Um sincero bem-haja a todos os amigos que ontem se lembraram do dia do aniversário da Rádio Clube de Monsanto – a Voz da Portugalidade, ao Serviço do Regionalismo e da Música Portuguesa. Que Deus nos proteja e os nossos ouvintes nos ajudem a chegar até aos 33 anos…o que está muito difícil.

Ler mais

MONSANTO NA FINAL DO CONCURSO DAS 7 MARAVILHAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-08-15 12:13:21

MONSANTO NA FINAL DO CONCURSO DAS 7 MARAVILHAS

Monsanto passou no último domingo à final do concurso 7 Maravilhas de Portugal na categoria Aldeias Monumento. O anúncio foi feito durante a Gala da RTP transmitida em directo a partir de Relva-Monsanto. Graças ao voto dos portugueses, Monsanto foi uma das duas finalistas apuradas nesta Gala em que estiveram a votação 7 aldeias, incluindo Idanha-a-Velha, igualmente no concelho de Idanha-a-Nova. Assim, Monsanto conquistou o direito a disputar a grande final. A continuação para a votação para o concurso das 7 Maravilhas de Portugal vai decorrer entre 27 de Agosto e 3 de Setembro, dia da Gala Final, na aldeia do Piódão, em que serão anunciadas as 7 aldeias vencedoras, nas respectivas categorias. Modestamente, e em verdade, as Adufeiras de Monsanto, fizeram a sua parte e, por isso, estamos naturalmente felizes por continuarem a levar bem alto e muito longe o nome da "Aldeia Mais Portuguesa" a todo o mundo. 

Ler mais

32 ANOS A LUTAR

Facebook

Escrito por RCM em 2017-08-14 09:19:21

32 ANOS A LUTAR

CONSIGO DESDE 14 DE AGOSTO DE 1985 EM EMISSÕES REGULARES…32 ANOS A LUTAR. BEM-HAJA POR NOS TER AJUDADO A CAMINHAR.   Se comemorámos, no dia 8 de Junho, 32 anos das primeiras emissões experimentais da RCM foi, também, graças ao apoio altruísta e generoso das gentes da nossa terra. Desde 1985, a sua ajuda teve uma importância fundamental para mantermos no ar este som popular ao serviço do regionalismo, da Música Portuguesa e dos nossos valores tradicionais. Fazer Rádio é muito mais do que transmitir música. Ao longo destas dezenas de anos a Rádio Clube de Monsanto tem feito AMIGOS e eles são a nossa principal razão de estarmos no ar. Uma palavra de homenagem e de gratidão para os sócios fundadores, dirigentes, técnicos e colaboradores da extinta Cooperativa e benfeitores da Liga dos Amigos da RCM. Alguns já nos deixaram e, infelizmente, não podem comungar da alegria deste tão singelo aniversário, sem festa, nem foguetes.  Para eles, aqui fica a nossa lembrança de imensa e indelével saudade e carinho. Uma saudação especial para os nossos emigrantes e para os Povos da Lusofonia que em todo o Mundo nos acompanham, através da Internet, em www.radiomonsanto.pt (já com mais de sete milhões de visitas de cibernautas de todos os continentes!). É muito gratificante saber que os cidadãos da Diáspora se sentem mais próximos de Portugal quando, lá tão longe, encontram na Rádio Clube de Monsanto uma companhia amiga e familiar. A todos os queridos ouvintes em geral e aos amigos anunciantes em particular, envolvemos num abraço de penhorado reconhecimento: marcas, empresas e empresários, autarquias dos concelhos da região raiana que a nós se juntaram porque acreditam na nossa Missão um SINCERO OBRIGADO.

Ler mais

VOTAÇÃO NO CONCURSO DAS 7 MARAVILHAS

Facebook

Escrito por RCM em 2017-08-13 14:18:55

VOTAÇÃO NO CONCURSO DAS 7 MARAVILHAS

A votação do concurso das 7 Maravilhas de Portugal nas Aldeias Monumento já começou. As linhas telefónicas estão abertas ao longo de todo o dia e a votação termina esta noite, cerca das 23 horas, na Gala transmitida pela RTP directamente de Monsanto. Pode votar as vezes que quiser.

Ler mais

Mais Notícias

© Rádio Clube de Monsanto 2017 | 98.7 e 107.8 FM | CSB 652 / RDS

Amigos da RCM | Discos Pedidos | Programação | Contactos | Opiniões | Livro de Visitas | Compras On-Line